sábado, 31 de Dezembro de 2011

No ano de 2011, foram várias as figuras internacionais que se evidenciaram, alcançando feitos que irão ficar na memória de quem teve o privilégio de assistir. Josep Guardiola, que em poucos anos como técnico principal já venceu tudo, teve mais um ano memorável. O Barcelona conquistou La Liga e a Supertaça a nível interno, somando ainda a Liga dos Campeões, Supertaça Europeia e o Campeonato do Mundo de Clubes. Em tão poucos anos como treinador é notável o seu palmarés. Lionel Messi, a figura principal dos catalães, teve mais um ano onde passeou classe pelos relvados, marcando 55 golos em 57 jogos com a camisola blaugrana, tendo feito o gosto ao pé em todas as competições. Novak Djokovic teve um ano inesquecível, conquistou três Grand Slams (Open da Austrália, Wimbledon e US Open) e cinco Masters 1000. O atleta sérvio teve um inicio de temporada onde se revelou invencível, conseguindo uma série de 41 vitórias consecutivas. Terminou o ano com um prémio monetário de 9,6 milhões de euros arrecadados, um recorde anual no ATP Tour e na liderança do ranking mundial. Cadel Evans conseguiu a maior proeza da carreira, ao vencer, pela primeira vez o Tour, depois de dois segundos lugares a apenas 23 e 57segundos do vencedor, nos anos de 2007 e 2008, respectivamente. Mark Cavendish venceu etapas atrás de etapas no Giro e no Tour, sendo ainda coroado Campeão do Mundo de estrada. Kelly Slater, o maior nome da história do surf, foi mais uma vez campeão mundial, o 11º título da sua carreira. Sebastien Vettel, é o mais novo bicampeão da história da Fórmula1. Em 2011, conseguiu umas incríveis 15 pole positions (superou o recorde de Nigel Mansell de 14 em 1992), 11 vitórias e 17 pódios em 19 corridas, vencendo o campeonato com 122 pontos de vantagem.

Mas na opinião do VM, quem mais se destacou em 2011 foi Dirk Nowitzki. O super jogador alemão, nascido a 19 de Junho de de 1978 em Wurzburg, conseguiu o seu primeiro título na NBA, o primeiro também para a equipa de Dallas. Liderou a equipa durante toda a fase regular e foi o MVP dos Finals, com médias de 26 pontos e 9,7 ressaltos. Decidiu o segundo jogo, em Miami, com um cesto a 3,6 segundos do fim e foi sempre uma peça chave nos restantes jogos, com cestos importantes. Depois de inúmeras distinções a nível individual, o anel de campeão é a cereja no topo do bolo da sua brilhante carreira. Dez vezes nomeado para o All Star Game, Nowitzki é um dos quatro jogadores da história da Liga com médias superiores a 25 pontos e 10 ressaltos por jogo nos playoffs (25.9 pontos e 10,4 ressaltos). Juntamente com Kareem Abdul-Jabbar são os únicos atletas a conseguirem acima de 30 pontos e 15 ressaltos em quatro jogos consecutivos nos playoffs. É o primeiro jogador europeu a receber o prémio de MVP da fase regular, além de possuir inúmeros recordes do franchise. É para muitos considerado o melhor jogador europeu da história da NBA.

Quem foi a figura internacional de 2011? Desilusões? Quem se irá destacar em 2012?

A. Carvalho

O ano de 2011 trouxe um FC Porto dominador. André Villas-Boas foi o líder de uma equipa que contou com Falcao e Hulk bastante inspirados. O colombiano foi o rei da Liga Europa, enquanto que o brasileiro foi o goleador do campeonato. Os dragões foram campeões sem qualquer derrota (pela 1ª vez na sua história), conquistaram a Liga Europa, Taça de Portugal e Supertaça. O mais directo rival foi o Benfica, mas a larga distância. O mau início de temporada colocou os encarnados longe do título, apesar de uma excelente reacção em Janeiro e Fevereiro. A equipa de Jorge Jesus conquistou a Taça da Liga, mas falhou rotundamente na Taça de Portugal (permitiu a reviravolta dos dragões) e na Liga Europa (eliminado nas meias finais pelo Sp. Braga). O Sporting viveu nova temporada difícil, ficando longe dos dois primeiros lugares (36 pts do FC Porto e 15 pts do Benfica). Quanto ao Sp. Braga, Domingos voltou a colocar os minhotos na história ao chegar à final da Liga Europa.

2012

O início da temporada 2011/12 trouxe maior emotividade à Liga, com o baixar de forma do FC Porto e subida do Sporting. Assim, teremos um campeonato discutido ao milímetro entre dragões, águias e leões, no qual luta para entrar o Sp. Braga. Os gverreiros têm mostrado alguma irregularidade nos resultados, mas ainda não estão fora da luta pelo título. Na Europa, apenas o Benfica continua na Liga dos Campeões e com legitimas esperanças de chegar aos quartos-de-final. FC Porto, Sporting e Sp. Braga querem repetir uma final europeia entre clubes portugueses, contudo, o sorteio não foi muito favorável às cores nacionais. Para o novo ano, espera-se grande equilíbrio no topo da Liga ZON-Sagres. Com os grandes nacionais em poupanças, não se esperam reforços “bomba” em Janeiro, pelo que FC Porto, Benfica e Sporting terão que fazer apenas pequenos ajustes.

Quem se sagrará campeão nacional? Conseguirão os clubes portugueses erguer algum troféu europeu? Qual foi o melhor jogador de 2011 (estrangeiro e português)?

O VM deseja para 2012 as maiores felicidades àqueles que connosco seguem o desporto nacional e internacional. Que o novo ano vos permita atingir os vossos objectivos pessoais e desportivos.

Nos relvados, nas pistas, nas arenas, nos pavilhões, que o espectáculo, fair-play e emoção sejam as notas dominantes, e no campo pessoal e profissional que o próximo ano vos traga muito sucesso. Sabemos que nem sempre a nossa Visão imparcial, isenta e conhecedora (para alguns arrogante) agrada a todos, mas não queríamos deixar fugir esta oportunidade sem deixar uma mensagem não só de felicidades, mas igualmente de obrigado, pois sem vocês (e o vosso feedback), seria impossível chegar onde estamos neste momento.

Um especial agradecimento e voto de felicidades para os nossos colaboradores: F. Nascimento, T. Cunha, A. Mesquita, R. Alves, A. Borges, A. Costa, José P., A. Carvalho, Nuno R., C. Soares, Francisco Paiva, Diogo Miguel, E. Ribeiro. Sem eles, a tarefa dos administradores Pedro_M, Sergio_Alj, T. Cunha e M. Gonçalves seria deveras complicada.

Bom Ano Novo!

sexta-feira, 30 de Dezembro de 2011

FC Porto - O VM já tinha noticiado o interesse dos dragões no jovem Filip Kostic (ver aqui), contudo, os dirigentes do Radnicki 1923 (4º classificado da Liga Sérvia) só aceitam vender o jogador por 2 milhões de euros. Valerá a aposta no jogador ou neste momento 2 milhões de euros são demasiado?

Cristian Rodriguez - O médio ofensivo dos dragões é novamente apontado a Itália, desta vez, à Lazio de Roma. O facto do uruguaio ter um passaporte italiano e ter conquistado bastantes títulos nos últimos anos, agrada aos dirigentes italianos, de acordo com a imprensa transalpina. Por onde passará o futuro de "Cebola" Rodriguez?

Rinaudo - O nome do médio argentino foi hoje associado ao Nápoles. De acordo com a fonte italiana, o clube azzurri pretende um médio defensivo, tendo como alvos prioritários Rinaudo, Ezequiel Cirigliano (River Plate) e Claudio Yacob (Racing Club).

Sporting - O Lille está interessado na contratação de Ricky Van Wolfswinkel já em Janeiro. Os franceses estão à procura de um homem-golo, com margem de progressão e o holandês agrada ao campeão francês. Poderá vir alguma proposta de França por RVW?

Miguel Veloso - O médio do Génova interessa a emblemas russos, nomeadamente ao Zenit, Lokomotiv e ao CSKA de Moscovo. As boas exibições pelo clube italiano e pela selecção nacional poderão abrir novas portas ao português. O futuro do jogador passará pela Rússia?

Premier League - O Liverpool derrotou o Newcastle por 3-1 e igualou o Chelsea na Liga Inglesa. Os magpies estiveram em vantagem (auto-golo de Agger), contudo os reds deram a volta ao marcador por intermédio de Bellamy (2 golos) e Gerrard.

Mercado - Douglas (tinha proposta de um clube português), lateral-direito do Goiás, assinou pelo Internacional de Porto Alegre; Fran Mérida também na calha para o Saragoça; Kameni a caminho do Málaga; Soares (médio emprestado ao Recreativo Huelva) pede novo clube ao FC Porto; Barcelona prepara 30 milhões por Bale; médio Alphousseyni Keita reforça União de Leiria; Macheda (Man. United) emprestado ao QPR; Habib rejeitou proposta de Jiangsu Shuntian (China); Henry de regresso ao Arsenal; Gary Cahill a um passo do Chelsea.

