Melhor treinador da Bundesliga demite-se; Messi bisa (e ainda falha penalti); Babacar dá mais 3 pontos a Paulo Sousa; Marselha e Lyon não aproveitam deslize do PSG; Benfica B (com Andrade a titular e Bilal no banco) vence; Matheus dá triunfo ao Sporting; Penafiel derrota Chaves; BMC revalida título

Ainda há 4 meses foi eleito o melhor treinador da Bundesliga e apontado como principal candidato a suceder a Guardiola (agora perdeu essa corrida para Klopp), mas os resultados é que mandam no futebol, seja em Portugal ou na Alemanha. Sendo que tudo isto também é o reflexo das saídas de Kramer e Kruse e da deficiente abordagem ao mercado (Drmic, que desiludiu em Leverkusen, foi a contratação mais sonante). 

Lucien Favre apresentou hoje a demissão do cargo de treinador do Borussia Moenchengladbach, depois de sofrer no sábado a quinta derrota em cinco jogos na Bundesliga. Depois de um princípio de época horrível, o Monchengladbach, tirando o jogo da Taça frente a uma equipa de um escalão inferior, somou por derrotas todos os jogos que disputou, está em último lugar no campeonato e na Champions arrancou com um 3-0 do Sevilha. O suíço, de 57 anos, não aguentou e saiu.

Culés continuam isolados na liderança - O Barcelona recebeu e venceu o Levante por 4-1, o que permite à formação de Luis Enrique continuar com 2 pontos de vantagem para o Real Madrid. Os golos surgiram só na segunda parte, Bartra, assistido por Messi, abriu o ativo aos 50 minutos, Neymar ampliou 6 minutos depois, tendo Messi feito o 3-0 numa grande penalidade logo a seguir. Os valencianos reagiram e reduziram por Casadesús 5 minutos após o golo de Messi, mas, e apesar do astro argentino ter falhado um castigo máximo aos 75’, viria a voltar a marcar, quando já em período de descontos, num bom trabalho individual, fez o 4-1 final e selou o resultado. Luis Enrique aproveitou para fazer descansar Suárez e testar um 4-2-3-1, jogando com o menino Sandro Ramírez na frente, mas foi Messi (a vagabundo) quem mais uma vez brilhou. Nos outros jogos, o Villarreal venceu o Bilbao em casa por 3-1 e colou-se ao Real Madrid com 10 pontos. Bruno Soriano, Mario Gaspar e Léo Baptistão fizeram os golos do submarino amarelo, de nada valendo mais um golo de Aduriz (que foi suplente) nos noventas. Já o Rayo de Paco Jémez venceu no terreno do Las Palmas (golo de Javi Guerra, assistido pelo capitão Trashorras), enquanto que o Gijón, com Sanabria (avançado paraguaio de 19 anos) em destaque com 2 golos (Menéndez fez o outro), derrotou o Deportivo por 3-2 (Juanfran e Luis Alberto fizeram os golos dos galegos).

Jogo esteve interrompido mais de 20 minutos devido a problemas com adeptos
 - No jogo grande da jornada na Ligue 1, Marselha e Lyon empataram a 1 e atenuaram o deslize do líder PSG. Lacazette (de grande penalidade) ainda adiantou os comandados de Fournier, mas Rekik na segunda parte fez o 1-1. No outro jogo, o Saint-Étienne, com golos de Bamba e Beric (excelente contratação), derrotou o Nantes e colou-se ao Rennes no 2.º lugar, a um ponto do PSG.

A equipa de Paulo Sousa já está em 3.º lugar, apenas atrás de Inter e Torino - A Fiorentina deslocou-se ao terreno do recém-promovido Carpi e venceu por uma bola a zero. Num duelo equilibrado, os fiore tiveram mais bola, mas foram poucos objetivos (muitas perdas de bola), Khouma Babacar (que já tinha resolvido na última jornada), aos 35, fez o único golo do encontro. Já o Nápoles venceu pela primeira vez no campeonato e, depois dos 5-0 para a Liga Europa frente ao Club Brugge, vergou a Lazio também por 5 bolas a 0. Insigne, com um golo, uma assistência e muitos desequilíbrios, foi o homem mais da formação de Sarri, embora Higuaín tenha bisado e Allan (excelente contratação) e Gabbiadini também tenham inscrito os seus nomes na lista de marcadores.

Victor Andrade passou de titular com Rui Vitória para a equipa B; Matheus Pereira, que pode aproveitar o caso Carrillo, continua em destaque nos leões - O Sporting B deslocou-se a Freamunde e venceu a equipa local por 2-1, mantendo a perseguição ao líder FC Porto B (estão separados por 1 ponto). Os golos foram marcados apenas nos últimos minutos, tendo Podence (aos 87’) e Matheus Pereira (aos 92’) colocado os leões em vantagem, de nada valendo o golo de Pedrinho já aos 96 minutos a reduzir para os Nortenhos. Tmabém o Benfica B (que teve Victor Andrade, que já foi titular com Rui Vitória, de inicio, e Bilal a entrar no 2.º tempo) derrotou o Gil Vicente, um dos candidatos à subida, por 1-0 (golo de João Nunes) e subiu ao 7.º lugar da tabela classificativa. Nos outros jogos, o Penafiel, com golo de Vieira, derrotou o Chaves, assim como Varzim que venceu na receção ao Vit. Guimarães B com um tento de Nelsinho. Vitórias mais folgadas da Olhanense (sobre o último classificado, a Oliveirense), do Desp. Aves (na casa do Oriental) e do Santa Clara (na receção ao Farense) por 2-0. Já o Braga B empatou a 1 com o Feirense, assim como o Leixões contra o Mafra e o Portimonense frente ao Sp. Covilhã. Por fim, o Famalicão-Ac. Viseu acabou empatado a 0.

Com Dennis (um dos principais candidatos na prova individual), Kung (futuro melhor do Mundo nesta especialidade) e Phinney (que não fossem as lesões podia estar noutro patamar) este resultado não surpreende - Pelo 2.º ano consecutivo a BMC arrecadou o título mundial de contrarrelógio por equipas, completando os 38,8 quilómetros dos Mundiais, de Richmond, nos EUA; em 42.07 minutos. O pódio ficou completo com a Etixx, a 12 segundos, e a Movistar, que fez mais 31 segundos.

Etiquetas: , , , , , , , ,