«Bruno de Carvalho mentiu e para a bola... só tem jeito para a de Berlim»; «Se ele perde é por causa do árbitro; se perde o argentino, a culpa é de quem negociou; Nunca é culpa dele»; «Inácio é tão sportinguista que até escondeu o Futre durante 8 dias para ele assinar pelo FC Porto»

Depois de mais um fim-de-semana recheado de discursos  e mensagens no Facebook execráveis, a maior parte de criança para crianças, que só podem ser bem aceites por este espírito "calimero" que invadiu o clube, fica a certeza que estas guerras estão para durar. Em termos desportivos, a confirmação que o Sporting além de ter ficado frustrado por ter perdido Danilo estava igualmente interessado em Marega, mas numa perspectiva de médio-prazo.

Bruno de Carvalho aproveitou a última assembleia Geral do Sporting para insinuar que o presidente do Marítimo se prostitui ao não aceitar uma proposta de 4,5 milhões do clube leonino por Danilo Pereira e preferir vendê-lo ao FC Porto por 3,8 ME. O líder dos madeirenses não se deixou ficar e respondeu, acusando BdC de estar a mentir e de ser o culpado pela transferência do médio para Alvalade ter falhado.

"Ele mentiu claramente quando, na AG do Sporting, quis falar do Marítimo. Não esteve em nenhuma das reuniões – e aqui tenho de fazer um elogio aos doutores. Guilherme (Pinheiro) e Carlos Vieira, que negociaram e sabem concretamente o que ali estava. Falou de um número sem falar da diminuição que ele refletia, que eram os 30 por cento a menos. E esqueceu que tinham de ser quantificados os valores do direito de preferência que tinha sobre o Marega. A soma das partes é que fazia aquele número", explicou o dirigente maritimista.

"Prostituição? Com certeza que estava a referir-se a ele próprio porque saberá de onde saiu", disparou o líder insular, que deixou um recado a Bruno de Carvalho para ser mais "sério" caso queira continuar a "andar na vida desportiva", usando ironia e uma frase da autoria do antigo treinador leonino e também maritimista Marinho Peres. "Tem muito jeito para a bola... mas é para a bola de Berlim. Aconselho-o a ir ao ginásio para ficar mais leve e ágil e andar mais rápido", fazendo referência às capacidades de negociação do líder sportinguista.

Carlos Pereira acusou ainda o seu homólogo leonino de atirar sempre a culpa para cima dos outros. "Se perde é por causa do árbitro; se perde o argentino, a culpa é de quem negociou; se chega depois do contrato estar fechado, até podia dizer que eram 10 milhões que oferecia. E, se andarmos um pouco mais atrás, a culpa do Rojo é da Doyen. Ou seja, nunca é culpa dele", assinalou.

O líder dos madeirenses mandou ainda uma farpa a Augusto Inácio, comentador do programa “Play-off” da SIC-Notícias e antigo treinador do Marítimo. "Um tem de ser mais sério para andar nesta vida desportiva. Ao outro, que é uma caixa de ressonância, digo que é melhor ele analisar o processo do Rodrigo Tello, o prémio de quando foi campeão e fazer-lhe lembrar – a ser verdade aquilo que me disse muitas vezes – como foi capaz, se é tão sportinguista, de esconder o Futre durante 8 dias para desviá-lo do Sporting para o FC Porto", finalizou.

Etiquetas: