31 de março de 2010

Arsenal 2-2 Barcelona (Walcott 69´e Fabregas 85´g.p.; Ibrahimovic 46´e 59´)


Jogo de duas caras para o Barcelona! Os catalães podiam ter goleado o Arsenal, mas falharam muitas oportunidades de fácil contretização. No início da 2ª parte, Ibrahimovic marcou dois grandes golos e pensou-se que a eliminatória estaria resolvida, no entanto, Arsene Wenger lançou Walcott e o jovem inglês revolucionou a partida. Três minutos depois de ter entrado em campo, Walcott marcou o 1-2 e nos últimos minutos da partida, Fabregas empatou de penalti.
Nota: Pique, Puyol e Fabregas irão falhar a 2ª mão.


Inter Milão 1-0 CSKA Moscovo (Diego Milito 65´)

A equipa de José Mourinho acabou por justificar a curta vantagem, sobretudo pela boa 2ª parte realizada. Na 1ª parte, os moscovitas controlaram os ritmos de jogo, impondo o seu típico futebol, ou seja, muitas trocas de bola no meio campo, com Krasic a sobressair. O Inter praticamente não criou perigo. Na 2ª parte, os italianos pressionaram mais o CSKA, criando mais jogadas de envolvimento, com bons desempenhos de Sneijder, Cambiasso e Stankovic. Os russos, apenas com 3 jornadas do campeonato nas pernas, quebraram fisicamente, facto aproveitado pelo Inter. O golo surgiu num remate à entrada da área de Milito e depois, mais golos poderiam ter surgido, valendo o guarda-redes Ankifeev.

Liga Europa - Antevisão

Benfica – Liverpool


Jorge Jesus afirmou hoje que o Benfica-Liverpool é uma final antecipada da Liga Europa, onde estão as duas equipas mais fortes da Liga Europa. O treinador do Benfica referiu que o Liverpool é melhor que o Everton, com um historial muito diferente. O português acredita que irá haver golos nos dois jogos, pois ambas as equipas são fortes ofensivamente. Di Maria referiu que será importante alcançar um bom resultado para ir a Inglaterra com mais tranquilidade. O argentino afirmou que o Liverpool é o adversário mais forte que o Benfica já defrontou.
Rafael Benitez disse que o jogo na Luz ia ser uma grande noite europeia, num estádio fantástico, com uma boa atmosfera. O espanhol espera que a sua equipa não cometa os mesmos erros que ditaram a eliminação em 2006, frente ao Benfica.

Benfica e Liverpool já se defrontaram 8 vezes nas provas da UEFA, com 5 vitórias para os ingleses, no entanto, nos últimos 3 confrontos o Benfica levou sempre a melhor (dois deles com Benitez já à frente do Liverpool). Nas 3 vezes que o Liverpool eliminou o Benfica, os Reds chegaram à final da Taça dos Campeões Europeus, vencendo duas e perdendo uma.

Restantes partidas:
Valência - Atl. Madrid
Hamburgo - Standard Liège
Fulham - Wolfsburgo
Prognósticos?

Jorge Jesus é claramente o homem do momento no futebol nacional, e depois de ontem, Pinto da Costa ter reconhecido que pensou na hipótese de o contratar no princípio da temporada passada, surge hoje a notícia (ler aqui) que o treinador encarnado também esteve nas cogitações do Sporting.

Segundo a RR, um actual dirigente leonino, que já fazia parte dos órgãos sociais de Soares Franco, telefonou várias vezes a Jorge Jesus, avaliando as suas condições para aceitar treinar o Sporting, num momento em que se dava como certa a saída de Paulo Bento.

Numa altura em que cada vez mais se dá o protagonismo da boa época do Benfica, a Jorge Jesus, todas estas notícias que o associam a outros clubes, levantam a dúvida do que seria a época de Porto e Sporting caso pudessem contar o actual técnino encarnado. Será que o Benfica teria tido o mesmo sucesso com outro treinador? Até que ponto as épocas do Porto e Sporting teriam sido diferentes caso o treinador fosse Jorge Jesus? Para melhor ou para pior?

O Liverpool será o próximo adversário do Benfica na Liga Europa, no entanto e apesar de toda a história que traz consigo, é uma equipa que a nível doméstico desde a época 89-90 não vence a Premier League, e que este ano se encontra em 6º lugar no campeonato, e corre um sério risco de  não se apurar para a Liga dos Campeões na próxima época. No entanto, contraponto esse descalabro interno nos últimos 10 anos, venceu uma Liga dos Campeões, sendo finalista derrotado noutra ocasião, venceu uma UEFA, e duas Supertaças Europeias.

Tendo em conta que não tem qualquer hipótese de vencer a Premier League este ano, restam duas lutas a Benitez até ao final da época, chegar ao 4º lugar que dá acesso à Liga dos Campeões, algo que está cada vez mais complicado, e vencer a Liga Europa de maneira a não ser mais um ano 0 para o Liverpool.

Destaques:

Rafa Benitez - É quanto a mim um dos 5 melhores treinadores da actualidade, muito idêntico a Mourinho, pouco espectacular mas muito pragmático e bastante estudioso, contudo sem a mesma capacidade psicológica do português e com um senão que lhe tem sido fatal, a sua falta de visão de mercado, pois os mais de 100 milhões de euros gastos nos últimos anos em jogadores como o R.Keane, Riera, Aquilani, Dossena, Kromkamp, Morientes, etc, foram determinantes no seu insucesso a nível interno, ainda para mais tendo em conta as limitações financeiras do Liverpool. Esta época tem jogado preferencialmente em 4-2-3-1, e tem uma característica muito peculiar, que é o facto de nunca repetir um 11 e colocar sempre um jogador surpresa na equipa inicial.

Reina - Um dos melhores guarda-redes do Mundo, para seu azar é da mesma geração de Casillas e isso tira-lhe o protagonismo que merecia ter a nível internacional. É igualmente exímio na reposição da bola em jogo, fruto da sua boa visão de jogo.

Glen Johnson - É o titular da selecção inglesa e custou este ano cerca de 20 milhões de euros ao Liverpool, no entanto esteve parado durante grande parte da época devido a lesão. Na minha opinião é mais forte nos processos ofensivos do que nos defensivos.

Insuá - Apesar de ter apenas 21 anos ganhou a titularidade no Liverpool, e faz parte das opções de Maradona para o Mundial. É um lateral esquerdo tipicamente argentino, raçudo, que gosta de subir no terreno e bastante combativo a defender.

Carragher e Agger - São habitualmente a dupla de centrais do Liverpool, no entanto Carragher é mais esforçado do que talentoso, e o próprio Agger apesar de muito prometer, talvez devido às lesões ainda não atingiu uma maturidade futebolística que lhe permita entender melhor o jogo.

Mascherano - Um dos melhores médios defensivos do Mundo, excelente nas recuperações de bola, com uma entrega incrível e muito bom a fechar os espaços, apenas tem o senão de não ser um jogador muito bom nos passes em profundidade. Deverá ser titular no dueto à frente da defesa ao lado de Lucas ou Aquilani.

Kuyt - Apesar de avançado, neste Liverpool joga quase sempre como médio direito. Dá tudo o que tem em todas as jogadas, sempre muito voluntarioso, e apesar de não ser um fenómeno em termos técnicos é um grande jogador de equipa e não é de estranhar que seja um titular indiscutível no Liverpool e na Holanda, o único senão, são os seus constantes mergulhos e simulações. Do lado esquerdo do meio campo deverá jogar Babel ou Benayoun.

Gerrard - O capitão do Liverpool é um dos jogadores mais cotados do Mundo, e claramente um dos 10 melhores médios dos últimos 8 anos a nível Mundial. Esta época tem jogado a nº 10, nas costas do avançado, no entanto está a ser de longe a sua pior época nos últimos anos e talvez devido a isso o Liverpool está na situação em que está. 

Fernando Torres - Claramente um dos 5 melhores avançados do Mundo, e não fossem as constantes lesões estaria com alguma naturalidade a disputar os títulos individuais com Messi e Ronaldo. Na minha opinião é ele que desequilibra a balança ligeiramente a favor dos ingleses, pois sem ele em campo não teria qualquer dúvida em afirmar que o Benfica até teria algum favoritismo nesta eliminatória, tendo em conta a péssima época dos ingleses.

Quem é a equipa favorita nesta eliminatória? Tendo em conta o bom momento do Benfica, e o ano menos bom do Liverpool. Quem sairá vencedor no duelo individual entre David Luíz e Fernando Torres? É mais importante para o Liverpool o 4º lugar na Premier League ou a conquista da Liga Europa? E do lado encarnado, tendo em conta a fase decisiva do campeonato, ainda haverá concentração suficiente para baterem o pé ao Liverpool? Será que o Benfica irá repetir o feito de 2006 onde bateu este Liverpool por duas vezes? E desta vez, Benitez irá voltar a menosprezar os encarnados e voltar a colocar Gerrard no banco? Por último quem serão os jogadores que mais se vão destacar nesta eliminatória e decidir a mesma? E é este o verdadeiro teste táctico de Jesus, ou o português já deu mais que provas do seu talento?


Prognósticos?

Nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º, nº1 al. a) do Código dos Valores Mobiliários, a SPORTING - Sociedade Desportiva de Futebol, SAD, vem informar que o contrato de trabalho celebrado com o treinador Carlos Carvalhal em 15 de Novembro de 2009 e válido até 30 de Junho de 2010 previa o direito de opção da Sporting, SAD para prorrogar o aludido contrato por mais uma época desportiva, a de 2010/2011.

Mais informa que, na presente data, foi comunicado ao treinador Carlos Carvalhal que a Sporting, SAD não iria exercer o direito de opção que lhe fora conferido, confirmando que o mesmo se manteria como treinador da sua equipa principal até ao final da época desportiva em curso.

A partir deste momento, a Sporting, SAD iniciará as diligências necessárias com vista à contratação de um novo treinador para a sua equipa de futebol principal (ler aqui).

Visão de Mercado:

Este comunicado da saída de Carvalhal, só vem provar e confirmar o que já se suspeitava há muito, aliás ainda na semana que passou, o Visão de Mercado (ler aqui) tinha dado conta disso mesmo. E não é uma decisão que traga alguma surpresa aos amantes do futebol, tendo em conta os péssimos resultados obtidos por Carvalhal. Recordo que o técnico leonino foi copiosiamente eliminados das duas Taças depois de sofrer goleadas perantes os rivais histórios, na Liga Sagres pegou num Sporting a 11 pontos do 1º lugar e neste momento encontra-se a 20 pontos, e tudo isto, depois de ter feito um dos investimentos mais dispensiosos da Europa com os 11 milhões de euros que gastou no defeso de Janeiro.

Curiosamente este comunicado sai no mesmo dia, em que vários meios de comunicação social, como a RTP, Record e RR afirmam que André Villas-Boas será o próximo treinador do Sporting. Haverá alguma relação entre estes dois factos?

Até que ponto esta saída anunciada de Carvalhal, poderá afectar o rendimento dos leões até final da temporada? Tendo em conta que o 4º lugar ainda não está garantido.

E por último, porque razão Bettencourt desmentiu com toda a veemência a saída de Carvalhal do Sporting na última sexta-feira, e passados menos de 5 dias dá o dito por não dito? Apenas protecção do grupo de trabalho? O futuro treinador do Sporting terá entrentanto dado o sim ao presidente leonino? Ou então é mesmo o desnorte total do presidente sportinguista?

Acreditam que será mesmo André Villas-Boas o futuro treinador do Sporting? Terá ele capacidade para treinar o clube de Alvalade? Ou acreditam que poderá ser um outro nome, o futuro técnico dos leões?

29 de março de 2010


Muitos dos nossos leitores ficaram surpreendidos com a nova imagem do Blog e mandaram-nos mensagens a questionar o porquê.


Decidimos fazer um post a explicar o sucedido. 


Até à próxima semana, o Blog Visão de Mercado vai andar a testar novos designs de forma a encontrar o ideal para nós e para os nossos leitores.


O nosso objectivo era mudar o visual do Blog de forma a aumentar as caixas de texto, pois o anterior limitava-nos muito. Apesar do novo visual estar mais fraco,  acreditamos que o blog assim fica mais funcional e que continua simples e prático, o que é o nosso principal objectivo.


Atenção que ainda não é a versão final!

Mas estamos abertos a sugestões.


Devemos voltar ao formato antigo? Manter este? Ou o que devemos aperfeiçoar neste, de maneira a o tornar mais apelativo?

28 de março de 2010

Benfica - Braga

- Se Jesus é o pai do Braga, Jesualdo é o avô e... Manuel Cajuda é o trisavô!
- Jorge Jesus para o ano não será treinador do Benfica, já que consegue construir equipas competitivas que duram pelo menos dois anos.
- Domingos: "Dentro de um jogo há lances que podem mudar o jogo. Não acredito que haja premeditação. O golo foi marcado 14, 15 segundos para lá do minuto de compensação, mas o árbitro não podia adivinhar." Ora se adivinhasse que era golo, teria apitado para o intervalo antes do pontapé de canto?
- Mossoró queixou-se dos mergulhos de jogadores do Benfica. Se fosse Moisés ou Rodriguez a falar no assunto estava tudo certo, agora o Mossoró a queixar-se das simulações é um pouco irónico...

Se Jorge Sousa (ex-super dragão) pode arbitrar um jogo da sua equipa, se Pedro Proença (sócio do Benfica) pode arbitrar um jogo da sua equipa, se Vitor Pereira (sócio do Sporting) pode nomear os árbitros que lhe apetecer para um jogo da sua equipa, já se percebeu as razões porque é que o Braga nunca poderá aspirar a ser campeão! Se ao menos o Augusto Duarte ainda pudesse arbitrar...

Claudio Ranieri levou a melhor sobre José Mourinho no duelo em Roma. Para imaginarem o significado desta vitória, era como se uma equipa treinada pelo Carlos Azenha derrotasse outra equipa treinada pelo Jorge Jesus!
Hoje joga-se o Real Madrid-Atletico de Madrid, num derby cheio de estrelas em campo, mas com os dois treinadores mais incompetentes da Liga Espanhola no banco de suplentes...

Video da semana: Super-Dragões, No Name Boys e Juve Leo espalham o terror num Estádio da Grécia!


Reparem na pose do steward por volta dos 3 minutos?!?!
PS: Di Maria aguarda transferência para Inglaterra, de modo a preparar melhor a sua participação nos Jogos Olímpicos de 2012, na modalidade de... saltos para a piscina! Poderá assegurar a sua 2ª medalha de Ouro consecutiva!

21 de março de 2010

Benfica 3-0 FC Porto (Ruben Amorim 10´, Carlos Martins 45´ e Cardozo 90´)

Num jogo com poucas oportunidades de golo, o nervosismo dos jogadores do Porto e a maior confiança do Benfica, permitiu aos encarnados chegar a uma vitória por 3-0 e à conquista do primeiro título da época.

Em relação ao jogo em si, este pontuou pelo equilíbrio, onde curiosamente o Porto até acabou por ter as melhores oportunidades do encontro, no entanto os erros de Nuno e a intranquilidade dos jogadores portistas, principalmente do seu capitão Bruno Alves, foram fatais aos azuis e brancos. O Benfica soube aproveitar esse descontrolo portista e mesmo com uma equipa e com uma táctica renovada conseguiu chegar a uma vitória algo tranquila.

Destaques:

Bruno Alves - Ele foi o principal destaque desta final, infelizmente pela negativa. Pois o conjunto de atitudes desesperadas que demonstrou, todo o seu nervosismo vincado em cada lance, são  actos impensáveis num capitão. Dando um péssimo exemplo e com consequências na moral e no alastrar do descontrolo nos restantes companheiros de equipa.

Rúben Amorim - O melhor jogador em campo. Marcou um golo, criou outro, fechou os espaços no meio campo, e ainda anulou o Rúben Micael e o Raúl Meireles.

Airton - Não fosse a super-exibição de Rúben Amorim, e seria ele o melhor em campo. Hoje voltou a demonstrar toda a sua qualidade táctica, impondo-se nos duelos individuais e enchendo o campo nos auxílios defensivos.

Falcao e Miguel Lopes - Realizaram duas exibições razoáveis, lutaram, correram, e foram dos poucos a demonstrar algum discernimento.

Maxi Pereira e Coentrão - Anularam na perfeição Rodriguez e Belluschi, no entanto Coentrão esteve na origem das duas melhores oportunidades do Porto.

Rúben Micael - Deu sequência às suas últimas exibições, ou seja, praticamente não esteve em campo. Acabou ainda por ser um dos intervinientes no 1º golo encarnado, com uma simulação de uma falta (algo que já é tipíco no seu estilo de jogo) e a consequente perda de bola, permitiu a Ruben Amorim tentar a sorte.

Nuno - Teve muitas culpas no 1º golo, dando um autêntico "frango", no 2º golo acabou novamente por ser mal batido, pois apesar da colocação e potência do remate de C.Martins, um guarda-redes não pode sofrer um golo aquela distância, ainda para mais quando a bola é colocada no local onde ele estava posicionado.

C.Martins - Marcou um belo golo, esteve inclusive melhor e mais em jogo que Di Maria e Aimar, no entanto mais uma vez demonstra que não consegue acabar uma partida de futebol, devido a constantes limitações físicas.

Aimar e Kardec - O argentino foi a unidade mais apagada do Benfica, enquanto que o brasileiro acabou por ser bem anulado pelos defesas portistas, apesar do seu esforço nos confrontos mais físicos.

Fernando - A melhor exibição do Porto, com ele os azuis e brancos valem um pouco mais. Hoje não merecia estar tão mal acompanhado.

Jesualdo Ferreira - Lançou provavelmente o melhor 11 disponível do Porto, no entanto acabou por ser traído pelo nervosismo e intranquilidade de elementos como Bruno Alves, Nuno e Raul Meireles.

Jorge Jesus - Apostou num misto de titulares e suplentes, mudou a táctica, e voltou a demonstrar que este Benfica joga à sua imagem, pois a qualidade defensiva apresentada e a dinâmica do jogo encarnado, não mudou mesmo com todas estas alterações.

17 de março de 2010

Segundo a RR, o treinador encarnado prefere Eduardo a Romero (que hoje tinha sido apontado ao Benfica pelo jornal Record).

O Benfica vai contratar um guarda-redes para a próxima temporada. O titular da selecção nacional é o preferido do treinador. O titular da selecção argentina está no fundo da lista. Eduardo é o preferido de Jorge Jesus para substituir Quim na baliza do Benfica. O treinador "encarnado" tem o guarda-redes português sob observação desde que o treinou, no Sp. Braga. O número um da selecção nacional tem contrato com os minhotos até 2012, mas na última renovação ficou definida uma cláusula de rescisão de quatro milhões de euros. Além de Eduardo, Jesus tem referenciados dois brasileiros, Bruno e Felipe, e o argentino Sergio Romero.  Fonte: RR
 
Numa altura em que Quim (o guarda-redes menos batido da Liga) acaba de garantir os três pontos na Madeira com uma excelente intervenção perto do final, e que se fala que poderá renovar, é no mínimo estranho todos estes rumores em relação ao futuro da baliza do Benfica, ainda para mais, quando Júlio César tem demonstrado alguma segurança nos jogos da Liga Europa, nos quais tem sido o titular.

Com Moreira e Quim em final de contrato, é certo que o Benfica irá contratar mais um guarda-redes. Estarão estes rumores relacionados com a saída dos dois? Ou apenas irão colmatar a saída de Moreira? Será que a boa época de Quim não merecia um maior respeito pelos responsáveis encarnados? Contudo, depois de Quim no passado e mesmo este ano ter-se conseguido afirmar, perante as contratações de guarda-redes como Butt, Motetto e Júlio Cesar, caso renove, não seria de estranhar que no próximo ano, consiga novamente superiorizar-se a uma eventual contratação do Benfica de um guarda-redes que venha com estatuto de titular.

15 de março de 2010

Chelsea - Inter Milão (19h45, Sporttv 1)

Regresso de José Mourinho a Stamford Bridge, com 2-1 na bagagem. Ancelloti referiu que os adeptos vão proporcionar uma recepção calorosa, mas o jogo será outro assunto. Com Petr Cech e Hilário lesionados, o Chelsea irá jogar com Ross Turbull, que apenas fez 3 jogos oficiais este ano. Para José Mourinho, especial será se o Inter de Milão passar a eliminatória dos Oitavos-de-Final, o que não acontece ao Inter desde 2005-06.

Sevilla - CSKA Moscovo (19h45, Sporttv 2)

Os andaluzes contam só com vitórias em casa frente a equipas russas, pelo que cabe ao CSKA fazer história. Depois do 1-1 na 1ª mão, os espanhóis são claros favoritos à passagem, no entanto, ainda está bem presente a precoce eliminação pelos turcos do Fenerbahçe, nos Oitavos-de-Final da Champions de 2007-08, numa partida onde brilhou o ex-sportinguista Deivid. As duas equipas nunca conseguiram ultrapassar os Oitavos-de-Final da Liga dos Campeões, pelo que será uma partida histórica para o vencedor da eliminatória. Manuel Jiménez, treinador do Sevilla, disse que este jogo é bastante importante para a Andaluzia. Do lado russo, Keisuke Honda não é de meias medidas e ambiciona vencer a Liga dos Campeões. (ler aqui)
Se conseguir marcar um livre como o que está em baixo, concerteza que poderá aspirar à conquista da Liga dos Campeões!



Quem sobreviverá em Londres, Mourinho ou Ancelloti?
Sevilla ou CSKA, quem continuará a fazer história?

8 de março de 2010

O filme ‘The Hurt Locker - Estado de Guerra’, foi o grande vencedor da noite deste domingo, no Kodak Theatre, de Los Angeles. No total foram seis estatuetas douradas, incluindo a de Melhor Filme, deixando para trás o grande rival: o colossal épico a 3D, ‘Avatar’, de James Cameron, que saiu como grande perdedor, apenas recebendo três Óscares em categorias técnicas.

Aqui fica a lista dos premiados:

Melhor Filme – Estado de Guerra
Melhor Realização – Kathryn Bigelow (Estado de Guerra)
Melhor Actor – Jeff Bridges (Crazy Heart)
Melhor Actriz – Sandra Bullock (The Blind Side)
Melhor Actor Secundário – Christoph Waltz (Sacanas Sem Lei)
Melhor Actriz Secundária – Mo’Nique (Precious)
Melhor Argumento Original – Estado de Guerra
Melhor Argumento Adaptado – Precious
Melhor Fotografia - Avatar
Melhor Caracterização – Star Trek
Melhor Direcção Artística – Avatar
Melhor Guarda Roupa – Young Victoria
Melhor Edição de Som – Estado de Guerra
Melhor Mistura de Som – Estado de Guerra
Melhor Montagem – Estado de Guerra
Melhores Efeitos Visuais – Avatar
Melhor Documentário – A Baía da Vergonha
Melhor Filme Estrangeiro – El Secreto de Sus Ojos (Argentina)
Melhor Filme Animação – Up, Altamente
Melhor Canção Original – Crazy Heart
Melhor Banda Sonora – Up, Altamente
Melhor Curta de Animação – Logorama
Melhor Curta de Ficção – The New Tennants
Melhor Curta Documental - Music By Prudence