29 de Março de 2013

Mundial 2014: Selecções com presenças regulares fazem contas à vida!

A fase de qualificação para o Mundial 2014 teve mais uma jornada dupla, bastante complicada para alguns tubarões do futebol mundial. Enquanto umas selecções estão bastante perto de assegurar presença no Brasil - Japão (1 ponto), Holanda (5 pontos), Alemanha e Argentina - e outras estão bem encaminhadas (Itália, Rússia e Bósnia-Herzegovina), existem favoritos que estão agarrados à calculadora e a fazer contas à vida. Ainda estamos longe do final, é certo, mas Uruguai, Paraguai, México, EUA, Coreia do Sul, Austrália, Irão, Rep. Checa, Dinamarca, Turquia, Noruega, Portugal, Polónia e Ucrânia terão que melhorar as suas performances, caso queiram estar presentes em mais um Campeonato do Mundo. 

Começando pela América do Sul, se as exibições paraguaias não surpreendem (era previsível que o Paraguai baixasse de qualidade, sendo que é praticamente impossível uma remontada na classificação), já no Uruguai vivem-se momentos de aflição. A equipa de Suárez e companhia, que terminou o Mundial 2010 na 4ª posição e venceu a Copa América em 2011, segue num incómodo 6º lugar, com 3 vitórias, 3 empates e 4 derrotas. A prestação caseira tem sido aceitável (3 vitórias e 3 empates), embora os empates tenham sido contra equipas perfeitamente acessíveis, contudo, fora de Montevideu, os cinco jogos resultaram em 4 derrotas e 1 empate. Até final, o Uruguai tem dois jogos perigosos em casa (Argentina e Colômbia), enquanto as restantes partidas são no Equador, Venezuela e Peru. Se os uruguaios manterem o nível exibicional, então o Mundial será uma miragem. Na CONCACAF ainda só decorreram 3 jogos da fase final de apuramento (faltam 7), mas já deu para ver que o México e os EUA não estão a apresentar a força habitual. Os norte-americanos estão em posição qualificável (3º), mas a derrota nas Honduras e a vitória sofrida frente à Costa Rica mostraram que a selecção de Klinsmann ainda tem muito para melhorar. O México segue num surpreendente 5º lugar, com 3 empates em 3 partidas. As recepções à Jamaica e aos EUA resultaram no mesmo resultado (0-0), enquanto a viagem às Honduras deixou um amargo de boca (os mexicanos estiveram a vencer por 2-0 e deixaram-se empatar). O Panamá segue na liderança, mas ainda falta muito para jogar. Na AFC, Coreia do Sul e Irão estão com dificuldades em arrancar rumo ao Mundial, apesar dos sul-coreanos poderem decidir a qualificação na sua casa (recebem o Irão e o Uzbequistão). A selecção de Carlos Queirós terá que anular 4 pontos de desvantagem (ou apenas 1, caso ganhem o jogo em atraso) para os uzbeques, ou então esperar por um deslize da Coreia do Sul. No grupo B, a Austrália está a sofrer perante a concorrência improvável da Jordânia (actual 2º classificado), Omã e Iraque. Os "cangurus" têm um jogo a menos que os jordanos, mas ainda terão que viajar até ao Japão. Na UEFA, Portugal segue na situação que todos conhecemos, em disputa directa com Israel... pelo 2º lugar. No grupo B, Rep. Checa e Dinamarca, para além de terem uma Itália bastante forte, estão a ter grandes problemas para ultrapassar a Bulgária. Os checos têm a desvantagem de ainda jogar 2 vezes frente à squadra azzurra, enquanto os dinamarqueses ainda poderão recuperar, caso tenham sucesso nas 4 partidas frente aos dois últimos (Arménia e Malta). No grupo D, estamos a assistir a um renascimento da Hungria e a uma Roménia bastante interessante. Com a Holanda na posição normal (raramente falham nas qualificações), pouco resta à selecção da Turquia. Os turcos já perderam na Hungria, em casa frente à Roménia e não conseguiram melhor que um empate caseiro frente aos magiares, pelo que o 2º lugar é praticamente impossível. O grupo E tem sido o mais confuso, com a Albânia e Islândia a discutirem o 1º lugar da Suíça. A Noruega, como cabeça de série, encontra-se na 4ª posição, somando derrotas frente a albaneses e islandeses, pelo que a qualificação para o Brasil está claramente em causa. No grupo H, o Montenegro já deixou de ser surpresa e começou a qualificação em força, mantendo uma vantagem interessante para a Polónia e Ucrânia, que depois da ressaca do Euro 2012, terão grandes dificuldades em chegar ao Mundial 2014 (a Inglaterra ainda está pelo meio). Quais as selecções consideradas favoritas a marcar presença no Brasil, vão falhar a qualificação? Que países poderão surpreender na fase de qualificação?