NBA - New Jersey Nets @ Orlando Magic 78-94 - Marshon Brooks 17pts; Ryan Anderson 22pts e Dwight Howard 16pts/24rbs; vitória fácil para os Magic, que dominaram quase sempre; os Nets demonstraram mais uma vez as suas fragilidades e com Howard a dominar por completo nas tabelas, a tarefa da equipa de Orlando ficou mais facilitada; Jameer Nelson lesionou-se; San Antonio Spurs @ Houston Rockets 85-105 - DeJuan Blair 22pts/12rbs e Tony Parker 12pts; Kevin Martin 25pts e Luis Scola 18pts; vitória surpreendente, especialmente pela margem pontual; os Rockets foram dominadores e os Spurs estiveram irreconhecíveis e a confirmar isso mesmo está o facto de Gregg Popovich ter dado poucos minutos de jogo a Ginobili e Duncan; Dallas Mavericks @ Oklahoma City Thunder 102-104 - Dirk Nowitzki 29pts/10rbs e Jason Terry 16pts; Kevin Durant 30pts/11rbs e Serge Ibaka 16pts; jogo épico em Oklahoma, para mais tarde recordar; depois de 47min de vários altos e baixos, mas sempre com grande equilíbrio no marcador, eis que deixaram o melhor para o fim; os Thunder conseguiram uma vantagem importante de 5 pontos, mas um triplo de Jason Terry e outro de Vince Carter a 1.4seg do fim viraram por completo o resultado e esperava-se que os Mavs iriam conquistar a 1ª vitória da época; no entanto Durant ainda tinha uma palavra a dizer e no último lance da partida consegue um grande triplo e com esse buzzerbeater deu a vitória à sua equipa e pôs o pavilhão em festa; Chicago Bulls @ Sacramento Kings 108-98 - Derrick Rose 19pts e Carlos Boozer 16pts/15rbs; Marcus Thornton 20pts e Tyreke Evans 19pts; os Kings deram luta, mas os Bulls voltaram às boas exibições; com Rose a liderar e uma entrada forte na partida, a equipa de Chicago conquistou uma vitória justa; Denver Nuggets @ Portland Trail Blazers 102-111 - Ty Lawson 25pts e Arron Afflalo 19pts; Wesley Matthews 25pts e Raymond Felton 23pts; grande jogo de basquetebol entre duas equipas que entraram muito bem nesta temporada; o encontro foi quase sempre equilibrado, mas na parte final os triplos da equipa da casa fizeram a diferença e os Blazers conquistaram uma vitória que acabou por ser justa; New York Knicks @ LA Lakers 82-99 - Carmelo Anthony 27pts e Tyson Chandler 13pts/11rbs; Kobe Bryant 28pts e Pau Gasol 16pts/10rbs; vitória clara dos Lakers, que começam a atingir a melhor forma; a equipa de LA esteve muito bem a nível defensivo e juntamente com alguns péssimos períodos dos Knicks, o resultado foi uma vitória da equipa da casa por números expressivos; Bynum cumpriu o seu último jogo de suspensão.

No âmbito da eleição promovida no site oficial do Sporting sobre o 'melhor 11 de sempre', o Visão de Mercado decidiu confrontar os seus leitores sobre este tema em relação aos ditos 3 "grandes", reduzindo a eleição aos últimos 18 anos (devido à juventude dos nossos visitantes e por no nosso entender ser mais justo nomear quem os leitores realmente viram jogar), ou seja, contam apenas os jogadores que actuaram no Benfica, FC Porto e Sporting desde a época 1993/1994 (inclusive). Aqui ficam as 5 opções do Sporting para a posição de avançado centro:

Liedson - 2003/04 até 2010/11 (214 jogos no campeonato e 116 golos)
"Beto" Acosta - 1998/99 até 2000/01 (77 jogos e 39 golos)
Iordanov - 1993/94 até 2000/01 (134 jogos e 43 golos*)
Juskowiak - 1993/94 até 1994/95 (48 jogos e 16 golos*)
Mário Jardel - 2001/02 até 2002/03 (49 jogos e 53 golos)

*Iordanov estreou-se no Sporting na temporada 1991/92, tendo realizado 50 jogos (13 golos) até final da temporada 1992/93. Juskowiak estreou-se no Sporting na temporada 1992/93, tendo realizado 25 jogos (9 golos) até final da temporada.

Qual o melhor avançado do Sporting dos últimos 18 anos? Gostaríamos que os leitores justificassem a opção, e mencionassem igualmente se o critério de escolha foi: os títulos, os encontros que disputou por este clube, a sua qualidade ou o que atingiu depois de passar por este "grande". Comentários com jogadores fora desta escala temporal (últimos 18 anos) ou com aquele discurso infantil habitual do porquê que nomearam este e deixaram aquele de fora (são 5 opções por posição, se as outras 4 não agradam, ignorem), não vão ser aceites. Quando o post chegar aos 300 comentários (temos uma média de 29 mil visitas por dia, como tal, é um número perfeitamente alcançável desde que todos colaborem), divulgamos o resultado.

Dêem o vosso parecer (no respectivo post, basta carregar em cima da posição) em relação às outras posições (se os posts não chegarem pelo menos aos 300 comentários, esta eleição do melhor 11, não faz nenhum sentido):
PS - COMO SABEM NESTE E EM QUALQUER POST NÃO ACEITAMOS COMENTÁRIOS DE ANÓNIMOS (Carreguem na opção Comentar como, seleccionem Nome/URL, coloquem algum nome (pode ser falso ou até mesmo um nick, desde que ajude o diálogo e não algo disparatado como números ou "eu" e depois comentem).

Esta foi uma posição onde Fernando e Javi Garcia estiveram em grande nível durante todo o ano, registando-se um empate técnico entre ambos. No entanto, optámos por colocar o brasileiro em primeiro, simplesmente porque foi um ano mais risonho para o Porto em termos de títulos. São dois dos jogadores mais influentes nas respectivas equipas, com características semelhantes e de uma regularidade impressionante. No último lugar, premiámos o excelente final de temporada realizado por Custódio, que foi importantíssimo na caminhada europeia do Braga, nomeadamente apontando o golo decisivo na meia final frente ao Benfica.

Num ano sem europeus e mundiais, o destaque vai inteiro para o Barcelona. Os comandados de Guardiola foram uns autênticos "papa-títulos" e, sem grandes dúvidas, uma das melhores equipas da história: Em 2011, os catalães conquistaram a Liga dos Campeões, Supertaça Europeia, La Liga, Supertaça de Espanha e Campeonato do Mundo de Clubes (faltou apenas a Copa do Rei). O Real Madrid de Mourinho e Cristiano Ronaldo tentou fazer frente ao rival da Catalunha, contudo, e apesar do elevado número de golos marcados (CR7 bateu mesmo recordes), os merengues apenas bateram o Barcelona na final da Copa do Rei.

O Manchester United sagrou-se campeão inglês e ultrapassou o Liverpool em número de títulos da Liga Inglesa (19 contra 18), com Nani em grande destaque (rei das assistências). Os red devils ainda chegaram à final da Liga dos Campeões, mas caíram perante o Barcelona. Em Itália, o AC Milan voltou a sorrir 7 anos depois da última conquista. Comandados por Allegri, os rossoneri dominaram por completo a Liga Italiana, com destaque para a tripla do ataque (Ibra, Pato e Robinho marcaram 14 golos cada). Nápoles e Sampdoria, dois históricos, conheceram destinos diferentes, com os napolitanos a qualificarem-se para a Liga dos Campeões, enquanto que os genoveses foram despromovidos à Serie B. Na Alemanha, o Borussia Dortmund quebrou um jejum de 9 anos e conquistou o seu 4º título da história, demonstrando grande qualidade, juventude e uma defesa de betão (apenas 22 golos cedidos). Mario Gomez liderou a ofensiva do Bayern (melhor ataque com 81 golos) que foi um desastre na defensiva. Na Ligue 1, o equilíbrio foi desfeito no final, com uma excelente performance do Lille. A equipa do norte de França conquistou um título que escapava à 57 anos, muito por culpa de Gervinho, Hazard, Cabaye e Moussa Sow. Na América do Sul, o Santos foi o rei da Libertadores (com Neymar em destaque), enquanto que o Corinthians venceu um equilibradíssimo Brasileirão. O Clausura 2011 confirmou o Velez Sarsfield como campeão, ao mesmo tempo que o histórico River Plate era relegado para a II Divisão. O Boca Juniors, sem grandes sobressaltos, conquistou o Apertura 2011, sem qualquer derrota no registo.

2012

A nível de selecções, o novo ano irá colocar em confronto as melhores 16 da Europa, num Euro disputado a Leste (Polónia e Ucrânia). Portugal voltou a não falhar uma grande competição e parte com legítimas esperanças a sonhar alto (quem conseguir ultrapassar Dinamarca, Holanda e Alemanha na fase de grupos, poderá sonhar com o título). Espanha e Alemanha partem como grandes favoritos, mas numa prova tão equilibrada, tudo é possível. Na Liga dos Campeões, a fase de grupos colocou algumas surpresas na fase a eliminar, contudo, Barcelona, Real Madrid e Bayern Munique têm caminho aberto até aos quartos-de-final, altura em que poderemos assistir a encontros de titãs (Arsenal-AC Milan é o cabeça de cartaz dos oitavos). Nos campeonatos internos, Real Madrid e Barcelona vão ter nova luta até final, numa La Liga cada vez mais bipolarizada (merengues e catalães poderão mesmo chegar às 30 vitórias, tal como em 2009/10). Na Premier League, Manchester City e United estão taco-a-taco na tabela, sendo os únicos verdadeiros candidatos ao título (Tottenham está à espreita, enquanto que Arsenal e Chelsea mostram grande irregularidade). Em Itália, Juventus, AC Milan, Udinese e Lazio estão em grande luta na tabela, com os irregulares Inter, Roma e Nápoles à espreita. O milionário PSG procura um título que foge há muito, enquanto que na Alemanha, o Bayern tem forte concorrência do Borussia Dortmund, Schalke 04 e Borussia Moechengladbach.

Quem conquistará os títulos de campeão nos principais campeonatos europeus? Qual foi o melhor jogador de 2011? Qual o grande momento de 2011?

É bonito, é rico, é o melhor jogador português da actualidade e de todos os tempos. Cristiano Ronaldo realizou mais uma temporada onde pulverizou recordes, sobretudo ao nível de golos, tendo facturado por 40 ocasiões na liga espanhola, sagrando-se bota de ouro pela segunda vez na sua carreira. Faltaram os títulos colectivos, mas ainda assim foi dele o cabeceamento que ofereceu o primeiro título da “era Mourinho” em Madrid. Goste-se ou não, CR7 é uma verdadeira “máquina”, o protótipo de jogador perfeito a todos os níveis, sendo a sua eleição indiscutível. Atrás do internacional português surge Gareth Bale. O extremo galês foi uma das figuras do ano, em grande parte devido ao seu desempenho na Liga dos Campeões ao serviço do Tottenham, rubricando grandes exibições e por ter sido eleito (de maneira oficial) o melhor jogador da Premier League. A completar o nosso pódio, o prodígio do Santos, Neymar. Pode ser franzino, mas foi o maior destaque do Brasileirão e da Libertadores. Aos 19 anos, tem tudo para singrar como um dos melhores jogadores do mundo.

Melhor 11 de 2011 para o Visão de Mercado (carregue nos jogadores e dê a sua alternativa):
GR - Neuer
Lat.direito - Dani Alves
Lat.esquerdo - Marcelo
Central (lado direito) - Piqué
Central (lado esquerdo) - Vidic
Médio defensivo - Yaya Touré
Melhor médio - Xavi
Médio ofensivo - Iniesta

A. Mesquita

Em 2011, muitos foram os desportistas que se destacaram, nas mais diversas modalidades. Desde Lionel Messi, Guardiola, Blake, Bolt, Cadel Evans a Novak Djokovic, passando por Sebastian Vettel, todos marcaram a sua posição no contexto do desporto internacional e realizaram campanhas extraordinárias. Nesse sentido, questionamos os nossos leitores sobre qual a principal figura do ano (pode ser um nome que não tenha sido citado) em termos desportivos.

quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011

Sporting - O presidente leonino confirmou hoje que não há dinheiro para reforços, que a chegarem, serão ou por empréstimo ou pelo regresso de jogadores da casa que estejam emprestados a outros clubes. Godinho Lopes garantiu ainda que não sairá ninguém do plantel às ordens de Domingos Paciência. Tendo em conta as afirmações do líder verde e branco e as debilidades do plantel, estarão nomes como Wilson Eduardo ou Nuno Reis entre as possíveis escolhas? E Pongolle, que tem estado em bom plano no S.Etienne, poderá regressar a Alvalade e ser uma alternativa válida para o ataque?

Futebol Internacional - O Porto e o Benfica são as melhores equipas da Europa em termos de pontos por jogo (13 já disputados, 33 pontos): 2,53 por 2,5, superando o Real Madrid e os clubes de Manchester. A turma de Mourinho é quem tem a melhor diferença de golos (+41) entre os líderes (o Barça tem +42), batendo o City (+38) e o United (+33), que surgem logo a seguir. Nos líderes dos restantes países, destaque para o Panathinaikos, que tem 2,41 pontos em 12 jogos (+15), para o Bayern de Munique (2,17 pontos por jogo, +33), Milan e Juventus (2,12 pontos por jogo, +19 e +16, respectivamente), PSG (2,10 pontos por jogo, +14), Galatasaray (2,17 pontos por jogo, +16), D.Bucareste (2,22 pontos por jogo, +22), Anderlecht (2,10 pontos por jogo, +21) e, por fim, o PSV (2,17 pontos por jogo, +29).

Benfica - Para além do processo disciplinar que será instaurado a Enzo Pérez por não se ter apresentado no regresso ao trabalho, os encarnados poderão também avançar para uma queixa formal na FIFA contra o Estudiantes, por assédio a um jogador com contrato.

Olhanense - De acordo com o que o VM apurou, depois da rescisão de contrato com Daúto Faquirá, o emblema algarvio prepara-se para anunciar Manuel Machado como o novo treinador. Escolha acertada?

Mercado - Tal como o VM tinha adiantado, Rodrigo Gallo cedido ao Gil Vicente; Carrillo nos planos do Deportivo; Cruzeiro pretende incluir o jovem extremo Sebá (por empréstimo com opção de compra), de 19 anos, que actua preferencialmente pela direita, no negócio Walter; Benaldija vai mesmo para o Marítimo, notícia avançada em 1ª mão pelo VM.

Ricardinho - O craque português rescindiu o contrato que o ligava ao CSKA Moscovo, podendo agora decidir o seu futuro. Contudo, o próprio afirmou ter várias propostas do estrangeiro, mas nenhuma de Portugal. Qual será o destino do melhor jogador do mundo?

NBA - Indiana Pacers @ Toronto Raptors 90-85 (Danny Granger 21pts e Paul George 18pts; DeMar DeRozan 22pts e Andrea Bargnani 21pts; jogo de fraca pontuação, com os Pacers a serem mais fortes nos momentos decisivos, onde a experiência e qualidade de Granger e West veio ao de cima); Miami Heat @ Charlotte Bobcats 96-95 (Lebron James 35pts e Chris Bosh 25pts; Gerald Henderson 21pts e DJ Augustin 20pts; vitória bastante suada dos Heat e bem mais difícil do que se esperava; os Bobcats fizeram uma grande exibição, mas a qualidade de Lebron e um cesto de Wade a 3seg do fim resolveram o jogo para a equipa de Miami); Washington Wizards @ Atlanta Hawks 83-101 (Nick Young 21pts e John Wall 20pts; Joe Johnson 18pts e Josh Smith 15pts/10rbs; vitória normal dos Hawks, que raramente tiveram problemas durante o encontro; o domínio foi absoluto, à excepção do último período, mas a diferença pontual espelha bem o que se passou em campo); Cleveland Cavaliers @ Detroit Pistons 105-89 (Samardo Samuels 17pts e Ramon Sessions 16pts; Ben Gordon 25pts e Brandon Knight 23pts; vitória gorda dos Cavs, mas que acabou por ser justa porque dominaram a todos os níveis; a vida dos Pistons, outrora uma das melhores equipas da Liga, está bastante complicada e alguma coisa terão de fazer para alterar o rumo da situação); Oklahoma City Thunder @ Memphis Grizzlies 98-95 (Kevin Durant 32pts e James Harden 20pts; Zach Randolph 24pts/12rbs e Rudy Gay 19pts/12rbs; grande jogo de basquetebol entre duas forças em ascensão na Conferência Oeste; houve grande emoção e indefinição no vencedor até final, mas Durant foi mais uma vez o herói dos Thunder; destaque ainda para a péssima exibição de Westbrook e ainda para a lesão de Mike Conley); Boston Celtics @ New Orleans Hornets 78-97 (Ray Allen 15pts e Rajon Rondo 13pts; Jarrett Jack 21pts e Carl Landry 20pts/11rbs; mais uma derrota para os Celtics, que não estiveram de todo ao seu nível; os Hornets produziram uma boa exibição e o seu forte jogo interior fez a diferença; Eric Gordon não jogou na equipa da casa e Paul Pierce esteve também de fora na equipa de Boston); LA Clippers @ San Antonio Spurs 90-115 (Blake Griffin 28pts; Manu Ginobili 24pts e DeJuan Blair 20pts; depois de uma 1ª parte equilibrada, os Spurs partiram para um grande 3º período e conquistaram uma vitória expressiva, mas justa; a experiência e a defesa da equipa de San Antonio fizeram a diferença, assim como os 10 triplos concretizados); Utah Jazz @ Denver Nuggets 100-117 (Al Jefferson 19pts e Paul Millsap 13pts; Nené Hilário 25pts e Al Harrington 18pts; festival ofensivo da equipa da casa, que conseguiu com justiça e clareza uma vitória gorda que os coloca no grupo das equipas invencíveis até ao momento); Philadelphia 76’ers @ Phoenix Suns 103-83 (Andre Iguodala 15pts e Thaddeus Young 15pts; Ronnie Price 16pts e Grant Hill 14pts; os Sixers controlaram quase sempre as operações e só abrandaram no 4º período; a defesa da equipa de Philadelphia e os turnovers dos Suns foram determinantes para o avolumar do resultado; Jrue Holiday lesionou-se num joelho); New York Knicks @ Golden State Warriors 78-92 (A’mare Stoudemire 16pts/10rbs e Landry Fields 14pts; Monta Ellis 22pts e Brandon Rush 19pts; a má exibição das estrelas dos Knicks e ainda um péssimo 4º período da equipa, conduziram a uma vitória da equipa da casa; os Warriors mudaram para melhor, talvez por influência do seu treinador, conseguindo agora ser uma boa equipa a nível defensivo e de team chemistry; Stephen Curry não jogou por lesão).

Para fazer dupla com Otamendi, mais um central portista, desta feita Rolando. Apesar de não ser um jogador de top (estamos apenas a avaliar o que aconteceu no último ano e não a valia individual), é juntamente com Álvaro Pereira indiscutível no quarteto defensivo do Porto. Manteve a regularidade ao longo da temporada, conquistando tudo o que havia para ganhar em 2011 (marcou golos bastante importantes, como por exemplo em Sevilha). No segundo posto, Luisão merece a nossa distinção. O experiente capitão encarnado foi novamente o patrão da defensiva encarnada, demonstrando grande consistência exibicional. Para concluir o pódio, optámos pelo norte-americano Onyewu, que esteve em bom plano na primeira metade da temporada, dando inclusive 6 pontos aos leões.

É um exercício habitual no final de cada ano: relembram-se os momentos bons, recordam-se outros menos felizes. Na última categoria entram aqueles que nos fazem acreditar que o ano de 2011 ficou mais pobre. Futebolisticamente falando. Falamos dos jogadores que se retiraram, e que deixaram um vazio nos clubes e selecções que representavam.

Talvez o mais emblemático tenha sido Ronaldo, o 'Fenómeno'. Aos 35 anos, aquele que foi um dos melhores jogadores da história do futebol mundial retirou-se, envergando as cores do Corinthians. Com passagens de sucesso (umas mais que outras) por Cruzeiro, PSV, Barcelona, Inter, Real Madrid e Milão, Ronaldo somou 346 golos em 538 jogos, o que dá uma média bárbara de 18 tentos por época. Decisivo pelo Brasil no Mundial de 2002, era até ao ano passado o melhor marcador em fases finais da referida prova. Um craque de que sentiremos falta. Viajando para latitudes mais afastadas, outro avançado disse adeus aos relvados: Martín Palermo (38 anos), um dos grandes ídolos do Boca Juniors. Conquistou quatro Aperturas e dois Clausuras, às quais juntou duas Libertadores. Tem uma média de carreira incrível: 0,5 golos por jogos, o que faz com que 'El Loco' perdure na nossa memória como um avançado temível e de um oportunismo fora do comum. A meio-campo, talvez a ausência que hoje mais se faz notar: Paul Scholes (37), mais conhecido como o 'Feiticeiro de Old Trafford'. Disputou um total de 676 jogos pelo Manchester United, assinando 150 golos. Apesar de ser reconhecido como um médio de contenção, tem números de um avançado de elite: 0,22 golos por jogos no decorrer de 18 temporadas. Dono de um disparo e meia distância como raramente se vêem, o melhor elogio que se lhe pode fazer é a lacuna que deixou no United, clube onde jogou toda uma vida. Ainda no meio campo, o futebol perdeu dois jogadores franceses que marcaram a sua geração: Patrick Vieira e Claude Makelele. O primeiro fez grande parte da carreira no Arsenal (terminou-a no City), chegando a capitanear a turma londrina, conquistando 3 campeonatos. Esteve nos mais importantes títulos do seu país, nomeadamente o Mundial 98 e o Euro 2000. Quanto ao segundo, pertenceu aos "Galácticos" do Real Madrid, onde conquistou uma Champions, acabando por sair para o Chelsea. Venceu 2 campeonatos com Mourinho, aposentando-se aos 38 anos, no PSG. Recuando um pouco no campo, deparamo-nos com Fabio Cannavaro (38), indiscutivelmente um dos centrais mais elegantes (por vezes excessivamente duro) que já pisaram os grandes palcos do desporto-rei. Venceu a Bola de Ouro em 2006, uma novidade para um defesa, que o coroou como o melhor jogador do mundo naquele ano. Escolha duvidosa ou não, 'Il Capitano' deixará saudades. Esta lista não ficaria completa sem um homem para guardar o último reduto da mesma: Edwin Van der Sar (40), um dos guardiões que, na casa dos quarenta, conservou a elasticidade e reflexos que o fizeram saltar da casa-mãe em Amsterdão para a Juventus. Foi o único a fazer esquecer Schmeichel, o que já é dizer muito das qualidades deste holandês voador. Para além destes, nomes como os dos goleadores Jan Koller, o gigante checo de 2,02 que apontou 55 golos em 91 jogos pela sua selecção, Jon Dahl Tomasson, dinamarquês que fez o gosto ao pé por 55 ocasiões nas 110 internacionalizações pelo país nórdico, Sami Hyypiä ou Jerzy Dudek deixam igualmente saudade.

Quais as memórias que guardam destes jogadores?

A. Borges

De acordo com a imprensa brasileira, Xandão, defesa central do São Paulo, pode reforçar o Sporting nos próximos dias. O jogador de 23 anos e 1,93m deverá chegar a Alvalade por empréstimo de 1 ano, com opção de compra. O negócio está muito próximo de se concretizar, faltando apenas acertar alguns detalhes para que seja concluído. VM - A possível chegada do brasileiro demonstra a vontade dos dirigentes verde e brancos em aumentar significativamente a estatura da equipa. Com o regresso de Breno ao emblema tricolor, que conta já com Rhodolfo e Uvini, Xandão vê a sua margem de manobra diminuir consideravelmente. Ainda sem experiência no futebol europeu, veremos como se adapta, sendo certo que é um elemento que apesar da sua altura, é relativamente ágil. Boa escolha dos leões? A confirmar-se a contratação de Xandão, quem formará a dupla de centrais do Sporting na 2ª metade da época? Poderá o emblema de Alvalade incluir A.Polga num negócio com um clube brasileiro?

Segundo a imprensa italiana, a AS Roma tem como alvo preferencial Fredy Guarin para o reforço do seu meio campo. Nos últimos dias, o Porto terá recusado uma proposta de empréstimo com opção de compra, pois apenas aceita transferir o colombiano a título definitivo. Já o emblema italiano tem tentado convencer os dirigentes azuis e brancos a reduzir o preço do negócio, pretendendo um empréstimo (pagando desde já 4 milhões de euros) com opção de compra no final da temporada de 8 milhões de euros. Qual o valor de mercado de Guarin?

O Liverpool tem vindo a acompanhar a situação de Fucile, estando bastante interessado em contar com o lateral já em Janeiro. Em Agosto, o clube inglês pretendeu a contratação do uruguaio, mas esbarrou nas exigências colocadas pelo Porto (20 milhões). O facto do jogador ter perdido a titularidade fez com que os dragões admitissem negociá-lo no mercado de Inverno por valores bem mais baixos. Qual o valor de mercado de Fucile? O que parece certo é que o fracasso na Champions obrigará os azuis e brancos a vender no mercado de Inverno. A entrada de Danilo dá também alternativas não só para a lateral-direita, como para o meio campo. 

2011

Depois de um ano de 2010 em que o sucesso do futsal assumiu proporções nunca antes vistas, 2011 não foi assim tão positivo nesta modalidade, que continua em expansão no panorama nacional. A pior notícia foi mesmo o abandono de seis equipas da principal divisão nacional, devido a problemas financeiros. Emblemas com tradição e sucesso como a Fundação Jorge Antunes ou o Instituto D. João V não aguentaram a crise económica que se verifica actualmente e, para desgosto dos amantes da modalidade, tiveram de abandonar a competição. Em termos europeus, depois da vitória em 2010 do Benfica, o Sporting não conseguiu repetir a proeza, perdendo na final para os italianos do Montesilvano. Por sua vez, os encarnados perderam nas meias finais com a mesma equipa e quedaram-se pelo 4º lugar.

No que diz respeito às competições nacionais, depois de o Benfica ter acabado a fase regular no 1º lugar, foi o Sporting quem se sagrou campeão nacional ao derrotar o grande rival por 3-0 na final. Foram três jogos bastante emotivos (o primeiro foi decidido em penaltys e o último após prolongamento), onde os leões foram mais inteligente e eficazes, especialmente nas situações de 5x4, conseguindo vários golos importantíssimos. No que toca à Taça de Portugal, foi também a turma de Orlando Duarte a levantar o troféu, batendo novamente as águias, por 3-2, após prolongamento.

A época em curso começou como é hábito com a disputa da Supertaça, onde a história foi outra, com o Benfica a levar a melhor sobre o Sporting por 3-2, em mais um jogo de grande emoção (o guarda-redes do Benfica marcou o golo da vitória). No que toca ao campeonato, é o clube da Luz que segue na frente, com 2 pontos de avanço sobre os leões. Os dois rivais já jogaram por duas ocasiões, registando-se dois empates. Na 1ª volta, no jogo disputado no Pavilhão Paz e Amizade em Loures, o resultado foi de 4-4, com Joel Queirós a ser a figura da equipa encarnada ao apontar três golos. Mais recentemente, na Luz, a partida terminou 1-1, resultado que deixa tudo em aberto para o que falta da fase regular. Destaque ainda para as grandes prestações dos Leões de Porto Salvo e do Módicus (3º e 4º respectivamente) que aproveitaram as desistências das equipas já referidas e também o facto de o Belenenses se ter tornado uma equipa amadora. A finalizar o ano, a selecção nacional qualificou-se para o play-off de acesso ao Mundial, ficando em 1º lugar no seu grupo, que tinha ainda Eslováquia, França e Lituânia.

2012

No próximo ano Portugal estará presente no Europeu (a disputar em Fevereiro, na Croácia) e em princípio no Mundial (em Novembro, na Tailândia). As perspectivas são boas, pois a nossa selecção apresenta condições para chegar às rondas finais das competições. A nível europeu de clubes, o Sporting irá mais uma vez estar presente na Final-Four da UEFA Futsal Cup, juntamente com Barcelona, Marca Futsal e Dínano Moscovo. No que diz respeito ao campeonato nacional, perspectiva-se uma grande luta entre Benfica e Sporting. São sem dúvida as duas equipas mais fortes, muito provavelmente vão-se encontrar na final e, mais uma vez, protagonizar excelentes partidas de futsal. Um aspecto que poderá ser importante é o possível regresso de Ricardinho ao futsal nacional, pois o melhor jogador do Mundo será uma contratação de peso e poderá ser decisivo no desfecho final.

Quem será campeão, Benfica ou Sporting? Quais as possibilidades da equipa de Orlando Duarte na UEFA Futsal Cup (muito provavelmente a final-four será em Barcelona)? Quais as possibilidades de Portugal no Europeu e no Mundial (em caso de apuramento)? A modalidade corre o risco de ficar bipolarizada, com o desaparecimento de várias equipas importantes? Qual o melhor jogador de 2011 a nível nacional?

José P.

Nada mais se pode acrescentar sobre um médio que venceu praticamente tudo em 2011 ao serviço do Barcelona e, ao contrário de outros anos, conseguiu ser ainda mais regular (teve menos lesões). Iniesta foi quanto a nós, mais uma vez, o melhor médio ofensivo do ano que agora finda. Como referimos anteriormente, podemos encontrar "cópias" (com menos qualidade é certo) de Xavi, Ronaldo ou Messi, mas Iniesta é mesmo um jogador inigualável e sem comparação no futebol actual. A sua técnica, qualidade táctica, capacidade para sair das zonas de pressão, posicionamento, polivalência, classe e cultura defensiva são características únicas, que mais uma vez foram evidenciadas pelo talentoso espanhol em 2011. Na 2ª posição e a pouca distância, aparece David Silva, que rubricou (principalmente na 2ª metade do ano) um 2011 de grande nível ao serviço do City. Mario Götze completa o nosso pódio. O jovem alemão emprestou a sua qualidade e foi decisivo na conquista da Bundesliga por parte do Dortmund, beneficiando do decréscimo exibicional de Ozil e Nasri na 2ª metade de 2011.

Melhor 11 de 2011 para o Visão de Mercado (carregue nos jogadores e dê a sua alternativa):
GR - Neuer
Lat. Direito - Dani Alves
Lat. Esquerdo - Marcelo
Central (lado direito) - Piqué
Central (lado esquerdo) - Vidic
Médio defensivo - Yaya Touré
Melho médio - Xavi

Atenção! "Bidão de Ouro" é diferente de "Flop do ano". Os flops são as contratações do último defeso que resultaram num rotundo falhanço. "Bidão de Ouro" é o galardão atribuído pela Radio2 'Catersport' à maior decepção futebolística do ano em Itália, sendo que em 2011, o eleito foi Diego Milito do Inter - em Portugal, os leitores do VM nomearam Roberto (ex-Benfica). E o que propomos aos nossos leitores é que indiquem os 10 jogadores pela respectiva ordem (até podem estar há mais de 5 anos no seu clube como Messi, Ronaldo ou Rooney) que mais desiludiram - considerando as expectativas que depositavam nos mesmos, o que já provaram no passado, e a sua cotação -  no presente ano a nível Mundial (considerem a 1ª e a 2ª metade de 2011). PS - Fernando Torres, Diego Forlán, Kaká, o próprio Milito foram na nossa opinião algumas das grandes desilusões do ano. Contudo, gostaríamos que os leitores indicassem 10 elementos e que o justificassem.

quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

Pinto da Costa - O presidente do Porto foi hoje distinguido no Dubai com o prémio carreira (foi entregue por Capello) nos Globe Soccer Awards. PC sucede a Adriano Galliani (dirigente do AC Milan). Os dragões conquistaram 55 troféus desde 1982, entre eles 2 Ligas dos Campeões, 1 Taça UEFA e 1 Liga Europa, fazendo com que o líder azul e branco seja o presidente de clube com mais títulos a nível mundial. Entretanto, Lourenço Pinto, presidente da AF do Porto, anunciou que Pinto da Costa se vai recandidatar para novo mandato ao serviço dos portistas.


Benfica - De acordo com a imprensa brasileira, o director desportivo do São Paulo viajou para a Europa com o objectivo de reforçar o plantel tricolor, nomeadamente a zona intermediária. Surgem então os nomes de Pablo Aimar e Jadson como os preferidos para presentear os adeptos. Em termos de entradas, o argelino Ahmed Aouedj, do MC Oran (clube de onde veio Binya), é pretendido por Anderlecht, Brugge e Benfica, revelou a imprensa belga.

Ibrahim Sissoko - A cada dia que passa aumentam os interessados no jovem costa-marfinense que tem dado nas vistas pela Académica. Com apenas 20 anos, o extremo é hoje associado ao Wolfsburgo, ao Marselha e ao Tottenham, que pode chegar aos 8 milhões de euros para adquirir o promissor jogador. Recordamos que os Spurs têm nos seus quadros o bombástico Souleymane Coulibaly, também da Costa do Marfim. 


Liga Orangina - O Estoril isolou-se na liderança do campeonato, vencendo nos Açores o Santa Clara por 1-2, aproveitando o empate caseiro do Atlético frente ao Freamunde (2-2). Nos restantes encontros, o Leixões bateu o lanterna-vermelha União da Madeira (1-0), a Oliveirense deslocou-se a Portimão para derrotar a equipa local (0-1), o Arouca recebeu e derrotou o Belenenses (2-0) e Sp.Covilhã e Trofense não saíram do nulo. Por fim, o Penafiel perdeu na recepção ao Desportivo das Aves (0-1).


Sami - O extremo maritimista que tem sido uma das revelações da primeira metade da temporada é pretendido pelos franceses do Sochaux. Tendo em conta que a turma orientada por Pedro Martins também poderá perder Baba, até que ponto a prestação da equipa poderá ser afectada pela saída das principais figuras?

Mercado - Walter é pretendido por Lille e Bordéus; Fucile volta a ser colocado na rota da Juventus, Roma e Lazio; Capdevilla pode regressar ao Depor; Berger a caminho da Ucrânia, para representar o Odessa; Cluj pretende empréstimo de Souza; depois de mais uma experiência falhada, Freddy Adu faz testes no Rayo Vallecano; U.Leiria contrata central Diego Alemão; PSV rescinde com Rabiu Ibrahim (ex-Sporting).

NBA - Hawks @ Nets 106-70 (Radmanovic 17pts e Pachulia 13pts/11rbs; Marshon Brooks 17pts; encontro em que o resultado espelha bem o que se passou em campo; os Hawks dominaram por completo e os Nets tiveram uma noite desastrosa a lançar ao cesto, mesmo contando com a nova aquisição Okur); Celtics @ Heat 107-115 (Allen 28pts e Rondo 22pts/12ast; Lebron James 26pts e Wade 24pts; jogo de grande espectáculo entre estas duas potências da Conferência Este; os Heat estiveram praticamente sempre na frente, mas os Celtics nunca desistiram e nos minutos finais chegaram a assustar, surgindo o rookie Norris Cole a resolver o jogo para a equipa de Miami; Paul Pierce não jogou mais uma vez devido a lesão); Timberwolves @ Bucks 95-98 (Love 31pts/20rbs e Ridnour 17pts; Jennings 24pts e Stephen Jackson 16pts; 1ª parte dominada pelos Bucks e a 2ª pelos Wolves; a equipa de Minnesota teve oportunidade para vencer ou empatar nos minutos finais, mas a equipa da casa foi mais eficaz e feliz nos momentos decisivos; destaque para mais um enorme duplo-duplo de Love); Kings @ Portland Trail Blazers 79-101 (DeMarcus Cousins 16pts/11rbs e Marcus Thornton 14pts; Gerald Wallace 25pts e LaMarcus Aldridge 24pts; os Kings ainda conseguiram equilibrar na 1ª metade, mas na 2ª foram praticamente atropelados e os Blazers conquistaram uma vitória clara e expressiva); Jazz @ Lakers 71-96 (Millsap 18pts; Kobe Bryant 26pts e Gasol 24pts; primeira vitória dos Lakers, num encontro onde os Jazz pouco se viram e onde a equipa de LA conseguiu uma excelente prestação defensiva; a equipa da casa comandou quase sempre as operações e conquistou uma vitória tranquila).

Já tínhamos dado conta do interesse do Benfica em Ninis (ao que o VM apurou caso os encarnados queiram consumar desde já a transferência podem incluir Miguel Vítor no negócio) e agora de acordo com as últimas informações também o Sporting está interessado no médio ofensivo/extremo de 21 anos do Panathinaikos. O objectivo dos rivais lisboetas é  abordarem na próxima semana o jogador que aos 18 anos se estreou pela selecção AA da Grécia, de maneira a assegurarem a sua contratação a custo zero, e garantirem assim os seus serviços a partir da época 2012-13. Teremos Ninis em Portugal na próxima temporada? Quem irá levar a melhor nesta "corrida"? Serão os jogadores a custo zero os principais alvos de mercado dos clubes portugueses? VM - Um jogador tecnicamente muito evoluído, bateu quase todos os recordes de juventude no futebol grego, que actua preferencialmente a 10 (apesar de também ser competente na ala direita), já associado ao Man Utd por várias vezes, e que a custo zero seria sem dúvida um reforço interessante para qualquer um dos "grandes" (embora seja muito inferior a Leto, Capel e Gaitán). Ainda no que diz respeito ao mercado, Marco Motta está de saída da Juventus e é apontado ao Gijón (pela imprensa espanhola já é dado como certo no Sporting local), Atl. Madrid e Sporting clube de Portugal. VM - Apesar do lateral direito de 25 anos e 1m86 esta época ainda não ter sido utilizado na Juve (é suplente de Stephan Lichtsteiner, um dos 10 melhores do Mundo na sua posição), é um defesa que muito apreciamos (claramente melhor que João Pereira). Forte fisicamente, seguro a defender e com uma boa propensão ofensiva, reúne em si todas as características para ser um dos destaques no futebol Mundial na sua posição (surpreende o facto do Internacional AA por Itália e sempre titular indiscutível em todos os escalões pelos transalpinos não se tenha conseguido impor na Roma e na Juventus, depois de se ter destacado na Udinese). Sai João Pereira (um dos jogadores com mais mercado no Sporting) entra Marco Motta (nunca escondemos que os leões na nossa opinião estão limitados na posição de lateral direito)?

Podia ter sido Ronaldo, Pinto da Costa, Heldér Rodrigues, Villas-Boas, Domingos ou João Silva, mas para o Visão de Mercado a figura desportiva do ano em Portugal foi: Paulo Futre. Não marcou golos, não orientou a partir do banco, nem contratou jogadores, mas em termos desportivos ninguém teve o seu protagonismo em 2011. Depois de alguns anos sem o protagonismo que merece no contexto nacional, finalmente conseguiu deixar a sua "marca" e ter o reconhecimento por parte de todos. É um lugar comum no povo português: ter que sair lá para fora para ser reconhecido no seu próprio país. 'El Português', como carinhosamente é tratado em Espanha, chegou, por alturas de eleições presidenciais no Sporting, para combater a tacanhez que assola as mentes do dirigismo desportivo em Portugal. Niguém duvidava do fenómeno que Paulo Futre tinha sido no relvado (um dos 5 melhores futebolistas portugueses de sempre, para muitos mesmo o melhor). Nas décadas de 80 e 90 foi um dos melhores executantes do futebol europeu (em 1987 foi considerado o 2º melhor jogador da Europa atrás de Ruud Gullit), mas depois de alguns anos com pouca visibilidade, este ano deu a conhecer a todos uma faceta dele que o haveria de catapultar para patamares sociais mais elevados. O começo do reboliço protagonizado pelo ex-futebolista, natural do Montijo, teve começo a 24 de março, quando uma conferência de imprensa delirante, em que prometia mundos e fundos para o Sporting, causou um enorme impacto um pouco por todo lado. Foi a porta de entrada de Futre para muitas outras que se seguiriam. Era claro que não era um senhor da palavra, mas cativava pelo jeito enérgico com que expunha as suas ideias e convicções. Pelo seu sotaque que, como o próprio rotula, é 'ibérico', tornando-se, com uma rapidez extraordinária, o predilecto e centro das atenções nas redes sociais. Entretanto escreveu uma autobiografia, teve participações especiais em telenovelas, partllhou momentos de puro humor em muitos anúncios publicitários e foi solicitado para incontáveis palestras, onde, à falta de alguma formação nas áreas em questão, compensa pelas infindáveis histórias que guarda dos tempos de jogador. Poderá não ser o visionário que o próprio afirma ser, mas a verdade é que já é inegável a repercussão de tudo o que hoje diz. Vive à imagem dos seus tempos de jogador: imprevisível. Por assim ser, Paulo Futre é claramente a figura desportiva do ano, não se sabendo o que nos reserva nos anos vindouros. Afirma querer, num futuro distante, ser presidente, mas certamente que até lá irá continuar a brindar-nos com pérolas como as registadas naquela tarde de março. Qual a figura desportiva do ano em Portugal (e porquê)?

A.Borges

Na posição de lateral-direito, o melhor jogador do ano foi Maxi Pereira. Em primeiro lugar, porque o Porto não teve um indiscutível (Fucile e Sapunaru alternaram na temporada passada, enquanto que nesta época Maicon tem sido o dono do lugar), depois pela regularidade apresentada pelo uruguaio, que foi sempre um jogador de grande intensidade, e por último pela concorrência apresentada nesta posição. Às boas exibições internas juntou a conquista da Copa América pela sua selecção. No segundo posto, aparece Sílvio, que curiosamente terminou a temporada a jogar na esquerda (daí não ter ficado no 1º lugar nesta posição). O jovem internacional português revelou ser um lateral equilibrado e muito consistente, sendo uma das peças-chave da caminhada europeia do Braga. Para terminar, João Pereira completa o pódio. Foi um dos elementos mais regulares dos leões, e apesar das suas enormes lacunas defensivas acabou por ser traído pelo péssimo ano do Sporting.

De acordo com o jornal A BOLA, o Sporting está atento a Éderson, médio ofensivo, que está em final de contrato. Por terminar o vínculo, o jogador do Lyon torna-se alvo apetecível para a SAD leonina, que não pode entrar em grandes aventuras financeiras para reforçar o plantel. VM - Um nº 10 já várias vezes referenciado pelo Visão de Mercado, tecnicamente de grande qualidade, forte fisicamente (1m81), com um excelente remate e que na nossa perspectiva apresenta qualidade para estar no Mundial 2014 ao serviço do Brasil (disputa o lugar de suplente de Ganso com Hernanes). Custou quase 15 milhões de euros ao Lyon, mas aos 25 anos devido a sucessivas lesões ainda não se conseguiu afirmar em pleno no futebol Mundial. Está a ser cobiçado por vários clubes brasileiros como o Flamengo, e seria na nossa opinião um reforço "Bomba" para qualquer equipa portuguesa (isto se estiver a 100%). Teremos Éderson em Alvalade? Será o internacional brasileiro mais uma contratação "à Freitas": jogador com potencial para ser figura no futebol mundial, mas por diversas razões (quase sempre lesões) ainda não se conseguiu afirmar? Irá o Sporting (à semelhança do que fez o Benfica a época passada com Nolito por exemplo ou o Porto com Djalma) atacar fortemente os jogadores em final de contrato já em Janeiro a fim de os ter em 2012-13? Que elementos podem ser alvo do clube leonino?

No Benfica, segundo o jornal "AS", o Real Madrid pretende Rodrigo para a próxima época e está disposto a pagar 12 milhões (o avançado custou 6 aos encarnados) para resgatar o espanhol - um processo semelhante ao que aconteceu esta época com Callejón. Deverá o clube da Luz ceder às pretensões dos merengues? Se ignorarmos o potencial do jogador (que poderá resultar numa afirmação ou não, pois isto no futebol nem sempre o processo acontece com naturalidade) a verdade é que 12 milhões de euros é o dobro do que o Benfica pagou e nos dias de hoje um excelente encaixe. Noutro âmbito, está a ser um regresso de férias de Natal atribulado para o clube da Luz. Rúben Amorim foi suspenso depois de se ter recusado a treinar enquanto que Enzo Pérez optou por ficar na Argentina e não regressou a Portugal. Como se explicam estes 2 casos de indisciplina? Que medidas deverão ser tomadas pelo Benfica em relação aos jogadores? Parece óbvio que ambos estão a forçar a saída, no entanto, e principalmente no caso do português (estando o VM sempre do lado da entidade patronal) a verdade é que Jesus usou e abusou de Amorim (lançar o jogador nos últimos minutos, dar-lhe a titularidade para tapar buracos, e mesmo com boas exibições nunca lhe dar continuidade, optar sempre por elementos estrangeiros com qualidade duvidosa como Menezes, etc, em detrimento do português) durante o seu reinado no Benfica.

Está definido o quadro das meias-finais da Taça de Portugal. Em jogos a duas mãos, a Académica recebe a Oliveirense no dia 11 de Janeiro, enquanto que o Sporting defronta em Alvalade nesse data o Nacional. A 2ª mão está marcada para dia 8 de Fevereiro.

VM - Na teoria teremos um Sporting-Académica na final, no entanto, é importante frisar que a Oliveirense (Liga Orangina) eliminou o Olhanense nos quartos-final, enquanto que os leões denotaram imensas dificuldades para bater há duas semanas o Nacional. Com elementos como Mateus (deve estar na CAN), Rondon, Candeias, Felipe Lopes e o talentoso Diego Barcellos, o conjunto madeirense pode sonhar em qualquer partida. Prognósticos?

No lado esquerdo do eixo defensivo, na nossa opinião, os dois internacionais argentinos Otamendi - que colocamos em primeiro, não só por ter feito todo o ano em Portugal, como também pelos títulos que conquistou - e Garay - chegou, viu e venceu e tem feito exibições muito regulares na Luz (no segundo lugar, pois apenas fez meia temporada) foram superiores aos demais. Os centrais de Porto e Benfica são de um nível muito elevado, ainda têm grande margem de progressão e é expectável que os clubes interessados no seu concurso vão aumentando. Para completar o pódio, optámos por Roberge, jogador do Marítimo que foi uma agradável surpresa da nossa liga. Surgiu na época passada, afirmou-se como titular da turma insular e na presente temporada tem dado continuidade ao que vinha demonstrando.

terça-feira, 27 de Dezembro de 2011

Mercado - O Atlético Júnior de Barranquilla recebeu uma proposta de 2,2 milhões do Brugges por Carlos Bacca, mas o avançado colombiano de 25 anos continua a ser associado (pela imprensa colombiana) a vários clubes europeus, entre os quais o Porto e Sporting; Braga dispensa Mérida (é pretendido pelo Levante), Galo, Marcos e Meyong; "Cebola" Rodríguez apontado ao Inter de Milão; Empresário de Sapunaru admite que o romeno pode sair em Janeiro; Osasuna quer Salvador Agra; Dedé (Vasco da Gama) na lista do Real Madrid; Prediger que custou ao Porto quase 4 milhões de euros quer rescindir e ficar livre; Hulk e A. Pereira continuam a ser colocados "na rota" do Chelsea.

Calcio - Buffon, Gattuso e Cannavaro envolvidos no esquema de apostas ilegais que está a marcar a actualidade desportiva em Itália. Tudo começou com a confissão de Doni (um dos mais talentosos jogadores italianos da última década, apesar de pouco reconhecido) que admitiu depois de ter sido preso, ter manipulado algumas partidas da Série B italiana ao serviço da Atalanta, hoje foi Santorini amigo pessoal do esquerdino a revelar que "Porque o futebol é todo cheio de manhas. Até o Buffon, que joga, está envolvido", diz Santoni numa conversa com um amigo, que pergunta, surpreendido: "O Buffon também?". Sem hesitar, Nicola respondeu que o guarda-redes aceita algo em torno de 200 mil euros por mês e ainda citou outros dois jogadores: "Ele, o Gattuso, o Cannavaro são doentes por apostas", disse.


Porto - Os dragões comunicaram à CMVM a alienação de um terço (33,33%) dos passes de Eliaquim Mangala e Steven Defour, ambos adquiridos ao S.Liége, à Doyen Sports Investments Limited. O central francês de 20 anos, que custou 6,5 milhões, rende de imediato 2,6 milhões, enquanto que o médio belga de 23 anos, contratado por 6 milhões, permite um encaixe de 2,3 milhões, num total de 5 milhões de euros. Boa política? Ou a prova de cada vez mais os clubes portugueses são apenas um trampolim nas mãos dos empresários?

Fernando Torres - Dia das Mentiras em Espanha e o Mundo Deportivo noticia que o espanhol vai ser jogador do Barcelona até final da época, recebendo o Chelsea em troca Cuenca, Montoya e Roberto. VM - Um pouco de humor nunca fez mal a ninguém, e queremos essencialmente aproveitar este tema para voltar a realçar que quanto a nós, quando está a 100% Torres é um dos 5 melhores jogadores do Mundo (veremos como aproveita a ausência de Drogba em Janeiro), e que por outro lado (e sim, sabemos que é uma ideia absurda e ridícula) somos apologistas (é o que dá sermos fanáticos pela NBA) que a UEFA devia tomar medidas que evitassem a monopolização do Barcelona no futebol Mundial (por exemplo impedir a aquisição de Fabregas no último defeso).

Premier League - No fecho da jornada, o Arsenal não foi além de um empate em casa frente ao Wolves. Os gunners marcaram primeiro, por intermédio de Gervinho, mas Steven Fletcher igualaria para os forasteiros. Nos restantes encontros, Swansea e QPR empataram 1-1 e o Tottenham foi ao terreno do Norwich vencer por 0-2 (bis de Bale). Teremos os Spurs a incomodar as equipas de Manchester e até mesmo a vencer a Liga Inglesa?

À atenção dos adeptos do Porto, Benfica e Sporting - O Auxerre vai  pedir aos seus sócios para que ajudem o clube a adquirir Cissé à Lazio. A ideia é que 10 mil adeptos contribuam com 100 euros cada 1, para que o conjunto francês possa contratar o avançado. E se Pinto da Costa solicitasse aos seus adeptos que ajudassem a pagar Damião, Vieira pedisse ajuda para contratar Ansaldi, e Godinho procurasse os seus sócios para ajudarem a pagar Dedé, qual seria o feedback?

NBA - Toronto Raptors @ Cleveland Cavaliers 104-96 - Calderon 15pts/11ast e Amir Johnson 13pts/13rbs; Sessions 18pts e Varejão 14pts/10rbs; apesar da irreverência e de alguns bons momentos dos Cavs, os Raptors, liderados pelo seu base, conquistaram uma vitória clara e justa; Nets @ Wizards 90-84 - Deron Williams 23pts e Kris Humphries 21pts/16rbs; Nick Young 16pts e Jordan Crawford 15pts; jogo equilibrado, mas os Nets com uma grande 2ª parte e liderados por Deron conquistaram uma vitória justa; Pistons @ Pacers 79-91 - Jerebko 17pts e Stuckey 17pts; Hibbert 16pts/14rbs e Hansbrough 15pts/13rbs; jogo praticamente sem história, com os Pacers a dominarem desde início; Bucks @ Bobcats 95-96 - Jennings 22pts e Bogut 17pts; DJ Augustin 19pts e Gerald Henderson 18pts; jogo de grande emoção, embora nem sempre bem jogado; os Bobcats realizaram uma grande 2ª parte e conseguiram uma vitória sofrida; Rockets @ Magic 95-104 - Lowry 20pts/12ast e Scola 19pts; Turkoglu 23pts e Dwight Howard 21pts; depois de uma 1ª parte de grande equilíbrio, os Magic partiram para uma 2ª de melhor acerto e segurança defensiva, com os triplos e Turkoglu a fazerem a diferença; Oklahoma City Thunder @ Timberwolves 104-100 - Durant 33pts e Westbrook 28pts; Beasley 24pts e Kevin Love 22pts/12rbs; grande jogo em Minnesota, com emoção até ao fim; a equipa da casa conseguiu uma boa recuperação e discutiu o resultado até à última, mas a maior experiência dos Thunder foi decisiva; Denver Nuggets @ Dallas Mavericks 115-93 - Ty Lawson 27pts e Andre Miller 18pts; Dirk Nowitzki 20pts; segunda noite, segunda derrota pesada para os Mavs. Desta vez foram claramente dominados pelos Nuggets e sofreram mais uma derrota expressiva; Grizzlies @ San Antonio Spurs 82-95 - Gay 19pts/10rbs e Marc Gasol 13pts; Ginobili 24pts e Tony Parker 15pts; depois de na 1ª parte os Grizzlies terem dado boa réplica, a 2ª parte foi totalmente dominada pelos Spurs, que alcançaram uma vitória clara; Hornets @ Suns 85-84 - Eric Gordon 20pts e Carl Landry 14pts; Robin Lopez 21pts e Steve Nash 14pts/12ast; jogo bastante equilibrado e disputado, com indefinição no resultado até ao fim. Nos segundos finais a equipa dos Hornets foi mais "fria" e a nova contratação, Eric Gordon, foi o herói); Lakers @  Kings 91-100 (Kobe Bryant 29pts e Metta World Peace 19pts; Marcus Thornton 27pts e Tyreke Evans 20pts; vitória justa dos Kings frente a uns Lakers que estão longe dos seus melhores tempos; muito dependentes de Kobe e praticamente sem jogo interior, foram quase sempre dominados pela equipa da casa;  76’ers @ Portland Trail Blazers 103-107 - Louis Williams 25pts e Iguodala 22pts;  LaMarcus Aldridge 25pts e Gerald Wallace 21pts; bom jogo no Rose Garden, com os Sixers a disputarem o resultado até ao fim; no entanto os triplos e as excelentes prestações das estrelas dos Blazers fizeram a diferença; Bulls @ Golden State Warriors 91-99 - Deng 22pts/10rbs e Rose 13pts; Monta Ellis 26pts e Curry 21pts/10ast; vitória surpreendente dos Warrios frente a uns Bulls que fizeram uma péssima 1ª parte e que cometeram inúmeros turnovers; a equipa de Chicago só acordou no último período, mas foi insuficiente.

O “maestro” do Barcelona comandou, uma vez mais, a equipa “blaugrana” à glória, quer a nível interno, quer a nível internacional. É um dos candidatos ao prémio de Melhor Jogador do Mundo, o que por si só diz bem das capacidades do internacional espanhol e aquilo que demonstrou mais uma vez em 2011. A sua visão de jogo, a qualidade do seu passe, a tranquilidade com que se exibe, faz com que seja considerado um dos melhores jogadores da actualidade e de todos os tempos. É preponderante na equipa catalã, mas também na selecção espanhola e realizou uma temporada (mais uma) a um nível estrondoso, deixando para trás Fàbregas e Kevin-Prince Boateng. O médio catalão deixou o Arsenal e voltou a exibir-se ao mais alto nível na Catalunha. Por sua vez, o ganês tem vindo a brilhar ao serviço do AC Milan, assumindo-se como um jogador fundamental no esquema de Allegri, marcando golos e jogando sempre com grande intensidade.

