Defesa português titular na Série A aos 17 anos; Golo 300 de Totti não foi suficiente; Pogba resolve; Portugal sobe na Taça Davis; Vettel vence em Singapura

Um dos poucos jogadores que, nascido em 1998, foi titular numa equipa das Big 6. Ainda por cima, o lateral direito, que foi "roubado" ao Benfica" no último Verão, actua numa posição em que há alguma falta de qualidade nas selecções nacionais.

O jovem Pedro Pereira, de apenas 17 anos, foi titular pela Sampdoria frente ao Torino. O resultado nem foi positivo (derrota por 2-0, bis de bis de Quagliarella), mas o defesa, que já tinha feito 70 minutos contra o Bologna, é o primeiro português entre os nascidos em 1998 a ser titular numa equipa das principais ligas europeias. Nos outros jogos da Série A, destaque para o deslize da Roma e para a recuperação da Juventus. Os romanos, apesar de jogarem em casa e do golo 300 de Totti no campeonato italiano (é a 22.ª época que marca na Série A), não foram além de um empate a 2 frente ao Sassuolo. Defrel colocou os visitantes em vantagem, Totti (que até estava em fora-de-jogo) empatou, mas Politano voltou a colocar o Sassuolo na frente, Salah, com um belo remate, ainda fez o 2-2, mas a equipa de Rudi Garcia só conseguiu 1 ponto; Já a Juventus, com um golo e meio de Pogba, bateu, fora o Génova, por 2-0. A Vecchia Signora, que somou a 1.ª vitória no campeonato, chegou ao 1-0 através de um golo algo caricato, com Pogba, com a baliza aberta, a acertar no barra tendo a bola sido introduzida na própria baliza pelo guardião Lamanna, já o 2.º foi através de um penalti convertido pelo médio francês.

Prova ficou marcada pelo domínio do tetracampeão do Mundo e por um momento insólito, na volta 37, um adepto entrou em pista e obrigou à entrada do safety car.  A pessoa acabou por sair voluntariamente - Vettel juntou à pole-position a vitória no GP de Singapura. O piloto da Ferrari esteve na frente durante toda a corrida com Daniel Ricciardo, da Red Bull, a ficar em segundo lugar e Kimi Räikkönnen, da Ferrari, a terminar no último lugar do pódio. Com a 42.ª vitória na carreira Vettel ultrapassou Senna e passou a ser o 3.º com mais vitórias na F1. Já na luta pelo campeonato, o destaque foi o abandono de Hamilton, apesar do líder ainda continuar com uma margem: o inglês, a 6 provas, do fim, tem mais 41 pontos que Rosberg, que foi apenas 4.º.

Fica no mesmo grupo que por exemplo a Espanha de Nadal - Portugal garantiu a subida ao grupo I da Zona Europa/África da Taça Davis em ténis, graças à vitória de João Sousa sobre o bielorrusso Uladzimir Ignatik, por 6-1, 6-1 e 6-4. A seleção portuguesa regressa assim à ‘segunda divisão’ da Taça Davis, depois de ter sido despromovida ao grupo II da Zona Europa/África da Taça Davis em 2013.

Etiquetas: , ,