«Carrillo está com um futebol de grande qualidade técnica e vai jogar cada vez melhor»; Juventus não arranca; Ex-Porto dá 1.º lugar à Roma; Paulo Sousa vence com 10; Marco Silva continua a somar; Lyon não aproveita; Pennetta vence US Open e diz Adeus

Jogar mesmo sem renovar? Na teoria foge à política de Bruno de Carvalho, mas com a importância do peruano - neste momento é o jogador mais decisivo dos leões - dificilmente Jesus vai abdicar do extremo. E este tipo de situações nem são propriamente uma novidade, no ano passado aconteceu o mesmo com Maxi Pereira.

Carrillo continua a ser o tema principal em Alvalade, o extremo está em final de contrato mas continua sem renovar com o Sporting. Apesar desta situação, Jorge Jesus parece rendido ao futebol do "La Culebra" e só faz votos para que o craque renove. «É verdade que o Carrillo se tem apresentado muito bem, com um futebol de grande qualidade técnica. Está muito mais forte na componente tática e vai jogar cada vez melhor. Renovação? Está entregue ao presidente do Sporting e só espero que tudo se resolva pelo melhor», afirmou JJ na antevisão da partida com o Rio Ave.

Teve de disputar 49 majors para levantar o troféu - Flavia Pennetta, de 33 anos, atingiu o ponto mais alto da carreira ao vencer o US Open. Numa final 100% italiana a mais cotada das duas veteranas derrotou Roberta Vinci por 7-6 (7-4) e 6-2. Pennetta, que esteve sempre melhor na final e já merecia este prémio, é a primeira campeã de um Grand Slam nos últimos 6 anos fora do Top-25 Mundial (é apenas 26.ª e até vinha de um Verão pouco positivo a nível de resultados). No entanto, este momento vai durar pouco já que a namorada de Fognini anunciou quando se preparava para receber o troféu que se vai retirar no final desta época.

O portista Hernâni entrou na 2.ª parte - Mais uma vitória para Marco Silva. O Olympiacos bateu o Platanias, por 3-1, e continua 100% vitorioso na liga grega. Durmaz, Chori Domínguez e Masuaku apontaram os golos do campeão helénico.

Só um penalti permitiu à Vecchia Signora não somar mais uma derrota; Iturbe passou de quase emprestado ao Génova (o negócio esteve 95% feito) a decisivo; O azarado Giuseppe Rossi, que falhou toda a época passada, foi titular pelos Viola - A Juventus somou o 1.º ponto na Série A, em 3 jogos, ao empatar, em casa, contra o Chievo. Hetemaj colocou os visitante em vantagem logo aos 3 minutos, e só um golo, de penalti, de Dybala, já a menos de 10 minutos do fim, permitiu à Vecchia Signora arrecadar 1 ponto; Melhor está a Roma, que somou a 3.ª vitória, mantendo assim a liderança, ao bater, fora, o Frosinone por 2-0. Falque inaugurou o marcador e o ex-Porto Iturbe sossegou já nos descontos. Rudi Garcia apostou em Rudiger, Digne e Gervinho no 11; Em Florença, a Fiorentina voltou aos triunfos ao derrotar o Génova, por 1-0. O jogo não foi fácil para o conjunto de Paulo Sousa, que teve de disputar os últimos 30 minutos com 10 devido à expulsão de Badelj, mas um golo de Babacar deixou os 3 pontos em casa. Os reforços Kuba, Mário Suárez e Kalinic entararam na 2.ª parte.

O Nice, que teve Ricardo Pereira no 11 e Wallyson a entrar perto do fim, perdeu em casa com o Guingamp (0-1) - Nem com as ofertas do PSG o Lyon vai lá. A equipa de Anthony Lopes, não aproveitou o surpreendente empate em casa do campeão frente ao Bordéus, e não foi além do nulo diante do Lille. Já o Saint-Étienne subiu a terceiro depois do triunfo por 2-1 na visita ao Montpellier.

Etiquetas: , , , ,