Sturridge com melhor rácio que Torres e Suarez; Bernardo marca mas Mónaco volta a escorregar; Dortmund dá mais margem ao Bayern; Marega resolve nos descontos; Vit. Setúbal empata na Madeira; Belenenses permite empate (Hugo Basto marcou um golaço); Bonatini e Chuta-Chuta não deixam fugir o Benfica

Rodgers é uma espécie de saco de pancada para os adeptos e imprensa, mas com um Sturridge a 100% podia ter tido 16 meses bem mais tranquilos. O inglês, depois de Aguero e Diego Costa, é talvez o avançado que maior garantia de golos oferece neste momento na Premier League.

Daniel Sturridge, que em 2014-15 quase não contribuiu devido a lesão, parece estar mesmo de volta, e com o bis na vitória do Liverpool ao Aston Villa, por 3-2, ganhou o estatuto de avançado com melhor média de golos na Premier League na história dos Reds. O internacional inglês já apontou 37 golos em 57 encontros pelo Liverpool, o que dá um rácio de 0.65, superior aos de Fernando Torres (0.64) e Luiz Suárez (0.63).

Os Monegascos, que assentaram a melhor fase da época passada numa invulgar consistência defensiva, sofreram 13 golos em 8 jogos (só o Troyes sofreu mais) - Mais um mau resultado para o Mónaco. A equipa de Leonardo Jardim não foi além de um empate a 3 na deslocação ao terreno do Guingamp, numa partida em que os locais estabeleceram o resultado final aos 89 minutos. Com Ricardo Carvalho e Bernardo Silva no onze, foi o ex-Benfica a abrir o activo, logo aos 14 minutos. No entanto, Privat empatou aos 30', mas Raggi, em cima do intervalo, voltou a dar vantagem aos forasteiros. Aos 65', Nicolas Benezet voltou a estabelecer o empate, num remate fácil após cruzamento da direita, mas somente 6 minutos depois Dirar desviou ao primeiro poste um cruzamento rasteiro de Fabinho para fazer o 3-2. Quando Jardim já deveria pensar levar para casa os 3 pontos, Benezet bisou para selar o empate final. Nota ainda para o Montpellier, que venceu pela primeira vez na época, tendo derrotado o Lorient (sem Raphael Guerreiro) por 2-1.

Segundo empate seguido para o Dortmund, isto quando a equipa visita Munique na próxima jornada, o que pode levar a que fique a 7 pontos - Tropeção inesperado para o Borussia Dortmund, já que a equipa de Tuchel empatou em casa com o Darmstadt a 2 golos. A partida começou logo a correr mal para os homens de amarelo, com Heller a dar vantagem aos visitantes aos 17 minutos, numa jogada de contra-ataque perfeitamente desenhada. O Dortmund foi batalhando para dar a volta e fê-lo mesmo no espaço de 8 minutos, com Aubameyang a bisar (o seu nono golo em 7 jornadas na Bundesliga): primeiro, aos 63', o Gabonês deu a melhor sequência a um cruzamento de Ginter após boa abertura de Kagea; depois, aos 71', Auba não desperdiçou a assistência de Januzaj. Nos últimos minutos, o Dortmund teve várias chances para matar a partida, mas não o fez e mesmo no final, após alguma confusão na área, Sulu fez mesmo o empate a 2.

Estoril venceu todos os jogos, menos os duelos com Benfica e FC Porto; Belenenses esteve a vencer por 2-0 a 15 minutos do fim mas permitiu empate; Suk marcou à antiga equipa; Marega garantiu 3 pontos nos descontos - Leo Bonatini não pára de marcar e o Estoril de pontuar. Os estorilistas derrotaram o União, por 2-1, golos de Bonatini (5.º jogo consecutivo e facturar) e Bruno César, e continuam empatados com o Benfica na tabela (12 pontos). O melhor que os insulares conseguiram foi reduzir por Eder Farias. Em Arouca, num duelo com grandes golos, o Belenenses esteve a vencer por 2-0, tentos de André Sousa e Luis Leal, mas Nuno Valente e Hugo Basto, nos últimos 15 minutos, fizeram o 2-2 final; Já na Madeira, o Marítimo, com um golo de Marega, nos descontos, bateu o Tondela, por 1-0; Enquanto que o Nacional não foi além de um empate a 1 frente ao Vit. Setúbal. Suk, que já representou os alvinegros, abriu o marcador, tendo Rui Correia empatado.

Etiquetas: , , ,