24 de Abril de 2014

Lima coloca Benfica mais perto da final da Liga Europa; Golaço do dianteiro brasileiro coloca as águias em vantagem para a deslocação a Turim; Encarnados sofreram um pouco com a estratégia da equipa de Conte (que não teve propriamente muitas oportunidades de golo), numa exibição pouco espectacular mas eficaz (sobretudo na 2.º parte); Luisão fez outro excelente jogo, André Gomes esteve algo desastrado, Cardozo nada fez, Ivan Cavaleiro mexeu com a partida; Tevez foi o melhor da equipa transalpina

Benfica 2-1 Juventus (Garay 3' e Lima 84'; Tevez 73')

Vantagem curta mas preciosa. Os encarnados conseguiram alcançar um triunfo na 1.ª mão da meia-final da Liga Europa frente à Juventus, por 2-1, e por isso deslocam-se a Turim por cima da eliminatória (mas a tarefa não se antevê nada fácil). Exibição irregular da equipa de Jorge Jesus, com uma primeira parte muito interessante (grande entrada, com intensidade e pressão), mas com um segundo tempo demasiado cauteloso (a qualidade dos italianos também assim obrigou), em que Lima confirmou a vantagem, depois de Tevez ter gelado a Luz. Grande 2.ª parte da formação transalpina que deu um trabalho tremendo à defensiva encarnada (embora sem muitas oportunidades de golo).


(em actualização)

United dá 73 milhões por Cavani (Shaw e Fàbregas são os outros alvos); Wawrinka já não vem ao Portugal Open

De acordo com a imprensa inglesa, Cavani é a prioridade do Manchester United para a próxima época. Os Red Devils estarão dispostos a chegar aos 73 milhões de euros para garantir a contratação do avançado uruguaio. Luke Shaw e Fàbregas são outras prioridades para o United, que também tem Reus, Gundögan, Kroos, William e Mangala como alvos para o reforço do plantel. VM - O ataque não é, de todo, o sector que necessita mais de ser reforçado, até porque Rooney e Van Persie são nomes fortes (apesar da época menos conseguida do holandês). Contudo, Cavani promete agitar o mercado, tendo em conta que não teve o impacto que se esperava no PSG. Shaw é o lateral da moda no futebol inglês e seria um excelente reforço, bem como Fàbregas, que não tem apresentado um rendimento desejável no Barcelona e que podia relançar a carreira com um regresso à Premier League.

Wawrinka afinal já não vem defender o título conquistado no ano passado no Portugal Open. O suíço, que está a ser o melhor jogador da temporada, abdicou de participar no torneio português para recuperar fisicamente. Não foi fácil assegurar a realização do Portugal Open e este é mais um contratempo para a organização de João Lagos, que certamente ainda está a tentar encontrar outro cabeça de cartaz para o torneio (nesta altura será quase impossível).

O Hazard que seria um "reforço bomba" para os grandes

Não, este post não é sobre Eden Hazard. Thorgan Hazard, bem menos conhecido, é o irmão do craque do Chelsea. O médio ofensivo, que pode jogar no meio ou nas alas, também pertence aos quadros dos blues, mas está emprestado ao Zulte-Waregem, equipa que está na luta pelo título belga. O jovem de 21 anos foi considerado o melhor jogador a actuar na Jupiler Pro League em 2013 e está a realizar mais uma época excepcional (9 golos e 14 assistências). Não deverá acontecer, tendo em conta a forte concorrência, mas Hazard até merecia ser um dos eleitos de Wilmots para o Mundial do Brasil.

Apesar do seu enorme talento, dificilmente Hazard terá espaço no Chelsea. É sabido que Mourinho normalmente prefere jogadores mais maduros e há opções de sobra para o trio ofensivo (juntando alguns elementos emprestados). Assim sendo, o belga seria um reforço espectacular para os clubes portugueses. O Benfica está bem servido do meio campo para a frente, mas o Sporting - que já esteve interessado no jogador - e o Porto precisam urgentemente de um criativo que consiga fazer a diferença. O problema é que o talento de Hazard - qualidade técnica impressionante - não está a passar despercebido a clubes com maior capacidade financeira, o que dificultaria uma eventual transferência para Portugal. Contudo, nos últimos anos temos visto chegar à nossa liga elementos como Markovic, Djuricic, Herrera, entre outros, que também despertavam a cobiça dos tubarões europeus e acabaram por optar pelo campeonato nacional. Será aproveitado pelo Chelsea? Tendo em conta o passado recente, é possível ter um jogador desta qualidade em Portugal?

A Visão do Leitor!

Se pretende partilhar a sua visão sobre qualquer tema da actualidade desportiva (só vamos aceitar textos bem estruturados, isentos e pessoais), envie-nos as respectivas crónicas para visaodemercado.blog@gmail.com. Temos tido pouco tempo pessoal e profissional, e como tal, a colaboração dos leitores do VM é fundamental para a manutenção deste projecto.

Onze "suplente" de Mourinho custou 150 milhões de euros

«Por mim, jogaremos em Liverpool com os jogadores que não vão jogar na quarta-feira com o Atlético Madrid. Mas eu sou apenas o treinador, a direcção é que decide», afirmou Mourinho no final da partida frente aos Colchoneros. 

O Special One não escondeu que a sua prioridade é a Liga dos Campeões e como tal vai poupar os principais elementos na decisiva partida frente aos Reds (Ivanovic, que não jogou na última terça-feira, e Cahill devem ser a excepção). Mas até que ponto esta decisão hipoteca as hipóteses de sucesso em Anfield Road? A imprensa inglesa fez as contas e chegou à conclusão que o Chelsea pode entrar em campo com um 11 que custou 150 milhões de euros, valor mais do que suficiente para uma equipa lutar pelo título na Premier League. 

23 de Abril de 2014

A 4ª divisão de Inglaterra tem mais espectadores que a Liga portuguesa

Foram mais de 163 milhões, as pessoas que assistiram, no estádio, a jogos das diversas ligas europeias na época passada. 20 ligas, incluído 12 divisões secundárias, tiveram assistências globais superiores a 1 milhão de pessoas.

A lista, encabeçada pela Premier League, é dominada pelas Ligas Inglesas, com a presença dos quatro escalões no Top20. O campeonato português, na 17ª posição, teve 2,352,795 pessoas nas bancadas, valores que ficam atrás de, por exemplo, da League Two (quarto escalão do futebol inglês). O UEFA Club Benchmarking Report, mostrou ainda que foi a Bundesliga que apresentou melhores assistências médias durante a época passada, com uma média de 42,624 por jogo, face aos 35,921 da Premier League, na segunda posição. A assistência média da Liga Portuguesa foi de 9,803 espectadores.

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar no VM aqui!): João Pedro Cordeiro

Doze jogadores do Benfica na lista de convocados para o Europeu sub-17

Vão conseguir fazer história? Portugal não vence uma competição internacional (Europeus ou Mundiais) a nível de selecções desde 2003 (curiosamente também era uma selecção de sub-17... na altura um elenco com Veloso, Maradona, Paulo Machado, etc, derrotou a Espanha em Viseu). Quanto à esmagadora presença de jogadores encarnados na lista, não é propriamente uma novidade (já na qualificação colocaram 12 elementos em 18) e apenas reforça a qualidade do trabalho realizado no Seixal.

Emílio Peixe já escolheu os atletas que vão representar a Seleção Nacional sub-17 na fase final do Campeonato da Europa da categoria, que vai ter lugar em Malta, entre os dias 9 e 21 de maio. Lista de convocados (o seleccionador chamou 20 atletas para o estágio que antecede a competição, mas apenas 18 viajarão para Malta):
SL Benfica: Buta, Diogo Gonçalves, Fábio Duarte, Fábio Novo, Francisco Ferreira, Gonçalo Rodrigues, Hugo Santos, João Carvalho, Pedro Rodrigues, Renato Sanches, Rúben Dias e Yuri Ribeiro.
FC Internazionale: Pedro Delgado
FC Porto: Diogo Izata, Fernando Fonseca, Luís Mata e Rúben Neves
Sporting CP: Alexandre Silva, Pedro Empis e Pedro Silva

Recordamos que Portugal integra o grupo B da fase de grupos do Euro-2014 e vai enfrentar as seleções da Escócia (dia 9 de maio, no Estádio Gozo, às 14h15), da Suiça (dia 12 de maio, no Estádio Paola, às 10h00) e da Alemanha (dia 15 de maio, no Estádio Nacional, em Ta'Qali, às 17h00).

Real ganha vantagem preciosa; Merengues anularam jogo de posse do Bayern; Pepe e Coentrão apresentaram um nível fantástico (o central saiu lesionado); Ronaldo regressou mas ainda não bateu o recorde; Modric e Xabi encheram o campo; Lahm foi o melhor da equipa alemã, Alaba e Robben só apareceram na primeira parte

Real Madrid 1-0 Bayern (Benzema 19')

Hoje já se viu futebol! Num confronto de estilos, o Real Madrid levou de vencida o Bayern de Munique e sai na frente da eliminatória. O golo, marcado por Benzema, é um exemplo perfeito do que o Real fez durante todo o encontro. Uma transição mortífera, com Ronaldo a lançar Coentrão e o português a assistir o francês para o 1-0. O Bayern teve mais bola (como era previsível), mas só na recta final conseguiu incomodar Casillas. A turma de Ancelotti controlou quase sempre a partida, soube gerir os momentos do jogo e foi mesmo a equipa mais perigosa em campo. 

O Bayern teve uma entrada forte, com uma posse de bola dinâmica e uma reacção à perda muito agressiva. Ainda assim, foi o Real quem marcou (contra a corrente do jogo). Em vantagem, os merengues ganharam confiança e subiram as linhas, conseguindo forçar o erro da equipa bávara e criar algumas oportunidades (Ronaldo desperdiçou). Na segunda parte, o conjunto alemão entrou menos pressionante e permitiu que o Real trocasse a bola. Ronaldo voltou a incomodar Neuer, mas pouco depois viria a ser substituído, tal como Pepe (lesão muscular). Na recta final, Götze teve a melhor oportunidade do Bayern, com Casillas a negar o golo. Algumas notas: Pepe (estava a ser um dos melhores em campoe Coentrão (uma assistência e anulou Robben) estão numa forma incrível! Esperemos que os portugueses continuem assim até ao Mundial (deseja-se que a lesão do central não seja grave); que classe de Modric e Alonso. Duas grandes exibições - tanto a defender como a atacar - de dois enormes jogadores; parece estar de volta o melhor Casillas (deu segurança e fez uma defesa importante); Isco e Di María foram incansáveis mas decidiram quase sempre mal; Carvajal está a responder muito bem no seu primeiro ano de Real; Ronaldo foi decisivo no golo, testou Neuer duas vezes na 2ª parte, mas falhou um golo cantado e a oportunidade de fazer história (ainda pode fazer em Munique, ou na final caso o Real lá chegue); não se percebe como Boateng tem lugar neste Bayern; Lahm é um jogador do outro mundo. Toma invariavelmente as melhores decisões; Alaba esteve excelente na primeira parte, mas na segunda metade perdeu algum fulgor e cometeu alguns erros (o mesmo se pode dizer de Kroos); Mandzukic continua a parecer um "peixe fora de água" nesta equipa de Guardiola; Ribéry teve algumas iniciativas interessantes (é pouco para a sua qualidade), mas está a realizar uma época bem mais fraca que a anterior.

Craque do Man Utd escolheu a Bélgica; Valverde mais forte na Flèche Wallone; Dragic vence o MIP na NBA

Vai ganhar o seu espaço já no Mundial 2014 (tem a concorrência de Chadli, Hazard, Mertens, Kevin de Bruyne e Mirallas, mas é um "reforço" de peso...e se considerarmos a juventude destes elementos, como aliás de praticamente todo o elenco, podemos ter uma ideia do que os "Diabos Vermelhos" podem alcançar no futebol Mundial nos próximos anos)? 

Bélgica, Albânia, Kosovo, Sérvia, Turquia e até Inglaterra eram hipóteses para o jovem craque do Man Utd mas, depois de uma longa novela, Adnan Januzaj optou pela selecção belga. Foi o próprio Marc Wilmots, seleccionador da Bélgica, a dar a noticia: “Recebi a confirmação oficial que Adnan Januzaj se colocou à disposição da equipa nacional belga para o resto de sua carreira. Esta é uma boa notícia e fico muito contente que um jogador talentoso seja seleccionável para os diabos vermelhos belgas”.

NBA - Washington tornou-se a primeira equipa forasteira a fazer 2-0 numa série à melhor de sete, depois de vencer em Chicago por 101-99, após prolongamento. Os Wizards recuperaram de 10 pontos de desvantagem no último período; já os Bulls podiam ter levado o jogo mais longe, mas Hinrich falhou um par de lances livres a 2 segundos do fim. Destaque para os 26pt de Beal. Toronto empatou a sua série, depois de bater Brooklyn por 100-95. Os Dinos massacraram as tabelas, obtendo 52rb (Valanciunas ganhou 14), 19 dos quais ofensivos. Desta vez quem dominou o 4º período foi DeRozan, que marcou nesse parcial 17 dos seus 30pt. Enquanto que Indiana empatou a série frente aos Hawks; Noutro âmbito, Goran Dragic foi nomeado o MIP da temporada, com 408pt, deixando para trás Lance Stephenson (158) e Anthony Davis (155). O ano do base esloveno não deixa margem para discussão quanto à justiça da atribuição deste prémio, já que não só as suas médias dispararam em flecha, como também a sua própria cotação como jogador subiu para um patamar elevado o suficiente para ser discutido quanto a uma presença no Jogo All-Star, por exemplo. Para provar a subjectividade deste prémio em particular, e como gostos não se discutem, aqui ficam alguns pontuados nesta categoria: Al Jefferson, Lebron James e Kevin Durant.

É a 5ª prova que o espanhol conquista em 2014 - Alejandro Valverde venceu a "clássica" Flèche Wallone, pela 2ª vez na carreira, ao ser o mais forte no "muro" de Huy. O ciclista da Movistar que tinha sido 4º na Amstel (vamos ver completa esta passagem pelas Ardenas no próximo domingo) superou o irlandês Daniel Martin (apareceu pela 1ª vez este ano) e o polaco Michal Kwiatkowski (época tremenda). Já Rui Costa, que parecia ter tudo para fazer top10, já nos kms finais danificou a roda da bicicleta devido a uma queda que envolveu Cunego, Purito e A. Schleck, e ficou pelo 53.º lugar.

Resultados - O Sporting B venceu no Funchal o Marítimo B, por 3-1, em partida em atraso da 39.ª jornada da Liga 2. Dramé bisou, Iuri marcou o outro golo dos leões; Com um golo de Matuidi no minuto 89 o PSG bateu o Evian por 1-0 e só precisa de mais uma vitória para confirmar a conquista da Ligue 1; O Leicester garantiu a conquista da Championship, com a vitória por 1-0 no terreno do Bolton.

Fuga à despromoção

Qual o mais sério candidato à descida directa? Que clube irá disputar a liguilha?

A duas rondas do término do campeonato, são cinco, os clubes ainda envolvidos na luta pela manutenção. Porém, desses 5, Arouca e Gil Vicente vivem uma situação mais tranquila, pois dada a vantagem que possuem, o pior que lhes poderá acontecer será disputar a liguilha com o 3º classificado (excluindo as equipas B) da segunda divisão.
Próximos jogos:                             
29ª jornada                                                      30ª jornada
Arouca - Gil Vicente                                         Belenenses - Arouca
Estoril - Belenenses                                           Gil Vicente - Nacional
Rio Ave - P. Ferreira                                         P. Ferreira - Académica
Olhanense - FC Porto                                       V. Setúbal - Olhanense

O embate entre Gil Vicente e Arouca, na próxima jornada, pode assegurar a permanência de um dos clubes, ou mesmo de ambos. A Olhanense é a que tem a tarefa mais complicada, dada a diferença pontual e pelo facto de ainda receber o FC Porto, pelo que ao que tudo indica, P. Ferreira e Belenenses decidirão entre si qual dos dois irá disputar a liguilha.

Liverpool vai permitir que Rodgers bata o recorde de transferências do clube no próximo Verão

Lazar Markovic, Yevhen Konoplyanka, Marcos Rojo, Papadopoulos, Will Hughes, Łukasz Piszczek, Alberto Moreno, Marcel Schmelzer, Antoine Griezmann, Cristian Tello, Tom Ince, Jerome Boateng, Ashley Cole, Luke Shaw, Julian Brandt, Mohamed Diame, Lallana, Yann M'Vila e Drmic são alguns dos nomes que estão na lista dos Reds.

O Liverpool não quer fazer da época 2013-14 algo ocasional e pretende não só consolidar o seu estatuto a nível interno como preparar da melhor maneira o regresso à Liga dos Campeões. Para isso os Reds, de acordo com a imprensa inglesa, vão disponibilizar a Brendan Rodgers um orçamento para transferências entre os 75 e os 100 milhões de euros. Valor recorde no clube e que quase dobra o que Benitez investiu em 2006-07 nas contratações de Torres e Babel, e que também supera largamente o Verão de 2011 quando Dalglish adquiriu Jordan Henderson, Stewart Downing, Sebastian Coates, Charlie Adam e Jose Enrique. Aliás, o Liverpool só quando contratou a dupla Andy Carroll-Suárez esteve perto das somas que pretende investir no próximo defeso, no entanto, esta operação foi mais uma reacção fruto da venda de Torres, do que propriamente um orçamento próprio para a aquisição de jogadores. Quais deviam ser os alvos de Rodgers (um lateral esquerdo, um médio defensivo e um extremo são as prioridades)? Noutro âmbito, Daniel Agger, Kolo Touré, Jose Enrique, Iago Aspas, Pepe Reina, Sebastian Coates, Oussama Assaidi, Borini e Krisztian Adorjan estão na lista de dispensas.

PS - COMO SABEM NÃO ACEITAMOS COMENTÁRIOS DE ANÓNIMOS (Carreguem na opção Comentar como, seleccionem Nome/URL, coloquem algum nome e depois comentem)Por outro lado, NÃO VAMOS ACEITAR COMENTÁRIOS INCENDIÁRIOS, QUE COLOQUEM EM CAUSA O NOSSO TRABALHO, QUE POUCO ACRESCENTEM E COM a expressão "LOL" - percebemos que muitos tenham pouca cultura desportiva, mas resumir tudo a um "lool" é pouco dignificante. Indicações como lagartos, tripeiros, lampiões, 5lb, melão, fruta, fccorruptos, vão ser sempre censuradas.

Mourinho quer jogar com os suplentes frente ao Liverpool mas precisa da autorização de Abramovich

Mourinho afirmou que pretende jogar com os suplentes, no próximo domingo, frente ao Liverpool, naquele que na teoria seria o jogo do título, de maneira a fazer descansar os titulares para a partida da 2ª mão da Liga dos Campeões. O português, contudo, realça que esta decisão [de indirectamente abdicar da luta pelo título] tem de ter o aval de Abramovich.

«Por mim, jogaremos com o Liverpool com os jogadores que não vão jogar na quarta-feira com o Atlético Madrid. Mas eu não posso decidir sozinho. Sou só o treinador. Cabe ao clube tomar a decisão. Eu sou só uma peça nesta equipa. Eles é que decidem. Eu sei o que quero, mas eu não sou o clube. Eu trabalho para eles e como tal cabe-lhes decidir», afirmou Mourinho no final do Atlético 0-0 Chelsea.

FIFA permite que o Barcelona contrate jogadores

Não se esperava outra postura do organismo que tutela o futebol, resta saber como é que o Barça vai aproveitar esta "borla" para revolucionar o seu plantel. Quem deve entrar e sair?

Afinal os catalães podem "agitar" o próximo defeso. A FIFA comunicou que aceitou o recurso do Barcelona, e para garantir que sejam respeitados todos os direitos do clube catalão suspende temporariamente a sanção imposta ao Barça de não poder inscrever jogadores durante os próximos dois mercados de transferência. Uma decisão que permite aos catalães contratarem no próximo Verão, no entanto não afasta o cenário de o Barcelona ser impedido de adquirir jogadores no mercado de Janeiro e no defeso de 2015. Tudo vai depender da resposta final do Comité de Apelo da FIFA.

«Plantel do Benfica é um dos cinco melhores do Mundo»

Concorda com a visão do treinador da equipa B dos encarnados? O elenco encarnado está num patamar que impossibilita a curto prazo - a menos que sejam transferidos uns 10 jogadores - que os jovens do conjunto secundário ganhem o seu espaço?

«O plantel do Benfica é fantástico, é um dos cinco melhores do Mundo neste momento», afirmou Hélder Cristóvão, que falava à margem da apresentação da Taça Coca Cola. Para o técnico da equipa B dos encarnados é natural que os seus jogadores tenham dificuldades em ganhar espaço no elenco de Jorge Jesus. «A exigência é diferente. Não podemos pedir a um jogador de 19 anos que esteja já ao nível de um jogador da equipa principal. Sabemos que dando ferramentas e potenciando a qualidade deles poderão estar mais próximos, mas não marcamos uma meta ou um tempo para que eles subam. A equipa principal é o espelho e nós gostamos de olhar ao espelho e ver a nossa imagem refletida. Os jogadores tentam-se incorporar nesse espelho», explicou. VM - Apesar da super-valia do elenco do Benfica o patamar dos 5 melhores do Mundo é algo exagerado. Mas percebe-se a análise de Hélder, a verdade é que mesmo perspectivando um cenário que envolva por exemplo as saídas de Gaitán, Markovic e Rodrigo, Jesus ainda pode construir um 11 com Fejsa, Enzo, Djuricic, Salvio, Cardozo e Lima, sem ter de recorrer à equipa B, aliás nem para o banco já que Pizzi, Ola John, Sulejmani, estão mais preparados que Helder Costa, Lolo ou Bernardo.

22 de Abril de 2014

Mourinho vai ter de apostar no quarentão Schwarzer até final da época; Final da Taça da Liga no dia 7 de Maio; Popovich eleito o melhor treinador do Ano na NBA

Mark Schwarzer, que completa 42 anos em Outubro, vai dar uma boa resposta (contra o Sunderland cometeu alguns erros)? - Petr Cech não joga mais esta época, garantiu Mourinho no final do Atlético 0-0 Chelsea. «Vai ser difícil substituí-lo. A época para ele chegou ao fim, não poderá voltar a jogar. Esperemos que ele possa festejar qualquer coisa», revelou o Special One. VM - Baixa que poderá ter um peso importante nesta recta final dos Blues (Schwarzer apesar da sua experiência não está ao mesmo nível), além da Liga dos Campeões o Chelsea ainda está na luta pela Premier League. Por outro lado, será curioso verificar se esta lesão vai acelerar a chegada de Courtois ao plantel do Chelsea (se o checo estiver inapto durante alguns meses pode ser o timing ideal para o "muro" do Atlético "aterrar" em Londres).

As águias se chegarem à final vão completar 2 meses com uma série de jogos de 3 em 3 dias (desde 9 de Março que não param) - A final da Taça da Liga realiza-se no próximo dia 7 de maio, uma quarta-feira, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, a partir das 20.30h. O Rio Ave espera pelo adversário que vai sair do duelo entre FC Porto e Benfica.

NBA - Popovich (Spurs) foi distinguido como o melhor treinador do ano, entrando no restrito grupo de elementos que acumularam três prémios. "Pop" acumulou 380 pontos, sendo secundado por Jeff Hornacek, que obteve 339. Esta vitória premeia o facto de Popovich ter alcançado a melhor marca de entre todas as equipas, e realça a sua capacidade em gerir o plantel (poupou com mestria os mais veteranos e distribuiu bem os minutos), mas este ano o prémio foi nitidamente para o melhor treinador, ao invés de ir para aquele que obteve o melhor desempenho proporcionalmente às expectativas e aos recursos ao seu dispor. No que diz respeito aos playoffs, os LA Clippers empataram a eliminatória, ao massacrar Golden State com um resultado de 138-98. Os 35pt de Griffin foram determinantes para a sua equipa estabelecer um novo record de pontos e de margem de vitória num jogo de playoff. Oklahoma cedeu perante Memphis (105-111) no prolongamento, e viu a sua série também ficar igualada. Kevin Durant apontou 36pt (incluindo um triplo milagroso quase a terminar o 4º período), mas Tony Allen forçou-o a falhar muitos tiros (acabou com 12-28). Zach Randolph foi o melhor marcador de Memphis, com 25pt.

Catenaccio de Mourinho resulta num nulo em Madrid

Atl. Madrid 0-0 Chelsea

Os Blues jogaram os 90 minutos com 10 elementos atrás da linha da bola, mas o objectivo de Mourinho foi conseguido: sair de Madrid sem sofrer golos e frustrar o adversário. Um empate a 0 na 1ª mão das meias-finais, entre Atlético e Chelsea, que deixa tudo em aberto para o 2º jogo. Na teoria por jogar em casa o conjunto de Mou terá alguma vantagem, mas os Colchoneros certamente também vão ter mais espaço para aplicar as transições ofensivas. 

Encontro que dignificou pouco o que é a magia da Liga dos Campeões, Mourinho aplicou uma espécie de Catenaccio, juntou Mikel ao quarteto defensivo e ainda colocou Lampard e David Luiz como médios interiores enquanto que Ramires e Willian fechavam as alas (Torres ficou numa ilha na frente de ataque), e praticamente não houve oportunidades de golo. O Atlético teve mais posse, mas nunca conseguiu criar desequilíbrios na frente (alguns remates fora da área, muitas bolas bombeadas, mas tanto Cech como Schwarzer não passaram por dificuldades) e os principais destaques da partida foram mesmo as lesões de Cech (logo aos 17') e John Terry (que a jogar como central dentro da área ainda é um dos melhores do Mundo e estava a ser uma das unidades em maior evidência). Notas: Percebe-se a postura de Mou e apesar de para quem aprecia bom futebol custar ver um jogo destes a verdade é que a táctica resultou em cheio, o Atlético (aliás à semelhança do Chelsea) é uma equipa com muitas dificuldades em assumir o jogo e o português explorou isso ao máximo, não só para anular as transições dos Colchoneros como para os frustrar (demonstrou que são uma equipa facilmente anulável e que Diego Costa sem metros para explorar a profundidade é um "cordeiro"); Na perspectiva do Atlético, apesar do factor casa não ter sido aproveitado, hoje em dia um 0-0 não é propriamente um mau resultado e em Londres com o Chelsea a ter de assumir mais o jogo os Colchoneros podem aplicar o futebol que mais gostam; A nível individual a dupla Terry-Cahill esteve intratável, Willian (com a sua velocidade e transporte de bola) foi o único a tentar desequilibrar, Torres merecia mais respeito (apesar de ter jogado numa ilha incomodou bastante a defesa dos Colchoneros); no Atlético houve menos Koke que é habitual; mas sem ser o facto de Gabi, Mikel e Lampard falharem o jogo da 2ª mão devido a castigo, os destaques foram quase nulos.

O "jogador dos grandes jogos" associado ao Nápoles

Por onde passa o futuro do médio que está no Benfica por uma espécie de empréstimo?

André Gomes está a ser associado ao Nápoles pela imprensa italiana. O sub-21 por Portugal que em Janeiro foi vendido pelo Benfica a um fundo (naquele que, ainda, é, na opinião do VM um dos maiores negócios da história do futebol português, pois ainda não fez o suficiente para justificar os valores envolvidos na transferência), também já foi apontado a Mónaco e Liverpool. Ele que é uma espécie de caso de estudo, por norma os jogadores portugueses destacam-se frente a adversários menores mas depois nos jogos "grandes" encolhem-se. Com o médio do Benfica acontece o contrário, não costuma ser exuberante, mesmo nos sub-21 não faz a diferença, mas no currículo conta já com 3 exibições que marcam a carreira de qualquer jogador: em Camp Nou frente ao Barcelona, em Alvalade frente ao Sporting, e esta época no recente clássico entre águias e dragões.

O campeonato mais imprevisível

O campeonato mais imprevisível e equilibrado, entre as grandes ligas do futebol mundial, está de volta! O Brasileirão 2014, depois de quase não ter começado (a CBF teve de conseguir um acordo com Portuguesa e Icasa que tentavam a manutenção pelos tribunais), arrancou no último fim-de-semana. Dentro das quatro linhas, o principal campeonato brasileiro deste ano apresenta-se menos mediático do que é costume (as promessas cada vez saem mais cedo para a Europa), mas em sentido oposto vai receber, depois de disputado o Mundial, 9 estádios novos (Palmeiras, Grémio e Atl. Mineiro são alguns dos felizardos). 

Quanto aos favoritos, um desafio sempre complicado tal é a imprevisibilidade da Liga (prova disso foi a situação do Flu na época passada), o Cruzeiro parte na linha da frente. O atual campeão brasileiro tem a vantagem de ter mantido todo o elenco do ano passado e de ainda ter feito contratações cirúrgicas como as de Samudio, Marcelo Moreno ou Marlon (grande revelação do Vasco em 2013). Para além disto, conta ainda com um super Júlio Batista, que pode fazer a diferença e encaminhar a "raposa" até ao bicampeonato.
Outro dos favoritos é o Atl. Mineiro, atual campeão da Libertadores. O Galo não fez grandes contratações para o Brasileirão (Otamendi muda de ares depois do Mundial), mas com um elenco que conta com nomes como Ronaldinho, D. Tardelli, Rever e Jô, não pode entrar no Brasileirão com outro pensamento que não o título.
O São Paulo, apesar das muitas mudanças relativamente ao ano passado, é outra equipa com reais aspirações ao título. Fora de campo, foi recentemente eleito um novo presidente e no próximo semestre começam as obras para a reforma do seu estádio. Dentro de campo, o seu elenco foi reformulado, pois chegaram contratações de peso como Pato, Pabón e Álvaro Pereira que assim se juntam a nomes como Luiz Fabiano e Ganso. No comando da equipa vai estar Muricy Ramalho que está de volta ao clube depois de já ter sido feliz (conquistou o tricampeonato entre 2006 e 2008). A receita está pronta e o São Paulo tem tudo para voltar aos melhores dias.
Por sua vez, o Corinthians é ainda uma incógnita. Isto porque ainda não reformulou o seu plantel e só deve fazê-lo depois de disputado o Mundial. Contudo, dinheiro não falta àquele que é o clube com mais regalias financeiras em todo o Brasil (só em receitas televisivas recebe 5 vezes mais do que o Benfica), pelo que não faltam jogadores com qualidade associados ao Timão, principalmente para o ataque que é onde estão mais debilitados. Também Elias se deverá estrear, ele que é um dos médios em maior destaque em Terras de Vera Cruz. O ex-técnico da Seleção Brasileira Mano Menezes será o líder da equipa, que conta ainda com Guerrero e Renato Augusto como figuras de destaque.
Para fechar o leque de candidatos ao título só falta apresentar o Grémio. O clube que ficou no pódio do Brasileirão nos últimos dois anos tem este ano como principal objetivo o primeiro lugar da Classificação. Não será uma tarefa fácil, mas um elenco que conta com o matador argentino Barcos, o volante paraguaio Ramirez, e o veterano e craque da equipa Zé Roberto, em conjunto com o enorme apoio caseiro dos adeptos, tem condições para fazer um brilharete.

Como outsiders surgem Internacional, Fluminense e Santos, que eventualmente terão potencial para lutar pelas primeiras posições, mas que em princípio ficarão fora dos 5 primeiros.

Quanto aos destaques individuais, a reter:
Gabriel: mais conhecido como Gabigol (Santos): jogador técnico, veloz, que pode jogar em qualquer posição de ataque e é a grande revelação dos "meninos da Vila". Já tem pré-contrato com o Barcelona e apresenta uma média de golos superior à de Neymar com a mesma idade.
Luan (Grémio): avançado habilidoso e com killer instinct. Com apenas 20 anos de idade tem tudo para fazer uma grande época, ele que foi um dos destaques do estadual. É uma das grandes promessas brasileiras da atualidade e o seu clube já o blindou mesmo com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.
Geuvânio (Santos): mais um jogador da nova fornada dos "meninos da Vila". Outro atacante habilidoso, rápido, com boa finalização, a que ainda junta a boa visão de jogo, e que tem vindo a comandar o ataque do "peixe", ofuscando o "milionário" Leandro Damião.
Jose Welison (Vitoria): É o grande nome a sair das divisões de base que revelou David Luiz e Hulk. O Volante de 19 anos e com passagens pelas seleções jovens, tem uma técnica fina, uma grande cartela de passes e é muito forte na bola parada.
Mayke (Cruzeiro): O lateral direito ainda é reserva no Cruzeiro, mas isso deve ser por pouco tempo. Lateral à moda brasileira, forte ofensivamente, driblador e veloz, deve ser um nome possível para a Copa de 2018.

Visão do Leitor (perceba melhor como pode colaborar no VM aqui!): Natan Fox

Dier na lista de Villas-Boas; Central do Sporting avaliado em 4,5 milhões de euros

O Zenit está no mercado por um central (o sector defensivo tem sido o "calcanhar de Aquiles" do líder da Liga Russa). 

Eric Dier é hoje noticia na imprensa russa. De acordo com o jornal Izvestia, o central leonino é um dos alvos de Villas-Boas para a próxima época. AVB familiarizado com o futebol português conhece bem o potencial de Dier e vê no defesa uma boa solução para o seu sector mais debilitado. Na Rússia dizem mesmo que o inglês devido à sua técnica e capacidade no jogo aéreo tem um perfil semelhante ao de Pique, e adiantam que o defesa de 20 anos, que tem contrato com o Sporting apenas até 2016 e este ano foi suplente de Mauricio, está avaliado em 4,5 milhões de euros.
 
Site Meter