31 de dezembro de 2010


O Visão de Mercado deseja um Bom Ano Novo a todos os nossos leitores e colaboradores. Num momento de grande crise e desconfiança, o VM deseja um 2011 cheio de alegrias e sucesso àqueles que connosco seguem o desporto nacional e internacional. Um especial agradecimento aos nossos colaboradores: Filipa Nascimento, T. Cunha, A. Mesquita, Rui Alves, A. Borges, A. Costa, R. Lopes, João Almeida e T. Marques. Sem eles, a tarefa dos administradores Pedro_M e Sergio_Alj seria deveras complicada. Aos nossos Leitores, fica também uma palavra especial, pois sem vocês (e o vosso feedback), seria impossível chegar onde estamos neste momento.

Bom Ano Novo!


2010

Em qualquer das três categorias, 2010 foi um ano emocionante para os amantes da modalidade, com acidentes espectaculares, ultrapassagens únicas e duelos alucinantes ao longo de 18 provas. Acima de tudo, é um ano de pesar uma vez que o piloto japonês Shoya Tomizawa perdeu a vida durante o GP de San Marino. Nas 125cc o domínio foi inteiramente espanhol. Os duelos de Pol Espargaro e Nicolas Terol animaram o ano mas no final foi o jovem Marc Márquez de apenas 17 anos, a conquistar o título mundial. Na classe intermédia, o grande vencedor foi Toni Elias antigo piloto da categoria MotoGP. O espanhol foi o mais forte e regular ao longo da época, superiorizando-se a Julián Simón e ao italiano Andrea Innanone. Na classe rainha o campeão foi novamente um espanhol: Jorge Lorenzo. O companheiro de equipa de Valentino Rossi bateu a concorrência e garantiu o seu primeiro título mundial na categoria, batendo o compatriota Dani Pedrosa. "Il Dottore" não esteve ao seu nível, muito por culpa de uma lesão na perna que o obrigou a falhar algumas provas, perdendo assim terreno para os seus opositores. Outro dos derrotados do ano foi o antigo campeão do mundo Casey Stoner, aos comandos da Ducati terminou no 4º lugar final. Mais um ano de muito pneu gasto e quedas aparatosas que fizeram as delicias de todos aqueles que gostam de velocidade em duas rodas.


2011 

O ano que se aproxima advinha-se de muita competição e emoção, como já é hábito na modalidade. Nas 125cc e Moto2 é impossível fazer qualquer tipo de prognóstico uma vez que as surpresas são cada vez maiores com o passar dos tempos. Não existem favoritos à vitória final e tudo está dependente da regularidade de casa piloto embora se espere um novo domínio de "nuestros hermanos" em ambas as classes. Certo será que haverá novos campeões do Mundo: Marc Márquez irá correr no Moto2 enquanto Toni Elias voltou ao MotoGP. Terol e Efrén Vázquez são os candidatos mais fortes ao título em 125cc enquanto na classe intermédia Simone Corsi, Andrea Innone e Julián Simón partem à frente dos "novatos" Espargaro, Bradley Smith e o já referenciado Márquez. A grande curiosidade recai na classe maior da modalidade. Muitas são as mudanças anunciadas para o próximo ano, a começar em Valentino Rossi. O italiano abandonou a Yamaha e correrá aos comandos da Ducati, tendo como colega de equipa Nick Hayden. A Honda reforçou-se com Stoner, e mantém Pedrosa como grande aposta. Por sua vez, Jorge Lorenzo e a Yamaha apostam na renovação do título e para o lugar de "Rossifumi" contrataram o campeão mundial de SuperBike Ben Spies. O campeão do Mundo sairá certamente desta lista de pilotos.


Sem expressão no Mundo do Motociclismo, Portugal tem no próximo ano um motivo de orgulho e interesse na competição. O piloto Miguel Oliveira irá participar na classe de 125cc aos comandos de uma Aprilia. Com apenas 15 anos (!) é um dos nomes a seguir com atenção no mundo das motas. De salientar ainda que o GP do Estoril mantém-se na lista de circuitos, embora numa data diferente: será no inicio de Maio que Portugal terá o prazer de acolher o ruído ensurdecedor dos motores em duas rodas.

Qual o melhor momento 2010? A maior surpresa e desilusão recaem sobre quem? Apostas para 2011?

A.Mesquita

Segundo o jornal A Bola, o Sporting está interessado no ponta-de-lança grego do Celtic de Glasgow, Samaras. O jogador de 25 anos e 1,91 está em final de contrato, e Marco Caneira poderá ser envolvido no negócio. O avançado tem as características pretendidas por Paulo Sérgio, mas o West Bromwich e o Corunha também estão na corrida.

Por sua vez, o jornal O Jogo garante que Yannick Djaló tem via aberta para se transferir em Janeiro, caso o clube de Alvalade receba uma proposta na ordem dos 4 milhões de euros.

Será o avançado grego o "pinheiro" que Paulo Sérgio pretende? 4 milhões por Yannick Djaló é o valor adequado? Caso o internacional português abandone Alvalade, o Sporting contratará um extremo?

Tempo para balanços na NBA. Depois da nossa visão sobre os MVP´s até ao momento, altura para fazer uma breve avaliação dos melhores rookies (e desilusões) da NBA, até ao momento.

Blake Griffin (LAC) – Pouco há a acrescentar ao que já foi dito neste post (aqui). O nº1 do Draft 2009 tem sido o melhor estreante na Liga, com médias impressionantes e um domínio nas tabelas pouco comum para um jovem de 21 anos.

John Wall (WAS) – Foi o nº1 do Draft 2010, mas como Griffin não actuou qualquer partida na temporada passada, poderá ser relegado para 2º lugar na corrida ao rookie do ano. De qualquer forma, a qualidade demonstrada na NCAA está à vista de todos. Wall é bastante rápido e distribui a bola como poucos.

Evan Turner (PHI) – O nº2 do Draft não está a ter vida fácil na NBA, pois não tem actuado com regularidade. Até ao momento, nos minutos que jogou, pouco mostrou, numa escolha algo incompreensivel pelos responsáveis dos Sixers.

Derrick Favors (NJN) – Tal como Turner, Favors não tem sido utilizado com regularidade nos Nets, mesmo tendo em conta a lesão de Troy Murphy. No entanto, com apenas 19 anos, ainda terá muito tempo para evoluir.

Wesley Johnson (MIN) - O jogador dos Wolves conquistou um lugar no 5 da sua equipa por mérito próprio. Tem demonstrado alguma da qualidade que o afirmou em Syracuse, com destaque para a facilidade em atirar da linha de 3 pontos.

DeMarcus Cousins (SAC) – O poderoso PF dos Kings já mostrou bons atributos na estreia, com grande facilidade em jogar debaixo do cesto. No entanto, para se afirmar ao mais alto nível, precisa de ser mais inteligente na abordagem a cada lance, pois é normal cometer turn-overs de forma infantil.

Xavier Henry (MEM) - O SG dos Memphis, formado na Universidade do Kansas, relegou OJ Mayo para o banco, mostrando que com apenas 19 anos, poderá tornar-se num jogador bastante interessante. No entanto, terá que melhorar o seu lançamento exterior, bem como os lances livres.

Eric Bledsoe (LAC) - O pequeno base formado no Kentucky revelou estaleca na difícil missão de liderar as acções ofensivas dos Clippers, na ausência de Baron Davis. Ultrapassou-a com grande qualidade e poderá crescer ainda mais como jogador (ver o caso de Darren Collison, que beneficiou da lesão de Chris Paul e neste momento é titular nos Pacers).

Landry Fields (NYK) – É claramente o “roubo” do Draft 2010. O jogador dos Knicks foi seleccionado apenas na posição 39, mas tem sido um dos jogadores mais importantes na caminhada da equipa de New York. O SG titular dos Knicks é o líder dos bases da NBA em ressaltos, aparecendo muito bem na componente atacante (ressaltos ofensivos e lançamentos de 3 pontos).


Outros jogadores que já demonstraram qualidades no ano de estreia: Greg Monroe (DET), Al-Farouk Aminu (LAC), Gordon Hayward (UTA), Ed Davis (TOR) e Larry Sanders (MIL).

Quais os principais destaques positivos entre os rookies (sem contar com Blake Griffin)? As maiores desilusões? Quem fez as melhores opções do Draft 2010?


30 de dezembro de 2010


Que a União de Leiria esteja no 4º lugar, depois de Caixinha ter sido duramente criticado após as derrotas frente ao FC Porto, Sporting, Gil Vicente e União da Madeira (eliminado das duas taças)?



De acordo com alguma imprensa, o Benfica pode estar prestes a contratar Djalma ao Marítimo. Caso o negócio se confirme Weldon e Felipe Menezes serão emprestados ao clube madeirense até final da temporada.

Será Djalma o 2º reforço de Inverno do Benfica? Curiosamente, depois de Fernández que ocupa a mesma posição que o internacional angolano. 



Segundo o jornal Record, o Benfica recusou uma proposta do Chelsea de 20 milhões de euros para a contratação de David Luiz. O central encarnado, tal como havia sido noticiado anteriormente, apenas sai por 30 milhões de euros, valor elevado que dificilmente alguém oferecerá pelo internacional brasileiro neste mercado de Inverno.


Poderá algum clube chegar aos 30 milhões de euros? Tendo em conta que a renovação do título está complicada e a eliminação precoce da Liga dos Campeões desvalorizou os jogadores encarnados. Consideram que Vieira errou ao não vender David Luiz quando, alegadamente, o City fez uma proposta de 35 milhões de euros no defeso?


De acordo com o DN, Simon Vukcevic foi oferecido ao Porto pelo seu empresário Nir Zahavi, que ligou a Pinto da Costa para o informar de que o montenegrino estava no mercado. No entanto, apesar do baixo valor pelo qual os dragões poderiam adquirir o jogador, o presidente portista recusou o negócio, provavelmente devido à grande abundância de extremos no plantel de André Villas-Boas. Também a indisciplina de Vukcevic poderá ter sido um factor decisivo para a recusa do líder azul e branco. Os leões compraram o montenegrino por 2 milhões de euros em 2007, e terão de adquirir os restantes 50% até Junho de 2011. O atleta até poderá regressar ao Saturn, mas o Sporting tem sempre de pagar 2 milhões.

Por sua vez, o Talk Sport dá o Bolton como estando na linha da frente para a aquisição do jogador de 24 anos em Janeiro (ver aqui).

Qual será o destino de Vukcevic? A sua saída é praticamente um dado adquirido, depois de vários rumores o apontarem a diversos clubes. Caso o montenegrino saia para o Porto, a manutenção de Bettencourt como presidente do Sporting é possível, depois do negócio Moutinho?

Chegou a hora de escrever sobre Griffin. A iniciativa é merecida, isto depois de ver a forma entusiasmante com que os nossos leitores se referem ao Extremo-Poste dos LA Clippers.

Sempre pensei - e para isto não é necessário ser um guru do basquetebol - que a superioridade de Lebron James na modalidade tinha muito a ver com o seu extraordinário poderio atlético, usando e abusando de um corpo extremanente dotado para este desporto. James, que não tem o talento de Bryant e Durant, é um produto da direcção para a qual caminhou a NBA nos últimos anos.

O basquetebol do músculo e dos concursos de afundanços tinha então criado um point-guard com a morfologia de um atleta de provas de decatlo. Entretanto, passaram-se já alguns anos desde o aparecimento de Lebron. Em 2010, a evolução voltou a dar mais um passo nesse sentido. O seu nome é Blake Griffin.

Mais alto (mede 2,08m), mais forte, igualmente rápido, com uma posição mais vantajosa para explorar a sua insultante superioridade atlética, porque é um power-forward e tem um reportório que vai muito além dos exibidos por Dwight "Superman" Howard, Griffin está em condições de ser uma super estrela da próxima década na NBA.

Ainda lhe sobra também tempo para suprimir algumas lacunas defensivas, porque tem apenas 21 anos. Os seus constantes duplos-duplos no seu primeiro ano de real competição, situam-no e colocam-no ao nível de um autêntico totem do basquetebol, como o é Tim Duncan. Se as lesões graves não o visitarem mais (esteve de baixa um ano depois de ter sido eleito nº1 no draft do ano passado) e escapar à maldição dos Clippers (algo a ter sempre em conta), poderá marcar uma era.

É fã de Griffin? Concorda que pode marcar uma era na NBA? Que jogadores com a sua idade o entusiasmam além do PF dos Clippers?

A.Borges

Edmilson Dias de Lucena

O brasileiro chegou a Portugal com apenas 20 anos, em 1988, e só sairia do país 13 anos depois. Representou os dois maiores clubes da Madeira, Nacional e Marítimo, tendo-se transferido posteriormente para o Vitória de Guimarães, onde se destacou na então I Divisão Nacional. Com uma técnica acima da média e boa capacidade de finalização, apesar de ser um avançado móvel, Edmilson participou em 88 jogos pelo Vitória, tendo marcado 29 golos. Em 2000, esteve envolvido numa polémica transferência para o grande rival, o Sporting de Braga, já com 32 anos, juntamente com o também brasileiro Riva. Participou em 37 encontros, marcou 12 golos, e contribuiu para uma das melhores épocas de sempre dos bracarenses, atingindo o 4º lugar e apuramento para a Taça Uefa. Deixou Portugal rumo à Arabia Saudita, mas foi na Coreia do Sul que ainda deu nas vistas ao serviço do Jeonbuk Hyunday Motors, onde conquistou vários prémios individuais.

Nome: Edmilson Dias de Lucena
Data de Nascimento: 9 Maio 1968 (1968-05-29) (42)
Nacionalidade: Brasileiro
Altura: 184cm
Posição: avançado

Vídeo: youtube.
Mais informação: wikipédia, worldfootball, zerozero.

Lembram-se de Edmilson? Que memórias tem deste jogador?

29 de dezembro de 2010

Benfica - O Record fez capa com a desistência dos encarnados em contratar Funes Mori, no entanto, a RR avança que o empresário que conduz as negociações entre os dois emblemas, Miguel Pires, chega amanhã a Lisboa, para negociar com o Benfica. O River Plate pede 9 milhões de euros pelo jogador.

Sp. Braga - Agostinho Oliveira vai assumir a área da formação do clube minhoto, sendo o responsável por todos as áreas deste sector.

Vit. Guimarães - Manuel Machado prolongou por mais um ano o seu vinculo ao Vit. Guimarães, que termina agora em 2012. Segundo a direcção, a renovação do contrato representa "a continuação do projecto traçado para o futebol profissional do clube, que tem no Prof. Manuel Machado um dos seus grandes alicerces".

Portimonense - Tal como avançaram ontem os órgãos de comunicação social, Carlos Azenha foi o treinador escolhido para tentar salvar o clube algarvio da descida de divisão. O treinador português prometeu muito trabalho e profissionalismo, para assegurar a manutenção do I escalão.

Jorge Mendes - O empresário português, dono de uma grande carteira de jogadores, foi eleito o empresário do ano pela Globe Soccer, tendo recebido o prémio numa convenção no Dubai.

Premier League - O Chelsea regressou às vitórias na recepção ao Bolton. Um golo de Malouda foi o suficiente para o clube londrino regressar ao 4º lugar da geral. O Arsenal deixou-se empatar em Wigan, falhando a subida ao 1º lugar (2-2), enquanto que o Liverpool foi surpreendido em casa pelo lanterna-vermelha, Wolverhampton (1-0).

Liga Orangina - O Feirense segue na liderança, depois de ter batido o Penafiel por 2-1. Na sua perseguição, está a Oliveirense, que foi à Covilhã vencer o Sporting local por 3-1. O Gil Vicente desperdiçou uma vantagem de 2 golos frente ao Varzim (2-2) e perdeu a oportunidade de se isolar no 3º lugar. Já a equipa da Póvoa somou o 10º jogo seguido na Liga Orangina sem perder (3 vitórias e 7 empates). O Leixões defronta amanhã o Trofense e, caso alguém ganhe, subirá ao 2º lugar da geral. No fundo da tabela, o Moreirense recebeu e venceu o Belenenses por 2-1.



Que o Portimonense tenha despedido Litos após as férias natalícias e contratado um treinador (Carlos Azenha) que soma na Liga Portuguesa 1 empate e 3 derrotas (1-13 em golos) ao serviço do Vitória de Setúbal?



...Russel Westbrook!

No seu 3º ano na NBA, Russel Westbrook deu finalmente o grande passo de um talento em ascensão para um dos melhores jogadores a jogar actualmente na NBA. O PG-SG (sim, pelo estilo de jogo, poder ser considerado um SG) quase roubou o lugar de Kevin Durant como figura de destaque dos Oklahoma Thunder.

A sua performance nesta época (22.4 pontos/ 8.1 assistências/ 4.8 ressaltos/ 2.0 roubos de bola por jogo) demonstra uma grande evolução em relação às duas temporadas anteriores. Tanto Westbrook como Kevin Durant (com a melhor média de pontos na geral: 28.1 pts por jogo), têm contribuído para a época positiva dos Thunder, com o 2º lugar na Divisão Noroeste, atrás dos Utah Jazz e no 5º lugar na disputada Conferência de Oeste. Westbrook tem sido mais decisivo que o próprio Kevin Durant, pois nos 4 jogos que Durantula falhou por lesão, os Thunder venceram 3 deles (Boston, Milwaukee e New Jersey, todos fora de portas), por obra e graça do base da equipa. O próximo grande teste ao jogador de 22 anos, nascido em Long Beach e formado na UCLA, será o de manter esta forma nos playoffs, levando os Thunder a um lugar mais alto que no ano passado.


De acordo com o jornal O Jogo, o lateral do Benfica está no topo da lista de reforços para o sector mais recuado do Milan. Depois de garantida a contratação de Cassano, os dirigentes rossoneri estão agora voltados para a defesa, e o internacional português está muito bem referenciado pelo técnico Massimiliano Allegri, que sabe da intenção dos encarnados em transferir o jogador.



Tendo em conta que a cláusula de rescisão do lateral é de 30 milhões de euros, terá o Milan capacidade financeira para contratar Coentrão? Consideram o campeonato italiano o adequado para o internacional português?

28 de dezembro de 2010

NBA - Os Orlando Magic continuam em boa forma após a chegada de J-Rich, Arenas e Turkoglu, tendo vencido tranquilamente os Nets por 104-88. Já os Hornets, foram derrotados pelos Wolves por 113-98, enquanto que os Bucks perderam em casa, com os Hawks por 95-80. No encontro mais esperado da noite, os Mavs venceram os Thunder por 103-93, numa partida onde o alemão Dirk Nowitzki se lesionou. Por último, os Jazz foram derrotados em Salt Lake City pelos Blazers por 96-91. Michael Beasley (Wolves) foi o jogador do dia com 30 pts, 9 reb e 7 ast.

Benfica - Os encarnados estão a negociar a contratação do lateral/médio esquerdo do PSG, Tripy Makonda. O jovem francês (20 anos) é considerado uma promessa do futebol francês, mas não tem sido opção no clube da capital francesa. O Benfica prepara assim, uma mais que provável saída de Fábio Coentrão.

Braga - Segundo o jornal A Bola, o médio Luis Aguiar está em conversações com o Dínamo de Moscovo tendo em vista a definição do seu futuro, mas que o seu agente garante que não passará por Portugal. O mesmo jornal aponta ainda Emídio Rafael como hipótese para reforçar a equipa de Domingos Paciência.

FC Porto - No dia do 73º aniversário de Pinto da Costa, o presidente dos dragões anunciou a renovação do contrato de André Villas-Boas por mais uma temporada (até 2013). Pinto da Costa aproveitou para criticar quem desconfiava do jovem treinador: "Muitos previram que não ia acabar a época - se calhar na casa deles é que isso pode vir a acontecer -, mas nós quisemos dar a garantia e a prova que a nossa escolha estava acertada".

U. Leiria - Silas está próximo de assinar pelo AEL Limassol, tendo já viajado para o Chipre para realizar os testes médicos. O médio português irá, assim, trocar o actual 4º classificado da Liga Zon-Sagres, pelo 5º classificado da Liga Cipriota...

Portimonense - Litos foi dispensado do comando técnico dos algarvios, depois dos maus resultados ao longo da temporada. De acordo com o Record, Carlos Azenha é o principal candidato ao lugar de treinador da equipa de Portimão.

Premier League - Depois do Arsenal ter batido o Chelsea por 3-1, jogou-se hoje mais uma jornada da melhor liga de futebol do mundo. O Manchester United deixou-se empatar 1-1 no terreno do Birmingham, com Lee Bowyer a marcar no último minuto (após assistência de Zigic, com o braço). Os red devils viram o vizinho City colar-se no 1º lugar (com mais 2 jogos), após Balotelli ter marcado 3 golos na goleada por 4-0 sobre um irreconhecível Aston Villa. O Tottenham subiu ao 4º lugar depois de derrotar o Newcastle por 2-0, enquanto que Blackburn (3-1 ao WBA), Blackpool (2-0 ao Sunderland) e Fulham (2-0 ao Stoke City) obtiveram importantes vitórias fora de portas.

ATP (Resumo de 2010)
Este ano foi marcado, pela supremacia do espanhol Rafael Nadal que levou três Grand Slams (US Open, Roland Garros e Wimbledon) de uma leva só. Nadal mostrou-se feliz com a sua prestação dizendo mesmo numa entrevista “Eu preparei-me bem para 2010 e joguei um ténis excelente desde Janeiro, mesmo que só tenha vencido o meu primeiro título em Abril”. Nadal teve a oportunidade de se juntar ao livro dos records quando quase igualou o feito de Rod Laver que ganhou os quatro Grand Slams numa só temporada. Não se pode comparar a boa forma de Nadal à de Federer que apesar de ter ganho o Australian Open no inicio do ano perdeu o seu 1º lugar para o espanhol. Na opinião do Visão de Mercado, Federer começa novamente a apresentar o síndroma “Nadal” pois a luta pelo nº1 contínua e Federer não parece saber como lidar com o espanhol.

Robin Soderling é um nome a seguir em 2011 pois este ano conseguiu subir 3 posições no ranking (estava em 8º a 4.Jan.2010 e a 20.Dez.2010 em 5º) e promete continuar a subir ameaçando entrar para o top3. É também importante lembrar que Moya (34 anos) se retirou, por motivos já esperados. A carreira no mundo do ténis acaba cedo e apesar de existirem muitos bons jogadores, a partir dos 35 anos é difícil acompanhar a energia dos mais jovens.

Para 2011
Tal como já referi, o Visão de Mercado deixa a batata quente nas mãos de Soderling. Que já mostrou ser capaz de defrontar os grandes e vencer. Soderling diz ter receio de enfrentar Federer “Tenho um retrospecto desfavorável contra ele”. No entanto tenho a certeza de que seria um jogo bom de se ver. É esperada também uma grande subida por parte de Richard Berankis e Alexandr Dolgopolov. Del Potro por sua vez, desceu em 2010 por lesão mas espera-se que o aregentino esteja em grande na próxima temporada.Nos portugueses o ano começou com as entradas para o top 100 de Frederico Gil e Rui Machado e termina com Rui Machado a liderar em 93º e Gil em 101º. Espera-se portanto uma excelente forma para Rui Machado que espera continuar a subir no ranking. Nas esperanças podemos frisar também Leonardo Tavares e João Sousa.

WTA
Resumo de 2010
A melhor jogadora de 2010 foi sem dúvida a belga Kim Clijsters, que além de ter sido eleita pela WTA a melhor do ano no circuito arrecadou 5 títulos, incluindo o Masters de Doha e em Flushing Meadows, onde não perde desde a final de 2003. Os Grand Slams foram ganhos por Serena Williams (Australian Open e Wimbledon), Francesca Schiavone (Roland Garros) e Kim Clijsters (US Open).

Para 2011
As promessas que podem explodir em 2010 são a norte-americana Melanie Oudin, a australiana Laura Robson e a Daria Gavrilova que ganhou o US Open em júniores e é a actual número um desse mesmo ranking.

Para as Portuguesas 2010 não foi um ano em grande pois Michelle tinha esperanças de subir agora que tem os 18 anos e na verdade desceu mais de 100 posições estando em 210º lugar. Quem poderá ser uma agradável surpresa em 2011 é Maria João Koehler com a sua garra já característica.

Quem pensam ter sido o/a melhor jogador/a de 2010? Melhor torneio? Federer conseguirá voltar ao nº1? Quais são as vossas apostas para 2011?

Amar'e Stoudemire. Um dos grandes responsáveis para o ressurgimento do franchise New York Knicks. Amar'e tem realizado ao fim de 30 jogos, a sua melhor season desde a temporada 2004/2005 quando jogava pelos Phoenix Suns, do qual saiu como free agent no defeso desta época, para a Big Apple.

O jogador, vindo de Cypress Creek, Florida, tem liderado os Knicks na sua ofensiva, sendo a equipa que marca mais pontos por jogo (107.9, por jogo), contribuído com uma média de 26.2 pontos por jogo, máximo da sua carreira e 2º na geral, abaixo de Kevin Durant com 27, 4 pontos por jogo.

Já quebrou pelo menos 2 records do franchise com 9 jogos consecutivos a marcar acima dos 30 pontos e recentemente com outro recorde de 9 jogos consecutivos com uma média de field goals acima dos 0.500.

Além da pontuação, Amar'e lidera a equipa dos Knicks nos ressaltos (9.3) e blocos (2.2), estando em 13º e 6º na geral, respectivamente.

O seu grande desempenho nestes primeiros 2 meses de competição têm ajudado a contribuir para a melhor época dos Knicks dos últimos anos, encontrando-se na 2ª posição na Divisão do Atlântico, apenas atrás dos Boston Celtics e no 6º lugar na Conferência de Este. Veremos se a equipa nova iorquina e o jogador mantêm o seu nivel exibicional até ao final da época, podendo mesmo ser o "dark horse" nos playoffs.

De acordo com o jornal A BOLA, o Panathinaikos poderá ser o destino de Vukcevic. O jogador é um amor antigo de Jesualdo Ferreira e o facto de estar numa situação delicada no Sporting poderá facilitar a transferência.

Por sua vez, o jornal O JOGO dá conta da possibilidade de Caneira rumar ao Celtic de Glasgow.

Conseguirá o clube leonino colocar dois "indesejados" neste defeso de Inverno? Ou Vukcevic e Caneira mereciam ficar no plantel verde e branco?

27 de dezembro de 2010

Terminou a 23ª ronda do passatempo, "Jogador Mistério". Parabéns a todos os participantes!

Classificação semanal
1 – Ricardo Martins – 5 pontos
2 – Miguel Gonçalves – 4 pontos
3 – José Duarte – 3 pontos
4 – Fernando Gonçalves – 2 pontos
5 – José Oliveira – 1 ponto

Classificação total
1º Miguel Gonçalves - 45 pontos
2º Ricardo Martins – 43 pontos
3º António Santos - 27 pontos
4º scp_fan – 20 pontos
5º Tomás Cunha - 15 pontos
5º Jesus Martins - 15 pontos
5º José Duarte – 15 pontos
8º Ramiro Oliveira – 14 pontos
9º Pedro Sousa – 12 pontos
10º João Pedro Filipe - 10 pontos
11º Ricardofaria – 9 pontos
12º Luís Ribeiro - 8 pontos
13º Nuno Mota - 7 pontos
13º João Gamelas – 7 pontos
13º Sir Pereira - 7 pontos
13º Fernando Gonçalves – 9 pontos
13º Pedro Pequeno - 7 pontos
18º Paulo Guimarães – 6 pontos
19º Pereira - 5 pontos
19º Luis Costa - 5 pontos
19º Bmaster19 - 5 pontos
19º José Oliveira - 6 pontos
23º André Cordeiro - 4 pontos
23º Jorge Póvoa - 4 pontos
23º Óscar Antunes - 4 pontos
23º smagghe - 4 pontos
23º Nuno Guimarães – 4 pontos
28º Michael Sanches - 3 pontos
28º TheEmeraldCat - 3 pontos
28º Ruben Silva - 3 pontos
28º Brad77wong – 3 pontos
32º Fábio Silva 08 - 2 pontos
32º Pedro Boto - 2 pontos
32º Tiago Mouta Lopes - 2 pontos
32º João António – 2 pontos
32º Alex Gomes – 2 pontos
32º Dinarte – 2 pontos
38º carlos antunes - 1 ponto
38º Tiago Braga - 1 ponto
38º António Fagundes - 1 ponto
38º Victor Abreu – 1 ponto

O jogador mistério era Marcelo Moreno.
Marcelo Moreno Martins nasceu em Santa Cruz de la Sierra, a 2ª maior cidade da Bolívia, no ano de 1987. Com apenas 17 anos trocou o seu país natal, pelo Brasil (país do seu pai), representando com grande sucesso o Vitória (duas vezes campeão estadual). Na temporada 2007-08 foi contratado pelo Cruzeiro, onde explodiu, com a conquista do Campeonato Mineiro e a liderança dos marcadores da Copa Libertadores 2008. O jogador chamou a atenção do Shakhtar Donetsk, tendo o clube ucraniano dispensado 9 milhões de euros pela contratação do boliviano. Em Donetsk nunca teve espaço para actuar, tendo já passado pelo Werder Bremen e Wigan, ambos por empréstimo e ambos sem sucesso. Na reabertura do mercado de Inverno, será provável que venha a sair do Shakhtar. Quem sabe se em Portugal o seu estilo de jogo não fazia furor?

Vamos prosseguir à próxima ronda do passatempo "Jogador Mistério".

Algumas pistas:
- Alteramos o mínimo de comentários para desbloquear pistas para 22. Fazer um trabalho gratuito e não receber qualquer tipo de reacção por parte dos leitores é frustrante, depois clicks na pub nem vê-los, e na sua maioria o feedback que temos é a apontar defeitos (por norma de leitores que apenas fazem uma leitura dos posts na diagonal). Como tal, apesar de termos a noção que não será uma medida que irá ser bem acolhida, é a nossa decisão neste momento.
- mais de 25 anos e mais de 185cm
- Actuou em 5 clubes como profissional
- Já foi campeão 3 vezes pelo seu actual clube
- É sul-americano e já participou nos Jogos Olímpicos
- É canhoto
- NÃO É JOGADOR DE FUTEBOL e actua na NBA
Os cinco primeiros a enviar um e-mail para visaododesporto@gmail.com com nome (primeiro e último), idade, clube e nacionalidade do jogador em questão ganham de cinco a um ponto, consoante a ordem que enviaram, ou seja o mais rápido recebe 5 pontos e o 5º mais rápido recebe 1 ponto. Se possível indique um username quando enviar o palpite. Cada leitor terá direito a 3 tentativas.

De três em três dias (não há dia nem hora definida) é colocada a fotografia de um jogador, como o resultado da ronda anterior. De modo a facilitarmos a "vida" dos leitores sempre que um dos posts (que não este do jogador mistério) chegue aos 22 comentários, iremos neste post desbloquear algumas pistas sobre o alvo em questão. Como tal, é fundamental que todos os participantes tenham sempre uma atenção especial à actualização que este post poderá ter no passar dos dias.

Boa sorte!


Uma semana depois de concretizadas as trocas que envolveram Magic com Wizards e Suns, a equipa e o público de Orlando voltaram a sorrir, apesar do difícil calendário (jogaram frente às 3 melhores equipas do momento). A semana começou com duas derrotas frente aos Hawks e Mavs, no entanto, as recepções aos Spurs e aos Celtics retornaram em duas vitórias importantes. Os Celtics viram assim interrompida a sua série de 14 vitórias consecutivas, numa partida onde se notou a falta de Rajon Rondo. Quem continua quente são os Heat, que apesar de terem começado a semana com uma derrota frente aos Mavs, conseguiram estragar o Natal aos Suns e aos Lakers. NY Knicks (2-0), Chicago Bulls (3-1) e Atlanta Hawks (2-1) seguem tranquilos nos lugares de acesso aos playoffs, enquanto que os Pacers, Bucks (duas vitórias importantes na Califórnia) e Sixers (excelente vitória em Denver), parecem destinados a lutar pelo 7º e 8º lugar na Conferência Este. Precisamente, foi na Costa Leste que aconteceu o primeiro despedimento da temporada, com Michael Jordan a dispensar os serviços do experiente Larry Brown, incapaz de motivar os seus jogadores. Paul Silas foi o escolhido para tentar dar a volta ao franchise.

Na Conferência Oeste, San Antonio Spurs (3-1) e Dallas Mavericks (2-0) continuam na liderança, depois de mais uma semana positiva. A equipa de Dallas venceu inclusive na dupla jornada na Florida, frente aos Heat e aos Magic. Os campeões Lakers voltaram a passar por grandes dificuldades, com duas derrotas seguidas no Staples Center (frente aos Bucks e aos Heat) e com apenas 79 e 80 pontos marcados nos dois jogos. Quem passou um Natal tranquilo foram os Jazz (2-0 e 3º lugar), Thunder (2-1 e 5º lugar) e Hornets (2-1 e 6º lugar), que cimentaram as suas posições no acesso aos playoffs. Pelo contrário, Nuggets (3 derrotas sem Carmelo), Blazers (1-1) e Suns (0-3) continuam bastante irregulares, o que dificulta a consolidação de um bom lugar na geral. Os Houston Rockets (2-0), depois de um início bastante negativo, conseguiram dar a volta, estando a apenas 1 jogo de chegar aos 50% de vitórias (perto do 8º lugar). Clippers (2-1) e Warriors (2-1) também tiveram uma semana positiva, mas os playoffs estão bastante longe.

O Visão de Mercado apresenta os melhores 5 da semana em cada conferência (na nossa opinião): Este

PG – Raymond Felton (NYK) – Semana 100% vitoriosa para os Knicks (apenas 2 jogos), com o base ex-Bobcats a comandar as operações – 16,0 ppj; 11,0 apj; 3,5 rpj e 3,0 rbpj
SG – Kirk Hinrich (WAS) – Apesar da semana negativa da equipa (1-2), o PG-SG dos Wizards foi um dos destaques dos últimos 7 dias – 17,3 ppj; 9,0 apj; 4,3 rpj e 2,0 rbpj
SF – LeBron James (MIA) – O melhor SF da NBA teve uma semana de grande nível, coroada com um triplo-duplo em LA – 27,3 ppj; 9,0 rpj; 7,0 apj e 2,3 rbpj
PF – Carlos Boozer (CHI) – Contribuiu de forma decisiva para três triunfos dos Bulls, com exibições de grande nível – 25,8 ppj; 12,8 rpj e 3,5 apj
C – Dwight Howard (ORL) – DH12, agora com novos colegas, voltou a demonstrar alto nível no ataque, na defesa e nas tabelas – 20,0 ppj; 17,1 rpj e 3,0 bpj


Oeste PG – Monta Ellis (GSW) – Simplesmente imparável! Com 1,91m de altura, o base teve uma semana de All-Star, abrindo caminho para duas vitórias dos Warriors – 39,7 ppj; 7,0 apj e 3,0 rbpj;
SG – Eric Gordon (LAC) – Semana positiva para o atirador dos Clippers, contribuindo também para duas vitórias da equipa de LA – 26,0 ppj; 5,0 apj e 2,3 rbpj
SF – Kevin Durant (OKC) – KD regressou aos grandes jogos, com uma exibição fenomenal frente aos Nuggets – 34,0 ppj; 7,0 rpj e 3,3 apj
PF – Blake Griffin (LAC) – Os dois melhores jogadores dos Clippers foram escolhidos para a equipa da semana, pois exibiram-se a grande nível. BG já vai no 18º jogo seguido com duplo-duplo! – 24,7 ppj; 13,3 rpj e 4,3 apj
C – Emeka Okafor (NOH) – Não costuma brilhar a alto nível, no entanto, na luta das tabelas levou a melhor sobre os seus 3 adversários (Hibbert, B. Lopez e Al Horford) – 18,0 ppj; 13,3 rpj e 1,3 bpj


MVP Este: LeBron James
MVP Oeste e da semana: Monta Ellis
Equipa da semana: Dallas Mavericks

Melhores exibições individuais desde o início da temporada:
1 – Blake Griffin (LAC vs NYK) – 44 pts, 15 reb e 7 ast
2 – Kevin Love (MIN vs DEN) – 43 pts, 17 reb e 3 ast
3 – Russell Westbrook (OKC vs IND) – 43 pts, 8 reb e 8 ast

PS - As estatísticas referem-se apenas aos últimos 7 dias.

Façam as vossas escolhas! Quais as grandes surpresas (equipas/jogadores) pela negativa e positiva nesta semana?

Com o aproximar do final do ano e com a paragem na maioria das grandes ligas europeias, o Visão de Mercado irá fazer uma análise sobre o mercado de transferências da liga italiana. O campeão europeu Inter de Milão manteve o plantel da época passada, apesar de ter arrecadado muito dinheiro com a vitória na maior prova europeia de clubes. O rival Milan investiu bastante no defeso, com o sueco Ibrahimovic como figura de cartaz, para além de Robinho e Boateng, juntando-se a Pato e Ronaldinho, agora de saída. A Juventus revolucionou por completo o seu plantel, contratando Milos Krasic, Bonucci, Aquilani, Pepe ou Quagliarella. A equipa de Turim já foi eliminada da Liga Europa, e está na 4ª posição da Serie A. Lazio e Nápoles têm surpreendido, seguindo nas 2ª e 3ª posições respectivamente, principalmente graças às contratações de Hernanes e Cavani, os grandes responsáveis pela excelente campanha das suas equipas. A Roma, após um início de época atribulado, recuperou na classificação e está agora no 5º lugar, com Borriello em destaque. O Génova, apesar de ter investido em jogadores como os internacionais portugueses Miguel Veloso e Eduardo, entre outros, tem feito um campeonato aquém das expectativas, estando na 11ª posição. A principal desilusão da temporada tem sido a Fiorentina, que segue num péssimo 15º lugar. Na nossa opinião, os jogadores que mais têm rendido nos seus clubes após se transferirem no mercado de Verão foram os seguintes:

Edinson Cavani - O uruguaio transferiu-se do Palermo para o Nápoles por 16 milhões de euros, e tem provado valer de facto essa quantia. Leva 17 golos em 25 encontros, assumindo-se como o matador da equipa napolitana. Os seus golos ao cair do pano permitiram que a equipa continuasse na Liga Europa e que esteja num excelente 2º lugar.

Hernanes - Mudou-se para Itália por 14 milhões de euros, e tem demonstrado que o Calcio é o campeonato ideal para si. Tem sido o melhor médio da liga italiana até ao momento, e um dos melhores jogadores da prova. Golos decisivos e várias assistências na primeira época na Europa.

Ibrahimovic - Não teve sucesso na sua passagem pelo campeonato espanhol, e no seu regresso a Itália, confirmou ser um grande jogador. Marcou 13 golos até ao momento em todas as competições em que o Milan está inserido, sendo a principal referência ofensiva da equipa milanesa.

Milos Krasic - Depois de impressionar na Rússia ao serviço do CSKA de Moscovo, o sérvio foi contratado pela Juventus por 15 milhões de euros. O extremo tem oferecido muito dinamismo ao meio-campo "bianconeri", somando 4 golos e 5 assistências na Serie A.

Marco Borriello - Sem espaço no Milan, o avançado de 28 anos transferiu-se para a Roma e pegou de estaca no seu novo clube. Tem marcado golos decisivos no campeonato e na Champions, sendo o principal impulsionador da subida de forma dos "giallorossi". Decidiu o encontro frente ao seu ex-clube, apontando o golo da vitória em San Siro.

Josip Ilicic - Poucos conheciam o esloveno antes de se tranferir para Itália, mas a verdade é que o médio tem sido preponderante na equipa do Palermo. A sua celebração nos golos que marca (símbolo de um coração) está a ficar famosa, em grande parte devido ao facto de Ilicic já levar 7 golos no campeonato.

Fabio Quagliarella - Muitos questionavam se a sua transferência do Nápoles para a Juventus tinha sido acertada, mas o avançado italiano dissipou todas as dúvidas. Com a sua entrega habitual ao jogo, Quagliarella leva já 9 golos na Serie A, alguns deles espectaculares.

Robinho - O brasileiro chegou ao Milan esta época, e após um período de adaptação ao futebol italiano, começa a provar que de facto acrescenta qualidade ao ataque milanês. Com 6 golos apontados, Robinho tem formado um trio de ataque interessante com Ibrahimovic, Pato ou Ronaldinho.

Alberto Aquilani - Regressado a Itália após uma experiência mal sucedida no Liverpool, onde foi muito prejudicado por lesões, o médio de 26 anos tem-se assumido como o patrão do meio-campo da Juventus, renascendo para o futebol.

Andrea Ranocchia - Apesar das muitas contratações efectuadas pelo Génova no defeso, o jovem central tem sido a principal surpresa da equipa. É considerado um dos defesas italianos mais promissores, e a qualidade que demonstrou na primeira metade da época valeram-lhe uma transferência para o Inter de Milão por 12 milhões de euros.

É de salientar a boa abordagem ao mercado feita pelos grandes clubes italianos, pois as contratações que foram feitas acrescentaram qualidade às equipas que as efectuaram.

PS - Miguel Veloso e Eduardo, na sua primeira época no futebol italiano têm estado aquém das expectativas, e o guarda-redes já comprometeu diversos jogos com frangos do outro mundo.

Que outros jogadores poderiam estar na lista? As equipas vão sofrer mudanças no próximo mercado de Inverno ou manterão-se como estão até ao final da época?


De acordo com o The Mirror, o presidente do Benfica Luís Filipe Vieira estabeleceu a marca dos 40 milhões de euros para a contratação de David Luiz. O Chelsea e o Manchester City estão interessados no central, contudo, as propostas dos clubes ingleses chegam apenas aos 30 milhões, abaixo do valor pedido pelos encarnados. Os Citizens só chegarão aos 40 milhões, caso outro clube ofereça mais do que 30 milhões, chegando perto do pedido de Vieira. No Chelsea, Ancelotti assumiu que iria avançar para a contratação de um defesa, mas Roman Abramovich não disponibiliza mais do que 30 milhões, ficando à espera que o presidente encarnado ceda.

Qual o real valor de David Luiz? Recordamos que a cláusula de rescisão é de 50 milhões de euros. Após a fraca prestação do Benfica na Champions League, o central poderá ser vendido por um preço tão alto? É esta a altura ideal para a venda do brasileiro? Ou Vieira deveria esperar até ao final da época? Caso a transferência ocorra, quem será o substituto de David Luiz? Sidnei, Roderick, Fábio Faria ou outro?


O site Calciomercato dá o argentino Torsiglieri como alvo do Manchester United. O central leonino vindo do Vélez tem sido pouco utilizado por Paulo Sérgio, que o tem preterido em detrimento da dupla entre Daniel Carriço e Anderson Polga. Aliás, o técnico dos leões já o colocou na lateral-esquerda da defesa em jogos da Liga Europa. 

Será o interesse dos Red Devils no argentino do Sporting real? Qual o motivo para o central ser tão pouco utilizado, tendo em conta que custou 3,2 milhões de euros, ainda para mais quando a defensiva leonina carece de altura? Deverá o Sporting vender Torsiglieri?


O ano de 2010 foi um dos mais positivos no que toca ao andebol, pois a conquista da Taça Challenge por parte do Sporting foi a primeira vitória europeia de um clube português. Os leões tiveram uma participação exemplar na competição, que apesar de ser a mais fraca a nível europeu, é prestigiante para o nosso andebol. A segunda mão da final foi disputada em Almada, frente ao MMTS Kwindzyn, equipa polaca que o Sporting derrotou por 27-26, conquistando assim o troféu perante os seus adeptos. A equipa de Paulo Faria fez história no andebol português, com uma participação de grande nível na Taça Challenge. Por outro lado, a selecção portuguesa de sub-20 realizou a melhor prestação de sempre, chegando à final do Europeu, acabando por perder na final frente à Dinamarca. Apesar de "morrerem na praia", os jovens lusos conquistaram o apuramento para o Mundial sub-21, que será disputado em 2011, na Grécia. É de salientar o pouco destaque que foi dado à nossa selecção de andebol pela imprensa, preferindo dar destaque a polémicas futebolísticas.

A nível interno, o FC Porto sagrou-se bicampeão nacional de andebol, ao revalidar o título em casa do ABC de Braga com uma vitória por 37-25. Os Dragões não tiveram grandes dificuldades em somar o 15º título de seniores, vencendo primeiro a fase regular, e posteriormente vencendo o grupo de apuramento do campeão na penúltima jornada. A Supertaça que não se realizava desde 2003 foi igualmente conquistada pelos azuis e brancos, que derrotaram na final o Belenenses por 29-28, em Portimão. O Porto foi um justo vencedor de ambas as provas, pois demonstrou uma superioridade clara em relação aos demais adversários. Na Taça de Portugal, o Sporting foi surpreendido pelo Xico Andebol, ao ser derrotado na final disputada em Tavira por 27-24. A equipa de Guimarães conquistou o seu primeiro título na modalidade.

2011


Para 2011 é esperada muita luta pelo título de campeão nacional, com o Porto partindo como favorito, seguido de perto por Sporting, Benfica e ABC. Equipas como o Madeira SAD, Águas Santas ou Belenenses podem também surpreender os maiores candidatos. Nesta altura, os Dragões seguem na primeira posição, seguidos pelo ABC e pelo Sporting no terceiro posto. O Benfica está no quarto lugar e o Madeira SAD fecha os 5 primeiros. O campeonato irá parar durante um mês e meio, dando lugar à Supertaça, que será disputada em Janeiro. A prova contará com os 6 primeiros classificados do campeonato em Portimão. Na Taça de Portugal, os favoritos continuam em prova e o vencedor da competição será encontrado em Maio. Em termos europeus, o Sporting defende o título da Taça Challenge, com o Benfica também em prova. O ABC já foi afastado por uma equipa sérvia. O Porto e o Madeira SAD estão incluídos na Taça EHF, onde tentam alcançar uma prestação positiva. A nível de selecções, Portugal irá disputar o Mundial sub-21 na Grécia, onde se espera que o bom resultado alcançado no Europeu da Eslováquia tenha continuidade.

Quem se sagrará campeão nacional? Conseguirão os leões revalidar o título alcançado na Taça Challenge? A nossa selecção fará boa figura no Mundial sub-21, após a brilhante prestação no Europeu sub-20? Qual o melhor jogador de 2010?

T. Cunha


No campeonato do país vizinho tudo se resume-se a dois clubes: Real Madrid e Barcelona. Os dois colossos espanhóis não tem opositores à sua altura e a luta rumo ao título final será feita apenas entre ambos. Regista-se uma melancolia na liga espanhola, embora a qualidade dos interpretes sejam do melhor que existe na actualidade. Ter Messi e Cristiano Ronaldo todos os fins-de-semana, é algo que o campeonato espanhol se pode gabar, juntando-lhes ainda o melhor treinador do Mundo: José Mourinho. Embora seja uma luta a dois, o brilho e a emoção em cada jogo continua presente e para isso muito se devem a equipas como Villarreal, Valência ou o Espanhol que tem feito uma temporada excelente temporada até ao momento. O Visão de Mercado apresenta ao leitor o onze em melhor forma até ao momento, segundo a nossa opinião.

GR Diego Lopez (Villarreal) - Com 29 anos, o guardião espanhol tem sido peça importante no "submarino amarelo". As suas qualidades tem valido pontos à sua equipa e tem brilhado em diversos jogos, conseguindo superiorizar-se a Casillas e Valdés.

DC Puyol (Barça) - Se Piqué joga com classe, Puyol é a alma e a chama da equipa "blaugrana". O capitão do Barcelona tem feito uma época sensacional até ao momento e é o líder inquestionavel de um conjunto recheado de estrelas.
DC Ricardo Carvalho (R.Madrid) - No seu primeiro ano em Espanha o central português chegou, viu e venceu. Titular indiscutível ao lado de Pepe, o antigo jogador do Chelsea foi um pedido expresso de Mourinho e é a voz de comando da defesa "merengue".
DC Juan Forlín (Espanhol) - Com 22 anos, o defesa argentino tem sido um dos destaques nesta primeira metade da temporada. A boa época da sua equipa deve-se e muito à qualidade defensiva onde o antigo jogador do Boca Juniors tem sido fundamental.

ME/EE Angel Di María (R.Madrid) - Se dúvidas existiam quanto ao valor do argentino, foram desfeitas durante estes meses de competição. "Angelito" chegou a Madrid por uma quantia avultada e não desiludiu, sendo mesmo um dos melhores jogadores do Real até ao momento. Assiste, defende, marca e resolve jogos.
MC Xavi (Barça) - É um dos melhores do Mundo e prova-o a cada jogo. Os seus passes e a sua visão de jogo, consegue destruir as equipas contrárias, servindo os seus companheiros na perfeição. A par de Iniesta, é o cérebro da equipa "culé".
MC/MO Özil (R.Madrid) - Chegou a Madrid depois de um fantástico Mundial e decididamente, é um dos destaques da Liga Espanhola até então. O jogo do Real passa todo pelos seus pés, pautando os tempos da equipa e assistindo os companheiros de equipa. É o rei das assistências e ninguém se lembra da ausência de Kaká.
MD/ED C.Ronaldo (R.Madrid) - Começou a época muito mal mas como grande jogador que é, rapidamente regressou à sua forma habitual. Golos e mais golos, de todas as formas e feitios, fazem dele o melhor marcador da liga até ao momento. Com exibições de gala, destaca-se no conjunto de estrelas presentes em Madrid.

AV Nilmar (Villarreal) - Com 10 golos, o brasileiro de 26 anos é a principal arma ofensiva do Villarreal juntamente com Rossi. Tem sido decisivo para a sua equipa, contribuindo com golos e consequentemente a conquista de pontos.
AV Llorente (At.Bilbao) - Cobiçado pelos grandes colossos europeus, o avançado basco de 25 anos tem-se mantido fiel ao Atlético e os seus adeptos agradecem. Com 10 golos em 16 jogos é um dos principais destaques ao longo das várias jornadas.
AV Messi (Barça) - Não há palavras para descrever o "pequeno génio" argentino. O astro do Barcelona não sabe jogar mal e maravilha a cada jogo, todos aqueles que gostam de futebol. As suas exibições roçam a perfeição, ora a marcar golos ora assistindo companheiros. Com 17 golos até ao momento, luta contra "CR7" pelo prémio final de melhor marcador da liga

P.S - É muito complicado formar uma equipa ideal da Liga Espanhola apenas com onze jogadores. Nomes como Iniesta, Pedro, Busquets, Cazorla, Khedira, Tino Costa, Piqué, Pepe ou Anduriz ficam de fora apesar de se terem evidenciado em grande plano ao longo das 16 jornadas jogadas até ao momento. É consensual que existe uma monopolização no futebol espanhol, pois Barcelona e Real Madrid dominam em todas as frentes.

P.S 2 - Uma palavra de destaque para os portugueses actuar em Espanha, sobretudo para Simão e Tiago (Atl.Madrid), Eliseu (Málaga) e Ricardo Costa (Valência). Na capital espanhola, não é só Mourinho e Ronaldo a brilharem uma vez que Tiago e Simão tem sido peças importantes na equipa orientada por Quique Flores. Ricardo Costa conquistou um lugar no onze do Valência e é indiscutivel no eixo da defesa ao passo que o extremo tem estado em bom plano no Málaga, exibindo-se com regularidade.

Quem foi o melhor jogador até ao momento? Concorda com este onze ideal? Qual o seu onze?

A.Mesquita

26 de dezembro de 2010

O ano de 2010 foi um dos mais emocionantes no mundo do ciclismo que fica marcado pela batalha entre Alberto Contador e Andy Schleck e a desilusão de Lance Armstrong. O americano teve uma prestação no Tour'10 muito aquém do que era espectável, pois a idade já pesa e a forma dos seus oponentes estavam muito acima das suas. Discussões e prestações à parte, o ano fica marcado por mais um caso de doping que envolve o espanhol Contador, que venceu o Tour'10 mais uma vez. Pese embora esse facto, verídico ou não, Contador voltou a demonstrar ser o ciclista mais forte da actualidade em provas superiores a 10 dias, mas sobretudo revelou-se mais maduro em comparação com anos anteriores e com o seu principal opositor Andy Schleck. Outros dos destaques, vão para o regresso de Ivan Basso às grandes conquistas, ao vencer o Giro'10, enquanto a Vuelta foi conquistada por mais um italiano: Vincenzo Nibali. Um ano em cheio para o ciclismo italiano e para a equipa Liquigas-Doimo, ao conseguir vencer duas das três grandes voltas. Os grandes destaques do ano vão para Nibali, Mark Cavendish, Cancellara e a desilusão chamada Team Sky. O italiano teve um ano de sonho ao conquistar a Vuelta e terminar no pódio do Giro, ao passo que o melhor sprinter da actualidade conquistou inúmeras vitórias, mostrando uma vez mais o seu extraordinário valor. A equipa inglesa que tanto investiu não obteve qualquer resultado e a desilusão da sua performance foi geral.

Em Portugal, o vencedor da volta foi David Blanco. O espanhol venceu a prova pela 4ª vez, sendo a partir de agora o homem que mais vezes venceu a competição. A desilusão ou talvez não, recai sobre Cândido Barbosa que uma vez mais, não conseguiu o tão desejado triunfo. Os anos passam e as hipóteses do "foguete da Rebordosa" vencer a prova são cada vez menores. Contudo, o grande destaque nacional acabou por ser a vitória numa etapa de Sérgio Paulino no Tour, algo que já não acontecia há mais de 20 anos.

2011

O ano que aí vem será certamente enigmático. Os dois melhores ciclistas da actualidade estão em extremos opostos: Contador sairá da Astana, mas ainda não sabe se irá ou não correr, tendo em conta o seu alegado caso de dopping. O jovem luxemburguês abandonou a Saxo-Bank para formar uma equipa com o seu irmão Frank, num projecto inovador que contará com Fabian Cancellara, assim como os antigos colegas de equipa Jens Voigt e Jakob Fuglsang. Para além disso, devemos ter em conta a Sky e a Caisse d`Espargne. Depois de um ano desastroso e sem conquistas, Wiggins e Cadel Evans quererão mostrar que são nomes a ter em conta para as grandes provas, tal como Menchov ou Valverde (esteve parado em 2010). O nome de Nibali não será uma surpresa e o italiano deseja que 2011 seja tão bom ou melhor que o anterior, enquanto a próxima temporada será decisiva para Roman Kreuziger. O corredor checo era apontado como uma das grandes promessas da próxima década mas tarda em confirmar o seu estatuto e o seu valor.

A nível nacional, a debandada dos bons valores do ciclismo português para o estrangeiro retira as qualidades e o progresso necessários para que a modalidade recupere o estatuto e a fama que teve em tempos no nosso país por um lado, mas por outro dá outra projecção internacional ao nosso ciclismo e à qualidade do ciclista português. Apesar disso, André Cardoso é um nome a ter em conta a nível nacional, depois de ter mostrado qualidades na temporada passada.

Qual o melhor ciclista de 2010? A maior surpresa? Desilusão? O melhor e pior momentos? Que esperar da temporada que se avizinha?

A.Mesquita

Quase todas as modalidade param durante a época natalícia, no entanto, na NBA, o dia de Natal é sempre altura de grandes confrontos. Vejam aqui as melhores jogadas do dia!

New York Knicks 103-95 Chicago Bulls

O jogo decorreu equilibrado até ao último período, altura em que os Bulls começaram a tremer no ataque (8 minutos sem marcar qualquer ponto). Os Knicks aproveitaram e Wilson Chandler tomou conta do ataque da casa (marcou os últimos 8 pontos dos Knicks). Grande partida para Raymond Felton, com 20 pts, 12 ast e 5 rb, a que se juntaram mais 3 duplos-duplos (Chandler, Stoudemire e Landry Fields). Rose e Boozer foram os melhores dos Bulls, no entanto, falharam demasiados lançamentos e totalizaram 14 turn-overs.

Orlando Magic 86-78 Boston Celtics

Apesar de um grande começo dos Magic (parcial de 13-0), os Celtics estiveram quase sempre na frente do marcador, chegando mesmo a estar a ganhar por 10 pontos no 3º período. Os últimos 3 minutos foram fatais para os Celtics (vinham de 14 vitórias consecutivas), pois apenas marcaram 1 ponto (parcial de 15-1 para os Magic). Jameer Nelson tomou conta da partida, tendo marcado 10 dos últimos 15 pontos da equipa da casa, incluindo 2 triplos decisivos. Brandon Bass (21 pts) esteve muito forte no ataque, enquanto que Dwight Howard não falhou na defesa (6 pts, 11 reb e 5 blk). Kevin Garnett foi o melhor jogador dos Celtics, com 22 pts, 5 reb e 4 rb.

Los Angeles Lakers 80-96 Miami Heat

Grande jogo em LA, com dois dos melhores plantéis da NBA. Os Miami Heat não tiveram grandes dificuldades para bater os campeões em título, que, depois de terem marcado apenas 79 pontos aos Bucks, ontem marcaram mais 1 (muito pouco). LeBron James foi o rei da partida ao concretizar o 31º triplo-duplo da sua carreira (o recordista Jason Kidd tem 105), com 27 pts, 11 reb e 10 ast. Chris Bosh também deu uma preciosa ajuda ao anotar 24 pts e 13 reb. Do outro lado, pouco suor e aplicação, com Kobe e Gasol a ficarem-se pelos 17 pts cada.

Oklahoma City Thunder 114-106 Denver Nuggets

Jogo equilibrado até à entrada do 4º período, quando os Thunder ganharam vantagem preciosa no marcador. Kevin Durant fez um dos melhores jogos da sua carreira e embalou os Thunder para um vitória frente a um rival directo. KD marcou 44 pts (14-20 em lançamentos), 7 reb, 4 ast, 2 rb e 2 blk, contando com a ajuda de Westbrook (19 pts) e James Harden (21 pts). Do lado dos Nuggets, sem Carmelo Anthony, foram os bases da equipa a pegar no jogo, com Billups a anotar 30 pts e Ty Lawson a marcar 19 pts. Nene dominou nas tabelas, mas o seu esforço foi insuficiente (21 pts e 12 reb).

Golden State Warriors 109-102 Portland Trail Blazers

Os Warriors estiveram quase sempre em desvantagem, no entanto, nos momentos decisivos, voltaram a não falhar (à semelhança do último jogo em Sacramento). Monta Ellis comandou mais uma vez a equipa de Oakland, com 39 pts e 7 ast. No regresso de Stephen Curry (bastante mal nos lançamentos, mas ainda assim com 11 ast), David Lee venceu o duelo com LaMarcus Aldridge, enquanto que Dorrell Wright voltou a demonstrar qualidades de atirador (4-4 em triplos).

A chegada do mercado de Inverno é uma hipótese para os clubes efectuarem retoques nos seus plantéis ou garantirem jogadores para a próxima época. Ao fazermos uma análise aos ditos "grandes", existem lacunas que poderão ser colmatadas dentro em breve. Neste caso concreto, a posição de avançado necessita de ser reforçada essencialmente no Sporting. Os leões possuem apenas Postiga, Liedson e Saleiro no plantel, jogadores que não são garantia de golos. O ex-Porto não é um finalizador nato, o brasileiro está em fase descendente da carreira e Saleiro é a 3ª opção de Paulo Sérgio, e com quase 25 anos a sua margem de evolução não é grande. No Porto, Falcão assume-se como a primeira opção de André Villas-Boas, que conta com Walter como alternativa credível no banco de suplentes. Os Dragões necessitam apenas de um avançado mais forte fisicamente, que possa oferecer outras características ao ataque portista (ver aqui). O Benfica tem no paraguaio Cardozo um avançado eficaz, mas que poderá sair dos encarnados em Janeiro. Caso o melhor marcador do campeonato passado abandone o clube da Luz, Jorge Jesus ficaria apenas com Kardec, que ainda não provou o seu valor. O Sporting de Braga tem como titular Lima, que apesar de marcar golos de belo efeito, necessita de uma maior consistência no seu jogo. Meyong e Keita não têm sido utilizados por Domingos, e o senegalês poderá mesmo estar de saída do emblema bracarense. Como tem sido hábito, o Visão de Mercado avança com soluções possíveis para a realidade dos clubes portugueses, elaborando uma lista de potenciais reforços para qualquer um dos clubes.

Guilherme - Deu nas vistas ainda muito jovem no Brasileirão, transferiu-se para o Dínamo de Kiev mas tem sido pouco utilizado devido à concorrência de Milevskiy e Shevchenko. É um avançado de 22 anos e 1,75, rápido, tecnicamente evoluído e com um faro para o golo fora do comum. Remata muito bem de meia distância e seria uma mais valia no nosso campeonato.

Marcelo Moreno - Internacional pela Bolívia, está tapado no Shakhtar por Luiz Adriano e Eduardo, e depois de empréstimos sucessivos, poderia transferir-se para Portugal. Alto (1,87), o avançado de 23 anos é esquerdino e tem grande capacidade de finalização. Clubes brasileiros já demonstraram interesse na sua contratação, o que o torna acessível aos emblemas portugueses.

André - Também no Dínamo de Kiev, o avançado brasileiro transferiu-se para o clube ucraniano por 8 milhões de euros. É a 4ª opção para o ataque, no entanto é convocado para a selecção do Brasil por Mano Menezes. Com 20 anos e 1,85, o ex-jogador do Santos é um jovem promissor de grande qualidade técnica, que aceitaria mudar-se para Portugal onde pudesse jogar com maior regularidade.

Mauro Boselli - O argentino actua no Wigan mas não tem sido utilizado com regularidade, apesar de ser um avançado de qualidade. Tem 25 anos e 1,80, e demonstra grande tranquilidade em frente à baliza. Apesar de não ser muito alto, o ex-jogador do Estudiantes joga bem de cabeça.

Artem Dzuba - É um alvo acessível à realidade dos clubes portugueses. Foi o 5º melhor marcador do campeonato russo ao serviço do Tomsk emprestado pelo Spartak, e está de saída da equipa da capital. É um avançado de 22 anos e 1,93 de grande qualidade, ainda com margem de progressão.

Grafite - O brasileiro está de saída do Wolfsburgo. Já experiente (31 anos), o avançado brasileiro de 1,90 é pretendido por vários emblemas do seu país. Aufere um salário que poderá ser proibitivo aos clubes portugueses, mas a sua qualidade seria garantia de golos no nosso campeonato.

Em Portugal:

Kléber - Há muito associado ao Porto, o avançado do Marítimo de apenas 20 anos e 1,87 já adaptado ao futebol português poderá dar o salto para um dos grandes. Bom no jogo aéreo, o brasileiro tem uma movimentação interessante na área, e com grande margem para evoluir poderia ser uma boa solução no nosso campeonato.

Será algum destes nomes o escolhido? Qual seria a melhor opção? Que outros jogadores podem ser equacionados?

25 de dezembro de 2010

Fábio Coentrão - O internacional português foi seleccionado para a equipa do ano do jornal L´Équipe. A prestação no Mundial 2010 e o contributo dado ao Benfica durante a temporada foram as razões apontadas pelo prestigiado diário. Onze do L´Équipe: Casillas (Real Madrid); Maicon (Inter Milão), Piqué (Barcelona), Lúcio (Inter Milão) e Fábio Coentrão (Benfica); Busquets, Xavi e Iniesta (Barcelona) e Schweinsteiger (Bayern Munique);Sneijder (Inter Milão) e Messi (Barcelona). Concordam com este 11?

Benfica - O extremo uruguaio, Urreta, é novamente pretendido pelo Peñarol de Montevideu. O jogador tem sido pouco utilizado no Deportivo, podendo voltar a jogar ao mais alto nível no seu país natal (onde conquistou o título em 2010).

Besiktas - Hugo Almeida assinou o contrato da sua vida, recebendo 9,15 milhões de euros, por 3 anos e meio no clube turco. O internacional português vai receber 2,5 milhões de euros por temporada. Já Simão Sabrosa vai receber 7,2 milhões de euros pelos 2 anos e meio de contrato na Turquia, recebendo o mesmo valor de Hugo Almeida por ano.

Inter Milão - O brasileiro Leonardo é o novo treinador dos nerazzurri, substituindo assim o espanhol Benitez. Leonardo foi jogador do rival AC Milan durante 4 anos e dirigente dos rossoneri mais 7 anos, antes de levar a equipa ao 3º lugar da Serie A na temporada 2009-10. Será o treinador ideal para recolocar o Inter no topo?

Brasil - De acordo com a imprensa brasileira, estará prestes a concretizar-se o regresso de Kléber (Palmeiras) a Belo Horizonte, por troca com Farias e Bernardo(Cruzeiro), este último por empréstimo. Falta apenas o aval de Scolari, algo ainda difícil de alcançar.


Depois de falhada a contratação de Hulk, os Citizens apontam baterias para Oscar Cardozo, avançado do Benfica. O clube inglês tinha apresentado uma proposta de 23,5 milhões de euros pelo internacional brasileiro, prontamente rejeitada pelo FC Porto. De acordo com o Daily Mail, o City apresentou uma proposta de 17,5 milhões de euros pelo paraguaio. Oscar Cardozo, de todos os alvos do City (Torres, Dzeko ou Hulk), é aquele que tem um valor de mercado mais acessível para os cofres do milionário clube inglês.

Estará o Benfica receptivo a vender Oscar Cardozo por 17,5 milhões de euros? Será Cardozo o avançado que o City necessita?


O ano de 2010 foi o melhor de sempre no que toca ao futsal, modalidade que vai ganhando cada vez mais adeptos no nosso país. O Benfica sagrou-se pela primeira vez campeão europeu, derrotando o Interviú por 3-2, após prolongamento. Numa final disputada no Pavilhão Atlântico perante mais de 9 mil espectadores, os encarnados alcançaram um feito histórico, pois nunca nenhum clube português tinha vencido a UEFA Futsal Cup. A equipa da Luz procura renovar o título em Abril, altura em que se disputa a final four da prova, onde o Sporting também estará presente. Os leões conseguiram o apuramento após uma fantástica vitória em Odivelas sobre o El Pozo Murcia, campeão espanhol. Já o Benfica venceu o seu grupo na Sérvia, onde somou vitórias em todos os jogos.

A nível interno, o Sporting sagrou-se campeão nacional, batendo o Benfica na final por 3-1. Os leões entraram bem na eliminatória, vencendo o primeiro jogo, mas os encarnados responderam de seguida, igualando a final após triunfo em Loures. No pavilhão da Luz, assistiu-se a um terceiro jogo muito emocionante, contudo a vitória acabaria por sorrir aos verde e brancos nas grandes penalidades, que se colocavam assim em vantagem. No dia seguinte, a partida era de carácter decisivo para o Benfica, que necessitava de vencer para se manter na corrida, mas a equipa treinada por Paulo Fernandes (actualmente nos encarnados) venceu após prolongamento, sagrando-se campeã nacional. Os leões colocaram assim um ponto final na série de 3 campeonatos seguidos por parte do eterno rival, alcançando o seu nono título.

No campeonato em curso, o Benfica segue na liderança em igualdade pontual com o Belenenses, com 35 pontos. Logo de seguida surge o Sporting, a 3 pontos do primeiro lugar, enquanto que na quarta posição está o Instituto D.João V, já longe dos líderes. A Taça de Portugal da época passada foi conquistada pelo Belenenses, que derrotou o Benfica no Entroncamento por 2-1. Este foi o primeiro título dos azuis do Restelo na modalidade. No final da época, os encarnados perderam o seu melhor jogador, Ricardinho, que se transferiu para o Japão. Já no início da época, a Supertaça foi vencida pelo Sporting, que derrotou o Belenenses também no Entroncamento, por 5-2. A selecção portuguesa chegou à final do Europeu da Hungria, tendo perdido na final com a selecção espanhola por 4-2. No Grand Prix, Portugal não foi além dos quartos de final, sendo novamente derrotado por Espanha.

2011


No próximo ano, é esperada muita competitividade, com Benfica, Sporting e Belenenses na luta pelo título nacional. O equilíbrio entre os 3 é visível, pois os encarnados e a equipa do Restelo seguem empatados na liderança, com o Sporting logo atrás na perseguição. É impossível prever quem acabará no primeiro lugar da fase regular, e muito menos quem se sagrará campeão nacional. Em Abril, leões e águias estarão na final four da UEFA Futsal Cup, em local ainda a definir, mas que certamente ambos quererão vencer. Sporting e Benfica disputarão o troféu com as equipas do Kairat Almaty e do Montesilvano, equipas que também conseguiram o apuramento. Os rivais de Lisboa já apresentaram uma candidatura conjunta para a organização da final four, e caso a UEFA atribua a organização a Portugal, os jogos voltarão a ser jogados no Pavilhão Atlântico. Pela primeira vez 2 clubes portugueses estarão na luta pelo título, o que mostra a clara evolução que a modalidade tem sofrido no nosso país. Na Taça de Portugal, os favoritos continuam em prova, sendo esperada uma final entre duas das três principais equipas.

Quem se sagrará campeão da Europa? Benfica, Sporting, ou nenhum deles? Conseguirão os leões renovar o título nacional? Como se explica que, com a perda de 2 dos melhores jogadores a actuar em Portugal (Ricardinho e Café), o nosso campeonato tenha aumentado a qualidade e competitividade, ao ponto de haver duas equipas portuguesas com hipóteses de se sagrarem campeãs da Europa? Qual o melhor jogador em 2010?


Com o aproximar do final do ano e com a paragem na maioria das grandes ligas europeias, o Visão de Mercado irá fazer uma análise sobre o mercado de transferências da liga espanhola. Muitos foram os jogadores que ingressaram num campeonato repleto de estrelas, mas nem todos têm tido o rendimento que se esperava. No país vizinho assiste-se a uma cada vez maior bipolarização, com Barcelona e Real Madrid como únicos candidatos ao título, com maior qualidade nos seus plantéis e com maior poderio económico. Apesar de tudo, os gigantes do futebol espanhol não revolucionaram os seus plantéis, mantendo a base da época passada, colmatando algumas lacunas existentes. No Real Madrid, a maior contratação foi a de José Mourinho, um dos melhores treinadores do mundo. Quanto a jogadores, Di Maria, Özil, Ricardo Carvalho e Khedira vieram acrescentar qualidade à equipa merengue. Na Catalunha, David Villa juntou-se a Messi e companhia, após o regresso de Ibrahimovic a Itália. O brasileiro Adriano e o argentino Mascherano também se mudaram para Barcelona, mas não têm sido aposta regular de Pep Guardiola. Nas restantes equipas, assistiu-se a uma tentativa de formar plantéis competitivos, que possam lutar pelos objectivos da época. Na nossa opinião, os jogadores que mais têm rendido nos seus clubes após se transferirem no mercado de Verão foram os seguintes:

Pablo Osvaldo - O italo-argentino esteve emprestado pelo Bolonha ao Espanhol, mas no Verão transferiu-se a título definitivo para o clube catalão por 5 milhões de euros. Leva 6 golos em 11 jogos, e é um dos principais responsáveis pelo fantástico 5º lugar da 2ª equipa de Barcelona.

Angel Di Maria - O melhor jogador do campeonato português na época passada transferiu-se para o Real Madrid no Verão, podendo render aos cofres encarnados cerca de 36 milhões de euros. Apesar de ter chegado esta época a Espanha, tem sido juntamente com Cristiano Ronaldo uma das figuras da equipa merengue, contando com 5 golos e várias assistências.

Borja Valero - Emprestado pelo West Bromwich ao Villareal, o espanhol teve impacto imediato no submarino amarelo, assumindo-se como o patrão do meio campo da equipa. O médio de 25 anos foi recentemente convocado por Del Bosque para a selecção de Espanha, um prémio justo pela regularidade das suas exibições nesta época.

David Villa - "El Guaje" custou 40 milhões de euros aos catalães, mas tem provado que vale mesmo esse valor. Demorou um pouco a adaptar-se, mas a partir do momento em que o Barcelona começou a entrar em forma, o melhor jogador da Espanha no Mundial 2010 passou a marcar golos com regularidade, levando já 11 golos no campeonato.

Mesut Özil - Uma das principais surpresas do Mundial 2010, o alemão transferiu-se por 15 milhões de euros para o Real Madrid, devido ao seu contrato estar a terminar. Com Káká ausente por lesão, Özil adaptou-se rapidamente ao futebol espanhol, levando já 4 golos e 6 assistências.

Rondón - O venezuelano mudou-se para Málaga vindo do Las Palmas, e apesar de a ex-equipa de Jesualdo Ferreira estar em zona de descida, o avançado tem demonstrado qualidade. Marcou 5 golos no campeonato, e não é devido a Rondón que o clube está na posição em que está.

Aritz Aduriz - O ponta-de-lança do Valência fez toda a sua carreira na liga espanhola, e no passado Verão transferiu-se do Maiorca para a equipa "che". Leva 6 golos no campeonato, foi contratado para substituir David Villa juntamente com Soldado, e até ao momento ambos têm correspondido às expectativas.

Felipe Caicedo - Com uma passagem discreta pelo campeonato português, o equatoriano tem conseguido afirmar-se na La Liga. Na época passada esteve no Málaga, e actualmente joga no Levante, uma das equipas mais fracas da prova, mas já leva 7 golos, contrastando com o fraco desempenho que teve no Sporting.

Ricardo Carvalho - O experiente defesa português chegou à equipa de José Mourinho por apenas 8 milhões de euros. Estabilizou a defensiva madridista, formando com Pepe uma dupla consistente, colaborando para que o Real seja uma das melhores defesas da La Liga.

David Trezeguet - Mudou-se da Juventus para o Hércules, equipa recém-promovida à primeira divisão. Marcou 8 golos, deixando a sua marca nos encontros com o Valência, Sevilha, Villareal e Real Madrid, provando que, aos 33 anos, ainda é um avançado capaz de jogar ao mais alto nível.

PS - Jogadores como Roberto Soldado, Filipe Luís, Tino Costa, Nelson Valdez ou Markus Rosenberg também poderiam estar incluídos.

Que outros jogadores poderiam estar na lista? As equipas vão sofrer mudanças no próximo mercado de Inverno, ou manterão-se como estão até final da época?