4 comentários:

  1. Das seleções que estão em risco de falhar o mundial as mais fortes são Portugal e Uruguai e talvez a Dinamarca.
    As seleções que me estão a surpreender na fase de qualificação são a Bulgária, a Hungria e o Montenegro.

    ResponderEliminar
  2. Dentro dessas seleções acho que a do Uruguai é a mais forte e é a que está em pior lugar. Muito difícil a qualificação para o Uruguai.

    ResponderEliminar
  3. Notícia de última hora: desculpem o off topic

    Federação da macedónia confirma que ocorreu um "erro" no voto de Pandev.
    «Quando chegaram os formulários da FIFA para melhor treinador e melhor jogador, a Federação contactou Goran Pandev para que fizesse as suas escolhas. Pandev escolheu como melhor treinador José Mourinho. Só que por erro a preencher questionário marcamos o nome de Vicente Del Bosque. É claro que Pandev queria votar em Mourinho», revela o porta-voz da Federação da Macedónia (FFM)»

    Resta saber quantos erros destes houveram

    ResponderEliminar
  4. De facto, esta dificil a qualificaçao para o Mundial 2014 para muitas das selecçoes que costumam marcar presença de forma regular nesse tipo de competiçoes.

    Na America do Sul, penso que a tarefa do Paraguay e impossivel, enquanto que o Uruguay tem tambem uma tarefa complicada porque tem um calendario dificil, jogando 3 vezes fora e 2 em casa frente as duas melhores equipas da fase de apuramento. Sera uma pena se Cavani, Suarez, entre outros, nao forem ao Brasil, mas penso que os uruguaios ainda terao uma palavra a dizer frente a Chile e Venezuela.
    Penso que no final os 4 apurados directamente serao Argentina, Colombia, Equador e Chile, sendo que o Uruguay ira ao play-off (atençao a Venezuela).

    Na America do Norte isto ainda agora começou, mas penso que EUA e Mexico ainda vao a tempo de se qualificarem. A Costa Rica e as Honduras tambem poderao qualificar-se.

    Na Asia, sera estranho se a Australia ou a Coreia do Sul nao forem ao Mundial, ainda para mais frente a adversarios como o Uzbequistao, a Jordania ou o Oma. Ainda assim, penso que se apurarao. Ja o Irao de Carlos Queiroz tem uma tarefa complicada.

    Por fim, a zona europeia. Penso que Portugal, Dinamarca e Noruega, face ao grupo, tem sido as desilusoes, enquanto que Montenegro, Hungria, Bulgaria e Albania tem sido as surpresas. Ainda assim, espero que Portugal e Dinamarca ainda possam ir ao play-off, enquanto que a Noruega tem uma missao mais dificil.

    ResponderEliminar

Depois do 25 de Abril de 1974, Portugal "descobriu" a liberdade de expressão, portanto expressem-se à vontade! No entanto, os comentários a insultar, serão apagados pelo lápis azul!!

COMENTÁRIOS DE ANÓNIMOS, OFENSIVOS OU INCENDIÁRIOS SERÃO AUTOMATICAMENTE REJEITADOS

 
Site Meter