Neuer dá vida a Wenger com um "frango" depois de ter feito a defesa do Ano; Marco Silva continua a somar; Jogo louco em Leverkusen; Rakitic sai do banco para resolver; Villas-Boas quase nos oitavos; Nuno também vence; Mourinho escorrega

O Bayern estava ser superior, mas Neuer estragou a pintura, o que indirectamente prejudicou Marco Silva, que já podia estar com um pé nos oitavos-de-final. Já AVB somou a 3.ª vitória e está praticamente apurado, boa jornada também para Nuno que está isolado no 2.º lugar, com mais 5 pontos que o 3.º. Já Mourinho não foi além do Nulo em Kiev. Mas a noite fica marcada pelos 8 golos em Leverkusen, com a Roma a conseguir a reviravolta mas a perder a vantagem em 2 minutos; No Barcelona foi Rakitic a brilhar.

Grupo E: BATE 0-2 Barcelona (Rakitic 48’ e 64’); Bayer Leverkusen 4-4 Roma (Javier Hernández 4’ (p) e 19’, Kampl 84´, Mehmedi 86’; De Rossi 29´e 38´, Pjanic 54, Falqué 73’) - Neymar desta vez não marcou mas voltou a ser decisivo (duas assistências), e com um Rakitic (que até foi suplente) inspirado os catalães sacaram 3 pontos na visita à Bielorrússia, apesar da 1.ª parte sofrível e de nem tudo ter sido positivo, já que Sergi Roberto, que estava num bom momento, lesionou-se e deve aumentar o n.º de indisponíveis nos blaugrana; Já em Leverkusen, Roma e Bayer proporcionaram uma partida de loucos. Os anfitriões, com um bis de Chicharito, aos 19 minutos já venciam, por 2-0, mas o improvável De Rossi, em 2 lances de bola parada, empatou ainda na 1.ª parte. No 2.º tempo Pjanic fez de um livre mais um penalti e consumou a reviravolta, tendo Falque ainda ampliado, mas quando parecia que a vitória já não fugia aos romanos, Kampl e Mehmedi em apenas 2 minutos empataram e Chicharito, nos descontos, ainda falhou o 5-4.
Grupo F: Arsenal 2-0 Bayern Munique (Giroud 77’ e Özil 90+4’); Dínamo Zagreb 0-1 Olympiakos (Ideye 79’) - No jogo mais aguardado da noite, o Bayern foi quase sempre superior mas pecou na finalização e acabou traído por um erro de Neuer. Depois de uma 1.ª parte, em que o conjunto de Pep teve mais posse, conseguiu alguns desequilíbrios (Douglas Costa humilhou Bellerín) mas criou poucas oportunidades, a melhor pertenceu ao Arsenal com Neuer a tirar um golo cantado numa cabeçada de Walcott com uma defesa que é candidata a melhor do ano; no 2.º tempo, o Bayern fartou-se de ter oportunidades, mas não acertava com a baliza de Cech e quando nada o fazia prever, Giroud aproveita uma má saída de Neuer na sequência de um livre lateral para fazer o 1-0. Já nos descontos, numa transição, Ozil ampliou e fechou o marcador, um golo que só foi validado pelo árbitro de baliza. Com este resultado Wenger consegue os primeiros 3 pontos e entra na luta pelo apuramento; Na outra partida do grupo, o Olympiacos, de Marco Silva (que se tem fartado de acumular vitórias), foi a Zagreb vencer, por 1-0 (golo de Ideye) e chegou aos 6 pontos, os mesmos que o Bayern. 
Grupo G: Dínamo Kiev 0-0 Chelsea - O conjunto de Mourinho foi melhor (fez uma das melhores exibições dos últimos tempos), atirou ao poste por Willian e Hazard, e teve algumas razões de queixa da arbitragem, mas não conseguiu bater Shovkovsky e deixou 2 pontos em Kiev. Com este resultado o Chelsea é apenas 3.º com 4 pontos, menos 1 que o Dínamo e 3 que o FC Porto.
Grupo H: Valencia 2-1 Gent (Nielsen 15’ (pb) e Mitrovic 72’ (pb); Foket 40’); Zenit 3-1 Lyon (Dzyuba 3’, Hulk 56’ e Danny 82’; Lacazette 49’) - Villas-Boas não está propriamente confortável no campeonato mas na Champions é sempre a somar. O campeão russo, mais eficaz que espectacular, e com Hulk novamente em destaque (grande golo), aproveitou os espaços concedidos pelo Lyon, para chegar aos 9 pontos; Já o Valencia, com André Gomes e Cancelo no 11, foi superior mas pecou na finalização e ainda teve se sofrer. Feghouli num golo a meias com Nielsen, após um cruzamento de Cancelo, abriu o marcador, mas Foket empatou em cima do intervalo. No 2.º tempo os Che insistiram, e em mais em lance com a participação de Cancelo, chegaram ao 2-1, com Mitrovic a empurrar para a própria baliza um remate de Gayá.

Etiquetas: