Histórico! Nélson Oliveira quebra jejum em Espanha

Ciclismo português em grande. Rui Costa é uma referência internacional, José Gonçalves ganhou pontos na Vuelta e Nélson Oliveira está cada vez melhor: é um especialista nos contra-relogios e parece estar mais solto nas montanhas (já tinha dado boas indicações na Clássica de San Sebástian). Veremos é por onde passa o seu futuro, já que este momento pode permitir um melhor contrato e acima de tudo ganhar espaço para ser protagonista em algumas provas em vez de se limitar a ser um gregário.

Nélson Oliveira venceu a 13.ª etapa a Vuelta. O ciclista da Lampre integrou uma fuga com mais de 20 elementos, alguns deles cotados, como Nicolas Roche, Poljanski, de Marchi, Sylvain Chavanel, Gianluca Brambilla, Monfort, Plaza, Cummings ou Niki Terpstra, e na última subida do dia atacou para chegar isolado a Tarazona, dando assim a 1.ª vitória a Portugal na Volta a Espanha desde que Sérgio Paulinho venceu em 2006. Um dia histórico para o ciclismo português, que consegue apenas o 11.º triunfo na prova espanhola e que valoriza a grande prestação de Oliveira, que já andava a justificar este destaque. 

Etiquetas: