Craque do Arsenal disponível para jogar os JO; Werder Bremen garante melhor marcador estrangeiro da Bundesliga; Schleck vence na Vuelta

Quando já poucos davam algo pelo Luxemburguês, eis uma vitória numa das etapas mais dura de uma grande volta, e já com 35 anos. Quanto à luta pela geral,  Rodriguez chegou à liderança (com 1 segundo de vantagem para Aru), mas quem voltou a dar uma excelente resposta na alta montanha foi Dumoulin, que vai para o Contra-Relógio a menos de 2 minuto de Purito, sendo um fortíssimo candidato à vitória. 

Vitória de Frank Schleck na décima sexta etapa da Vuelta. O ciclista da Trek integrou uma fuga que teve sempre uma enorme vantagem para o grupo principal, entrando na dura subida final à Ermita de Alba na companhia do Colombiano Rodolfo Torres, arrancando para o triunfo isolado a poucos quilómetros do fim, com 1 minuto e 10 segundos de vantagem para o "Cafetero". Os homens que lutam pela classificação geral chegaram vários minutos depois, tendo sido durante vários quilómetros "rebocados" por Landa, que fez uma enorme subida (a certa altura pareceu até colocar um ritmo que deixava o seu colega de equipa Aru em dificuldades), mas Dumoulin não descolou até praticamente ao último quilómetro, quando Joaquín Rodriguez atacou, ganhando a Aru os 2 segundos necessários para chegar à liderança, bem como 12 segundos para Majka e Quintana (a vitória parece já uma miragem para o Colombiano) e 27 segundos para Dumoulin (que ainda assim podem ser escassos para que o Espanhol vença).

Uma questão ainda pouco debatida em Portugal, apesar de faltar já menos de um ano para a competição no Rio. A verdade é que nenhuma das figuras da selecção principal exprimiu ainda vontade de ser um dos 3 elementos com mais de 23 anos (provavelmente irão jogadores como William ou Paulo Oliveira, que fizeram parte da equipa do Europeu mas que em 2016 terão já 24 anos) - Mesut Ozil, craque do Arsenal, mostrou-se disponível para integrar a selecção Olímpica da Alemanha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. "Gostaria de estar nos Jogos Olímpicos e ajudar os nossos rapazes a chegar às medalhas", disse o canhoto. No entanto, o selecionador Joachim Low não se mostra particularmente agradado com a ideia, devido ao "acumular de jogos" que a participação Olímpica traria aos jogadores.

Pouco mediático, mas uma das figuras da história da Bundesliga - Claudio Pizarro, melhor marcador estrangeiro da Bundesliga, é reforço do Werder Bremen. O Peruano, que regressa ao clube que representou entre 1999 e 2001 e entre 2008 e 2012, era um jogador livre após ter terminado o contrato que o ligava ao Bayern de Munique.

Etiquetas: , , , ,