Bruno de Carvalho reage ao caso Carrillo e fala em momento adverso; Bueno descartado por Lopetegui, Varela regressa; Bayern pressiona o Dortmund

Não se percebe que BdC fale em momento adverso quando a equipa, apesar da falta de nota artística, até está em primeiro. A menos que este episódio Carrillo, por si só, seja sinónimo de uma crise. O que também faz pouco sentido, considerando que é um processo que só se arrastou devido à inércia da direcção leonina, sendo certo que, agora, caso o processo não corra como os leões querem, vai haver uma tentativa a todo o custo de culpar o jogador. Aliás os casos Moreto, Dier, Bruma, Ilori, Matheus, etc, demonstram que, independentemente do desfecho, tem sempre uma espécie de vencedor: se renovar, mesmo por valores "estratosféricos" (quando há um ano tinha ampliado o contrato por 1/3), será uma vitória do líder leonino; se sair, a direcção fez bem em não ceder às pretensões do jogador, quando nesta fase já nem é uma questão de dinheiro. No fundo, quem perde é Jesus, que, devido a mais esta novela, pode ficar privado do seu melhor jogador.

Na sua página de facebook, Bruno de Carvalho reagiu ao caso Carrillo, dizendo "não gostar de recados encomendados na comunicação social", prometendo que os sportinguistas "no dia certo, na hora certa e no momento exacto entenderão todos os factos". A mensagem surgiu na sequência de um artigo do jornal peruano Ovación, que escreveu que Carrillo fazia parte da lista de dispensados de Bruno de Carvalho para a temporada 2014-15. A mensagem do presidente do Sporting na íntegra: «Nunca gostei de recados encomendados na comunicação social. Desta vez via sites peruanos. Como já aconteceu anteriormente repito a todos: no dia certo, na hora certa e no momento exacto, os sportinguistas saberão/entenderão todos os factos. Até lá, vamos encher Alvalade na próxima segunda feira, para todos juntos prosseguirmos o nosso objectivo de lutar pela conquista do campeonato nacional.  Nos bons momentos é fácil estar perto, mas são nos momentos mais adversos que se vê quem realmente ama o grande Sporting Clube de Portugal!  Todos a Alvalade!»

A famosa rotação de Lopetegui ou algum problema de adaptação com o jogador? Vamos ver se não se torna um "Adrián 2.0" - Alberto Bueno não foi convocado para o clássico com o Benfica. Julian Lopetegui chamou 18 jogadores, sendo que Varela (outro caso estranho, saindo da titularidade sem motivo aparente) e Marcano regressam aos eleitos. Lista de convocados do FC Porto: Helton, Casillas (guarda-redes); Maxi Pereira, Martins Indi, Maicon, Marcano, Rúben Neves, Brahimi, Aboubakar, Dani Osvaldo, Tello, Herrera, Jesús Corona, André André, Miguel Layún, Danilo, Imbula e Varela.

Bayern só sabe ganhar; Monchengladbach só sabe perder; Bas Dost resolve - Em jogo a contar para a 5.ª jornada da Bundesliga, o Bayern saiu vencedor na deslocação ao terreno do Darmstadt e colocou pressão no Dortmund. Vidal, aos 20 minutos, fez o primeiro num grande pontapé de fora da área, aos 62’ foi a vez de Coman ampliar, tendo Rode, apenas 1 minuto depois, fechado as contas do jogo com um golo de insistência depois de um remate do alemão ao poste. Partida que fica marcada pelo domínio evidente da turma de Guardiola, que até deixou Lahm, Xabi Alonso, Thiago e Müller no banco e não convocou Lewandowski (Götze jogou como falso avançado). Coman estreou-se a titular com um golo, tal como Vidal que fez o primeiro com a camisola do Bayern no campeonato alemão, já Rode marcou e assistiu e Douglas Costa fez mais um grande jogo (para além de ter feito o passe para o 1-0). Quem também venceu foi o Wolfsburgo, que derrotou o Hertha Berlim, em casa, por duas bolas a zero. O grande destaque do jogo vai para Bas Dost, que entrou apenas aos 71 minutos e foi a tempo de bisar e resolver o jogo. Nos outros encontros, mais uma derrota para o Borussia Monchengladbach, desta vez no terreno do Colónia, por 1-0. O único golo do jogo foi apontado por Modeste (assistência de Bittencourt), num encontro em que toda a linha defensiva da equipa da casa esteve em evidência, de nada valendo a exibição de Xhaka que encheu o meio campo. Já Hamburgo e Eintracht anularam-se no Volksparkstadion e repartiram pontos. Tal como ia acontecendo no Werder Bremen-Ingolstadt, não fosse o golo de grande penalidade de Hartmann aos 92 minutos para os recém promovidos.

Etiquetas: , ,