Líder

Paulo Sousa em grande na Série A. Num ano em que Mourinho, Jardim, Nuno e Villas-Boas tem perdido algum crédito, o ex-médio, com um futebol até mais positivo que o praticado pelas equipas dos seus compatriotas, ganha preponderância e vinca a qualidade dos treinadores nacionais. O próximo adversário do Belenenses deu um banho técnico e táctico na 1.ª parte, e no 2.º tempo fez um treino de posse de bola.

Impressionante. A Fiorentina de Paulo Sousa assumiu a liderança do campeonato italiano ao golear, em Milão, o Inter, equipa que estava em 1.º só com vitórias, por 4-1. Um jogo perfeito para os Viola e que começou duplamente mal para os anfitriões, que perderam Jovetic no aquecimento e viram Handanovic cometer um penalti logo aos 3 minutos (Ilicic não perdoou). Depois apareceram as transições letais da equipa de Sousa, que saía sempre bem, com Kalinic a bisar em poucos minutos e a deixar a Fiorentina a vencer por 3-0, quando ainda só estávamos nos primeiros 25'.  No final da primeira parte Miranda foi expulso e o 2.º tempo, apesar de Icardi ter reduzido, de bola parada, foi uma mera formalidade, com os Viola a terem uma enorme percentagem de posse de bola e sem forçarem muito ainda deu para Kalinic consumar o hattrick. A nível individual, Handanovic teve uma noite para esquecer, mas toda a equipa nerazzurri foi cometendo erros individuais que acabaram por ser fatais. Na Fiorentina, que conseguiu o melhor arranque de sempre na Série A e já tem mais 10 pontos que a Juventus, o destaque, apesar do hattrick de Kalinic, vai para Badejl, que esteve perfeito ao nível do passe e foi igualmente importante a recuperar. Mas no geral, foi uma excelente exibição de todos os elementos, Alonso fez mais uma assistência, Valero é decisivo neste modelo, sendo que um dos segredos do sucesso de Paulo Sousa passa logo pela saída de bola, que baralha completamente os adversários.

Etiquetas: ,