Vários Perros Para um Naco de Carne

Faltam apenas quatro jornadas para o fim da Liga Espanhola e esta está mais entusiasmante do que nunca. Não pela decisão do campeão, uma história que já tem barbas de tão infrutiferamente debatida, mas por duas disputas sempre interessantes de se ver: a corrida ao ouro da Europa e a fuga ao latão da despromoção. 

Nesta última, estão envolvidas mais intimamente sete equipas, umas mais aflitas do que outras. O Osasuna recebe o Getafe, visita o Granada, recebe o Sevilha e depois, para cúmulo de todos os males, visita o Real Madrid. Prevê-se que conquiste um ponto. O Celta afunda-se cada vez mais, sendo que as visitas ao Bétis e Valladolid e a recepção ao Espanyol também não se afiguram nada fáceis. Três a quatro pontos. Quanto ao Maiorca, visita o Athletic, recebe o Bétis, enfrenta o Vicente Calderón e recebe o Valladolid. Um ponto. O Deportivo terá ainda de visitar o Valladolid, receber o Espanyol, visitar o Málaga e receber a Real Sociedad. Três a quatro pontos. O Saragoça visita o Levante, recebe o Athletic, visita o Bétis e recebe o Atlético. Dois a quatro pontos. Ao Granada, ainda lhe restam a Real Sociedad (fora), a recepção ao Osasuna, a visita ao Valência e a recepção ao Getafe. Dois a seis pontos. Assim, a previsão é que os infelizes contemplados com a descida serão Maiorca, Osasuna e Celta. Não obstante, apesar destas previsões e da esperança em que a equipa mais portuguesa da La Liga se mantenha no principal escalão espanhol (o contrário seria nefasto para o nosso futebol), Nélson Oliveira, André Santos, Pizzi, Bruno Gama, Sílvio e Zé Castro terão de correr muito para alcançarem o seu objectivo: a manutenção. Quanto à luta pelos milhões. A Real Sociedad, (Granada, Sevilha, RM e Depor) é a equipa mais bem colocada para ocupar a quarta vaga da LC, mas tem a competição do Valência (Rayo, Getafe, Granada, Sevilha) - tudo será decidido nos embates com Sevilha e Granada. O Valência pode ter duelos mais acessíveis, mas a Real, grande sensação da época 2012-13 tem dois pontos de vantagem, o que torna esta uma disputa empolgante e com final imprevisível. O Málaga (que a menos que haja uma alteração foi impedido pela UEFA de participar nas competições europeis) surge como outsider. Na LE, está confortável, mas tem de segurar pelo menos seis pontos dos doze possíveis. Quem não está tão seguro é o Bétis, mas os dois pontos de vantagem sobre os restantes e o facto de enfrentar três equipas na fuga da despromoção poderão ser uma vantagem frente a Getafe (Osasuna, Valência, Rayo e Granada), Sevilha (Málaga, R. Sociedad, Osasuna e Valência) e Rayo (Valência, Levante, Getafe e Athletic). O Espanyol, a seis pontos da Europa, é deixado de fora pelo facto de enfrentar Real e Barcelona. Quem irá à Champions: Real Sociedad ou Valência? Quem irá à Liga Europa? Poderemos ter três equipas madrilenas ou duas catalães nas competições europeias (ou Rayo e Espanyol já não têm hipótese)? Ou até duas equipas de Sevilha? Ou mesmo três andaluzes? E quem se irá salvar: Celta (previsão: 35), Osasuna (34) e Maiorca (30) são os sacrificados mais prováveis ou Deportivo (36), Granada (39) e Saragoça (40) poderão ainda falhar o objectivo da manutenção?

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar no VM aqui!): Inês Sampaio

Etiquetas: