31 de maio de 2012

FC Porto - A SAD azul e branca registou um prejuízo de 22,139 milhões de euros no terceiro trimestre da época desportiva de 2012/13. Outras notas do comunicado enviado à CMVM:
- Na imagem (os dados não constituem uma novidade) é possível constatar os direitos económicos e desportivos dos jogadores do plantel principal do FC Porto;
- SAD portista admite que vai tentar efectuar um valor relevante de mais-valias com vendas, para que a sociedade consiga atingir um resultado positivo no final do exercício;
- O Atlético de Madrid ainda deve 28,6 milhões de euros relativos às transferências de Radamel Falcao e Ruben Micael para o clube espanhol;
VM - A venda de Hulk, vai permitir equilibrar as contas? Como é que se explica que um clube que todos os anos realiza enormes encaixes financeiros ainda apresente prejuízos (maior orçamento de sempre, participação aquém das expectativas na LC, ou apenas o facto do Atlético ainda não ter cumprido com os pagamentos em relação a Falcao)?

Sporting - O interesse de Sevilha e Málaga em Daniel Carriço já é antigo (ler aqui), mas esta semana voltou a ganhar força. O líder do Sevilha avançou mesmo que não conseguiu convencer os leões a libertar o defesa, já o Málaga promete atacar o polivalente português nos próximos dias. VM - Voltamos a referir que a central é um jogador banal e que a médio defensivo é muito inferior a Rinaudo e inclusive aos adaptados Elias e Schaars, como tal, qualquer proposta a rondar os 2,5 milhões não deveria ser alvo de hesitações por parte dos leões (pois a tendência é que o seu passe desvalorize cada vez mais com o passar dos anos). Deverá o clube leonino vender Carriço? Qual o valor de mercado do defesa/médio?

Benfica - Segundo a imprensa brasileira, os encarnados estão particularmente atentos a Fagner, lateral direito do Vasco da Gama que termina contrato em Dezembro. VM - A custo zero seria uma boa opção para os encarnados. Lateral muito rápido, bastante ofensivo e que podia ser uma alternativa a Maxi. O facto de estar com alguns meses de salários em atraso pode ajudar nas pretensões das águias, no entanto, o Benfica é apenas um dos vários clubes interessados no jovem de 22 anos que pode ser chamado pela selecção brasileira num futuro próximo. Boa opção? Deverá o Benfica contratar uma alternativa para Maxi Pereira? Ou a solução passa pelo regresso de Wass? Noutro âmbito, o clube da Luz fez saber ao Vasco da Gama que só aceita ceder Fellipe Bastos e Éder Luis em definitivo (os cariocas não devem ter capacidade financeira para os adquirir).

Mercado - Ronaldinho Gaúcho rescindiu contrato com o Flamengo e é um jogador livre. O tribunal deu razão ao craque brasileiro, que reclama 16 milhões de euros em salários em atraso e direitos de imagem; Nilmar (Villarreal) mostra vontade em regressar ao Internacional; PSG quase a garantir Lavezzi pensa ainda em Maicon e Rooney.

Breves - A seleção portuguesa qualificou-se hoje para a fase final do Europeu de sub-19 de futebol, ao bater a Ucrânia, por 3-0, no último jogo do grupo 4 da fase de apuramento, disputado no Estádio Algarve. A fase final do Campeonato da Europa de sub-19, será disputado na Estónia, entre 03 e 15 de Julho. VM - Excelente oportunidade para Tiago Ferreira, Ilori, Cafu, Bruma, Cá, João Mário, Iê, Esgaio, Tó Zé, Betinho, entre outros, brilharem. Esta geração é bem mais talentosa que a que foi finalista do último Mundial sub-20 (veremos é se estes jovens vão ser melhor aproveitados ao nível sénior). O único aspecto negativo é que vão perder uma boa oportunidade de fazerem a pré-época nos respectivos clubes; Em Roland Garros, após uma batalha de 5h41min, Paul-Henri Mathieu derrutou John Isner ("o rei das maratonas" por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (2/7), 6/4, 6/4, 3/6 e 18/16, naquela que foi a  2ª partida mais longa da história do torneio francês (nos outros encontros os favoritos passaram todos à próxima fase); Lampard falha ao Euro 2012, devido a lesão (consulte a lista da Inglaterra aqui!)

Segundo os resultados do 3º trimeste 11/12, enviados hoje pelo Sporting, à CMVM,  os direitos desportivos e económicos dos jogadores do Plantel Principal da época detidos pela SCP Futebol, SAD, e a duração do respectivo contrato, a 31 de Março de 2012 são os seguintes (já em Novembro tínhamos publicado uma tabela semelhante, ler aqui):
 
VM - Situação inevitável, considerando que o Sporting tinha de revolucionar o seu elenco (contratar sem dinheiro deixa os clubes nas mãos dos empresários? É importante referir que os leões venderam estas percentagens por valores algo irrisórios na maior parte das situações. Até que ponto o facto dos rivais: Porto e Benfica continuarem a vender jogadores por mais de 12 milhões de euros (já considerando com a % dos fundos) vai alargar ainda mais o fosso para os leões? Parece claro, que (a menos e isso é possível, aliás Godinho se tivesse capital já o tinha feito) o clube leonino compre novamente uma percentagem de Carrillo e Wolfswinkel (aqueles que são juntamente com Patrício os principais activos), os jovens leões podem sair de Alvalade quase sem representar nada em termos de encaixe financeiro para o Sporting.

O relatório indica ainda que o clube leonino, cedeu Marco Torsiglieri definitivamente ao Metalist, e substituiu no Fundo “Quality Football Ireland Limited” o jogador Eric Dier por Carlos Chaby, pelo que passou a ser titular de 100% dos direitos económicos de Eric Dier e cedeu 50% dos direitos económicos de Carlos Chaby. Foram ainda cedidos 25% dos direitos económicos dos jogadores João Mário Eduardo e Cristian Ponde, ao abrigo de contratos de investimento celebrados com a  “Quality Football  Fund Ireland Limited”.

Por último, o resultado líquido negativo da Sporting SAD nos nove primeiros meses do exercício 2011/2012 agravou-se em mais de 500 por cento face a igual período do ano anterior, chegando agora aos 30,9 milhões de euros. Os custos com o pessoal cresceram mais de nove milhões de euros, para 29,9 milhões, o que representa percentualmente um agravamento de 45,8 por cento. Em termos de transações e passes de jogadores, passou-se de +6,7 milhões para -9,8 milhões de euros, ou seja uma divergência de 16,5 milhões (-247 por cento).

A Itália parte para nova competição internacional ensombrada por escândalos internos relacionados com jogadores de futebol e apostas (Totonero 1980, Totonero 1986 e Calcio Scommesse 2012), para além do Calciocaos 2006 (envolvendo dirigentes e árbitros). Em duas ocasiões, a squadra azzurra conseguiu dar a volta aos problemas internos e sagrar-se campeã mundial (1982 e 2006), pelo que o ano de 2012 poderá ser de sucesso... Contudo, Prandelli vai ter de lutar contra a falta de qualidade desta geração italiana. Não que a squadra azzurra seja fraca, mas sim porque nos últimos 22 anos a Itália teve sempre nomes de topo mundial em todas as posições e no banco de suplentes. Prandelli pegou na equipa depois do descalabro do Mundial 2010 (2 empates e 1 derrota) e espera conseguir melhor que os seus dois antecessores (Donadoni levou Itália aos quartos-de-final do Euro 2008 e Lippi ficou atrás da Nova Zelândia na África do Sul). Apesar de contar com alguns elementos experientes, a verdade é que a selecção italiana tem nos seus 23 convocados 12 elementos com 10 ou menos internacionalizações (apesar da experiência na Serie A), o que poderá pesar nas contas finais.

Lista de Convocados:
GR: Gianluigi Buffon (Juventus), Morgan De Sanctis (Nápoles) e Salvatore Sirigu (PSG)
DEF: Ignazio Abate (Milan), Federico Balzaretti (Palermo), Astori (Cagliari), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Christian Maggio (Nápoles) e Angelo Obinze Ogbonna (Torino)
MED: Daniele De Rossi (Roma), Alessandro Diamanti (Bolonha), Emanuele Giaccherini (Juventus), Claudio Marchisio (Juventus), Riccardo Montolivo (Fiorentina), Thiago Motta (PSG), Antonio Nocerino (Milan) e Andrea Pirlo (Juventus)
AVA: Mario Balotelli (Manchester City), Fabio Borini (Roma), Antonio Cassano (Milan), Antonio Di Natale (Udinese) e Sebastian Giovinco (Parma)
11 provável (442): Buffon; Maggio, Chiellini, Bonucci e Balzaretti; De Rossi, Pirlo, Marchisio e Montolivo; Di Natale e Balotelli. VM - Prandelli não vai dispensar o contributo dos elementos mais veteranos da Itália, como são Buffon, De Rossi, Pirlo ou Di Natale. Chiellini será o patrão da defensiva, enquanto que o irreverente Balotelli tem no Euro oportunidade para se mostrar ao mais alto nível pela selecção.
Grupo C: Itália, Espanha, Rep. Irlanda e Croácia
Estrelas: Buffon, Chiellini, Pirlo, De Rossi e Balotelli
Objectivo: Título
Previsão do VM: Quartos-de-final - Pela história, a Itália joga sempre para o título, contudo, acreditamos que a pior squadra azzurra dos últimos anos fica pelos quartos-de-final. Até onde poderá chegar a Itália? Candidatos ao título?

Depois de (carregue nos nomes) Derlis GonzalezDjaniny , Hugo Vieira, Ola John e Luisinho. Michel, avançado brasileiro de 25 anos (completa 26 em Agosto) e 1m82, que em 2011-12 representou o Paços de Ferreira, é o 6º reforço do Benfica para a próxima época. VM - Apesar do potencial do brasileiro, chegou tarde à I Liga (devido a ser pouco competitivo), mas é um elemento muito forte fisicamente, complicado de marcar e com um remate de pé esquerdo fortíssimo (marcou 9 golos esta época e Jesus chegou mesmo a compará-lo a Rooney e Hulk nas vésperas do Benfica-Paços, curiosamente Michel acabou por ser suplente nesse jogo). Na nossa opinião e no seguimento do post que elaboramos sobre o futuro do Benfica ( http://visaodemercado.blogspot.pt/2012/05/as-questoes-que-o-benfica-vai-ter-de.html), faz pouco sentido que o clube da Luz engorde ainda mais os seus quadros (neste momento já dá para fazer umas 4 equipas com os jogadores que estão sob contrato), com um elemento que não representa uma clara mais-valia (tem potencial para ser um jogador ainda mais interessante, mas é inferior a Rodrigo, Cardozo, Nelson Oliveira, Jara, entre outros), já com uma idade que impossibilita que actue pela equipa B (em termos de regulamento pode actuar mas é absurdo colocar um elemento que jogou na I Liga, já com 26 anos, numa equipa de reservas) e que joga numa posição onde as águias inclusive apresentam soluções em excesso (são mais de 10 os avançados à disposição de Jesus para a próxima época). Em suma, uma contratação peculiar, e que apresenta apenas como curiosidade o facto de ser a 4ª dos encarnados no mercado interno (depois de Djaniny, Vieira e Luisinho), algo que na nossa opinião é uma boa politica (o dinheiro devia circular mais em Portugal). Boa contratação? Fará Jesus do brasileiro o seu "Hulk"? Por onde passa o futuro de Michel (avançado que este ano marcou nos 2 jogos frente ao clube da Luz: plantel principal, equipa B, ou vai ser emprestado? Considerando que o Benfica já adquiriu 6 jogadores (e não somamos os elementos uruguaios) quantos reforços irá o clube da Luz contratar até dia 31 de Agosto?

Falta a assinatura do contrato, saber qual é a duração do vínculo e os valores da transferência, mas Luisinho, lateral esquerdo de 27 anos e 1m75 que em 2011-12 representou o Paços de Ferreira, vai ser jogador do Benfica na próxima época (isto se Jesus assim o entender, já que o esquerdino poderá ser emprestado pelos encarnados). VM - Em primeiro lugar destaque principal para o secretismo nesta contratação. No passado com alguma facilidade muito antes dos jogadores serem apresentados, já a comunicação social tinha esmiuçado as ditas transferências, mas no caso desta dupla operação com o Paços, os encarnados conseguiram esconder o negócio até à sua conclusão e nenhum meio antecipou estes reforços. No que diz respeito à contratação, Luisinho foi considerado uma das revelações da Liga pelo VM (ler aqui), demonstrou qualidade para uma equipa com outras ambições (veremos como lida com a pressão) e poderá ser perfeitamente o lateral esquerdo suplente do Benfica na próxima época (Emerson e Capdevilla devem sair). Sem dúvida, uma razoável contratação (com a sua idade já não pode ser opção para a equipa B), de um jogador que acrescentou uma profundidade, garra e qualidade técnica ao seu flanco, impressionante na última época. Foi mesmo uma espécie de Fábio Coentrão no conjunto pacense. Bom reforço? Elemento para ficar no plantel encarnado, ser emprestado, incluído em alguma aquisição, ou actuar pela equipa B (seria uma ofensa para o jogador e também para Daniel Martins, juntamente com Cafu um dos elementos dos juniores que na opinião do VM, reúne mais condições para vingar ao nível sénior)? Destaque final, para o facto de ser depois de Hugo Vieira o 2º jogador português contratado pelo Benfica (nova política de mercado?)

O Maiorca quer aproveitar a temporada irregular de Jeffren ao serviço do Sporting, para tentar persuadir os leões a cederem o extremo por empréstimo. Apesar dos problemas físicos do espanhol, o clube que ficou em 8º lugar na La Liga vê no ex-Barça a melhor solução para preencher o espaço deixado pela saída de "Chori" Castro. VM - Foi uma das maiores desilusões da época para o Visão de Mercado (um pouco no âmbito deste post), já que na nossa opinião a 100%, a sua técnica, potência, técnica e finalização, perspectivavam que fosse um principais destaques da nossa Liga. As lesões acabam por não explicar tudo, e a prova disso foram os últimos 2 meses, onde não aproveitou nenhuma oportunidade e claramente acrescentou pouco em termos de intensidade e competitividade. No entanto, parece claro que deverá ter pelo menos mais uma época em Alvalade para demonstrar o seu real valor. Deverá o Sporting emprestar ou vender Jeffren? Se o espanhol voltar a estar a 100% será a principal figura do emblema leonino na próxima época?

Marcelo Ferreira, em entrevista à RR, confirmou que existem vários clubes italianos interessados nos serviços de Santiago Arias, destacando-se o Inter como mais forte candidato a garantir os serviços do lateral direito do Sporting (o colombiano é apontado como solução de futuro para precaver a eventual saída do "trintão" Maicon). VM - Não surpreende este interesse de clubes italianos em Arias, já que o colombiano goza do estatuto de ser (na teoria) o lateral direito sul-americano mais promissor (jogadores entre os 19 e 21 anos), depois de Danilo (FC Porto), da actualidade. A verdade é que ao que se sabe, o Sporting inclusive já foi abordado nos últimos tempos com propostas na ordem dos 4 milhões de euros (superiores ao valor da transferência de João Pereira) pelo defesa. Deverá o clube leonino manter o colombiano ou aproveitar uma boa proposta? Quem será o titular da defensiva leonina na próxima época: Cedric ou Arias?

2º - Witsel: Veio do Standard de Liège por mais de 6,5M€, foi apelidado pelo VM como o "reforço bomba" desta temporada, e compensou cada euro que o Benfica pagou pela sua contratação. Forte fisicamente (186cm; 80Kg), foi fundamental no onze encarnado (Jesus não abdicou dele em momento algum, sendo o 3º jogador mais utilizado no plantel encarnado) e espalhou classe na nossa liga e também nos jogos da Liga dos Campeões. Aliás, foi nos grandes jogos que o internacional belga brilhou mais alto (ler aqui). Joga com uma calma, uma tranquilidade e segurança que não são naturais num jovem de 23 anos. Ataca, defende, apresenta uma protecção de bola e controla o jogo do Benfica numa primeira fase, de uma maneira notável, e apenas o seu "apagamento" em alguns encontros (principalmente os de menor relevância) "manchou" a sua 1ª época nos encarnados (acreditamos que ainda pode dar muito mais). Witsel poderá render mais no próximo ano, caso fique em Portugal? Aos 23 anos, o belga tem tudo para deixar a sua marca na história do emblema encarnado. Independentemente do que protagonizaram esta época, no Ranking dos melhores jogadores que actuam em Portugal, em que lugar está o médio do Benfica?

A. Mesquita

Dê o seu feedback nas restantes posições (basta carregar no número):
-
-
-
-
-

Sporting - De acordo com a imprensa sul-africana, o médio Lehlogonolo Masalesa impressionou nos testes que realizou em Alcochete, e deverá assinar pelo clube leonino nos próximos dias. Depois de Patinho, será o jovem sul-africano de 20 anos a 2ª contratação dos leões tendo em vista a equipa B? Quantos jogadores irá o emblema de Alvalade contratar para a sua equipa de reservas? Noutro âmbito, Eric Dier, defesa-central, de 18 anos, que esta temporada representou o Everton (Inglaterra) por empréstimo do Sporting, confirmou, numa entrevista ao site da Federação Inglesa de Futebol, que deverá regressar ao clube leonino para fazer a pré-temporada. Será o internacional inglês uma hipótese para a equipa principal ou para a B? À semelhança do que aconteceu na época transacta, deverá Sá Pinto levar para estágio júniores que esta época eram de 2º ano e alguns de 1º?

NBA - Os Heat derrotaram os Celtics por 115-111, no prolongamento, e lideram agora a final da Conferência Este por 2-0. Um encontro espectacular, repleto de emoção, com Rondo a fazer uma partida incrível (44 pontos). Os Boston chegaram a liderar por 15, mas os triplos de Chalmers (o Pg e Haslem foram decisivos) e Battier iam colocando  Miami no jogo. Já no 4º período, depois de uma remontada os Celtics passaram novamente para a frente, mas até pertenceu a Lebron a bola para decidir o encontro (o SF acabou por falhar). No OT, Wade que não esteve particularmente inspirado decidiu o 2º jogo da final. James com 34 pontos e 10 reb, voltou a estar a um bom nível, do lado dos verdes destaque para Ray Allen (melhor partida nos playoffs) e Pierce (21 pontos, muito melhor que no 1º jogo, mas fez a 6ª falta ainda durante o tempo regular e acabou por fazer falta aos Celtics no OT). Miami mais perto da final (esta madrugada tiveram a "estrelinha", principalmente até meio do 3º período, onde foram estando no encontro devido à inspiração de elementos pouco usuais)? Ou os Celtics ainda vão conseguir a reviravolta na série?

Mercado - Arsenal fortemente interessado em Doumbia (CSKA); Demba Ba (Newcastle) pode rumar ao Tottenham; Jordi Alba (Valencia) quase certo no Barcelona; Académica contrata Bruno China (ex-Rio Ave)Brendan Rodgers que orienta o Swansea deve ser o próximo técnico do Liverpool.

Académica - O presidente da Briosa, José Eduardo Simões, foi condenado a seis anos e meio de prisão efectiva. A decisão resulta no agravamento da pena que tinha sido aplicada na primeira instância (quatro anos e sete meses de prisão, com pena suspensa), por um crime continuado de corrupção passiva para acto ilícito e outro de abuso de poder. 

Breves - Iker Casillas tornou-se o futebolista com mais vitórias em jogos internacionais de selecção,  tendo somado o seu 95º triunfo frente à Coreia do Sul (a Espanha venceu por 4-1); Brasil derrotou os EUA, em Washington, igualmente por 4-1. Hulk, Danilo e Onyewu, foram titulares nas respectivas equipas, Alex Sandro entrou nos descontos. Neymar, Thiago Silva, Marcelo e Pato marcaram os golos da canarinha. Roger Federer é o tenista com mais vitórias (bateu o recorde de Connors) em torneios de Grand Slam. O suíço bateu o romeno Adrian Ungur (6-2, 6-2, 6-7 e 6-3), na segunda ronda de Roland Garros (nos outros encontros os favoritos seguiram em frente).

NBA Draft Lottery - Foi sorteada a ordem do Draft 2012, com a 1ª escolha a ir para os New Orleans Hornets (tinham a 4ª probabilidade mais elevada). Os Charlotte Bobcats vão escolher em 2º lugar e os Washington Wizards em 3º. Anthony Davis ficou assim mais perto de representar os Hornets, enquanto que os Bobcats falharam o seu grande objectivo (1º lugar). Restante ordem: 4º Cleveland Cavaliers; 5º Sacramento Kings; 6º Portland Blazers; 7º Golden State Warriors; 8º Toronto Raptors; 9º Detroit Pistons; 10º New Orleans Hornets; 11º Portland Blazers; 12º Milwaukee Bucks; 13ª Phoenix Suns; 14º Houston Rockets. Será Anthony Davis o "franchise player" que vai revolucionar os Hornets?

30 de maio de 2012

Começou a carreira como lateral esquerdo, foi adaptado com sucesso a central (posição onde é titular na selecção de Itália), mas foi no lugar de origem que se tornou num dos elementos em foco no regresso aos títulos da Juventus. Com Antonio Conte ao leme, Chiellini destacou-se pela sua regularidade e pela segurança que deu ao seu flanco (determinante não só na conquista do 1º lugar sem qualquer derrota, mas igualmente no facto da Juve ter sofrido apenas 20 golos este ano). De características mais defensivas, foi um importante apoio para os centrais, assumindo um papel decisivo nas bolas paradas (tem uma impulsão extraordinária). Não é propriamente um jogador ofensivo nem tecnicista, embora perceba bem os timings de subida e defina bem os lances. No auge das suas capacidades, o italiano é um dos líderes desta "nova" Juventus, sendo um exemplo de empenho e dedicação. Qual o seu pódio no que diz respeito aos 3 melhores laterais esquerdos em 2011-12 (uma posição onde não houve um claro "dominador". Marcelo, Evra, Cole, estiveram aquém do que fizeram no passado. Abidal pelos motivos que se conhece jogou menos, e o City dividiu o lugar entre Clichy e Kolarov). E no ranking dos melhores defesas da actualidade em que lugar está Chiellini? 

PS - A defesa utilizada em grande parte dos encontros por Antonio Conte era constituída por Lichsteiner, Bonnuci, Barzagli e Chiellini. Apenas na recta final do campeonato o técnico da Juve adoptou um sistema com 3 centrais.

Um dos países organizadores faz a estreia em Europeus de Futebol. Depois da excelente prestação do Mundial 2006, os ucranianos terão nova oportunidade para mostrar a qualidade do seu futebol. Oleh Blokhin convocou 21 jogadores oriundos da liga ucraniana, com as excepções a serem os veteranos Tymoshchuk e Voronin. Para além disso, grande parte da base da selecção provém do Dinamo de Kiev (9) e Shakhtar Donetsk (6). Se isso poderá ser considerado uma mais valia, logo se verá no Europeu, contudo, o Dinamo não tem conseguido grandes resultados na Europa, enquanto que a maioria dos elementos do Shakhtar são suplentes. Dos 23 jogadores destaca-se um misto de veterania com juventude, no entanto, apenas 7 jogadores já representaram a selecção por mais de 30 vezes. Como país anfitrião, a Ucrânia terá uma palavra a dizer no grupo D, ainda que jogue frente a selecções mais rodadas na alta competição. 

Lista de Convocados:
GR: Andrei Pyatov (Shakhtar Donetsk), Alexander Goryainov (Metalist) e Maxim Koval (Din. Kiev) 
DEF: Taras Mykhalik (Din. Kiev), Yevgeny Khacheridi (Din. Kiev), Yaroslav Rakytsky (Shakhtar Donetsk), Alexander Kucher (Shakhtar Donetsk), Vyacheslav Shevchuk (Shakhtar Donetsk), Yevgeny Selin (Vorskla Poltava) e Bogdan Butko (Mariupol)
MED: Anatoly Tymoshchuk (Bayern Munique), Oleg Gusev (Din. Kiev), Denis Garmash (Din. Kiev), Alexander Aliev (Din. Kiev), Andrei Yarmolenko (Din. Kiev), Ruslan Rotan (Dnipropetrovsk), Yevgeny Konoplyanka (Dnipropetrovsk) e Sergei Nazarenko (Tavria Simferopol)
AV: Andrei Shevchenko (Din. Kiev), Artem Milevsky (Din. Kiev), Andrei Voronin (Din. Moscovo), Yevgeny Seleznov (Shakhtar Donetsk) e Marko Devic (Shakhtar Donetsk). 
11 provável (4132): Pyatov; Butko, Rakytsky, Khacheridi e Selin; Tymoshchuk, Yarmolenko, Aliev e Konoplyanka; Milevsky e Shevchenko. VM - A grande dúvida de Blokhin será a decisão sobre o guarda-redes da selecção para o Euro. Pyatov fez apenas 10 jogos no campeonato, enquanto que Goryainov e Koval juntos, não têm mais de 3 jogos pela selecção. Tymoshchuk será o pivot defensivo, podendo Rotan jogar ao seu lado, caso a Ucrânia aposte apenas num avançado. Caso jogue com 2 avançados, Shevchenko e Milevsky deverão ser as apostas.  
Grupo D: Ucrânia, França, Inglaterra e Suécia
Estrelas: Shevchenko
Objectivo: Ultrapassar a fase de grupos
Previsão do VM: Fica pela fase de grupos - O país co-organizador poderá surpreender, mas pensamos que França, Inglaterra e Suécia têm mais argumentos que os ucranianos. Até onde irá a Ucrânia? Conseguirão surpreender os favoritos?


Questões que o Benfica vai ter de responder a curto prazo:

Alan Kardec, Éder Luis, Felipe Menezes, Jara, Fábio Faria, Wass, Roderick, Nuno Coelho, Carlos Martins, Urreta, David Simão, Enzo Perez, Rodrigo Mora e Sidnei são alguns dos nomes de jogadores emprestados pelo Benfica. Se no caso dos brasileiros (principalmente Kardec que é pretendido por Santos e Corinthians, e Éder Luis que está na mira de Grémio Fluminense), a sua colocação é algo que não deverá representar um obstáculo. O que fazer com os restantes? Regressam ao plantel encarnados, voltam a ser emprestados, ou são "libertados" de vez? Será que este defeso vai funcionar como uma barreira neste capítulo? Ou os encarnados vão continuar a aumentar a sua lista de emprestados (já dá para formar umas 4 equipas) mesmo sabendo que muitos nunca irão (ou nunca mais vão voltar) a representar a equipa principal do Benfica? Parece claro, que é importante resolver esta questão antes do início da temporada, como forma de libertar salários, por um lado, e conseguir receitas, por outro. Para além disso, há que integrar os jogadores que não são para vender nem emprestar de novo
Eleições no Benfica, vão ter um impacto positivo ou negativo? Luís Filipe Vieira já está a preparar as eleições para a presidência, que se realizarão em Outubro. O actual líder dos encarnados, como provou no investimento em Ola John, vai fazer de tudo para conquistar nova vitória, pelo que se espera um ataque ao mercado de forma a agradar aos associados e conquistar votos. Salvio pode ser outro jogador nesta lógica, e mais devem chegar à Luz até 31 de Agosto. Mas até que ponto os excessos podem comprometer a estabilidade financeira das águias a longo prazo?
Excesso de avançados e extremos? Cardozo (caso não seja transferido), Rodrigo, Saviola, Nelson Oliveira, Hugo Vieira e Melgarejo (que pode jogar nos 2 lugares) são os avançados à disposição de Jesus, Gaitán (ainda não foi vendido), Yannick Djaló, Nolito, Bruno César, Ola John e, quem sabe, Salvio, os extremos. Isto, não considerando Djaniny, Derlis Gonzalez, algumas contratações que estão previstas, e emprestados como Urreta, Mora, Kardec, Jara, etc. Sabendo que o treinador do Benfica não costuma fazer grande rotatividade do plantel, vai existir espaço para jogadores insatisfeitos na Luz por um lado, por outro parece claro que são elementos a mais para tão poucas vagas.
A instabilidade em torno de Jesus vai condicionar? Há um ano o cenário era semelhante, o técnico estava na mira dos adeptos encarnados, mas mudou o discurso no Verão, apareceu menos, e acabou por fazer mais uma época. Esta temporada (mais a longo prazo é claro que ao mínimo deslize não será poupado), como irá ser o seu comportamento, e principalmente que ideias terá em relação à composição do plantel: continuar com algumas teimosias (Roberto e Emerson), renovar à equipa, ou manter a base de 2011-12.
- Os encaixes financeiros necessários vão resultar na saída de jogadores "nucleares? O Benfica (como todos os clubes portugueses) necessita de realizar encaixes, um deles ao que tudo indica será a saída de Gaitán, mas outros elementos como Javi e Cardozo (jogadores fundamentais no clube da Luz nos últimos anos) podem igualmente sair. Caso isso venha acontecer, deve haver uma aposta na prata da casa ou contratar alguém para os substituir?
Quem irá substituir Emerson? Se em avançados e extremos o Benfica apresenta inclusive um excesso de opções, a posição de lateral esquerdo revela-se como fulcral neste defeso. Capdevila não agrada a Jesus, enquanto que Emerson não agrada a quase toda a crítica. Luís Filipe Vieira terá como prioridade a contratação de um defesa esquerdo de qualidade. Rojo já foi abordado, mas esta posição pode ser até alvo de 2 reforços.

Mais portugueses em 2012-13? Na temporada passada, o plantel do Benfica tinha 7 portugueses, contudo, pouco ou nada foram utilizados. Para o novo ano desportivo, interessa aos encarnados por um lado contratarem mais portugueses ou então promoverem os emprestados, de forma a ocuparem todas as vagas da Liga dos Campeões, por outro veremos se é desta que Vieira cumpre a sua promessa de fazer do clube da Luz o principal fornecedor da selecção.
Por último, que política ser implementada na equipa B? Os encarnados já adquiriram jogadores com vista à formação da equipa B (uns de maneira oficial, outros não oficialmente, inclusive portugueses), mas é certo que não vão ficar por aqui. Sendo evidente que não faz sentido colocar jogadores com idade superior a 22/23 anos ou que já foram emprestados a equipas da I Liga na Liga de Honra (como David Simão, Jara, Nuno Coelho, etc). Qual deverá ser a política? Funcionar como um espaço para os excedentários, ser um lugar para potenciar juniores de 2º ano e jovens portugueses? Ou um "trampolim" para elementos da América do Sul (como acontece com os uruguaios já contratados)?

Desde a independência em 1993, os checos nunca falharam uma presença num Campeonato da Europa. Com mais ou menos craques, a verdade é que a máquina checa tem sempre o Europeu como mira. Depois da fantástica estreia em 1996 (perderam a final no prolongamento), seguiu-se uma fraca prestação em 2000, nova mostra de qualidade em 2004 (futebol ofensivo bastante interessante) e outra fraca prestação em 2008. Seguindo a lógica, o ano de 2012 seria novamente glorioso para a Rep. Checa, contudo, dificilmente poderão repetir a passagem pelas meias finais do Europeu. Apesar de contar com nomes interessantes, como Cech (considerado o melhor guarda-redes do Ano para o VM), Rosicky (caso esteja nas melhores condições físicas), Necid, Baros, Hubschman e Kadlec, esta Rep. Checa está longe de apresentar a qualidade futebolística dos seus antecessores. No entanto, o grupo A promete grande equilíbrio e o estatuto de "outsider" irá retirar pressão aos checos (em 2008, a crítica até referia que os checos iam ficar à frente de Portugal no grupo, mas no fim, nem sequer ultrapassaram a fase de grupos). 

Lista de convocados:
GR: Petr Čech (Chelsea), Jaroslav Drobný (Hamburgo) e Jan Laštůvka (Dnipro Dnipropetrovsk)
DEF: Theodor Gebre Selassie (Slovan Liberec), Roman Hubník (Hertha Berlim), Michal Kadlec (Bayer Leverkusen), David Limberský (Viktoria Plzeň), Tomáš Sivok (Beşiktaş) e Marek Suchý (Spartak Moskva)
MED: Vladimír Darida (Viktoria Plzeň), Tomáš Hübschman (Shakhtar Donetsk), Petr Jiráček (Wolfsburg), Daniel Kolář (Viktoria Plzeň), Milan Petržela (Viktoria Plzeň), Václav Pilař (Wolfsburg), Jaroslav Plašil (Bordéus), František Rajtoral (Viktoria Plzeň) e Tomáš Rosický (Arsenal FC)
AVA: Milan Baroš (Galatasaray), David Lafata (Jablonec), Tomáš Necid (CSKA Moscovo), Tomáš Pekhart (Nürnberg) e Jan Rezek (Anorthosis).
11 provável (442): Cech; Gebre Selassie, Hubnik, Sivok e M. Kadlec; Hubschman, Rosicky, Pilar e Plasil; Baros e Necid VM - Baros e Necid formam uma dupla de respeito na frente de ataque, Cech é um dos melhores guarda-redes do Mundo , mas o sucesso da Rep. Checa passa muito pelo momento de forma de Rosicky. Se o médio do Arsenal estiver a 100% (o que tem sido raro nos últimos tempos) as hipóteses dos checos aumentam consideravelmente.
Grupo A: Grécia, Polónia e Rússia
Estrelas:  Čech, Rosický e Baros
Objectivo: Ultrapassar a fase de grupos
Previsão do VM: Fica pela fase de grupos - Apesar de contar com Cech, Rosicky e Baros, pensamos que não chegará para ultrapassar o grupo A. Até onde irá a Rep. Checa? Conseguirão repetir os feitos de 1996 e 2004?

O Besiktas foi excluído pela UEFA de participar nas competições europeias durante a temporada 2012/2013. Os problemas económicos do emblema de Istambul estiveram na base desta decisão. VM - Mesmo considerando que os turcos vão apresentar um recurso, esta decisão a que se junta os conhecidos ordenados em atraso pode proporcionar um cenário interessante no defeso. É certo que os jogadores portugueses que militam no Besiktas auferem salários incompatíveis com a realidade dos clubes nacionais, no entanto, todos (também motivado por esta instabilidade que afecta o clube turco) já manifestaram vontade de voltar a Portugal. E este pode ser o defeso indicado para tal (pelo menos algumas "novelas" estão garantidas). Simão já foi apontado ao Benfica e pode funcionar como um "trunfo" de Vieira, Quaresma é todos os defesos associado aos "grandes" de Portugal e a 100% é claramente um jogador acima da média (no Porto antes de Hulk era o Mustang que carregava os azuis e brancos "ao colo"), Manuel Fernandes é um médio de enorme qualidade e na nossa opinião encaixava na perfeição no meio campo de qualquer clube nacional, e Hugo Almeida não sendo um goleador é um avançado que desgasta as defensivas contrárias e apresenta a vantagem de ser português (na próxima época os "grandes" vão ter ainda menos portugueses no plantel e todos os internacionais são alvos apetecíveis). Até que ponto, Benfica, Porto e Sporting podem aproveitar a crise no Besiktas para "atacar" os internacionais portugueses? Que elementos "encaixavam" melhor nas equipas citadas? Bebé está emprestado pelo Man Utd, e Júlio Alves (com o seu empresário nunca se sabe) não apresenta qualidade para ser uma mais-valia nos "grandes".

No defeso de 09/10 os azuis e brancos contrataram Beto, em 10-11 Kieszek, em 11-12 Bracalli e para 12-13 está já garantido Fabiano. Ao todo foram 4 guarda-redes em 4 épocas. Se juntarmos a estes os outros guardiões com contrato: Kadu, Ventura e Helton, o FC Porto apresenta nas suas fileiras nestes momento 7 jogadores para a baliza. Se Kadu deverá alternar entre os juniores e a equipa B, Ventura deve ser novamente emprestado, e Fabiano pode ficar mais um ano no Olhanense, o guarda-redes que se vai juntar a Helton no elenco do FC Porto em 2012-13 é ainda uma incógnita. No entanto, parece claro que Beto e Bracalli (o brasileiro que foi desviado do Braga) dificilmente vão ter uma oportunidade de serem o nº1 no Dragão. Como se explica esta contratação excessiva de guarda-redes por parte do FC Porto? Por onde passa o futuro de Beto? A aposta em Bracali (guardião de 31 anos) compreende-se? Quem deverá ser o suplente de Helton na próxima época (isto considerando que o 3º guarda-redes será Kadu)? Deveria Fabiano ter já uma oportunidade em 2012-13?

3º - Garay: Sem espaço no Real Madrid, chegou à Luz a troco de 5M€ por 50% do passe. E aos 25 anos, encontrou em Portugal um local perfeito para potenciar todas as capacidades que levaram os merengues a gastarem 10 M€ na sua aquisição em 2008. Ao lado de Luisão, o internacional argentino equilibrou a defensiva encarnada, dando-lhe a tranquilidade necessária, sobretudo depois da saída de David Luiz para o Chelsea. Foi o 6º jogador mais utilizado por Jorge Jesus na Liga ZON-Sagres - 24 jogos, todos a titular - e apontou dois golos. Para além disso, foi opção inicial em onze jogos da Liga dos Campeões. Forte no jogo aéreo, com um grande sentido posicional, Garay destaca-se também pela sua capacidade de efectuar passes verticais, sendo também um defesa importante na saída de bola (como referimos anteriormente é neste momento o melhor central do lado esquerdo a actuar em Portugal). A classe que exibiu ao longo da temporada faz dele das contratações mais importantes desta temporada. Deverá o Benfica apostar na compra da restante percentagem do passe? Recorde-se que o seu nome tem sido regularmente associado a diversos clubes.

