31 de Agosto de 2011

Raúl Meireles - O médio português exprimiu a sua vontade de sair do Liverpool e o Chelsea selou a sua transferência no limite do prazo em Inglaterra. O internacional português vai ser comandado por Villas-Boas, numa transferência na ordem dos 13.5 milhões de euros. Bom movimento por parte do Chelsea?

Arsenal - O clube londrino, que bem precisava de reforços, assegurou à última hora os médios Arteta e Benayoun. O espanhol custou cerca de 11.3 milhões de euros, enquanto que o israelita chega por empréstimo do Chelsea.

Nicklas Bendtner - O avançado dinamarquês não rumou nem ao Stoke City, nem ao FC Porto (como a Antena1 assegurou, por 12 milhões de euros), mas sim ao Sunderland. Bendtner chega por empréstimo até final da temporada e irá fazer concorrência a Asamoah Gyan.

Inglaterra - N´Gog (Liverpool) transferido para o Bolton por 4.5 milhões de euros; Kakuta (Chelsea) emprestado ao Bolton; Patrick Van Aanholt (Chelsea) emprestado ao Wigan; Owen Hargreaves assinou pelo Manchester City; Bryan Ruiz confirmado no Fulham por 12 milhões de euros; Wilson Palacios (Tottenham) rumou ao Stoke City; Shaun Wright-Phillips no QPR; Craig Bellamy de regresso ao Liverpool; Denis Stracqualursi e Drenthe no Everton por empréstimo de um ano; Orlando Sá confirmado no Fulham por 3 temporadas.

Espanha - Romaric no Espanyol; Luis Garcia (Espanyol) ruma ao Saragoça; Jonathan de Guzman (Maiorca) assinou pelo Villarreal; Diego (Wolfsburgo) ruma ao Atletico de Madrid.

Itália - Antonio Nocerino (Palermo) assinou pelo AC Milan; Lorenzo Tassi, jovem de 16 anos, trocou o Brescia pelo Inter de Milão; Edgar Barreto (Atalanta) e Edgar Álvarez (Bari) rumaram ao Palermo; Mauro Zarate (Lazio) foi emprestado ao Inter e Diego Forlan assinou pelos nerazzurri.

Outras movimentações - Julio Alves (At. Madrid) emprestado ao Besiktas; Dmitry Bulykin assinou pelo Ajax; Gilles Sunu (Arsenal) assinou pelo Lorient, enquanto que Joel Campbell (Arsenal) foi emprestado aos franceses; Youssouf Hadji assinou pelo Rennes; Mateja Kezman assinou pelo BATE Borisov; Rudolf Gergely (Genova) emprestado ao Panathinaikos; Gueida Fofana assinou pelo Ol. Lyon.

Eurobasket - Nas últimas 4 partidas do dia, a Lituânia derrotou a Grã-Bretanha por 80-69, a Alemanha não teve grandes dificuldades perante Israel (91-64), a Croácia superou a Finlândia por 84-79 e a Rússia bateu a Ucrânia por 73-64.

Sporting - Depois de terem batido o Liverpool por 3-0 (no dia 17 de Agosto), os jovens leões voltaram a vencer no "The NextGen Series", desta vez por 2-1 ao Wolfsburgo, no Estádio de Alvalade. O Sporting lidera o grupo 2 deste torneio sub-19.

O Sporting comunicou à CMVM "ter celebrado um acordo com o  Real Zaragoza SAD  para a transferência dos direitos  desportivos e económicos  do jogador  Hélder Postiga, pelo  valor fixo de  € 1.000.000,00, ao qual poderá acrescer um valor variável de igual montante. A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, titular de 50% dos direitos económicos do referido jogador, terá direito ao montante pecuniário correspondente a essa percentagem". VM - Quando se transfere um titular da selecção nacional por 1 milhão de euros (já 2,5 milhões seria pouco, pois o Porto, como sempre dissemos, teve direito a 50% da transferência) não se pode apelidar de vender mas sim dar. Independentemente da ineficácia do avançado (tem uma média de 4 golos por época), nenhum clube do Mundo dá assim um titular de uma das principais selecções da actualidade. Ainda para mais quando estamos a falar do melhor avançado do Sporting, aquele que é era de longe o tecnicamente mais evoluído e o que tinha mais garra e capacidade de segurar a bola e esperar pelos apoios. Recordamos que Postiga tinha sido comprado ao Porto por 2,5 milhões de euros (50% do passe). Como é que se explica que o Sporting tenha dado um titular de Portugal ao Zaragoza? Se considerarmos que Djaló é mesmo vendido por 4,5 milhões, a juntar às vendas (ou doações) de Postiga, Zapater, Vukcevic e todos os outros que saíram dos leões neste defeso, não davam para pagar Elias.

Em comunicado à Agência Lusa, Ricardo Carvalho renunciou hoje à seleção portuguesa de futebol, afirmando ter-se sentido “desrespeitado e ferido” na sua dignidade. “Sinto-me em plena forma física e também mental, como o tem demonstrado a minha prestação no meu clube e na seleção. Se me fazem sentir a mais e não mo dizem, a única possibilidade é a saída”, afirma o defesa do Real Madrid. VM - Na nossa opinião, é o melhor central português de todos os tempos, com os seus títulos colectivos a falarem por si, no entanto, 75 internacionalizações depois é inadmissível este comportamente do central pois ao saber que ia ser suplente, abandonou o grupo, demonstrando uma enorme falta de humildade. Quem será o 4º central da selecção? Já que Pepe, Rolando e Bruno Alves parecem ser indiscutíveis.

O extremo do Benfica foi emprestado ao Vitória de Guimarães até final da temporada, tendo ainda renovado contrato com os encarnados até 2015. Com apenas 21 anos, o uruguaio segue para novo empréstimo, depois das passagens pelo Deportivo e pelo Peñarol. VM - O jovem uruguaio, que tem deixado boas indicações sempre que foi chamado à acção, volta a ficar fora dos planos de Jorge Jesus, contudo, deveria merecer mais oportunidades por parte do treinador português (a temporada passada chegou mesmo a ser rídicula a contratação de Fernandez, com Urreta emprestado), mas a verdade é que, para estar no banco ou na bancada, mais vale rodar por mais uma temporada. Rui Vitória recebe um excelente reforço, na já bem apetrechada linha ofensiva do Vitória. Bom reforço para os minhotos? Depois de mais um ano a rodar, teremos finalmente Urreta na Luz ou será mais um jogador que vai de empréstimo em empréstimo, até ser dispensado?

Leandro Grimi foi emprestado por uma temporada ao Racing Genk, actual campeão belga. O italo-argentino, que era um peso a mais no Sporting, consegue assim colocação, num clube que vai disputar a Liga dos Campeões. VM - O lateral-esquerdo não seria opção para Domingos, representando mesmo um peso elevado na folha salarial leonina. A sua fraca qualidade para um grande nacional e a dificuldade em transferir o jogador para outro clube foi assim resolvida, através de um empréstimo (não se sabe se o clube de Alvalade continuará a pagar o salário do jogador ou se será o Genk).


Atletismo - Dia histórico para a marcha feminina portuguesa, com 3 presenças no top-10. Susana Feitor (recorde de presenças em Campeonatos do Mundo, com 11) terminou na 6ª posição, Ana Cabecinha foi 7ª e Inês Henriques terminou na 10ª posição, numa prova ganha pela russa Olga Kaniskina.

Sp. Braga - Andrés Madrid rescindiu contrato com os minhotos, enquanto que Stélvio deverá ser o próximo. Ambos os jogadores não contavam para Leonardo Jardim e o Sp. Braga consegue assim "arrumar" mais a casa.

Beira-Mar - Os aveirenses perderam um dos seus jogadores mais influentes, Rui Sampaio, para o Cagliari de Itália. O jogador de 24 anos ruma assim a um dos campeonatos mais competitivos da Europa, por valores não divulgados.

Miguel Veloso - De acordo com a imprensa francesa, o médio internacional português poderá estar a caminho do Ol. Lyon. O ex-jogador do Sporting está referenciado pelos franceses e poderá ser uma das opções para render Pjanic, que se transferiu para a AS Roma.

Miguel - A imprensa espanhola avança que o internacional português está próximo de rescindir contrato com o Valencia. Com a chegada de Antonio Barragán para lateral-direito, o português perdeu espaço na equipa valenciana. Por onde passará o futuro de Miguel?

Mercado Nacional - Guilherme (Sp. Braga) emprestado ao Gil Vicente; Rui Pedro assina pelo CFR Cluj; Fábio Felício ruma ao Marítimo, enquanto que André Vilas Boas regressa ao Rio Ave;

Mercado Internacional - Joe Cole emprestado ao Lille; Aleksander Hleb emprestado ao Wolfsburgo; Simon Kjaer emprestado à AS Roma; Chelsea avança com 34 milhões por Ribery; Fernando Gago a caminho da AS Roma; Matavz no PSV por 8 milhões de euros; Michael Bradley rumou ao Chievo Verona; Eljira Elia na Juventus por 9 milhões de euros; C. Poulsen assinou pelo Evian; Mertesacker no Arsenal; Scott Parker no Tottenham; Osvaldo na AS Roma; Uche contratado pelo Villarreal e emprestado ao Granada; Grygera no Fulham.

Vuelta - David Moncoutie venceu a 11ª etapa da Vuelta, na difícil chegada a Manzaneda. Sérgio Paulinho, integrado na fuga do dia, terminou na 5ª posição a 1´43´´ do francês. Na geral, o britânico Bradley Wiggins é o novo líder, dispondo de 7 segundos de vantagem para o companheiro de equipa e compatriota Christopher Froome. Tiago Machado perdeu mais de 1 minuto para os favoritos, descendo ao 19º lugar.

Eurobasket - Portugal entrou a perder na principal competição de basquetebol na Europa, depois de uma partida bastante difícil frente à Turquia. A selecção de Turkoglu não deu hipóteses e venceu por 79-56, com Elvis Évora a cotar-se como o melhor português (12 pts e 12 res). Nas outras partidas até agora disputadas, destaque para a dificuldade da Espanha em levar de vencida a Polónia (83-78), o mesmo se passando entre a França e a Letónia (89-78, com 31 pts de Tony Parker). Sérvia (80-68 frente à Itália) e Geórgia (81-59 frente à Bélgica) não tiveram grandes dificuldades, enquanto que o Montenegro bateu a Macedónia após prolongamento (70-65). A Grécia derrotou a Bósnia por 76-67, enquanto que a Eslovénia derrotou a Bulgária por 67-59.

Selecção Nacional - Ricardo Carvalho vai falhar a partida frente ao Chipre, de qualificação para o Euro 2012, depois de se ter ausentado do estágio da selecção sem autorização ou qualquer justificação. Comunicado da FPF: "O jogador internacional português, Ricardo Carvalho, ausentou-se, esta quarta-feira, do estágio da Selecção Nacional - Clube Portugal, por iniciativa própria e sem comunicar essa ausência à Direcção da Federação Portuguesa de Futebol ou ao Seleccionador Nacional. Como tal, não viajará com a restante comitiva para Nicósia, onde a Equipa das Quinas realiza, sexta-feira, o seu sexto jogo na fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2012." Poderá ser o fim da linha para um dos melhores centrais da história de Portugal? Quais as razões para este acontecimento? Quem vai beneficiar com a ausência do defesa, Bruno Alves ou Rolando?

AC Milan - O clube milanês assegurou a contratação de Pelé, vice-campeão do Mundo de sub-20 por Portugal. O jovem de 19 anos tinha assinado pelo Génova (300 mil euros), mas nem chegou a jogar pelo clube italiano, pois os rossoneri, impressionados pelas exibições na Colômbia, trataram de assegurar 50% dos direitos desportivos de Pelé. Depois de ter passado pelos escalões de formação do Belenenses, o internacional sub-20 português tem agora a oportunidade de trabalhar num dos melhores clubes do Mundo e numa das ligas mais competitivas da Europa. Poderá Pelé ganhar o seu espaço no AC Milan, num futuro próximo?


Ainda não é oficial, mas o Sporting está próximo de vender Postiga ao Zaragoza por 2,5 milhões de euros (o que na prática permite aos leões encaixarem apenas 1,25 milhões pois a outra metade vai directamente para os cofres do Porto). VM - Caso se confirme (o Sporting não quer imitar o caso Liedson, e ao que parece só quando tiver um avançado contratado irá dar o aval), é um péssimo negócio para o clube leonino, pois vender um titular na selecção nacional por 1,25 milhões de euros é no mínimo absurdo. Ainda para mais, quando (e sim não marca golos que é o factor mais importante nos avançados, e peca igualmente pelo excesso de individualismo) Postiga é apenas o melhor avançado do Sporting. Tecnicamente claramente o mais evoluído, o que transpira mais garra e vontade, e de longe o que apresenta uma melhor facilidade em segurar a bola e esperar pelos apoios - apesar da sua média de 4 golos por ano apenas - apenas por pressão dos adeptos sportinguistas (a que se pode juntar o facto de no final da época poder sair a custo zero) se pode explicar esta saída pelos valores envolvidos.

PS - Pedimos de uma vez por todas que parem com o falso rumor (e Portugal está cheio deles, então tristes para não dizer mentecaptos a inventar que o VM é do Sporting, Benfica ou Porto é aos milhões) que o Porto deu os 50% do passe do Postiga na sequência do negócio Moutinho. A menos que o tenha feito num acordo secreto, o comunicado à CMVM foi o seguinte:

A Futebol Clube do Porto - Futebol, SAD vem comunicar, nos termos e para os efeitos do art. 248º nº1 do Código dos Valores Mobiliários, ter chegado a acordo com a Sporting SAD, para a cedência definitiva dos direitos de inscrição desportiva do jogador João Moutinho.Esta aquisição foi realizada pelo montante de 11.000.000 € (onze milhões de euros) sendo que a Sporting SAD fica com o direito a receber 25% da mais valia que se venha a verificar numa futura cedência do jogador da FC Porto SAD para outro Clube, por um valor superior a 11.000.000 € (onze milhões de euros).Como contrapartida adicional, a FC Porto SAD cedeu a favor do Sporting SAD, a título definitivo, os direitos de inscrição desportiva do jogador Nuno André Coelho, mantendo na sua titularidade 50% dos respectivos direitos económicos.

Segundo o jornal A BOLA, Roman Pavlyuchenko, avançado do Tottenham que completa 30 anos em Dezembro, pode ser a última solução do FC Porto para reforçar o seu ataque. O internacional russo de 1m88 que esta época já actuou na Liga Europa pelos Spurs parece estar de saída do clube londrino - está tapado por Defoe, Adebayor e Crouch - e o dia de hoje será decisivo para definir o seu futuro. Boa solução? Entretanto, o Roda garantiu o empréstimo de Pawel Kieszek, guarda-redes que chega ao clube holandês por empréstimo do FC Porto.

O Sporting emprestou o lateral esquerdo Atila Turan ao Beira Mar até final da época. VM - Uma opção natural depois da aquisição de Insúa, e que poderá ser proveitosa para os leões caso o francês ganhe o lugar (ainda para mais considerando que André Marques vai parar 6 meses devido a lesão). Com este empréstimo, o clube leonino já poderá inscrever Elias - devido à limitação imposta pela Liga no número de inscrições para o plantel profissional (27), para a entrada de Elias tinha que sair um dos actuais elementos da formação leonina. Djaló, Postiga e Carriço como há muito e em 1ª mão o Visão de Mercado anunciou, foram colocados pelo Sporting no mercado e caso os leões (estão a tentar todos os possíveis) os consigam colocar noutro clube no dia de hoje, isso permitirá ao clube leonino ter mais vagas para uma ou duas contratações.

No Benfica, de acordo com o CM, o CSKA de Moscovo quer contratar Eduardo. A equipa russa ficou sem o titular Afinkeev, que sofreu uma rotura de ligamentos cruzados do joelho esquerdo, e o internacional português pode substitui-lo. Quem já saiu e de maneira oficial, foi Roderick (como há muito se sabia) que vai representar o Servette da Suíça. Este empréstimo do central português acontece com um ano de atraso? Ao contrário do que aconteceu com Nuno Reis (que já apresenta níveis competitivos e de maturidade notáveis), parece claro que Roderick perdeu um ano da sua carreira (onde pouco ou nada evolui) ao ter ficado como 4ª opção no Benfica.

Vai começar na Lituânia a mais importante prova europeia de selecções de basquetebol, com Portugal a marcar mais uma vez presença (depois do Eurobasket 1951, como convidado e o Eurobasket 2007, após brilhante fase de qualificação). Pela primeira vez vão estar em presença 24 equipas (assim Portugal já não vai ter desculpas para voltar a falhar uma presença ao mais alto nível europeu), num alargamento imposto pela FIBA devido ao crescente desenvolvimento da modalidade. Com o lock-out da NBA, muitas das estrelas europeias aceitaram disputar o Europeu, que poderá ser um dos mais interessantes dos últimos anos. Os primeiros 3 classificados de cada grupo passam à fase seguinte, enquanto que os finalistas garantem presença nos Jogos Olímpicos 2012.

Grupo A – Espanha, Turquia, Lituânia, Grã-Bretanha, Polónia e Portugal

A selecção nacional não teve sorte, pois ficou inserido num grupo com 3 grandes candidato ao título. Espanha dispensa apresentações e conta com jogadores como Pau Gasol, Marc Gasol, Calderon, Rudy Fernandez, Navarro, Rubio e o estreante Serge Ibaka. A Turquia foi vice-campeã mundial em 2010 e conta com Turkoglu, Ilyasova, Erden, Asik e o jovem Enes Kanter. A Lituânia poderá aproveitar o factor casa para brilhar, contando com os experientes Jasikevicius, Kaukenas, Javtokas, Songaila os gémeos Lavrinovic e o prodígio Valanciunas. Grã-Bretanha (Loul Deng) e Polónia (sem 4 dos seus melhores jogadores) serão os adversários com que Portugal terá mais hipóteses de ganhar, pese embora a valia de ambos os conjuntos (claramente superiores à selecção nacional).

Grupo B – Sérvia, França, Alemanha, Israel, Itália e Letónia

A Sérvia (Teodosic, Krstic, Tepic, Savanovic e Bjelica) e a França (Batum, Parker, Noah e Diaw) são claramente favoritos ao 1º lugar no grupo, restando saber qual o peso que Nowitzki terá na selecção germânica (bastante frágil sem o seu líder). Itália (Belinelli, Bargnani e Gallinari) e Israel (Halperin e Mekel) tentarão voltar a recolocar as suas nações em fases avançadas, após o declínio dos últimos anos, enquanto que a Letónia será candidato nº1 ao último lugar no grupo B.

Grupo C – Grécia, Croácia, Montenegro, Macedónia, Bósnia e Finlândia

O grupo mais sui generis deste Eurobasket, com 4 nações dos Balcãs, mais a vizinha Grécia. Os gregos não contam com o trio de ouro Diamantidis-Spanoulis-Papaloukas, mas chegam à Lituânia com um conjunto forte e equilibrado, sendo os candidatos ao 1º lugar do grupo. A luta para os lugares de acesso à 2ª fase será bastante dura, pois pese algum favoritismo da Croácia (Tomic, Draper Bogdanovic e Tomas), as selecções do Montenegro (Pekovic, Vucevic, Bjelica e Cook), Macedónia (McCalebb), Bósnia (Teletovic) e Finlândia (Koponen) serão verdadeiras incógnitas.

Grupo D – Eslovénia, Rússia, Bélgica, Geórgia, Bulgária e Ucrânia

A Eslovénia (Dragic e Lorbek) e a Rússia (Mozgov e Kirilenko) são claramente favoritos ao 1º lugar do grupo, sendo que a luta pelo 3º lugar será bastante equilibrada. A Bélgica (Mbenga e Faison) e a Geórgia (Zaza Pachulia) têm vindo a evoluir nos últimos anos, enquanto que a Bulgária (Videnov e Rowland) e Ucrânia (Pecherov, Fesenko e Burtt) têm conseguido presenças em Europeus anteriores, embora sem sucesso.

Temos assim 8 claros candidatos ao troféu (Espanha, Turquia, Lituânia, França, Sérvia, Grécia, Eslovénia e Rússia) e bastantes jogadores que podem fazer a diferença individualmente – Nowitzki (Alemanha), Teodosic (Sérvia), Tony Parker (França), irmãos Gasol (Espanha), Goran Dragic (Eslovénia), Bargnani e Gallinari (Itália), Loul Deng (Grã-Bretanha), Kirilenko (Rússia).

Jogos de Portugal:
Hoje - 15.45 POR-TUR
Amanhã - 13.15 POR-ESP
6ª feira - 15.45 POR-POL
Domingo - 13.15 POR-GBR
2ª feira - 19.00 POR-LIT

Quem irá conquistar o Eurobasket 2011? Que jogadores irão surpreender? Qual será o melhor 5? Até onde pode chegar Portugal?

Tal como o Visão de Mercado tem vindo anunciar com frequência nos últimos dias, o Sporting está vendedor e ainda procura vender jogadores como Carriço, Postiga e Djaló até ao fecho do mercado. Hoje, Yannick é dado como certo no Nice de França (o Sporting recebe 4,5 milhões de euros e fica com 25 por cento do passe do internacional português), enquanto Postiga é associado ao Atalanta, mas Besiktas, clubes espanhóis e russos podem ser igualmente o seu destino. Tudo isto poderá igualmente proporcionar a entrada do 17º reforço (um avançado) e até mesmo do 18º (um defesa central).

Vit. Guimarães - O primeiro treino sob as ordens de Rui Vitória teve como protagonista os adeptos. Algumas dezenas de vimaranenses invadiram o relvado e agrediram, inclusivamente, os jogadores. Transmitindo assim aos atletas, equipa técnica e dirigentes presentes, a sua insatisfação pelo momento desportivo que o clube atravessa.


Paços de Ferreira -  Luis Miguel, de 40 anos de idade, é o nome escolhido para o lugar de Rui Vitória. O treinador já orientou o Feirense e as camadas jovens do FC Porto.

Mercado Internacional - Trezeguet vai jogar no Baniyas, clube dos Emirados Árabes Unidos; Bryan Ruiz, o fantástico médio ofensivo/avançado do Twente está muito perto de assinar pelo Fulham, por 13 milhões de euros; Coates (foi apontado a Porto e Benfica) assina pelo Liverpool; O Arsenal, anunciou hoje a contratação do avançado sul-coreano Chu Young Park ex-Mónaco; Davide Santon sai do Inter para o Newcastle por 5 milhões de euros.


Atletismo - Sara Moreira terminou a prova dos 3000 metros obstáculos na 12ª posição, com a russa Zaripova a ganhar a prova com a 4ª melhor marca de sempre. Patrícia Mamona (triplo-salto) e Vera Barbosa (400 m barreiras) falharam a final. Destaque para o salto com vara feminino que terminou com a vitória da brasileira Fabiana Murer (recorde sul-americano), 2º lugar para Martina Strutz (recorde da Alemanha) e 3º para Feofanova, numa prova marcada pelo falhanço de Isimbaeva (6º lugar). No disco, o alemão Robert Harting renovou o título, enquanto que nos 800 metros, o queniano Rudisha (22 anos) foi o mais rápido. Na prova que finalizou o dia, o atleta de Grenada, Kirani James, foi o mais rápido nos 400 metros (recorde pessoal), derrotando o favorito LaShawn Merritt (EUA) por 3 centésimos.

30 de Agosto de 2011

Num exercício de actualização - pois as movimentações do mercado assim o obrigam, o Visão de Mercado volta a lançar o top 10 das transferências para o mercado nacional, reformulando a lista com os novos nomes confirmados desde 18 de Junho (ver aqui), 14 de Julho (ver aqui), 25 de Julho (ver aqui), 06 de Agosto (ver aqui) e 22 de Agosto (ler aqui). Relembramos os leitores que os critérios utilizados se baseiam numa 1ª fase nas expectactivas que esse reforço alimenta (pelo que já fez/potencial/ou cotação internacional) ou melhor alimentava (antes de se estrear nos jogos da pré-época), e depois nas relações entre qualidade e preço, experiência e potencial, enquadramento da contratação nas necessidades do clube, e da capacidade da mesma em galvanizar os adeptos.

1 º - Witsel – O internacional belga foi insistentemente apontado aos grandes portugueses, e acabou mesmo por rumar à Luz por uma verba a rondar os 7 Milhões de Euros. Um jogador que para além de ter ainda muita margem de progressão, e ser tecnica e e principalmente a nível físico impressionante, pode garantir aos encarnados o equilíbrio a meio campo que desapareceu aquando da saída de Ramires. Certamente este "reforço Bomba" está a fazer escala em Portugal, com uma paragem muito curta.
2º - Garay – O Benfica precisava desesperadamente de um central de topo, e a verdade é que conseguiu uma das melhores soluções que estava no mercado. Os moldes do negócio são questionáveis (mas certamente os necessários para fechar Coentrão por “30” Milhões), mas a qualidade do argentino é uma certeza.
3º - Elias – Já sugerido pelo VM aos "grandes" há 2 anos (na altura estava barato), chega ao Sporting depois de uma passagem pouco feliz pelo Atlético. A aquisição mais cara da história do clube leonino, é sem dúvida uma contratação de Top (o facto de ser regularmente convocado para a selecção brasileira atesta disso mesmo), e alguém que vai acrescentar ao meio campo leonino velocidade, dinâmica, alguma agressividade e até capacidade de finalização. Apenas o facto de não poder jogar na Liga Europa (pelo menos o próprio assim o garantiu) acaba por ser uma falha por parte dos dirigentes leoninos.
4º - Jeffrén Suarez - Um extremo (que também pode jogar a lateral) rápido, tecnicamente evoluído, que actua de igual modo nos 2 corredores e que apresenta uma experiência de integrar a melhor equipa do Mundo. O facto de ser pretendido por equipas como o Liverpool e Tottenham, e o que custou (a opção de recompra é o principal handicap), demonstram a perícia do clube leonino na aquisição deste internacional sub-21 espanhol.
5º - Steven Defour - Melhor jogador da Liga Belga em 2008, o médio há muito era associado a equipas como o Man Utd, Liverpool e Arsenal. Aos 23 anos chega ao Porto e é claramente um acréscimo de qualidade na nossa Liga, apesar de nas duas últimas épocas (desde a lesão grave) ter perdido alguma da preponderância.
6º - Diego Capel - Internacional AA por Espanha, já com um currículo assinalável como a conquista por duas vezes da Taça UEFA, o extremo esquerdo é o grande reforço dos leões neste defeso. O ala que já foi fortemente pretendido pelo Real Madrid vem colmatar uma lacuna no plantel leonino que já durava desde a saída de Nani - alguém que estique o jogo, incuta velocidade e desequilibre.
7º - Iturbe - O timing da sua contratação, a dimensão internacional que ganhou nos últimos meses, e o seu talento, fazem deste "Novo Messi" uma clara mais-valia para a nossa Liga, talvez não a curto-prazo mas certamente no futuro.
8º - Enzo Pérez – Mais uma prova da atenção do Benfica ao mercado sul-americano. Com 25 anos (bem mais maduro que a maioria dos prodígios oriundos daquelas paragens), é explosivo e pode actuar nos dois flancos. Bom movimento dos encarnados, ao segurar um dos melhores jogadores a actuar na América do Sul.
- Joan Capdevila - Campeão do Mundo e da Europa, não fosse a sua idade e teria sido a contratação mais sontante do defeso nacional.
10º - Kléber - O avançado brasileiro chega ao Dragão, por cerca de 2,5 Milhões, depois de uma longa novela de mercado. Com apenas 21 anos e já adaptado ao futebol português, caso não chegue mais nenhum dianteiro será certamente uma das referências dos azuis e brancos, ainda para mais, depois da saída de Falcao. 

Será de esperar mais alguma contratação neste defeso que se intrometa nos lugares cimeiros do top? Qual o top 10 das melhores transferências do defeso nacional? E porquê?

É oficial. O Sporting garantiu a contratação do internacional brasileiro Elias para as próximas 5 épocas. Os leões pagam  8.850.000 (oito milhões oitocentos e cinquenta mil euros) ao Atlético (clube que não contava com o médio devido ao excesso de extra-comunitários) naquela que é a maior transferência da história do clube de Alvalade e asseguram assim o seu 16º reforço para a nova época. VM - É na nossa opinião, juntamente com Jéffren, o melhor reforço do clube leonino até ao momento e  devido à sua enorme qualidade, será titular de caras neste Sporting. Elias é um médio moderno, que pode actuar em qualquer posição do meio campo mas que rende mais e potencia melhor o seu futebol a box-to-box. Destaca-se essencialmente pela sua velocidade, agressividade, desarme, por  ser bom na transição e aparecer bem em zonas de finalização. É regularmente convocado para a selecção AA do Brasil (Mano gosta bastante do seu ex-pupilo e poderá jogar esta semana frente ao Gana), o que diz bem da qualidade deste médio de 26 anos e 1m73 e da contratação de Top efectuada pela turma de Alvalade. Bom reforço? Ou os valores envolvidos fazem desta transferência um autêntico disparate? Será o Sporting um "caixote" onde o Atlético coloca os seus dispensados como já tinha acontecido com Pongolle (que custou 6,5 milhões)? Entra Elias e sai Schaars? Ou Domingos irá utilizar os 2 num 4-3-3? Considerando o acutal elenco (30 jogadores) do técnico leonino qual devia ser o 11 base dos leões? A contratação do internacional brasileiro está igualmente relacionada com as constantes lesões de Aguiar, Matias, Izmailov, etc (cenário que só agora os leões notaram)? Com Elias (1m73), João Pereira (1m71), Rinaudo (1m75), Izmailov (1m70), Capel (1m72) e Jéffren (1m75), que parecem ser indiscutíveis neste "novo Sporting" sobram 4 posições de campo (que agora tem sido ocupadas pelo 1m84 de Evaldo, 1m82 de Postiga, o 1m82 de Polga e 1m81 de Carriço), não é um cenário preocupante (e sim o VM já bate nesta tecla há e anos) esta falta de altura da equipa leonina, ainda para mais no futebol actual onde os lances de bola parada decidem muitos encontros.

Já era um cenário esperado, mas agora é oficial. Rui Vitória vai treinar o Vit. Guimarães até ao final da temporada. VM - Um treinador que conseguiu no Paços dar continuidade ao bom trabalho que já tinha realizado no Fátima, demonstrando não só ter recursos técnicos e tácticos como um excelente conhecimento do mercado nacional. Contudo, treinar em Guimarães será um desafio totalmente diferente, pois o clube, a cidade e principalmente os seus adeptos nutrem um amor pela equipa que muitas vezes se transforma numa pressão que nem todos conseguem aguentar (treinadores/jogadores). Já referimos diversas vezes que este plantel vimaranense é de boa qualidade (Nilson dá garantias, a dupla de centrais também, o meio campo com Adoua, Olimpio e Pedro Mendes não necessita de provar mais nada, e na linha ofensiva Barrientos, Targino, Faouzi, Soudani e Toscano desequilibram como poucos) e tem de aspirar a mais que uma luta pelo 5º lugar, não só disputando os lugares cimeiros, como apresentando bom futebol e a paixão que caracteriza o Vitória. Terá Rui Vitória o mesmo destino que Paulo Sérgio (saiu do Paços para Guimarães e depois rumou a um "grande")? Boa solução? E no caso da turma pacense, qual a melhor solução para o lugar de Vitória?

Com o mercado a fechar, os principais alvos do Porto - Leandro Damião e Vágner Love - parecem cada vez mais longe da órbita portista e novos alvos (ou de recurso) estão já a ser apontados aos azuis e brancos. O jornal O JOGO associa hoje Bendtner ao Porto (mas Everton, Stoke, Sunderland, Bundesliga ou outro clube português devem ser o seu destino), e a RR aponta Funes Mori igualmente aos azuis e brancos. VM - Já destacamos por diversas vezes as qualidades destes jovens avançados, contudo, temos dúvidas que o argentino conseguisse acrescentar mais que Kléber ao ataque portista. No caso do dinamarquês, que até já fez um hat-trick ao Porto, a questão não está no seu potencial (pois quanto a nós é muito elevado) mas sim se as suas características fazem sentido neste 4-3-3 de Vítor Pereira onde os extremos (Hulk e Varela) são mais de fazer diagonais do que propriamente flanqueadores. Um avançado móvel, com o perfil de Love, que conjuga velocidade, técnica, capacidade de aparecer no espaço e poder de finalização, seria o ideal. Depois das tentativas falhadas (pelo menos até ao momento) de contratar Damião, Love e Teófilo Gutiérrez, conseguirá ainda o Porto preencher a lacuna deixada em aberto com a saída de Falcao? 



Benfica - No dia em que o clube da Luz desmentiu estar interessado em Héctor Canteros, do Vélez Sarsfield, os encarnados emprestaram Jara ao Granada (clube que já tinha recebido Yebda, Martins e Júlio César) e Carole ao Sedan (da II liga francesa).


La Liga - Com golos de  Thiago Alcântara, Cesc, Alexis Sanchez e Messi (bisou), o Barcelona estreou-se  na Liga espanhola, goleando o Villarreal (5-0). Um resultado que já não surpreende mesmo tendo pela frente um adversário de Liga dos Campeões, no entanto não deixa de ser peculiar que a turma de Guardiola tenha alcançado esta goleada com um 11 onde apenas tinha um defesa de raiz (Abidal). Barcelona: Valdés; Mascherano, Busquets, Abidal e Keita; Fábregas, Iniesta e Thiago Alcantara; Alexis Sanchéz, Pedro e Messi

Baba - O avançado do Marítimo, vai rumar ao Celtic Glasgow. Faz lembrar um pouco Dame N'Doye (ex- avançado da Académica) que não foi aproveitado por nenhum "grande" em Portugal e a época passada brilhou na Champions ao serviço do Copenhaga.

Marco Caneira -
O central que saiu do Sporting (depois de receber a devida indemnização do clube leonino) vai representar o Videoton da Hungria, equipa orientada por Paulo Sousa (um dos 5 melhores médios portugueses da história).

Vuelta -
Tony Martin, da HTC, venceu o contra-relógio de hoje, numa etapa em que Tiago Machado foi 7º e Nélson Oliveira 12º. Christopher Froome, da Sky, é o surpreende líder da competição.

Mercado Internacional -
Palermo pediu 20 milhões para vender Pinilla (ex-Sporting; De Rossi pode reforçar o City (uma equipa com o italiano, mais Yaya, Silva, Nasri, Aguero, Tevez ou Dzeko é "obrigada" a ganhar a Premier); Santa Cruz chega ao Bétis por empréstimo.

Arsenal - André Santos
(Fenerbahçe) está próximo de assinar por uma verba a rondar os 6 milhões; O Dortmund recusou uma proposta dos gunners de 35 milhões por Gotze; Bendtner ainda no mercado (ou é vendido, ou trocado por outro jogador, que não Arteta, pelo menos não nestes moldes, pois o Everton recusou). 

Atletismo -
Alberto Paulo assegurou presença na final dos 3000 metros obstáculos, depois de ficar no 4º lugar da sua série (bateu o seu recorde pessoal). Vera Barbosa vai marcar presença nas meias finais dos 400 metros barreiras, enquanto que Jorge Paula falhou as meias finais na mesma prova, mas no quadro masculino. O destaque da noite foi para a final dos 110 metros barreiras, ganho pelo cubano Dayron Robles (pode ser desclassificado), à frente de Jason Richardson (EUA) e Liu Xiang (CHN). O japonês Koji Murofushi venceu o concurso do lançamento do martelo, enquanto que Amantle Montsho ofereceu ao Botswana a medalha de Ouro nos 400 metros femininos. Na final dos 100 metros femininos, Carmelita Jeter (EUA) conseguiu quebrar o domínio da Jamaica, numa grande competição entre as duas nações para ver quem tem os velocistas mais rápidos.

29 de Agosto de 2011

Nacional 0-2 Benfica (Cardozo 22´ e Bruno César 90´+ 4)
Num encontro peculiar (teve duas paragens motivadas pelo nevoeiro) os encarnados foram à Madeira bater o Nacional e subiram provisoriamente ao 1º lugar. A partida fica marcada pela expulsão de João Aurélio ao minuto 60, que "arrumou" com os madeirenses do jogo (não tiveram nenhum lance ofensivo na última meia-hora) e permitiu ao Benfica que até essa fase só tinha feito 3 remates, controlar as operações e dominar o encontro até final. Em suma, uma vitória justa do Benfica (apesar do Nacional ter entrado melhor em ambas as metades), que permite ao clube da Luz, pelo menos psicologicamente, pressionar o Porto.

Destaques

Benfica - Uma exibição pouco entusiasmante dos encarnados, mas que comparativamente com o ano passado é um passo em frente para o clube da Luz, pois permitiu a obtenção de 3 pontos num campo complicado. Nota, para mais uma vez ser evidente a principal lacuna da turma de Jesus: a falta de uma alternativa válida à dupla Garay-Luisão. Apesar da boa 2ª parte de Jardel, a verdade é que o central é demasiado banal para actuar num "grande" e no 1º tempo foi consecutivamente ultrapassado por Mateus. Por outro lado (à semelhança do que acontece com o Porto) o Benfica (já o é há 2 anos) com Witsel (1m86) e Emerson (1m85) uma equipa fortíssima nos lances de bola parada (defensiva e ofensiva), pois junta estes 2 elementos ao bom jogo aéreo de Cardozo (1m93), Garay (1m89), Javi (1m87) e Luisão (1m93). 

Bruno César - Em Portugal (acontece com os adeptos dos 3 grandes) ao 1º jogo menos positivo, e ainda nem chegamos a Setembro o jogador é logo rotulado de flop - só no nosso País se pode fazer isso a alguém que foi um dos melhores do Brasileirão 2010 -  hoje, o brasileiro voltou a demonstrar algumas das qualidades que o VM sempre lhe reconheceu, e juntou a 45´ razoáveis um golo onde percorreu quase todo o campo sozinho. 

Nolito - Pelo 2º jogo consecutivo foi uma nulidade. Não se pode tirar o mérito aos seus 5 golos, à sua velocidade e técnica (apesar de fazer sempre o mesmo movimento de puxar a bola para o pé direito, fazer uma diagonal e rematar), contudo ao contrário de Portugal inteiro, o VM continua a encontrar mais lacunas no jogo do espanhol do que virtudes, é notória a sua falta de cultura táctica, defensivamente é uma nulidade mesmo a ocupar o espaço, e o seu excesso de individualismo e falta de visão de jogo acabam por anular várias acções ofensivas do Benfica. 

Nacional - Jogou o jogo pelo jogo (algo raro nos dias que correm), teve mesmo a 1ª oportunidade de golo por Mateus, entrou melhor na 2ª parte, mas depois da expulsão de João Aurélio não voltou a criar perigo. Elisson foi o melhor em campo - depois de Benaglio e Bracali, os madeirenses parecem ter mais um guardião competente; Mateus foi dos mais interventivos na 1ª parte; Luis Alberto foi dos melhores e anulou Aimar.

Artur/Gaitán - Mais uma exibição segura do guarda-redes brasileiro (não é Casillas como faz crer o comentador da TVI) mas é até ao momento um acréscimo enorme de qualidade em relação à época passada; O argentino hoje esteve melhor, juntou à sua exibição uma assistência e parece estar a subir de forma.

Cardozo - A melhor unidade dos encarnados. Mais um golo (desta feita de cabeça), vários remates, tecnicamente a bom nível e sempre um jogador complicado de marcar pelos adversários.

Vit. Setúbal 0 - 1 Braga (Hélder Barbosa 82')

Num jogo equilibrado e com oportunidades de golo para ambas as equipas, o Braga venceu um difícil Vitória de Setúbal que permanecia invicto na Liga, com mais um belo golo de Hélder Barbosa, já perto do final da partida. Destaque para as ausências de Quim do lado do Braga e João Silva do lado do Vitória de Setúbal, ambos chamados à selecção A e sub-21 respectivamente.

A primeira parte fica marcada pelo equilíbrio nos lances de perigo para as balizas contrárias, com o Braga a ver duas bolas no seu ataque a embaterem nos ferros, e Diego a impedir com boas defesas o golo minhoto, e do lado contrário Berni e Nuno André Coelho a impedirem males maiores. No segundo tempo o jogo decaiu de qualidade, e o Braga foi assumindo as rédeas da partida, sem no entanto traduzir a maior posse de bola em jogadas de ataque com pés e cabeça. Foi portanto num lance individual que o marcador foi aberto, com Hélder Barbosa a passar bem por dois adversários e já em queda, dentro da área, bate Diego, que nada podia fazer.

Destaques

Vitória de Setúbal - Os sadinos parecem ter razões para sorrir esta época, pois conseguiram montar um plantel equilibrado e de qualidade, com um misto de jogadores experientes e rotinados na Liga como é o caso de Ricardo Silva, Hugo Leal, Neca, Miguelito e Zé Pedro, e jogadores jovens e com margem de progressão como João Silva (hoje ausente), Henrique e Tengarrinha. Pitbull e Jorge Gonçalves tornam ainda o ataque mais perigoso, num plantel maioritariamente português. Hoje a equipa podia ter pontuado, pois efectuou uma boa partida, sólida na defesa e perigosa no ataque.

Pitbull - Foi o elemento em destaque do lado do Vit. de Setúbal, com pormenores técnicos de qualidade, aliados à sua força física e facilidade de remate. Um dos melhores elementos do plantel.

Sporting de Braga - Ainda sem os mais recentes reforços, os minhotos conseguiram os três pontos de forma bastante suada. Os jogadores que actuaram à frente do médio defensivo transitam da época passada, e como tal não se entende as dificuldades de troca de bola e criação de lances de perigo por parte da turma de Leonardo Jardim. A defesa sem o seu guarda-redes e dois defesas titulares teve algum trabalho mas acabou por não comprometer.

Hélder Barbosa - Parece finalmente começar a mostrar o seu valor com a camisola de guerreiro, ao marcar pelo segundo jogo consecutivo. Para além disso, foi dos mais batalhadores no jogo, partindo dos seus pés algumas das situações mais perigosas do Braga.

Lima - A actuar como avançado, continua a cair muito para os flancos, e assim não se percebe como funciona este ataque minhoto. No entanto a sua mobilidade e técnica permitiram-lhe procurar por várias vezes o golo, repartindo com H. Barbosa o título de melhor homem da partida.

Há muito se sabia (o Visão de Mercado sempre indicou que o futuro do português passava pelos colchoneros) mas só agora é oficial. Pizzi, passou esta manhã nos testes médicos e vai ser emprestado pelo Braga ao Atl. Madrid até final do ano, ficando a turma espanhola com uma opção de compra (valor que não foi mencionado no seu site, mas que é entre os 8 e 15 milhões de euros). VM -  Um negócio peculiar e que parece fazer pouco sentido (a menos que o Atlético já tenha pago uma quantia razoável apenas pelo empréstimo), pois, e apesar da valia de Pizzi temos dúvidas que com Salvio, Reyes, Arda Turan e Juanfran nas alas, o português tenha possibilidades de entrar de caras no 11 colchonero e assim se mostrar. É certo que poderá jogar a 10 ou nas costas de Falcao, mas caso isso não aconteça, o seu passe vai desvalorizar e o Atl. Madrid certamente não irá accionar a cláusula de opção. Conseguirá o extremo português explodir no Atlético e se afirmar na La Liga? Bom negócio? Ou teria sido preferível (já que os minhotos não encontraram um comprador com 12 milhões de euros) ao Braga ficar com o jovem no seu plantel - onde seria a estrela - e desta forma permitir que o seu passe se valorizasse ainda mais?

O Manchester United derrotou o seu rival Arsenal por 8-2, numa tarde histórica em Old Trafford (o Arsenal não sofria 8 golos num jogo da liga inglesa desde 1896!). Mérito para os jogadores do United, mas sobretudo para Alex Ferguson, que não se cansa de bater recordes. O treinador escocês, com um plantel inferior aos candidatos Chelsea e Manchester City, apostou num 11 bastante jovem frente aos gunners: De Gea (20 anos), Smalling (21 anos), Phil Jones (19 anos), Jonny Evans (23 anos), Cleverley (22 anos), Anderson (23 anos) e Welbeck (20 anos). Nani (24 anos), Young (26 anos), Rooney (25 anos) e Evra (30 anos) completaram o onze de Ferguson. Os resultados foram evidentes, pese embora a fraca resistência do Arsenal (quer física, quer mental), os jovens “diabos” partiram para cima do seu adversário e só pararam quando chegaram aos 8-2. Será o Manchester United o principal candidato ao título inglês? Se Smalling, Jones, Evans e Cleverley jogassem juntos noutra equipa, esse clube conseguiria produzir todo este futebol? Que mais precisa provar Ferguson no Mundo futebolístico?

Passou despercebido a quase todos, mas Bruno Pires, ciclista português da Leopard-Trek (uma das 5 melhores do Mundo) finalizou o US Pro Cycling Challenge no 9º lugar (a 1´49´´ do 1º). Um feito notável ainda para mais quando esta prova de uma semana teve a participação de praticamente todos os melhores ciclistas mundiais como Andy e Franck Schelck que ficaram na 33ª e 13ª posição, Cadel Evans (7º), Ivan Basso (35º), Gesink (16º) e os melhores ciclistas norte-americanos. Levi Leipheimer foi o 1º classificado, com Vandevelde, Van Garderen, Danielson e Hincapie a ocuparem as restantes posições no top-5. O US Pro Cycling Challenge é uma prova em estreia no circuito mundial e decorreu no Colorado (as melhores equipas do Mundo abdicaram de levar os seus melhores ciclistas à Vuelta para colocar todo o seu "arsenal" nesta prova norte-americana), com etapas a mais de 3500 metros de altitude, num nível quase superior ao Tour, apesar de não ter a mesma duração (1 semana contra 3 no Tour).

Quando uma equipa contrata 16 jogadores, uns ainda jovens é certo, outros que terão sido um erro de casting (Luis Aguiar), mas na sua maioria de grande qualidade. Ninguém pode ignorar o facto de Schaars ter estado no Mundial 2010 competição em que a Holanda terminou em 2º lugar, Elias ir actuar no próximo jogo pela selecção brasileira, o mesmo se passando com Rinaudo em relação à Argentina, a juntar à presença de Jeffren e Capel no recente Europeu sub-21 ganho precisamente pela Espanha, o que atesta bem da injecção qualitativa neste Sporting versão 2011-12. Ora, se com toda esta melhoria passado 5 jogos oficiais - 3 deles em casa e todos com adversários muito inferiores - os leões somam uma derrota, 3 empates e apenas uma vitória (protagonizando o pior arranque de sempre neste século), o problema está mais do que identificado: a falta de qualidade do seu treinador

É certo que este Sporting vai melhorar - com jogadores desta qualidade, seria difícil isso não acontecer, até Mancini já ganha e goleia pelo City, e certamente o mesmo irá acontecer com o Sporting, não por dedo do seu treinador, mas por mérito da valia individual dos seus intervenientes - no entanto, nesta fase parece óbvio a todos que desculpas que este clube leonino é uma equipa em construção (isso perde a credibilidade quando não se ganham jogos contra equipas muito inferiores), e que tem tido jogadores importantes lesionados (todos sabiam, o VM mencionou isso diversas vezes, que uma grande % do plantel leonino tem um passado clinico complicado), deixam de fazer sentido. É certo que os leões tem sido prejudicados pelas arbitragens, mas nesta fase os erros de Domingos (ter como equipa base 9 jogadores que a época passada ficaram a 36 pontos do 1º, depois do esforço leonino neste defeso roça o rídiculo; ter já nesta fase uma equipa esgotada fisicamente, e mesmo assim repetir um 11 passado menos de 72h depois de um jogo desgastante dos leões e insistir em vários elementos que nada tem produzido é de treinador amador; não ter ainda uma táctica definida e sistema de jogo definido, depois de 3 meses de trabalho já não pode ser desculpa; fazer deste Sporting o único "grande" que não pressiona nem alto nem baixo, não tem agressividade sobre o adversário e em que a ligação entre os sectores é quase nula, é digno de um Manuel Machado; não identificar lacunas básicas como a falta de altura da equipa, a fraca qualidade da defesa e a ineficácia do ataque, entre tantos outros, nem o mais frequente utilizador da Multiopticas faria pior), são por demais evidentes e até ao momento resultaram num futebol sem fio de jogo e de pouca qualidade, denotando que o ex-técnico do Braga não consegue tecnicamente mais e melhor do que jogar para o pontinho, e mesmo psicologicamente é claro que é incapaz de incutir numa equipa: atitude, espírito de sacrifício e concentração. Quando o clube leonino apresenta uma estrutura para o futebol de grande nível (Duque-Freitas), um naipe de jogadores desta qualidade, e não ganha em casa a equipas como o Marítimo e Olhanense, onde estará o problema? Não seria benéfico ao Sporting (tal como fez com Materazzi) despedir Domingos nesta fase? É que com Capel, Rinaudo, Izmailov (bem fisicamente), Elias, Jeffren, etc, não temos dúvidas que até Paulo Sérgio (esse tal como Bento e Carvalhal é que não tinham ovos para fazer omoletes) tinham levado de vencida estes fracos opositores. Até quando durará a Paciência com o ex-avançado e capitão do Porto?

28 de Agosto de 2011


Benfica - Miroslav Stoch foi associado ao Benfica pela imprensa francesa, afirmando que o jogador poderá sair do Fenerbahçe por 4,5 milhões de euros. Na corrida pelo internacional eslovaco também estão o O. Marselha, Zenit e B. Moenchengladbach. Seria uma boa aposta dos encarnados? Que outros jogadores do Fenerbahçe poderão interessar aos grandes portugueses?

Sporting - Como há muito o Visão de Mercado adiantou, o clube leonino está no mercado e o VM sabe que um jogador já está contratado (faltam os exames médicos e acertar pequenos detalhes), e caso algumas questões financeiras permitam vai tentar chegar aos 17 reforços (número que o nosso projecto sempre referiu) e talvez mesmo aos 18 (um médio, um avançado e um central). 

Rolando - Depois de ter sido associado ao PSG e ao Chelsea, o central do FC Porto foi hoje associado ao Real Madrid.

La Liga - O Real Madrid entrou da melhor maneira na Liga Espanhola, vencendo por 6-0 (podiam ter sido 10) na visita a Saragoça. Com Roberto na baliza (foi um dos melhores em campo), os merengues não tiveram grandes dificuldades em chegar ao golo, até porque a defesa do clube aragão nunca conseguiu acertar na marcação aos jogadores do Real. Cristiano Ronaldo começou a temporada com um hat-trick, Marcelo, Xabi Alonso e Kaká marcaram os restantes. Nas outras partidas, o Atletico Madrid não saiu do 0-0 na recepção ao Osasuna, Atletico Bilbao e Rayo Vallecano empataram 1-1, o mesmo se passando na partida entre Getafe e Levante. Maiorca (1-0 ao Espanyol) e Sevilha (2-1 ao Málaga) entraram na liga a vencer.

Liga ZON-Sagres - Feirense e Paços de Ferreira empataram sem golos, numa partida fraca e com duas expulsões (Siaka Bamba e Diogo Figueiras), enquanto que o Beira-Mar foi a Guimarães golear um apático Vitória, em grande crise (0-3 com golos de Artur, Cristiano e Nildo).

Motores - Casey Stoner aumentou a vantagem para a concorrência no GP de Indianápolis, depois de vencer a sua 3ª prova consecutiva. Dani Pedrosa e Ben Spies completaram o pódio do Moto GP. O australiano tem agora 44 pontos de vantagem para Lorenzo. Na Fórmula 1, Sebastien Vettel venceu o GP da Bélgica na dobradinha da Red Bull. Webber foi segundo, enquanto que Button foi terceiro. Na geral, Vettel tem mais 92 pontos que Webber.

Ricardo Gomes - O antigo central do Benfica e PSG sofreu um AVC durante a partida entre o Vasco da Gama (da qual é treinador) e o Flamengo, estando em situação grave. Já não foi a primeira vez que o treinador brasileiro sofreu um AVC, pois em 2010 o mesmo aconteceu quando treinava o São Paulo.

Ligue 1 - O campeão Lille agravou a crise do O. Marselha, depois de bater os seus rivais por 3-2 (a equipa de Deschamps ainda não ganhou na Liga Francesa). Moussa Sow marcou por duas vezes (Chedjou fez o outro golo), enquanto que Valbuena marcou para os marselheses. O PSG garantiu uma vitória suada em Toulouse (3-1, mas com dois golos em cima do minuto 90), enquanto que Sochaux (2-1 ao St-Etienne) e Rennes (3-2 ao Caen) venceram as suas partidas caseiras. 

Sporting 2-3 Marítimo (Izmailov 37´e Jéffren 75´; Rafael Miranda 49´, Sami 51´ e Babá 90´+ 2)

Um Sporting versão 2010-2011 (entrou em campo com 9 jogadores que faziam parte da equipa que a época passada ficou a 36 pontos do 1º e protagonizou o pior ano de sempre dos leões) continua sem vencer no campeonato e está à 3ª jornada praticamente fora da corrida pelo título - quem não vence em casa o Marítimo e Olhanense, e nesta fase só tem 2 pontos não poderá aspirar a mais que o 2º ou 3º lugar.

Depois de um jogo com muitos golos mas com pouco futebol, as bolas paradas (e tantas vezes salientamos que a falta de altura dos jogadores leoninos, faz deste Sporting a equipa de Top mais fraca a nível europeu a defender este tipo de situações) acabaram por ser decisivas a favor do Marítimo e premiaram uma equipa que pelas oportunidades que criou, organização demonstrada e personalidade apresentada acabou por merecer a vitória.

Destaques

Domingos - Voltou a demonstrar que é treinador para equipa pequena e que não tem capacidade para orientar este bom elenco leonino (pelo menos com valor mais do que suficiente para ter vencido e goleado os 4 jogos que fez até ao momento). Este Sporting não pressiona ninguém, não faz faltas para parar a organização de jogo adversário, não demonstra nenhuma qualidade em termos técnico-tácticos e o seu jogo vale essencialmente pela enorme qualidade individual de jogadores como Jéffren e Izmailov. A juntar a tudo isto, o técnico leonino continua a cometer erros gritantes durante as partidas, hoje voltou a insistir em Schaars durante 90´(quando o holandês estava a ser uma nulidade), tira Postiga (que apesar de não marcar golos) é o único avançado leonino com técnica para desequilibrar, com garra para incomodar o adversário e com capacidade para segurar a bola e esperar pelos apoios, e principalmente continua de olhos fechados perante uma das grandes lacunas deste Sporting: a falta de altura da equipa.

Sporting - Quando se contrata 15 jogadores (vários de boa qualidade) e se entra em campo com 9 elementos que a época passada demonstraram que não tem capacidade para actuar juntos em equipas que lutam pelo 5º ou 6º lugar, principalmente o sector defensivo, não se pode ambicionar vitórias e títulos - se era para manter a tendência para quê a forte aposta no mercado? Hoje os leões protagonizaram uma exibição ao nível do 1º tempo frente à Olhanense e do encontro perante o Beira-Mar, o jogo contra o Nordsjaelland (equipa que em Portugal lutava pelo 10º lugar na Orangina) serviu para escamotear algo, ou seja com pouco futebol, pouca atitude e tudo à base de lances individuais. As lacunas deste leão há muito foram identificadas pelo VM: falta de altura (todas as equipas de Top apresentam 4/5 jogadores no 11 com mais de 186cm); pouca pressão, eficácia nula na frente, e um técnico fraco sem competência quer a nível técnico, quer a nível táctico e mesmo a nível psicológico - tal é a forma como demonstra no banco que não consegue mais e principalmente denota que não consegue contrariar esta inércia do fraquinho). 

Marítimo - É a pior equipa dos madeirenses dos últimos anos, não comprou ninguém e ainda viu sair Djalma e Kléber, contudo, hoje demonstrou personalidade, aproveitou as fragilidades do adversário e com um Sami endiabrado, um Danilo Dias que espalhou técnica e um Roberge na defesa a controlar as operações alcançou o 1º triunfo no campeonato. 

Carriço/Polga - Mencionamos durante 30 vezes a época passada que era uma das piores duplas da Liga, hoje voltou a demonstrar o porquê. O 1º é um central limitadíssimo em todos os aspectos defensivos: desarme, posicionamento, futebol aéreo e velocidade, e temos dúvidas que fosse titular em 13 equipas da I divisão, enquanto que o 3º apesar das recentes boas exibições, não será aos 32 anos que irá começar a vencer os duelos aéreos e dar alguma agressividade ao seu futebol. 

Capel/Schaars - O espanhol fez uma exibição zero (praticamente não tocou na bola e andou sempre escondido); Já o médio holandês foi uma autêntica nulidade.

João Pereira - Mais um encontro onde voltou a demonstrar todas as suas fragilidades defensivas, juntando a isso falhas de concentração gritantes - um delas permitiu o 2-1 do Marítimo.

Djaló/Postiga - Entram em campo com a pressão dos adeptos - os sportinguistas falam de algumas afirmações do VM mas são os primeiros a condicionar os seus próprios jogadores com assobios - e isso claramente afecta o futebol dos mesmos. Apesar das suas lacunas, a verdade é que desde que saiu Postiga o Sporting não criou mais nenhum lance ofensivo, e o extremo português estava melhor no encontro que Capel e Schaars.

Izmailov/Jéffren - São os 2 elementos mais deste Sporting. O 1º foi o melhor jogador dos leões no encontro, mas esteve sempre muito sozinho, enquanto que o espanhol teve a infelicidade de ter saído (mais uma vez) lesionado depois de ter feito o empate, deixando o Sporting com apenas 10 jogadores em campo.

Atletismo - Um dia triste para a modalidade já que a principal referência da actualidade, Usain Bolt, foi desqualificado na final dos 100 metros (prova vencida pela jovem promessa da Jamaica, Yohan Blake em 9.92) depois de uma falsa partida completamente despropositada e digna de um amador. Nas restantes provas do Mundial 2011, destaque para Kenenisa Bekele, tetracampeão nos 10 mil metros e um dos melhores atletas da história que não conseguiu revalidade o seu título (Ibrahim Jeilan foi o grande vencedor). No que diz respeito aos portugueses, Rui Silva foi 11º nos 10 mil metros e Naíde Gomes 10ª no salto em comprimento. 

Premier League - O Manchester United, humilhou, o Arsenal e cilindrou os rivais por uns inacreditáveis 8-2 (resultado mais volumoso na história entre os 2 clubes), em jogo da terceira jornada do campeonato inglês. Wayne Rooney fez um hat-trick, Ashley Young bisou e Welbeck, Park e Nani apontaram os restantes golos. Já antes, o City tinha ido a Londres golear o Tottenham por 5-1 com um poker de Dzeko, tornando este dia fantástico para a cidade de Manchester. VM - Com Touré, Nasri, Silva, Aguero e Dzeko o mínimo que se exige a Mancini é isto mesmo: bom futebol e goleadas; no caso do United nada mais se pode acrescentar ao brilhantismo de Alex Ferguson, contudo, golear um rival desta maneira e com uma equipa muito jovem: De Gea, Welbeck (saiu ainda na 1ª parte, mas a selecção inglesa tem de ser a sua próxima paragem, Smalling, Jones, Evans, Cleverley é épico; por último, é um dia triste para o Arsenal, mas de certa maneira esperado, pois não se pode enfrentar rivais desta envergadura com jogadores como Jenkinson, Djourou, Coquelin, Koscielny, Lansbury só para citar alguns - é certo que faltavam Diaby, Song, Vermaelen e Wilshere - e muito menos vender activos como Nasri e Fabregas e nada fazer para colmatar as suas saídas (caso até 31 Wènger não aposte forte no mercado com a aquisição de 4/5 jogadores vai ser mais um ano em branco para os Gunners e a sua luta para o 4º lugar com Liverpool e Tottenham será certamente complicada).

Sporting -  Garantiu cinquenta por cento do passe de Insúa a custo zero. O clube leonino, para já, não paga nada ao Liverpool, mas o valor do seu passe vai ficar indexado ao número de jogos e desempenho do lateral em Alvalade. As contas ajustam-se mais tarde, numa possível transferência ou num acordo a definir entre Sporting e Liverpool, avançou Carlos Freitas. Negócio peculiar? O número de jogos e desempenho estará relacionado com os restantes 50% do passe, ou com a % que o Sporting tem neste momento, ficando sempre o Liverpool com 50%? E em relação ao valor a definir no futuro, se o Liverpool pedir 5 milhões estará o clube leonino obrigado a pagar essa exigência?

Benfica - Mesmo não estando impossibilitado fisicamente (pelo menos o clube da Luz nada mencionou nesse sentido), Jesus optou por deixar Eduardo de fora da lista de convocados para o encontro frente ao Nacional. Mika também ficou de fora, e o guardião suplente será Bruno Varela. Destaque igualmente para a ausência por lesão de Garay e para a chamada de Rodrigo. Como é que se explica que Paulo Bento continue com a sua política (já aconteceu no passado com Micael) de continuar a convocar suplentes que muitas vezes não servem nem para o banco dos seus clubes?

Braga - O clube minhoto adquiriu Juan Carlos, jovem promessa do Real Madrid por 2,5 milhões de euros e decidiu emprestá-lo ao Zaragoza. A noticia só ontem foi tornada pública pois o clube espanhol ainda não recebeu o certificado internacional e como tal o extremo não foi convocado para defrontar o próprio Real Madrid. Mais um negócio, com os protagonistas do costume: Jorge Mendes, fundos que dão jogadores a determinados clubes, e com o Zaragoza como denominador comum, depois de já ter sido usado nos casos Roberto e Rúben Micael. 

Vuelta - Daniel Martin (Garmin) venceu, este domingo a nona etapa. Numa chegada em alto, muitas foram as surpresas e o holandês Bauke Mollema (Rabobank) é agora o novo líder. Tiago Machado desceu para a 27ª posição.

Liga Zon-Sagres - O Olhanense foi a Vila do Conde bater o Rio Ave por 1-0. Um autogolo de Éder, aos 35 minutos, decidiu o encontro. Já o Gil Vicente recebeu e venceu a Académica por 2-0 com golos de André Cunha e Cláudio.

Indique o seu palpite!


Na perspectiva que um dia possam dar o salto para um "grande", e principalmente serem figuras de destaque na Liga que agora se inicia, o Visão de Mercado (mencionamos apenas elementos com menos de 23 anos, que não pertençam ao núcleo formado por Benfica, Braga, Porto e Sporting, excluindo igualmente os emprestados como Kelvin, Melgarejo, etc) indica aqueles que podem ser os 10 jogadores (estrangeiros) a seguir em 2011-12. 

Jean Barrientos - Um dos novos reforços do Vitória de Guimarães. O jovem e talentoso médio-ofensivo uruguaio, com a sua mobilidade e boa técnica poderá assumir-se como uma das figuras da equipa. Tem 20 anos e 1,73m.

Peter Suswan - Lateral nigeriano do Vitória de Setúbal, muito promissor, e que se destaca pela sua capacidade física. Prova disso foi que esteve recentemente no Mundial de Sub-20, onde foi uma das figuras da competição. Tem 19 anos e 1,85m. 

Josiel de Oliveira (Jô) - Reforço da União de Leiria para esta época, é um avançado móvel e tecnicista. Promete ser um jogador importante para os leirienses conseguirem a manutenção. Já é apontado como o "novo Maciel" (ex-Porto) e tem 22 anos e 1,70m.

N'Diaye - Foi uma das boas surpresas do campeonato transacto pelo Vitória de Guimarães, mas esta poderá ser a sua época de afirmação. É um defesa-central que pensa e executa de forma rápida (embora tenha ainda algumas falhas de concentração) e é bastante forte no jogo aéreo. Internacional do Mali é representado por Jorge Mendes e tem sido associado a vários clubes, entre eles o Benfica. Tem 21 anos e 1,84m.

Dejan Školnik - Internacional sub-21 pela Croácia na época passada foi uma das novidades do Nacional. Esquerdino pode actuar na ala ou como médio interior. Veremos se conseguirá dar continuidade ao que fez na temporada anterior e mostrar que pode ambicionar algo mais. Tem 22 anos e 1,81m.

Ibrahim Sissoko - Foi o titular neste último Torneio de Toulon pela selecção sub-20 da Costa do Marfim. E aos 19 anos e 1,77m poderá formar com Éder uma dupla de ataque na Académica, a seguir com atenção. 

Júnior “Caiçara” - Lateral esquerdo do Gil Vicente. Rápido, consistente - tanto ataca como defende bem - e que se destaca pela sua raça, promete ser uma das grandes revelações da liga esta temporada. Tem 22 anos e 1,72m.

Babá Diawara - É a grande figura do Marítimo, o provável é que venha a sair até dia 31, mas caso permaneça, tem todas as condições para fazer uma época em cheio. Avançado rápido, ágil, com boa estampa física, necessita de melhorar os indicies de concentração. Tem 23 anos e 1,85m.

El Arbi Soudani - Depois de ter perdido do concurso de N’Djeng, segundo melhor marcador do campeonato argelino, o Vitória de Guimarães garantiu o líder dos artilheiros. Em 25 jogos marcou 18 golos e poderá ser a principal referência ofensiva deste Guimarães. Tem 23 anos e 1,82m.

Cauê - O médio defensivo brasileiro, que rescindiu com o Leixões, é um dos reforços do Olhanense. Um médio alto e possante que será o esteio do Olhanense durante esta época e quem sabe suceder a Vinicius (médio que em Janeiro se mudou para o Braga). Tem 22 anos e 1,86m. 

Que outros jogadores (estrangeiros) até aos 23 anos, que não pertençam a Sporting, Porto, Braga e Benfica e não estejam por empréstimo nos seus clubes, se podem destacar esta temporada? Indique o seu Top10.  Michel do P. Ferreira, será na nossa opinião uma das grandes figuras da Liga, mas já está fora dos nossos critérios e por isso não o mencionamos. Qual destes elementos poderá dar o "salto" para um "grande"?

Nuno R.

De acordo com a imprensa francesa, Philippe Coutinho, médio ofensivo do Inter, que recentemente venceu o Mundial de sub-20 pelo Brasil, mas já internacional AA pela canarinha, está nas cogitações de Lyon, Génova, Atlético de Madrid e Benfica. Tal como o VM (ler aqui) deu ontem conta, o talentoso jogador está no mercado e o clube italiano pretende colocar a jovem promessa por empréstimo noutro clube. Teria Coutinho (19 anos e 1m72) espaço neste Benfica?

No Porto, a saída de Álvaro Pereira parece ser um dado incontornável, o próprio esquerdino está a forçar isso mesmo, resta saber quais serão os valores do negócio entre o Porto e o Chelsea. Nesse sentido, hoje o CM menciona que Malouda pode ser envolvido na transferência - algo que na teoria, apesar de que no futebol tudo pode acontecer, é completamente irreal e que não abona muito a favor deste diário (jornal que nunca criticamos, ao contrário do que fizemos em relação a um desportivo e a outro generalista). Quanto é que o Porto irá encaixar com a saída de Álvaro Pereira? Caso os azuis e brancos recebam algum elemento do Chelsea nesta transferência, qual o "alvo" mais real? E no caso de Malouda, que ainda ontem foi titular pelos londrinos, e há 2 épocas na opinião do VM foi o melhor jogador francês no Mundo, faz sentido associar o esquerdino aos portistas?

O SC Braga confirmou as aquisições de Fran Mérida, médio internacional sub-21 espanhol, que chega a titulo de empréstimo do Atlético de Madrid, e Édson Rivera (assinou por 5 épocas), avançado de 19 anos e 1m82 ex-Atlas, que apontou 3 golos no recente Mundial sub-20 ao serviço do México. VM - A aposta no dianteiro mexicano é sem dúvida uma boa contratação, num jogador que se destaca pelo seu bom jogo de área, principalmente ao nível do futebol aéreo, e que parece visar mais o futuro e não tanto o curto-prazo. No que diz respeito ao talentoso Mérida, o único senão é mesmo o facto de chegar por empréstimo (política que rejeitamos por completo quando nos referimos aos "grandes", a menos que tenham cláusulas de opção muito convidativas, e mesmo nesses casos, o passado já provou que esses elementos dão tudo no ano de empréstimo os clubes fazem um esforço para os contratar e depois nada produzem), o que vai obrigar que tenha um rendimento desportivo a Top, pois a nível financeiro nada irá render aos bracarenses. Trata-se de um esquerdino (formado no Barcelona, mas que foi "roubado" aos catalães pelo Arsenal para ser o sucessor de Fabregas) que pode jogar a 8 ou 10 (o seu futebol peca pela falta de competitividade e principalmente velocidade e como tal, não apreciamos quando joga encostado à linha) e que se destaca pela sua técnica, visão de jogo e execução nas bolas paradas. Bons reforços? Estará o plantel de Leonardo Jardim (conta com 30 jogadores o que é um claro exagero) fechado? Ou ainda há algumas lacunas que devem ser colmatadas até dia 31?

27 de Agosto de 2011

Várias equipas de top do futebol europeu procuram ainda colocar os seus excedentários (jogadores com qualidade mas que não fazem parte das opções, estão no mercado e à espera de um clube onde possam jogar regularmente). Nesse sentido, Portugal perfila-se como um destino apetecível para alguns desses jogadores, sobretudo os grandes do futebol nacional - os casos de Garay, Jeffrén ou Insúa são bons exemplos - sendo assim, o Visão de Mercado avança com uma lista que integra alguns dispensáveis dos clubes de Top que podem ser "alvos" interessantes. 

Onuoha (Man. City) - Nascido na Nigéria, mas internacional pelas camadas jovens da selecção inglesa. Aos 24 anos, não entra nos planos de Mancini. Depois do empréstimo ao Sunderland na última temporada, o defesa polivalente procura dar um novo rumo à sua carreira e afirmar-se definitivamente. 

Santon (Inter) - Está na lista de dispensas do Inter. Já é internacional A pela Itália e aos 20 anos tem uma margem de progressão brutal. Mede 187 cm e pode actuar em ambos os flancos. Destaca-se mais no plano ofensivo, mas é um lateral que defensivamente evoluiu muito depois de ter sido emprestado ao Cesena. 

Drenthe (Real Madrid) - Deu nas vistas no Europeu de Sub-21 e despertou o interesse dos maiores clubes europeus. Chegou a Madrid muito jovem e nunca se conseguiu afirmar em pleno. Faz todo o corredor canhoto e aos 24 anos (167 cm) tarda em confirmar o seu potencial, sobretudo pelos seus actos fora dos relvados.

Elias (Atl. Madrid) - É um médio moderno. Recupera bolas, remata, defende e apoia ao ataque. Embora franzino (173 cm; 70 kg), não vira a cara à luta. Esteve com pé e meio no Benfica, mas acabou por aterrar em Madrid. Sem espaço no plantel “colchonero” (não foi inscrito devido à questão dos extra-comunitários), procura um novo clube. Já actuou na Liga Europa esta época.

Ederson (Lyon) - Deu nas vistas no Nice e o Lyon contratou-o na temporada 08/09. Ao serviço do antigo campeão francês, o brasileiro nunca foi um titular absoluto e a sua margem de manobra está cada vez mais reduzida. A caminho dos 26 anos de idade (181 cm), é um médio ofensivo de grande qualidade que faz a diferença no último terço do terreno. 

Pedro Léon (Real Madrid) - Aos 24 anos, o extremo espanhol precisa de jogar e confirmar tudo aquilo que mostrou ao serviço do Getafe. É um verdadeiro perigo à solta, sobretudo pelas suas constantes mudanças de velocidade e diagonais. Robusto e capaz de aguentar o choque (183 cm; 72 kg), não faz parte dos planos de Mourinho. 

Coutinho (Inter) - É uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Contudo, a técnica e o virtuosismo do médio ofensivo não se deram bem com o Calcio, pelo que a sua saída do Inter parece inevitável.

Bendtner (Arsenal) - Depois de Clichy, Fàbregas e Nasri, o dinamarquês será o próximo “gunner” a dizer “adeus” ao Arsenal - Wènger admitiu isso ontem, sendo que Bremen, Stoke, Sunderland e um clube português são o seu provável destino. Ponta de lança possante, no alto dos seus 193 cm, o dinamarquês tem o jogo aéreo como grande arma e seria um "reforço Bomba" no nosso campeonato. 

Macheda (Man. Untd) - Sem espaço no plantel do United, a estadia de Macheda em Old Trafford terá os dias contados. Aos 20 anos, o ponta de lança italiano tem tudo para desenvolver as suas capacidades. Apesar dos seus 183 cm, executa de forma rápida. 

N’Gog (Liverpool) - Há vários anos ao serviço do emblema inglês, nunca se afirmou em Anfield Road. Aos 22 anos, o ponta de lança francês está no mercado, e apesar do seu físico (194 cm; 84 kg), é um jogador veloz. 

Amauri (Juventus) - Depois de ter dado nas vistas ao serviço do Palermo, a sua aventura na Juventus acabou por defraudar as expectativas. O ítalo-brasileiro está no mercado e são vários os clubes interessados no seu concurso. Aos 31 anos, Amauri (186 cm; 85kg) o "Drogba branco", é um avançado poderoso.

Iaquinta (Juventus) - É mais um de saída da ‘Vecchia Signora’. O internacional italiano procura um novo desafio na carreira aos 31 anos. Com 191cm, é bom no jogo aéreo e destaca-se pela facilidade de remate. Move-se bem entre os defesas contrários, podendo mesmo descair para uma das alas.

Pavlyuchenko (Tottenham) - É um nº 9 puro. À beira dos 30 anos de idade, o ponta de lança russo nunca se assumiu como titular indiscutível dos ‘Spurs’, e com a chegada de Adebayor a sua vida no clube londrino complicou ainda mais. É ágil, desmarca-se muito bem e combina bem com os companheiros. O seu “handicap” acaba por ser a finalização, desperdiçando várias oportunidades flagrantes. Já actuou na Liga Europa esta época.

Teremos algum destes jogadores em Portugal? Que outros nomes poderiam ser equacionados? Qual o alvo mais apetecível desta lista?

A. Mesquita

O Visão de Mercado apurou que até dia 31 de Agosto, ou seja quarta-feira, pelo menos um avançado (podem ser 2 e inclusive 3) vai reforçar a nossa Liga e um (ou mais do que um) "grande". A verdade é que Vagner Love admitiu hoje que o CSKA recusou uma proposta do Porto, a imprensa argentina afirmou na passada semana que o Racing rejeitou uma oferta dos azuis e brancos por Teófilo Gutiérrez (jogador que o Visão de Mercado em 1ª mão, avançou em Maio no Mundo, que estava na lista do Porto, ler aqui) e no Brasil se comenta que os portistas estão a tentar Leandro Damião. Contudo, não é só o Porto que está no mercado por um dianteiro (até poderá não adquirir nenhum) e estes avançados a juntar a Bendtner, Amauri, Trezeguet, Bacca e 2 surpresa são alguns dos vários nomes que podem reforçar a nossa Liga nos próximos dias.