30 de março de 2013

Académica 0-3 Porto (Mangala 16', Danilo 52' e Castro 89')


Depois do empate na Madeira, o Porto necessitava de reencontrar o caminho das vitórias e foi isso que aconteceu em Coimbra. A turma de Vítor Pereira arrecadou um triunfo por 3-0 com uma exibição segura, essencialmente na primeira parte, contra um adversário que não deu grande oposição. A Académica terá de melhorar bastante para não chegar às últimas jornadas com a corda ao pescoço.

Em relação ao encontro, não teve muita história. O Porto entrou com vontade de decidir cedo e Mangala, à passagem dos 15', concluiu de cabeça um cruzamento de Moutinho. Na primeira parte, os dragões dominaram por completo e acumularam oportunidades de alargar a vantagem, nomeadamente com duas bolas na barra. Na segunda parte, Danilo faria mesmo o 2-0 que deu maior tranquilidade ao conjunto de Vítor Pereira, que a partir daqui geriu as incidências do encontro, sem que a Académica mostrasse capacidade de assustar Helton. Já sobre os 90', Castro fecharia o marcador com um belo remate à entrada da área.

Destaques:

Porto - Uma boa resposta da equipa azul e branca. Sem poder perder pontos, os dragões tentaram resolver o encontro o mais cedo possível. Faltou alguma eficácia na primeira parte. Destaque para o regresso às boas exibições de James Rodríguez, ainda longe do melhor ritmo e com alguma falta de confiança, mas já capaz de desequilibrar com o seu pé esquerdo. João Moutinho também regressou e teve bastante influência no meio campo portista, não só pela assistência, mas porque libertou Lucho para tarefas mais ofensivas (esteve bem o argentino no último passe). Nota para Mangala, que voltou a marcar. Simplesmente impressionante o seu jogo aéreo. Otamendi, embora um pouco faltoso, esteve excelente na antecipação. Danilo deu profundidade. Izmailov esteve um pouco apagado e Jackson está num período menos bom.

Académica - Exibição muito fraca do conjunto de Pedro Emanuel. O técnico da Briosa colocou Rodrigo Galo à frente de João Dias, provavelmente para travar Alex Sandro, só que isso retirou muita capacidade de sair para o ataque (notaram-se claras melhorias quando entrou Marinho). A definição dos lances de ataque da turma de Coimbra deixou muito a desejar. Wilson Eduardo ainda tentou alguns remates de longe, sem criar grande perigo. Muito pouco futebol. Se não houver melhorias rápidas, os estudantes vão ter problemas nas últimas jornadas.

Etiquetas: ,

15 comentários:

  1. Uma oportunidade ao Castro (!), é o que se retém deste jogo pobre, onde o FC Porto se fez valer de uma tremenda eficácia e a tranquilidade habitual para segurar a vantagem durante todo a partida.

    ResponderEliminar
  2. Castro merecia mais oportunidades

    ResponderEliminar
  3. Fator Moutinho, jogadar que é contestado por aqui, quanto a mim injustamente. Não é vistoso mas faz a diferença. Jogador esse que deve estar no top 10 de minutos nas pernas nos ultimos 4 anos, é de esperar que não seja sempre decisivo.

    ResponderEliminar
  4. O que eu mais gosto deste jogo não é as dificuldades que a Académica atravessa, mas sim aquelas dificuldades que cria em outros jogos de idêntica dimensão e depois neste jogo vacila! Enfim parabéns ao Pedro que se esqueceu de dizer aos jogadores para fazerem anti-jogo...
    Ao menos tentaram jogar futebol desta vez.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem sou ca de levantar ondas mas no canto que precede o 1 golo, a bola passa muito calmamente 1m ao lado do h.cabral e ele simplesmente concede o canto.

      Pequenos pormenores..

      Eliminar
    2. Ja faltavam as teorias!

      Eliminar
    3. não são teorias Eduardo, é a realidade! Já contra o Sporting facilitaram. E agora contra o Porto decidiram jogar mal. Amigos serão sempre amigos!

      Eliminar
  5. Castro no scp era titular e considerado umas das perolas da sua academia.
    No FCP é mais dificil entrar, visto ter jogadores da classe de moutinho ou lucho para o seu lugar, mas creio que esta mais maduro e mais jogador este capitão e ex campeao nacional de juniores pelo FCP.

    ResponderEliminar
  6. Nao se entende como e k o Pedro Emanuel ainda nao foi despedido.
    E nao e pelo resultado deste jogo.

    ResponderEliminar
  7. Boa exibição e um bom resultado.

    André Castro tem de ser titular neste FCPORTO.

    Jackson Martínez está numa má fase, não lhe saí nada bem.

    James, Danilo, AlexSandro, Fernando e Moutinho fizeram uma exibição boa.

    Mangala imperial grande exibição foi pena não ter conseguido bisar na partida.

    SOMOS FCPORTO A VENCER DESDE 1893!!!

    ResponderEliminar
  8. O Pedro Emanuel é provavelmente o pior treinador da primeira liga... Mas como tem boa imprensa e ganhou uma taça de portugal sem saber ler nem escrever lá vai passando entre os pingos da chuva...

    ResponderEliminar
  9. Esta Académica é constrangedora... Foi ver jogar 90 min com uma atitude miserável. Mas como o Pedro Emanueal disse, este jogo não é para o seu campeonato. Pois claro que não... isso todos nós sabemos.

    ResponderEliminar
  10. Desta vez o autocarro com atrelado ficou na oficina.

    ResponderEliminar
  11. o bracali tb deixou passar a bola n foi? já o oblak ontem nao se viu uma defesa...

    joaquim g.

    ResponderEliminar
  12. Contra o Porto, usar tudo à defesa e fazer anti-jogo já não é jogar à Man United, foi isso que disse o treinador da Académica, certo? Se calhar é porque o Porto é fraco e não mete o respeito que o Benfica mete? Ou será amizades? Portugal está corrompido em todo o lado? Nem sei se esta é a palavra correta...
    Para não ser "apedrejado" pelos adeptos do Porto, não acho que a equipa do Porto seja fraca, e sei que mete muito respeito. Mas gostava de perceber, porque razão a forma que Académica jogou foi diferente contra o Benfica?

    ResponderEliminar

Depois do 25 de Abril de 1974, Portugal "descobriu" a liberdade de expressão, portanto expressem-se à vontade! No entanto, os comentários a insultar, serão apagados pelo lápis azul!!

COMENTÁRIOS DE ANÓNIMOS, OFENSIVOS OU INCENDIÁRIOS SERÃO AUTOMATICAMENTE REJEITADOS