Paulo Sousa isolado na liderança; Milan esmagado pelo Nápoles; Pedro Pereira trava o Inter; Khedira marca pela Juventus; Marcos Freitas vice-campeão europeu de ténis de mesa; João Monteiro arrecada o ouro nos pares

Pode lutar pelo título? A equipa está num grande momento, com confiança e tendo ganho 6 dos 7 encontros disputados na Série A, e o técnico português tem sido alvo de elogios diários em Itália (está a ter um forte impacto mediático, sobretudo para quem não está num dos 3 maiores clubes do país). Destaque ainda para Pedro Pereira no, novamente titular pela Sampdoria que empatou com o Inter e assim deixou os Viola isolados na frente da Liga, para a Juve que conseguiu a sua segunda vitória na prova (mas ainda teve de sofrer) e para a goleada do Nápoles em Milão (o conjunto de Sarri parece em subida de forma)

Mais uma vitória para a Fiorentina de Paulo Sousa. Os Viola estão num excelente momento e bateram o Atalanta, em casa, por 3-0 e, graças ao empate do Inter em Génova frente à Sampdoria, estão agora isolados na liderança da Série A com 18 pontos, mais 2 que os Nerazzurri. A Fiore viu-se em superioridade numérica e no marcador desde muito cedo, já que aos 6 minutos Paletta foi expulso por falta dentro da área e, na conversão da grande penalidade, Ilicic inaugurou o marcador. Depois, aos 34 minutos, Bernardeschi isola Borja Valero com um excelente passe e o Espanhol aumenta a vantagem. A partir daqui, os homens de Paulo Sousa foram gerindo o desafio, circulando a bola e poupando algumas energias, tendo Verdu, aos 90 minutos, fixado o resultado final. Nas restantes partidas do dia, O Nápoles foi a casa do AC Milan esmagar os Rossoneri por 4-0. Allan marcou o primeiro aos 13', tendo Insigne, que está em grande, bisado aos 48' e aos 68', tendo aos 77' Ely marcado na própria baliza. A equipa do Sul de Itália está agora em sexto, com 12 pontos, estando o conjunto de Mihajlovic em décimo primeiro com 9 pontos. Já a Juve conseguiu ganhar, algo que tem sido raro, batendo o Bologna (que está agora em último) por 3-1 em casa. Os visitantes ainda inauguraram o marcador, através de Mounier, mas depois a equipa de Allegri deu a volta ao marcador, com tentos de Morata, Dybala e do regressado Khedira, os quais colocam a Juve a 10 pontos da Fiore. Em Génova, Sampdoria e Inter empataram a 1 golo, tendo a Samp aberto o marcador aos 51 minutos através de Muriel, após bom cruzamento de Pedro Pereira (que voltou a jogar o tempo todo), mas o conjunto de Mancini empatou aos 76' por Perisic, que estão agora em segundo lugar a 2 pontos do líder. Por seu lado, a Roma foi ao terreno do Palermo ganhar por 4-2. Pjanic, Florenzi e Gervinho colocaram a equipa da capital a vencer por 3-0 logo aos 28', tendo depois Gilardino, aos 58', e Gonzales, aos 91', reduzido para 3-2, tendo ainda Gervinho feito o 4-2 final aos 92'. Finalmente, a Lázio derrotou o Frosinone por 2-0 (Keita e Djordjevic marcaram já perto do fim), a Udinese e o Génova empataram a um golo (marcaram Di Natale e Perotti) e o Empoli ganhou 1-0 ao Sassuolo (golo de Maccarone aos 88').


Dá para a medalha nos JO? - Marcos Freitas perdeu a final da competição de singulares do Europeu de ténis de mesa, por 4-1, frente a Dimitrij Ovtcharov (o alemão já tinha derrotado Tiago Apolónia nas meias-finais). Mesmo assim foi um grande campeonato da Europa para Portugal, além do vice-campeonato de Marcos Freitas, João Monteiro conquistou o ouro em pares, e Tiago Apolónia e Fu Yu o bronze em singulares.

Etiquetas: ,