Sérgio Conceição entra com o pé esquerdo; Vimaranenses até estavam melhor mas foi Rafa a decidir

Vitória de Guimarães 0-1 Sporting Braga (Rafa 74')

O Sporting de Braga venceu o sempre escaldante derby minhoto, tendo ido ao D. Afonso Henriques bater o rival Vitória por 1-0, com o único golo do encontro a ser apontado por Rafa. Na estreia de Sérgio Conceição, a equipa da cidade Berço deixou uma bela imagem, apresentando outra organização, mas foi perdulária na frente (Kritciuk também deu uma excelente resposta) e sofreu mesmo o golo pouco depois da sua melhor fase no desafio.

Quanto à partida, a mesma começou praticamente com a lesão de André Pinto, que deu o seu lugar a Boly. Pouco depois, num canto bem trabalhado, Mauro coloca a bola no segundo poste, onde apareceu Vukcevic para entregar a Alan, mas o remate do capitão foi defendido por Douglas com a cara. Aos 20 minutos, após perda do Braga na saída de bola, Tomané serve Ricardo Valente, que dispara para boa defesa de Kritciuk. Depois de momentos mais marcados por muitas paragens do que pelo futebol, Paulo Fonseca foi obrigado a uma segunda alteração forçada em cerca de meia-hora, já que Baiano saiu lesionado, entrando Wilson Eduardo para ser uma surpreendente opção como lateral-direito. Logo a seguir, Valente aproveita uma bola solta após um lançamento longo e atira às malhas laterais da baliza dos Arsenalistas. Na segunda parte, apesar do Braga ter começado a assustar com um remate de Mauro que passou perto do poste de Douglas, foram os locais a entrar melhor, chegando mesmo a encostar os visitantes à sua baliza. Aos 57', grande oportunidade para o Vitória, com Montoya a atirar ao poste e, na recarga, Bruno Gaspar a obrigar Kritciuk a enorme defesa. Pouco depois, Valente também podia ter marcado (em boa posição atirou por cima), mas foi mesmo o Braga a atingir a vantagem: Mauro entrega a bola a Rafa, que passa por Josué e não treme perante Douglas. Até final, o Vitória tentou o empate mas nunca levou perigo à baliza rival, indo o triunfo para o Sporting de Braga.

Individualmente, destaque para o grande jogo de Kritciuk (várias intervenções de grande nível a manter a baliza a zero), para a prestação sem grandes falhas de Wilson Eduardo num lugar praticamente desconhecido para si e para Rafa, que num belo lance individual decidiu o jogo. Do lado do Vitória, que deu indicações de que com Conceição poderá subir na tabela, Ricardo Valente foi perdulário, Tomané, como sempre, fartou-se de lutar, ao passo que Josué foi batido no lance do golo.

Etiquetas: , ,