A. Mesquita

Melhor 11 de 2011 para o Visão de Mercado (carregue nos jogadores):
GR - Neuer
Lat. Direito - Dani Alves
Lat. Esquerdo - Marcelo
Central (lado direito) - Piqué
Central (lado esquerdo) - Vidic
Médio defensivo - Yaya Touré

2011

Este foi um ano mau para os amantes da modalidade e excelente para os amantes da Red Bull e Sebastian Vettel. O alemão tornou-se pela 2ª vez consecutiva campeão mundial, com 392 pontos conquistados, mais 122 do que o 2º classificado Jenson Button. O domínio foi absoluto, com Vettel a conquistar 11 corridas (5 nas 6 primeiras) e ainda 15 poles. Foi mesmo um ano de sonho para o piloto alemão, que bateu o recorde de pole positions ganhas numa temporada, de pontos ganhos no total e ainda se tornou o mais novo bi-campeão do Mundo de sempre. Um ano em cheio para a Red Bull, que dominou por completo o circuito, tendo ganho o Mundial de Construtores com mais 153 pontos do que a 2ª classificada. A equipa que se chegou mais perto foi a da McLaren, mas a irregularidade do seu carro e ainda os erros e polémicas de Lewis Hamilton tornaram impossível a disputa de títulos com Vettel e a equipa austríaca. Por seu turno, a Ferrari foi mais uma vez uma desilusão, com Alonso incapaz de acompanhar o ritmo dos pilotos da frente e com Massa numa época irreconhecível.

2012

Penso que todas as pessoas ligadas à Fórmula 1 pretendem um ano de 2012 mais competitivo. É óbvio que Vettel parte à frente como favorito, assim como a sua equipa, pois é um piloto com sede de conquistas (não parou de disputar o 1º lugar mesmo quando já tinha o título assegurado) e o seu carro é sem dúvida o mais fiável e mais rápido em pista. No entanto esperam-se mudanças, especialmente na Ferrari. O próprio Alonso afirmou a meio deste ano que já estavam a preparar a próxima época e é de esperar que a scuderia italiana apareça mais forte no próximo ano. A McLaren também terá naturalmente uma palavra a dizer, com Button (melhor piloto à chuva do circuito) e com Hamilton, que se conseguir estar fora de polémicas e deixar de ser tão agressivo em pista (levou imensas penalizações à custa disso), podem formar uma boa dupla que poderá importunar o domínio absoluto (?) da Red Bull e de Vettel.

Quem será campeão em 2012? Qual será a melhor equipa? Teremos mais competitividade em relação ao ano anterior? Que pilotos, além dos já referenciados, poderão surpreender? Haverá alguma regra a mudar pela FIA?

O Visão de Mercado adicionou uma nova abordagem aos jogadores da Liga ZON-Sagres, nomeando todos os meses os 10 melhores jogadores desse mês e os 10 melhores jovens (tudo isto, com os critérios próprios do VM). As partidas seleccionadas para elaborar os tops foram as das jornadas 12 e 13, bem como os dois jogos da Taça de Portugal (oitavos-de-final e quartos-de-final). Capel foi o melhor de Outubro (ver aqui), enquanto que Baba foi o melhor em Novembro (ver aqui).

Na opinião do VM, Lima foi o jogador em maior destaque no mês de Dezembro, marcando 3 golos nas duas partidas da Liga ZON-Sagres. O avançado do Sp. Braga contribuiu para o regresso às vitórias dos minhotos, depois de dois empates e uma derrota na Liga. Dois golos ao Paços de Ferreira (5-2) e o prémio de melhor em campo, mais um golo em Olhão (4-3) e participação decisiva noutro, valeram ao brasileiro o destaque do Visão de Mercado.

Top - 10:
1 – Lima (BRA)
2 – Bédi Buval (FEI)
3 – Hugo Viana (BRA)
4 – Alan (BRA)
5 – Adrien (ACA)
6 – Pablo Aimar (SLB)
7 – Insua (SCP)
8 – Fernando (FCP)
9 – Otamendi (FCP)
10 – Leandro Salino (BRA)

Qual o Top10 do mês de Dezembro? Pedimos que tenham apenas em conta os 2 jogos do campeonato, mais os 2 da Taça, e não o valor individual dos atletas. Poderá Lima subir ao topo dos marcadores no final da temporada? Será Bédi Buval o grande candidato a revelação da temporada?


Nesta fase complicada, os presidentes de Sporting e Benfica fizeram questão de afirmar que o dinheiro para reforços não abunda e que as respectivas políticas teriam de ser modificadas. Nesse sentido, leões e águias já ofereceram uma "prenda" a Domingos e a Jesus: Renato Neto e André Almeida, os primeiros reforços dos "grandes" no mercado de Inverno (a que se junta Danilo, que foi contratado no Verão mas que apenas agora estará às ordens de Vítor Pereira).

Os dois jogadores estavam emprestados a Cercle Brugge e U.Leiria, respectivamente, regressando agora ao clube de origem para colmatar lacunas existentes nos plantéis. Desde já, são bastantes jovens e têm muita vontade de mostrar serviço, tendo características muito interessantes: ambos têm 1,86, o que principalmente no caso dos leões será fundamental para acrescentar altura ao meio campo; a polivalência é igualmente uma das imagens de marca de Renato Neto e André Almeida, pois o brasileiro joga a 6, 8 ou 10 e o português pode jogar nas duas laterais, a médio defensivo, interior ou até mesmo na ala. A qualidade que evidenciaram nas suas curtas carreiras (o atleta leonino era uma das figuras dos juniores do clube e a estadia na Bélgica permitiu que jogasse com regularidade, enquanto que o benfiquista deixou boas indicações na pré-temporada e  tem estado em destaque no emblema da cidade Lis) e este regresso servirá de motivação para outros elementos que estejam emprestados, tentando ganhar o seu espaço, mas que por vezes são cedidos sucessivamente até que são "esquecidos". Mas a questão essencial aqui é mesmo a aposta de Sporting e Benfica na prata da casa; se nos leões já é prática comum, nas águias é uma novidade (apesar de David Simão, Nélson Oliveira ou Miguel Vítor estarem no plantel encarnado, poucas oportunidades têm tido). Poderá a crise fazer com que os clubes modifiquem as suas políticas e não entrem em loucuras por determinados jogadores, dando margem de manobra aos elementos da formação (desde logo minutos de jogo, pois não será no banco que vão evoluir)? 


A posição de lateral esquerdo foi a que ofereceu em 2011 mais qualidade à Liga Portuguesa - ter 2/3 jogadores dos 15 melhores do Mundo na respectiva posição na nossa Liga é obra. Se nesta 2ª metade do ano, Insúa destacou-se em relação aos restantes, na 1ª Álvaro Pereira foi determinante nas conquistas do FC Porto de André Villas-Boas (campeonato, Liga Europa e Taça de Portugal), dinamizando a ala esquerda e assumindo-se como uma das principais figuras da equipa. A excelente temporada que fez terminou com a vitória na Copa América, fazendo com que inúmeros clubes se interessassem na sua contratação. Apesar de nesta 2ª metade, principalmente até Novembro ter exibido um nível medíocre, por aquilo que produziu ao longo do ano, foi na nossa opinião o melhor. Fábio Coentrão que, antes da transferência para o Real Madrid, era a alma do Benfica é um digno 2º classificado, enquanto que o já citado Insúa (o melhor nesta 2ª metade do ano) completa o pódio.

O Visão de Mercado adicionou uma nova abordagem aos jogadores da Liga ZON-Sagres, nomeando todos os meses os 10 melhores jogadores desse mês e os 10 melhores jovens (tudo isto, com os critérios próprios do VM). As partidas seleccionadas para elaborar os tops foram as das jornadas 12 e 13, bem como os dois jogos da Taça de Portugal (oitavos-de-final e quartos-de-final). O top dos jogadores mais jovens só conta com atletas em idade sub-21 (nascidos em 1990 e anos seguintes), pois não tem lógica considerar jogadores com 24 anos nesta categoria (Mangala foi o melhor de Outubro - ver aqui - e Sissoko o melhor de Novembro - ver aqui).

Apesar do mês ter sido bastante negativo para o Olhanense (2 derrotas caseiras na Liga e eliminação da Taça), Salvador Agra apresentou um nível exibicional muito elevado. O jovem formado no Varzim começou a temporada no banco de suplentes, tendo vindo a conquistar o seu espaço no 11 algarvio. A baixa de forma da equipa coincidiu com a subida de forma do extremo, capaz de ir à linha cruzar, driblar e marcar as bolas paradas com grande qualidade.

Top - 10 jovens:
1 -
Salvador Agra (OLH)
2 - Cédric (ACA)
3 - Christian Atsu (RAVE)
4 - Léo (LEI)
5 - Ludovic (FEI)
6 - Melgarejo (PFER)
7 - A. Carrillo (SCP)
8 - Wilson Eduardo (OLH)
9 - James Rodriguez (FCP)
10 - Abdoulaye (ACA)

Qual o Top "juventude" do mês de Dezembro? E porquê? Comentários com jogadores de 22 anos (ou mais) e do género "devia estar este em vez daquele" mas sem a respectiva justificação, não serão considerados.