Benfica e FC Porto representados na equipa da semana da Champions; Equipas de ciclismo lusas tem de ter 60 por cento do plantel abaixo dos 28 anos; Portugal volta a golear nos sub-17

Concorda com as escolhas? Brahimi também esteve em grande, mas Gaitán e Mata contribuíram com golos e assistências. 

Maicon, do FC Porto e Nico Gaitán, do Benfica, integram o onze ideal da 2.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O inevitável Ronaldo integra igualmente o Dream Team, tal como David Luiz e Hulk, jogadores que já passaram pelo futebol português. Melhor 11 da 2.ª jornada da Liga dos Campeões para a UEFA: Joe Hart (Man. City), Mladenovic (BATE), Maicon (FC Porto), David Luiz (PSG) e Barzagli (Juventus); Fourtonis (Olympiacos), Gaitán (Benfica) e Mata (Man. United); Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Hulk (Zenit) e Lewandowski (Bayern Munique).

O pelotão português vai sofrer uma "pequena revolução" etária, com a aplicação da nova norma que estabelece a obrigatoriedade de as equipas de ciclismo lusas terem 60 por cento do plantel abaixo dos 28 anos - Delmino Pereira justificou esta medida com a necessidade de Portugal necessitar de ter um pelotão mais jovem. "Queremos que Portugal seja um país em que a tendência seja de um pelotão mais jovem e não o contrário. É esta a filosofia e a lógica das equipas continentais em todo o mundo. Em Espanha e noutros países, essa regra é muito mais acentuada e agressiva e, por isso, fizemos um ajustamento, porque queremos que o nosso pelotão seja tendencialmente mais jovem. Foi um ‘acertozinho’, não é nada extraordinário", explicou à agência Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC). Mas os ciclistas mais veteranos, como Gustavo Veloso não se conformam com esta medida. "Penso que é absurda num país onde as equipas continentais e os amadores, com exceção da Volta ao Algarve e da Volta a Portugal, dividem calendário. Será prejudicial, porque o nível competitivo será mais baixo, já que um ciclista atinge a maturidade física e psicológica a partir dos 28 anos. Não tem sentido obrigar bons profissionais a abandonarem o ciclismo sem terem podido mostrar o seu valor. A sucessão geracional deveria acontecer de forma natural e não quando se chega a uma idade que alguém decidiu num escritório", disse à agência Lusa o bicampeão da Volta a Portugal.

Hélio alinhou com:  João Virgínia; João Oliveira, Diogo Queirós (Cap.),Luís Silva, Ruben Vinagre; Lameira, Miguel Luís (Domingos Quina,51´), Paulo Estrela, Leandro Tipote, Rafael Leão (José Gomes,51´) e Nuno Santos (João Filipe,51´) - Portugal goleou San Marino, por 5-0, e carimbou a passagem para a próxima fase de qualificação do Europeu de sub-17. Miguel Luís, Leandro Tipote, João Filipe (2x) e José Gomes apontaram os golos da selecção nacional.

Etiquetas: , ,