A. Mesquita

Sporting - De acordo com o jornal catalão Sport, o Barcelona quer "pescar" na Academia leonina. A NextGen series funcionou com uma montra para os jovens leões, e depois de Agostinho Cá e Edgar Iê terem rumado ao Inter (também eram pretendidos pelo Barça), agora é o Barcelona que vai tentar aliciar os juniores do Sporting a rumarem à Catalunha. O guarda-redes Rafael Veloso, os centrais Ilori e Tobias Figueiredo, e o médio João Mário são os principais alvos (conheça as suas características aqui). Também o Liverpool, depois de ter garantido João Carlos, está particularmente interessado nas "pérolas" de Alcochete (os Reds já ofereceram 700 mil euros por João Mário e Veloso, mas a proposta foi rejeitada). Até que ponto os leões vão ser prejudicados por terem competido na NextGen (prova que o Sporting vai participar novamente na próxima época. Está inserido no grupo 4 juntamente com PSV, Celtic e Aston Villa)? Se um por lado deu experiência competitiva (em Portugal os jovens praticamente só evoluem nas fases finais dos campeonatos), por outro serviu como uma montra espectacular para os olheiros das principais equipas da Europa. Conseguirá o clube leonino manter estes 4 jovens? E considerando que em 2012-13 vai participar novamente nesta competição, até que ponto juniores de 2º ano como Figueiredo, Bruma, Chaby, Medeiros, entre outros, vão deixar de ser hipótese para a equipa B e forçar os leões a contratarem mais jogadores para a sua equipa satélite? 

NBA - Os Spurs derrotaram os Thunder por 120-111 e já lideram a final da Conferência Oeste por 2-0. Foi a 20ª vitória consecutiva do conjunto de San Antonio (única equipa que ainda não perdeu nos playoffs este ano), depois de um encontro onde estiveram sempre na frente e com uma vantagem confortável (os OKC nem com o Hack-a-Splitter e o bom jogo ofensivo dos Big3: KD, Harden e Westbrook, conseguiram contrariar os veteranos do Texas). Tony Parker com 34 pontos voltou a demonstrar que esta época foi um dos 3 melhores jogadores da NBA. Duncan juntou aos 11pts e 10 reb, 4 blocos e está apenas a 3 de Kareem Abdul-Jabbar (tem o recorde nos playoffs, 476). Ginobili, Leonard fizeram igualmente uma excelente partida. Do lado dos Thunder, Harden foi o melhor elemento (ele que tinha estado particularmente mal no Domingo). O SG fez 30 pontos (10 em 13).

Breves - Serena Williams eliminada na primeira ronda de Roland Garros. A norte-americana, uma das grandes favoritas, foi batida, pela francesa Virginie Razzano, depois de um encontro incrível; Schalke 04 oferece 12 milhões por Van der Vaart (Tottenham); Man Utd além de Kagawa pretende igualmente Modric e Adam Johnson (o extremo tem sido pouco utilizado no City e deve sair neste defeso).

29 de maio de 2012

Considerando apenas o que fizeram em 2011-12 (pedimos que ignorem a qualidade, por exemplo Pato, este ano pouco jogou, e como tal não merece ser nomeado), qual foi o melhor 11 do Ano na liga italiana? O melhor jogador? O jogador revelação? O melhor treinador? E o elemento que mais desiludiu?

Já passaram 8 anos desde que a Grécia "chocou" o futebol europeu com a conquista do Euro 2004. O futebol defensivo de Otto Rehhagel deu frutos, com a Grécia a viver os melhores momentos da sua história futebolística durante este período (ao Euro 2004, juntam-se as qualificações para o Euro 2008, Mundial 2010 e Euro 2012). Fernando Santos foi o escolhido para substituir o alemão e prometeu romper com o futebol defensivo da Grécia, contudo, durante a qualificação, ficou bem presente a marca de Rehhagel. A Grécia marcou 14 golos nos 10 jogos e apenas sofreu 5, não perdendo qualquer partida. Na Polónia/Ucrânia os gregos apresentam uma equipa com um misto de experiência e juventude. O núcleo duro ainda é composto por elementos já veteranos como Gekas, Karagounis ou Katsouranis, contudo, os helénicos já só apresentam 5 jogadores com mais de 31 anos nos eleitos, e a verdade é que vão aparecendo alguns jovens com grande talento e capacidade para romper com o tradicional festival defensivo (Ninis, Fetfatzidis, Fortounis, Kyriakos Papadopoulos e Papastathopoulos). Num grupo acessível, sem um verdadeiro "papão", as hipóteses da Grécia com o seu futebol defensivo e pragmático aumentam (no entando, também é quando os gregos defrontam equipas inferiores que fica mais evidente a falta de soluções em termos de contrução, posse e dinâmica ofensiva).

Lista de convocados:
GR: Alexandros Tzorvas (Palermo), Michalis Sifakis (Aris) e Kostas Chalkias (PAOK)
DEF: Kyriakos Papadopoulos (Schalke), Sokratis Papastathopoulos (W. Bremen), Vasilis Torosidis (Olympiakos), Avraam Papadopoulos (Olympiakos), Giorgos Tzavelas (Monaco), Stelios Malezas (PAOK) e Jose Holebas (Olympiakos)
MED: Grigoris Makos (AEK), Giannis Maniatis (Olympiakos), Kostas Katsouranis (Panathinaikos), Giorgos Karagounis (Panathinaikos), Sotiris Ninis (Panathinaikos), Giorgos Fotakis (PAOK), Kostas Fortounis (Kaiserslautern) e Giannis Fetfatzidis (Olympiakos)
AVA: Georgios Samaras (Celtic), Dimitris Salpigidis (PAOK), Theofanis Gekas (Samsunspor), Nikos Liberopoulos (AEK) e Kostas Mitroglou (Atromitos).
11 provável (433): Tzorvas; Torosidis, Papadopoulos, Papastathopoulos e Tzavelas; Katsouranis, Karagounis e Maniatis; Samaras, Salpigidis e Gekas. VM - Um 11 com alguns defesas promissores e uma linha média e ataque muito experiente. Katsouranis e Karagounis dominam no meio campo, enquanto que no ataque, Samaras e Salpigidis vão dar apoio ao goleador Gekas.
Estrelas:
Grupo A: Polónia, Rep. Checa e  Rússia 
Objectivo: Ultrapassar a fase de grupos
Previsão do VM: Fica na fase de grupos - Tal como em 2008 e 2010, não acreditamos que Fernando Santos faça milagres à frente desta pobre (também o era em 2004 e depois foi o que se viu) selecção grega. Até onde vai chegar a Grécia? Poderemos assistir a novo "choque" helénico? 

Falta apenas assinar a desvinculação para a saída ser oficial. Leonardo Jardim deixa o Sporting de Braga. O técnico madeirense tinha mais 2 anos de contrato, mas uma entrevista ao jornal "O Jogo" onde afirmou que o relacionamento com o presidente António Salvador era estritamente profissional, com poucos ou nenhuns contactos fora do contexto da equipa,  não agradou ao líder minhoto, e acabou por resultar na saída do treinador que apurou os gverreiros  para o "play-off" da Liga dos Campeões. Sérgio Conceição é o nome mais falado para substituir Jardim. VM - Parece claro que uma entrevista não seria motivo suficiente (mesmo juntando a esta as declarações em relação a Fernando Couto) para despedir o treinador que conduziu o Braga à 2ª melhor classificação de sempre da equipa bracarense. Jardim demonstrou qualidade em termos técnicos e tácticos, é um exemplo em termos de postura, e conseguiu esta época mesmo lutando contra orçamentos superiores, intrometer-se na luta pelo título e realizar um ano notável (o Braga liderava à 24ª jornada e acabou por perder a Liga devido a pormenores e tudo  isto com uma defesa totalmente renovada: Artur, Miguel Garcia, Silvio, Rodriguez, Paulão e Vandinho saíram no último Verão, e depois de um ano repleto de contrariedades: Baiano, Salino, Ewerton, Vinicius, Alan, Custódio, todos falharam vários jogos por problemas físicos). Como tal, algo que só Salvador poderá explicar estará certamente relacionado com esta decisão (o líder minhoto sempre demonstrou pouca paciência com os treinadores, no entanto, isso não impediu que tivesse sempre sucesso). No que diz respeito ao futuro, a saída de Jardim do Braga vai proporcionar algumas "novelas" nos próximos dias. Em 1º lugar, em relação ao seu sucessor. Sérgio Conceição parece ser o alvo, mas outros nomes podem ser considerados como Pedro Emanuel, Paulo Alves, José Peseiro, quem sabe o próprio Domingos. Em 2º lugar, caso Conceição rume a Braga quem o substitui no Olhanense: Fernando Couto, outro? Em 3º lugar, por onde passa o futuro de Jardim (técnico muito apreciado por Pinto da Costa e que tem sido associado ao Olympiakos juntamente com Vítor Pereira): FC Porto (com VP a rumar à Grécia), outro clube nacional, selecção, ou o estrangeiro?

A "situação" de Salvio - Com a contratação de Cebola Rodríguez tudo aponta para que o argentino deixe Madrid neste defeso (o uruguaio tem passaporte italiano, mas a menos que Falcao seja transferido, o Atlético quer abrir mais uma vaga para um extra-comunitário, sendo que a saída de "El Toto" é a opção mais evidente). Nesse sentido, um regresso ao campeonato português será um cenário de todo provável. VM - Na nossa opinião estamos perante um jogador de muita qualidade (demonstrou isso quando passou pela Luz e mesmo não sendo opção regular no Atlético é chamado com frequência à selecção Argentina) e com um estilo (velocidade, verticalidade e técnica) que na nossa Liga faz muitos estragos. O Benfica há muito o deseja. Mesmo com Ola John, um outro extremo rápido seria certamente do agrado de Jesus e por outro lado Vieira quer usar este "trunfo" para as eleições (o argentino deixou saudades e está cotado entre os adeptos encarnados). O FC Porto também o poderá cobiçar (falta um extremo de qualidade aos azuis e brancos, com ou sem Hulk) e a chegada de "Toto" pode inclusive ajudar a atenuar a dívida do Atlético em relação a Falcao. Por último, o próprio Sporting numa lógica semelhante à contratação de Elias (na altura o brasileiro saiu de Madrid por ser extra-comunitário) pode usar as boas relações entre os clubes (mais com os fundos) para tentar assegurar o argentino. Salvio é claramente melhor que Capel, e quanto a nós falta um extremo ao conjunto leonino (só o espanhol, mais Jeffren e Carrillo é curto. Labyad e Izmailov devem e jogam melhor no meio, e elementos como Salomão e Wilson Eduardo não apresentam qualidade para jogar nos leões). Por onde passa o futuro de Salvio?

Scolari - Em entrevista à RTP, que será transmitida esta terça-feira,  afirmou que Pinto da Costa, tinha grande influência nas escolhas dos jogadores para a Seleção Nacional e influenciava nas convocatórias. Felipão esclareceu ainda porque não convocava Vítor Baía quando era seleccionador de Portugal. "Foi-me dito pelo FC Porto que ele não estava nos planos do clube, pois estava em conflito com o FC Porto. Quem me disse? O presidente Pinto da Costa!". O treinador brasileiro frisa que "a partir desse momento" passou a olhar para Vítor Baía "com outros olhos". Scolari acrescenta que obteve a confirmação por outras vias de que Vítor Baía seria uma pessoa conflituosa. "Falei com algumas pessoas da FPF sobre o atleta e contaram-me algumas histórias, daí a sua não convocação", acrescenta. VM - As afirmações de Scolari não são um dado novo, aliás o Visão de Mercado tem batido nessa tecla (ler aqui) regularmente. É gritante a maneira como a selecção tem ajudado a valorizar os jogadores do Porto (Miguel Lopes, Varela e Rolando são os exemplos mais recentes...elementos que esta época pouco jogaram, ou quando o fizeram, produziram pouco, e mesmo assim vão estar no Euro). Como se explica que Pinto da Costa tenha toda esta influência na selecção? Estarão os adversários do Porto a ser prejudicados há mais de 20 anos por aquilo que se tem passado nas convocatórias de Portugal (é evidente que um jogador quando passa a ser internacional valoriza o seu passe e ganha mercado)? E no que diz respeito a Baía, porque razão PC não queria o seu guarda-redes na selecção?

Mercado (transferências oficiais): A "custo zero" - Diogo Valente (ex-Académica) assinou pelo Cluj; Emre (ex-Fenerbahçe) reforça o Atl. Madrid; Guardado (ex-Deportivo) vai representar o Valencia, Varela (ex-Feirense) contratado pelo Vaslui: Claudio Pizarro (ex-Werder Bremen) regressa ao Bayern de Munique. Outras: Swansea contratou ao Hoffenheim, o islandês Gylfi Sigurdsson, por 8,5 milhões de euros. Vai ser um defeso recheado de transferências a "custo zero"? Como se explica esta capacidade financeira do Swansea?

Paços de Ferreira - Paulo Fonseca vai ser o treinador do conjunto pacense nas próximas duas temporadas. VM - Depois de Nuno no Rio Ave, esta noticia é apenas a confirmação que os 2 melhores treinadores da Liga portuguesa (fora os que orientam os "grandes"): Calisto e Carlos Brito vão deixar de orientar no nosso campeonato. Contudo, são duas situações distintas, se Nuno nada provou até ao momento (uma aposta verdadeiramente estranha, veremos se tem o efeito Luis Miguel - colocado no Paços no principio desta época e foi um fiasco - ou Sérgio Conceição -  claramente resultou no Olhanense), já Fonseca é um dos bons valores em termos nacionais. Fez uma boa época no Aves, aliás deu continuidade ao que já tinha feito no Pinhalnovense. Boas apostas?

NBA - Os Heat conquistaram o primeiro jogo da final da Conferência Este, ao baterem os Celtics, por 93-79. LeBron James, com 32 pontos, e Dwyane Wade, com 22, estiveram mais uma vez a excelente nível (Miller, Battier foram igualmente importantes), no entanto o 1º e principalmente o 3º período é que decidiu o encontro. Os Boston nessa fase estiveram particularmente desinspirados e permitiram aos Miami alcançar uma vantagem irrecuperável (no 2º período ainda empataram, mas no 4º a desvantagem já era elevada). KG foi o melhor dos verdes, mas o destaque pela negativa vai para Ray Allen, é certo que está a jogar lesionado, mas os lançamentos que falhou (converteu apenas 1 em 7) não podem ser explicados apenas pela lesão. Rondo conseguiu 16 pontos, nove ressaltos e sete assistências, mas o seu fraco lançamento (chega a ser absurdo a maneira como evita lançar e não consegue converter em situações onde está sozinho) não lhe permitiu protagonizar uma exibição ao nível do que fez contra os 76ers.

A Mannschaft está mais do que habituada a participar nas grandes competições internacionais (só falharam os 3 primeiros Europeus e 2 Mundiais) e, para além disso, joga sempre para ganhar (3 títulos europeus, 3 títulos mundiais, a que juntam mais 3 finais de euros e 4 finais de mundiais). O Euro 2012 não vai ser excepção, pois a Alemanha apresenta uma excelente base, ainda jovem, mas com grande experiência internacional. A juntar a isso, o Bayern Munique aparece como o grande fornecedor de jogadores, levando a que a selecção tenha um grande entrosamento (Podolski e Klose, outros elementos mais utilizados, já passaram por Munique). Antes do Mundial 2006, quando Klinsmann tomou conta da equipa, a Mannshaft passava por uma grande crise (não só de resultados, mas sobretudo pela qualidade futebolística), contudo, o antigo goleador colocou a Alemanha a praticar um futebol atractivo e com grande dinâmica ofensiva. Joachim Löw deu seguimento ao trabalho de Klinsmann e a Mannschaft chegou à final do Euro 2008 e às meias finais do Mundial 2010. O Euro 2012 será a grande prova de fogo para Löw. 

Lista de convocados:

GR: Manuel Neuer (Bayern), Tim Wiese (Werder Bremen) e Ron-Robert Zieler (Hannover 96)
DEF: Holger Badstuber (Bayern), Jérôme Boateng (Bayern), Benedikt Höwedes (Schalke 04), Mats Hummels (B. Dortmund), Marcel Schmelzer (B. Dortmund), Philipp Lahm (Bayern) e Per Mertesacker (Arsenal)
MED: Lars Bender (Bayer Leverkusen), Toni Kroos (Bayern), Thomas Müller (Bayern), Mesut Özil (Real Madrid), Sami Khedira (Real Madrid), Marco Reus (B. Mönchengladbach), André Schürrle (Bayer  Leverkusen), Bastian Schweinsteiger (Bayern), Mario Götze (B. Dortmund) e İlkay Gündoğan (B. Dortmund)
AVA: Miroslav Klose (Lazio), Mario Gomez (Bayern) e Lukas Podolski (Colónia).
11 provável (4231):  Neuer; Lahm, Badstuber, Hummels e Boateng; Khedira, Schweinsteiger, Ozil, Muller e Podolski; Gomez. VM - Um 11 jovem, mas bastante rodado ao mais alto nível e com o Bayern Munique como base. A grande dúvida estará no sector defensivo, pois Lahm (pode jogar nas duas laterais), Boateng (central ou lateral direito) e Badstuber (central ou lateral esquerdo) não têm uma posição fixa. Khedira (ou Kroos) e Schweinsteiger formam o pivot defensivo do meio campo, enquanto que o ataque fica a cargo de três jogadores com características bastante distintas, mas que se complementam na perfeição. Gomez será o "bombardeiro" de serviço, com Klose à espreita de qualquer oportunidade para facturar na selecção (63 golos).
Estrelas: Gomez, Lahm, Schweinsteiger e Ozil
Objectivo: Título
Previsão do VM: Final - Tal como a selecção espanhola, a Alemanha é uma das grandes candidatas a chegar à final do Europeu. Um plantel com grande qualidade, várias opções interessantes no banco e uma forte base do Bayern Munique (poderão ser 8 bávaros no 11 inicial). Para além disso, jogadores como Ozil, Podolski e Klose jogam juntos com os restantes jogadores do Bayern há uma série de anos, por isso, o entrosamento será grande. Para além da Espanha, será a Alemanha o outro grande papão do Europeu? A base do Bayern Munique pode ajudar a Mannschaft? Se a Alemanha não encontrar a Espanha no Euro 2012, vai vencer a competição (relembramos que a Espanha derrotou a Mannshaft nas últimas duas grandes competições)?

Não protagonizou uma época "estrondosa", mas no momento da decisão disse "presente" e foi absolutamente decisivo na vitória do FC Porto no campeonato. Nas últimas 10 jornadas, marcou na Luz, em Braga, na Madeira ao Marítimo, e em casa frente ao Sporting. Um último terço de campeonato a justificar a sua alcunha de "Incrível" (9 golos em 10 jogos, sendo que 5 foram de penalti, e uma prestação em termos exibicionais claramente a levar o conjunto azul e branco "ao colo"). Aos golos (3º melhor marcador no campeonato), juntou as assistências (nº 1 da Liga), a liderança (o Porto melhorou quando Hulk assumiu a braçadeira de capitão), e a demonstração que é de longe o melhor jogador a actuar em Portugal (praticamente sozinho deu o título ao FC Porto, ler aqui). Considerando que Hulk foi o melhor jogador esta época, quem completa o pódio? Conseguirá o Incrível potenciar o seu futebol da mesma maneira noutra Liga? No ranking dos melhores jogadores da actualidade, em que lugar está o internacional brasileiro?

Melhor 11 do Ano (carregue nas posições e dê o seu feedback):

28 de maio de 2012

Um dos elementos que mais contribuiu para o bicampeonato do Ajax foi Jan Vertonghen. Peça fundamental para Frank de Boer, o belga ganhou inclusive a distinção de melhor jogador da Eredivisie esta época. Para além da sua importância no capítulo defensivo (é um central "ofensivo", isto é, é frequente vê-lo em zonas adiantadas), Vertonghen destaca-se também pela sua saída de bola em progressão, sendo dono de um remate fortíssimo de pé esquerdo o que lhe permitiu fazer 8 golos na presente temporada (talvez o defesa com mais golos na Europa em 2011-12). Aos 25 anos, ainda no campeonato holandês, onde fez mais uma época fantástica, reúne todas as características para poder brilhar numa liga mais competitiva, Barcelona, Tottenham e Arsenal são alguns dos interessados. Por onde passa o futuro do central belga? Uma das principais ausências no Euro 2012 (ler aqui)? No ranking dos melhores centrais (com menos de 26 anos) da actualidade em que lugar está o defesa do Ajax? Estará a posição de central (lado esquerdo) a passar uma fase de pouca abundância em termos de qualidade (a título de exemplo, jogadores como Pepe e Rolando nunca actuaram nessa posição, e o próprio Carvalho só passou a actuar desde que fez dupla com Pepe)?

"Cebola" Rodríguez - O Atlético Madrid, anunciou no seu site oficial, que chegou a acordo com o uruguaio para as próximas quatro épocas. É a 1ª contratação dos «colchoneros» para 2012-13, e a custo zero, já que o esquerdino terminou o seu vínculo com o FC Porto. VM - Considerando o que produziu (à excepção da 1ª época) e aquilo que custou (7 milhões de euros por 70% a que se junta um super-ordenado, dos mais elevados no plantel portista), estamos perante um dos piores negócios da história do FC Porto. Pinto da Costa não se dá bem quando contrata na Luz (Sokota, Panduru, etc, são outros exemplos...não confundir com "desviar" contratações ou antecipar-se como aconteceu com Falcao, James, Alvaro, entre outros) e "Cebola" Rodríguez não foi excepção, com a agravante de ter representado um avultado investimento e ter saído a zero. Pior negócio da história do Porto?

Equipas "B" - Sporting, FC Porto, Marítimo, Benfica, SC Braga e V. Guimarães procederam à inscrição das respectivas equipas, que vão assim participar no campeonato da Liga de Honra na próxima época. Recordamos, que não poderão subir de Divisão, nem participar na Taça da Liga nem na Taça de Portugal. VM -  Fazemos votos para que as equipas B ajudem a potenciar os jogadores portugueses e não sirvam apenas para dar minutos a elementos estrangeiros (nesta fase e pelo que se sabe em termos de contratações tudo aponta para que a 2ª hipótese ganhe mais força). Seria fundamental impor algumas regras ao nível da utilização de jogadores, não só em termos de nacionalidade como de idade. Por outro, voltamos a salientar algo que na nossa opinião parece evidente. Não faz sentido, por um lado que elementos com mais de 23 anos actuem pela equipa B (casos de Nuno Coelho, Salomão, etc), e por outro que jogadores já rodados na I divisão (como André Pinto, David Simão, Nuno Reis, entre muitos outros) passem a actuar na Liga Orangina, como tal, e partindo desta ideia, desafiamos os leitores a elaborarem o plantel da sua equipa (B) para a próxima época (elementos que para o ano vão ser juniores de 2º ano não devem ser igualmente mencionados). Até que ponto as equipas B podem ajudar a potenciar os jogadores portugueses? Indique (plantel de 20 elementos) o possível elenco da equipa B do seu clube para a próxima época.

Se esta eleição tivesse sido elaborada há meio ano, seria de longe a nossa 1ª opção. Guardiola é quanto a nós o melhor técnico em termos técnicos e tácticos do Mundo, e uma presença exemplar no banco de suplentes e no próprio futebol, pela sua postura e elegância. Às qualidades técnicas e humanas junta ainda um currículo impressionante (nunca ninguém conquistou tanto em tão pouco). Em 2011-12 voltou a ser o treinador que conquistou mais títulos no Mundo: Supertaça de Espanha, Supertaça Europeia, Taça do Rei e Campeonato do Mundo de clubes. Aliás, nos 4 anos que passou pelo Barcelona conseguiu o feito notável de conquistar 14 dos 18 troféus que disputou.

Desvalorizado por muitos, a verdade é que Guardiola quando assumiu o comando técnico do Barcelona em  2008/2009 "pegou" num conjunto (uma das suas primeiras decisões foi dispensar jogadores consagrados como Zambrotta, Ronaldinho, Deco e Thuram), que já não vencia a Taça do Rei desde 1998, e que tinha ficado na 3ª posição a dez pontos do Villarreal e a dezoito do eterno rival, Real Madrid. Construí uma equipa à sua imagem, com uma constante aposta em jogadores da cantera, perfeitamente identificados com a cultura do clube e da região, e na primeira época fez o pleno, ganhou todas as competições em que participou, dando início a uma era dourada na cidade condal: o Barcelona foi nos últimos 4 anos a equipa mais dominante da história do Futebol. Sempre com um nível técnico-táctico brilhante, dá a ideia de ser capaz de colocar a sua equipa a jogar ao melhor nível em qualquer sistema táctico. Já o vimos jogar em 3-4-3, 3-7-0, 4-3-3, entre outros sistemas, e sempre com percentagens de posse de bola elevadíssimas e com autênticos "banhos de bola" aos adversários. É também exímio no factor psicológico, impressionante o facto de conseguir sempre motivar uma equipa vencedora, os jogadores nunca parecem acomodados com os títulos já conquistados. E na maneira como sabe potenciar jovens elementos, que o digam Busquets, Pique, Pedrito, entre tantos outros. Conseguirá Guardiola ter o mesmo sucesso noutro campeonato?

Itália - A justiça italiana voltou a dar o exemplo (o ataque à corrupção e até às apostas ilegais já não é um dado novo)  e deteve 19 futebolistas da Serie A, incluindo o capitão da Lazio, Stefano Mauri. Criscito, que estava em estágio para o Euro 2012, recebeu a visita da polícia e foi afastado da competição. Antonio Conte, treinador campeão com a Juventus, também viu a sua casa alvo de buscas, num caso que já está conhecido como "Calcioscommesse". Depois do "Calciocaos", o futebol italiano está embrulhado em novo escândalo. Os jogadores detidos foram acusado pela polícia de estarem implicados num esquema de resultados combinados para favorecer operações de apostas. Até agora sabe-se que Siena e Genova são os emblemas envolvidos (não propriamente os clubes em si, mas alguns jogadores), com a polícia a revelar um encontro entre Giuseppe Sculli, Criscito, dois membros da claque Ultra do Genova e um conhecido criminoso bósnio, num restaurante daquela cidade italiana, em 2011. Esta rede de apostas estaria organizada por uma associação criminosa do leste europeu, que pagava milhares de euros aos jogadores. VM -  Se nos últimos anos a preocupação do futebol e do desporto em geral (nenhuma modalidade é excepção) foi o flagelo do doping, parece óbvio, pelo menos para o Visão de Mercado, que no futuro, o perigo são claramente as apostas ilegais. Os desportistas, principais protagonistas do jogo, poderão ser facilmente "enganados" pelo dinheiro fácil vindo destas associações criminosas. E considerando inclusive a crise actual, muitos podem enganar o sistema por iniciativa própria (quem não se recorda de como John Higgins, 4 vezes campeão do Mundo de Snooker, se deixou envolver nestas manobras). Que medidas as associações desportivas podem criar para evitar estas situações? Até que ponto no futuro (e isso nos países de Leste já acontece com uma regularidade brutal, não só no futebol) os jogos, sejam eles de Ténis, Futebol, Basquetebol, etc, vão estar sempre condicionados pelo perigo das apostas ilegais?

NBA - San Antonio Spurs e Oklahoma City Thunder entraram em campo para o jogo 1 da final da Conferência Oeste, numa partida emotiva e com uma reviravolta fantástica dos Spurs no último período (os OKC claramente deixaram fugir um triunfo que parecia garantido quando lideravam por 9 a 12m do fim). O resultado final foi de 101-98 para os texanos, que marcaram 39 pts no 4º período, contra apenas 27 dos Thunder. O jogo começou melhor para o Spurs, com um período inicial dominador (24-18), contudo, a equipa de Oklahoma respondeu nos 24 minutos seguintes (53-38) e passaram para a frente por 9 pts. Derek Fisher esteve em destaque vindo do banco e foi importante na ajuda a Durant. Contudo, do outro lado estava Manu Ginobili, de longe o MVP da partida, que com os seus 26 pontos liderou os Spurs e ajudou o conjunto de San Antonio a chegar às 19 consecutivas, sendo que 9 foram nos playoffs. Westbrook esteve particularmente desinspirado no ataque, Ibaka foi ausente e Harden não fez melhor, já Parker (decisivo no último período) e Stephen Jackson (boa marcação a KD, muitas vezes chegaram a ser 3 a marcar o SF dos Thunder) foram importantes no conjunto de San Antonio. Se os Thunder perderem o próximo jogo dizem "adeus" à final?

Roland Garros - João Sousa e Rui Machado foram eliminados na 1ª ronda. O 3º melhor tenista português no Ranking ainda conseguiu vencer um set frente ao 20.º cabeça-de-série do torneio francês, Marcel Granollers, mas perdeu ao fim de quatro partidas, com os parciais de 6-2, 3-6, 6-3 e 6-4. Já Rui Machado depois de uma longa maratona (o jogo teve de ser interrompido ontem devido à falta de Luz), cedeu diante de Kevin Anderson. O melhor tenista luso dispôs de match-points, esteve inclusive a vencer por 5-2 no 5º set, mas foi derrotado por 7-6 (2), 6-7 (6), 4-6, 6-1 e 11-9. Nos outros encontros destaque para as vitórias de Federer (igualou o recorde de 233 triunfos que pertencia a Jimmy Connors, em torneios do Grand Slam) e Azarenka (a nº1 do Mundo perdeu o 1º set, esteve a perder por 4-0 no 2º mas conseguiu dar a volta).

