Carlos Carvalhal verga Wenger

Absolutamente notável e só vai aumentar ainda mais a cotação do treinador português. E Wenger, que está em 2.º lugar na Premier League com os mesmos pontos do 1.º, até apresentou uma equipa competitiva, com Cech, Debuchy, Chambers, Mertesacker, Gibbs, Flamini, Giroud, apesar de terem tido alguma infelicidade com as lesões de Oxlade-Chamberlain e Walcott.

Incrível. Depois de ter eliminado o Newcastle United na ronda anterior, o Sheffield Wednesday, equipa do Championship orientada por Carlos Carvalhal, despachou o Arsenal por uns esclarecedores 3-0 e garantiu assim passagem para os quartos-de-final da Taça da Liga Inglesa. Um jogo que correu de feição aos anfitriões na 1.ª parte, que marcaram praticamente no primeiro lance ofensivo que tiveram, belo remate de Ross Wallace, ainda viram Oxlade-Chamberlain sair aos 5 minutos e o seu substituto, Walcott, também a lesionar-se aos 19, e chegaram ao intervalo a vencer por 2-0, com o português Lucas João, com uma bela cabeçada a bater Cech. No principio do 2.º tempo o Sheffield, por intermédio de Hutchinson (aos 51'), na sequência de uma bola parada, fez o 3-0 e o resto do encontro acabou por ter pouca história. O Arsenal nunca conseguiu desequilibrar a organização do conjunto de Carvalhal, excepção para 2 lances já nos descontos (com Iwobi e Campbell a não conseguirem finalizar quando estavam em boa posição) e os anfitriões, apesar de Lucas João ter ficado perto de bisar numa cabeçada, também só queriam era ver os minutos passar.

Etiquetas: