Candidato do Barcelona queria pagar 90 ME por André Gomes; Guarín resolve dérbi; Matri já rende; Sarri ainda não venceu; Rui Costa 3.º em Montréal

Vale isto tudo? Fica a certeza que se repetir esta época o nível de 2014-15 no próximo Defeso vai proporcionar uma boa transferência. Clubes como o PSG, Chelsea, Man Utd vão lutar pela sua capacidade física, intensidade, critério e força no transporte de bola.

Se Joan Laporta, que tem uma boa relação com Jorge Mendes tivesse sido eleito presidente do Barcelona, André Gomes ia reforçar os catalães. Quem o garante é o site Plaza Deportiva, da região de Valencia, que assegura que o médio português ia ser adquirido ao Valencia por uns incríveis 90 Milhões de euros, uma verba próxima da que Ronaldo protagonizou quando saiu do Man Utd para o Real Madrid. No entanto, com a vitória de Bartomeu o acordo, que só ia ter efeito em Junho de 2016, ficou sem efeito. E com o falado ingresso de Pogba nos blaugrana não é provável que o Barça faça um investimento em André Gomes, que está protegido por uma cláusula de 150 ME.

Português diz presente na última clássica antes do Mundial - Rui Costa fez 3.º no GP de Montréal, numa prova em que Tim Wellens venceu e Adam Yates, outro jovem craque, fez 2.º. Bakelants e Benoot (mais uma promessa) completaram o top 5, mas com tanta chuva (o que complicou a transmissão televisiva) não foi possível verificar como se encontram alguns dos possíveis candidatos a vestir a camisola do arco-íris no próximo dia 27.

Temos candidato? - No jogo grande da 3.ª jornada da Série A, o Inter levou a melhor sobre o Milan (1-0) e segurou o 1.º lugar no campeonato, com 9 pontos. Fredy Guarín, aos 58’, num grande pontapé de fora de área, fez o único golo da partida. Encontro disputado e equilibrado que marcou as estreias de Perisic (jogou a médio ofensivo), Alex Telles (entrou na segunda parte) e Balotelli (rendeu Bacca, acertou no poste e demonstrou que é uma opção credível para Mihajlovic). Nos outros jogos do dia, a Lazio venceu a Udinese de Bruno Fernandes (saiu aos 56 minutos) por 2-0 com um bis de Matri, que saiu do banco para resolver, com os outros quarto encontros a acabarem com o mesmo resultado. De manhã, Verona (Toni e Gómez, que esteve em destaque) e Torino (Baselli - que tem estado em foco - e Acquah) empataram a 2, mesmo resultado repetiu o Nápoles (que ainda não venceu com Sarri) de tarde, fruto dos golos de Saponara (que ainda assistiu) e Pucciarelli para a equipa da casa e Insigne e Allan para os napolitanos; Já o Palermo-Carpi e o Sassuolo-Atalanta (Floro Flores marcou e assistiu para a equipa da casa; Pinilla, que marcou de bicicleta, bisou para o Atlanta) também acabaram empatados a duas bolas.

Etiquetas: , ,