Liga dos Campeões - Manchester City, Manchester United, Arsenal e Chelsea
Liga Europa - Tottenham, Newcastle e Liverpool
Equipas despromovidas - Bolton, Blackburn e Wolverhampton
Equipas promovidas - Reading, Southampton e West Ham

Melhores Marcadores:
Van Persie (Arsenal) - 30 golos
W. Rooney (Man Utd) - 27 golos
Kun Aguero (Man City) - 23 golos
C. Dempsey (Fulham), Adebayor (Tottenham) e Yakubu (Blackburn) - 17 golos

Prémios Visão de Mercado:
Melhor Jogador - Yaya Touré (Man City)
Melhor Treinador - Alan Pardew (Newcastle)
Jogador Revelação - Kyle Walker (Tottenham)
Maior Desilusão - Bryan Ruiz (Fulham)
O 11 ideal:
GR - Joe Hart (Man City)
DEF - Kyle Walker (Tottenham), Kompany (Man City), Coloccini (Newcastle) e L. Baines (Everton)
MED - Scott Parker (Tottenham), Yaya Touré (Man City), David Silva (Man City) e Clint Dempsey (Fulham)
AV - Aguero (Man City) e Van Persie (Arsenal)

Destaques:
- Foi longa a espera dos adeptos do Man City, pois os citizens levaram 44 temporadas até finalmente reconquistarem o título;
- O dinheiro investido pelos citizens levou a melhor sobre a sapiência de Alex Ferguson, num campeonato decidido no último minuto. Kun Aguero rematou certeiro para o fundo das redes do QPR, numa temporada onde o City esteve quase sempre na frente, o United esteve muito perto de consumar uma reviravolta, mas não aguentou o assalto final de Mancini;
- Depois de uma temporada de adaptação à realidade britânica, David Silva explodiu em 2011-12 e foi coroado como o rei das assistências. O médio ofensivo espanhol fez 15 passes para golo, enquanto que Juan Mata (1ª temporada em Inglaterra) e Valencia (Man Utd) fecharam o pódio (13 assistências). Tendo em conta o que fez em 2010-11 (18 assistências), Nani ficou longe do seu melhor (10 assistências);
- Ao todo, foram marcados 19 hat-tricks (2 resultaram em pokers), com a particularidade de terem sido 11 as nacionalidades envolvidas (Inglaterra, Espanha, Senegal, Nigéria, EUA, Rússia, Bósnia, Argentina, Holanda, Bulgária e Uruguai). Man City (Dzeko, Tevez e Aguero), Man Utd (Rooney x2 e Berbatov) e Fulham (Dempsey, Pogrebnyak e Andrew Johnson) tiveram os avançados mais inspirados;
Marc Albrighton (Aston Villa) entrou para a história da Premier League, ao marcar o golo 20.000 da competição;
- O Newcastle está de regresso às competições europeias, depois de uma temporada fantástica. Demba Ba e Papiss Cisse foram as grandes figuras da equipa (destaque também para Ben Arfa, Cabaye, Coloccini e Krul), com uma grande curiosidade: Demba Ba marcou 16 golos até à jornada 24 (inclusive), enquanto que Cisse marcou 13 golos a partir da 24ª jornada (inclusive)!
- Impressionante a carreira do United ao longo dos 20 anos da Premier League: 12 títulos, 5 vice-campeonatos e 3 terceiros lugares;
- O Arsenal não vence um troféu (em todas as competições) desde 2005, já o Liverpool, nos últimos 3 anos, nem um lugar nos 5 primeiros conseguiu: 7º em 09/10, 6º em 10/11 e 8º classificado esta época;
- Swansea City e Norwich City estiveram em grande destaque no regresso ao escalão principal, rubricando uma temporada tranquila. Já o QPR, que até foi a equipa que mais investiu das três, sofreu até à última jornada para garantir o lugar entre os grandes.
- O Aston Villa ficou perto de ser despromovido, naquela que foi a pior temporada em termos de vitórias (apenas 7) desde... 1890-91.
Conseguirá o City iniciar uma nova era no futebol inglês? Chelsea, United, Liverpool, Arsenal e Tottenham são candidatos de respeito em 2012-13? Será que a dupla Cisse-Demba Ba vai levar o Newcastle a mais altos voos? Para além dos magpies, conseguirá o Everton, Fulham, ou outra equipa do meio da tabela, subir alguns degraus na hierarquia da Premier League?

4º - Schaars: Um internacional pela principal selecção da Holanda custar menos de 1Me é raro. Se ao custo (850 mil €) lhe juntarmos a qualidade que evidenciou, estamos perante uma contratação que se pode rotular mesmo de um verdadeiro "achado" não só dos leões como da nossa liga nos últimos tempos. Aos 28 anos, o ex-capitão do AZ Alkmaar foi um dos pêndulos do Sporting e depois de Patrício o elemento mais regular dos leões esta época. Imprescindível e indiscutível no onze leonino, emprestou ao emblema de Alvalade, tranquilidade, competência, polivalência (actuou tanto a médio interior como médio defensivo) e liderança. Não tendo uma técnica individual acima da média, debela isso com a sua visão de jogo e qualidade de passe, e principalmente com a sua excelente disponibilidade física. Marcou 3 golos, estará presente no Euro 2012 (onde até deve ser titular a lateral esquerdo), e não será surpreendente que seja um elemento cobiçado neste defeso. Tal como Wolfswinkel, Schaars chegou da Eredivisie. Irá o Sporting continuar a apostar no mercado holandês, tendo em conta os "tiros" certeiros deste ano? Qual o valor de mercado do esquerdino? Deverá o clube leonino manter o seu médio, ou caso apareçam em Alvalade propostas na ordem dos 6/7 milhões (seria um lucro brutal) deve considerar as mesmas?

A. Mesquita

Dê o seu feedback nas restantes posições (basta carregar no número):
-
-
-

27 de maio de 2012

O que propomos aos nossos leitores é que nomeiem os 5 jogadores (até podem estar há mais de 5 anos no seu clube como Polga, Luisão ou Hulk) que mais desiludiram - considerando as expectativas que depositavam nos mesmos, o que já provaram no passado, até mesmo (no caso dos elementos mais jovens) numa perspectiva de futurologia e acreditar que  esta podia ser a época de afirmação -  no presente ano em Portugal. E que por outro lado indiquem quais foram os 5 principais "Flops" da Liga Zon-Sagres 2011-12, levando em linha de conta o que custaram, a sua cotação e o pouco ou nada que produziram?

Desilusão: Nico Gaitán
"Flop": Bojinov

Sérvia, Bósnia e Suíça apresentam mais e melhores soluções que conjuntos que vão estar no Euro 2012, como a Rep. Irlanda e Grécia, no entanto, na nossa opinião (fruto da qualidade que possui actualmente) a principal ausência no torneio será mesmo a Bélgica. A competição na Polónia/Ucrânia fica claramente mais pobre sem a presença de alguns dos principais jogadores da actualidade e de uma equipa que necessita da experiência numa fase final para dar finalmente aquele salto em termos de maturidade exibicional que lhes permita ser uma presença assídua em Europeus e Mundiais. Sem dúvida, uma selecção recheada de jogadores talentosos, com uma geração fantástica, mas que fruto do seu ranking actual não tem a sorte de ficar em grupos acessíveis. No sorteio para a fase de qualificação do Euro 2012, os belgas ficaram apenas no pote 4, num grupo que tinha a Alemanha, Turquia, Áustria, Azerbaijão e Cazaquistão. O 3º lugar a 2 pontos da Turquia impediu a Bélgica de participar no playoff e de regressar a uma grande prova internacional (a última foi o Mundial 2002, onde caíram perante o campeão Brasil). O sorteio para a fase de qualificação para o Mundial 2014 é igualmente perigoso, pois colocou a Bélgica no grupo A, juntamente com a Croácia, Sérvia, Escócia, Macedónia e País de Gales. Croatas e sérvios estão habituados a jogar as grandes competições internacionais, a Escócia é sempre um adversário a ter em conta, enquanto que os galeses estão em claro crescendo de forma (também apresentam alguns nomes interessantes). Apesar de não haver um grande tubarão mundial no grupo, existe grande equilíbrio e competitividade, algo que esta geração belga terá que ultrapassar para marcar presença no Brasil 2014.

Aqui ficam alguns dos principais nomes desta geração do futebol belga:
Hazard (21 anos) - Considerado o melhor jogador da Ligue 1
Kompany (26) - Considerado o melhor jogador da Premier League
Vertonghen (25) - Considerado o melhor jogador da Eredivisie
Courtois (20) - Um dos guarda-redes mais promissores do Mundo
Witsel (23) - Um dos 7 melhores jogadores a actuar em Portugal
Vermaelen (26) - O melhor central que passou pelo Arsenal desde Tony Adams
Mertens (25) - Um dos jogadores mais talentosos a actuar na Holanda
A que podemos juntar: Alderweired, Defour, Chadli, Dembelé, Fellaini, Jelle Vossen, Kevin De Bruyne, Boyata, entre vários outros. Em suma, uma base de jogadores fantásticos, na sua maioria ainda muito jovens e que podem fazer desta selecção (é vital chegar ao Mundial 2014) um caso sério no futebol Europeu. Estará o Euro 2012 mais pobre devido à ausência de jogadores como Hazard, Kompany, Vermaelen, entre outros. Que selecções se podem gabar de terem ao seu serviço o melhor jogador a actuar em França, o melhor jogador a actuar na Holanda, e o melhor jogador a actuar na Premier League (pelo menos assim foram considerados esta época)? Conseguirá a Bélgica marcar presença no Mundial 2014? Que outras selecções/jogadores fazem falta a este Euro 2012?