Purito dá espectáculo na Vuelta; Hamilton vence em Itália


Grande vitória do Espanhol, que fica somente a 1 segundo de Aru. Dumoulin perdeu tempo mas continua a ser uma ameaça no contra-relógio (é um grande especialista e está a menos de 1 minuto e meio - terá de resistir à etapa de amanhã, novamente com chegada em alto), ao passo que a dupla Valverde-Quintana não ganhou tempo.

Mais um dia de montanha na Vuelta, e com vitória para Joaquín Rodríguez. Na décima quinta etapa, Ricardo Vilela esteve em destaque ao andar muito tempo na fuga do dia, mas quem deu espectáculo na chegada ao Alto de Sotres foi o homem da Katusha, com um portentoso ataque na fase final que deixou toda a concorrência para trás. Majka ficou em segundo lugar (e chegou ao terceiro lugar), a 12 segundos, ao passo que Aru, que respondeu bem a Purito, chegou a 15 segundos (tal como Quintana), mantendo a liderança por um escasso segundo. Já Valverde perdeu 29 segundos e Tom Dumoulin 51 segundos, estando o homem da Giant na quarta posição, a 1 minuto e 25 segundos de Aru.

O Britânico foi  investigado pelos comissários por ter a pressão dos pneus num valor inferior ao permitido, pelo que a vitória poderia ter-lhe sido retirada e entregue a Vettel, mas a FIA decidiu não sancionar a Mercedes - Lewis Hamilton dominou o Grande Prémio de Itália. O homem da Mercedes esteve toda a corrida na frente, cortando a meta com 24 segundos de avanço sobre Vettel, com Massa a completar o pódio (Rosberg seguiu muito tempo na terceira posição mas  abandonou a 2 voltas do fim).  Hamilton alarga assim a sua vantagem na luta pelo título para 53 pontos.

Etiquetas: ,